29
Nov 2017
Chora Que Eu Te Escuto!
Chora Que Eu Te Escuto

Chorem migues, o que se pasa???

Chora 01 – Zara

“Oi Cony, tudo bem ? Considere que neste momento estou rasgando elogios pra você, te acompanho a muito tempo, e na minha humilde opiniao, ”se nada der certo na sua vida, vire psicologa rs “

Bom, o meu chora não é muito diferente de alguns aqui: problemas no relacionamento.

Estávamos juntos a 6 anos, entre alguns terminos,sempre uma humilhação só da minha parte para voltarmos, enquanto ele curtia  vida, e quando se cansava voltava (eu sempre aceitei, confesso).

Nesse tempo, engravidei, ele foi até minha casa, conversou com meu pai (que é pastor), e disse que iria casar, ou seja, fiquei feliz da vida né?

No meio da gravidez, com aliança comprada e as coisas do churrasquinho comprada, ele simplesmente alegou que não queria mais. A justificativa era meu ciumes, (ok, era muito ciumenta, mas porque meu relacionamento sempre foi inconstante ). Separamos no final da minha gravidez, e ele , como sempre curtindo a vida. Quando a bebê nasceu, ele me ”deu” todo suporte (enquanto estavamos no hospital, ele falava com outra mulher), mas estava lá. Dormiu na minha casa por 1 mês, me auxiliando, até que eu descobri de fato o outro relacionamento. Ele, como tantos outros, negou até o fim, e se comportou de uma maneira agressiva. Quando nossa filha tinha 5 meses, voltamos e decidimos morar juntos, alugamos um AP, ficamos quase no zero financeiramente, mas vi ali uma luz no fim do tunel. Estavamos firmes na igreja, ainda tinhamos algumas brigas, mas, tomamos a decisão de não nos abandonarmos. Ele virou o SUPER PAI, SUPER companheiro. Até que um dia o pai dele comprou um AP em outro municipio, e nos cedeu para morarmos. Pedi demissão do serviço (sempre ganhei mais, e colocamos na balança quem tinha mais currículo caso nada desse certo, já que ele só terminou a escola), tirei minha filha da escolhinha (já com 2 anos e alguns meses) e bora viver o novo. No começo, maravilha ! Nunca fui A dona de casa (na minha criação, minha mãe priorizou o estudo e o trabalho e nunca a casa), e isso sempre o incomodou, ele me ajudava, mas brigavamos muito por conta disso, mas até que ele ajudava. Acontece que eu fui relaxando, virando dona de casa, só saia de casa a noite pra ir pra faculdade, então, eu que achei que já podia de ficar de boa porque nossa relação estava estavel, marcamos o casamento no civil. Fizemos grupo da familia, já estava tudo programado, quando ele novamente, falou que não queria mais em menos de 1 mês da data. Pensa, DE NOVO, inferno na terra né?! E ele alegou as nossas brigas, de novo. Enfim, um belo dia ele saiu de casa, mas pra quem perguntasse, ele não queria mais saber de mulher de jeito nenhum. Até chegou a dizer pra mim que tinhamos valores diferentes (porque eu falei pra ele que não tava morta), mas estou num nivel, que não quero ninguém pra suprir carencia. Gostaria sim da minha familia junta de novo (minha filha sente demais a falta), mas não queria me afundar em um relacionamento de novo.

Eu ainda o amo, e ontem (2 meses depois que ele saiu de casa) ele fez o que ninguém (?) esperava, postou várias fotos com outra mulher , mão com mão (o que nunca aconteceu comigo), poses de adolescentes sabe? Fiquei arrasada, lógico. Mas, estou na minha, chega de humilhação. Descobri que tenho problemas com fim de relacionamentos, não quero estar com esse cara, mas não consigo desapegar da nossa história”

AMEEEEEGAAAAA, ele deu sinais O TEMPO TODO que não prestava!!!!!!! Como assim mulher, tu perdoa essas bizarrices e ainda espera que ele mude??? Te largou duas vezes antes do casamento, quando tava no hospital pra ter neném ele tava de papo com outra, o cara nem estudou, sempre aproveitou a vida no bem bom, foram vários terminos e você sempre aceitou de volta. Fia, tuuuuuudo errado desde o comecinho! E você ainda me engravida de um ser desses? Desculpa falar assim, mas não entendo como muitas mulheres que tem relacionamentos abusivos, são humilhadas, ainda engravidam e ficam com esse laço com pessoas imprestaveis. Mas agora já era, você só tem UMA coisa a fazer, sair da vida desse homem de uma vez por toda, por sua sanidade mental, pela da sua filha e pela sua felicidade. Chega né? Pra que ficar arrastando corrente desse jeito, e sabendo que está indo pro lado errado??? Se cuide, tenha carinho com você, não se preste a ser saco de pancada de cafajeste!!!!!!

 

 

Chora 02 – Mara

“Oi Constanza, tudo bem? Vou direto ao ponto. Eu conheci um rapaz no tinder e nosso primeiro encontro não foi nada comum. Ele levou um amigo e eu levei uma amiga, que chamou outra amiga que foi com o namorado. Enfim, no fim tinhamos uma mesa repleta de desconhecidos, mas foi bem descontraído e o que me deixou bem confortavel. Sou tímida (mas com umas pingas na cabeça fico mais soltinha). Enfim, nesse dia eu fiquei com ele e só dei uns beijinhos. Dai no dia seguinte, era um sabado, ele veio pra casa pra netflix and chill. Sim, era sexo, sexo casual. Foi assim, ótimo! Ele super gracinha me manda msg etc etc. Dai ficamos mais uma vez naquela semana, depois mais uma vez, já nem sei mais, a frequencia é tipo 3 vezes na semana. Enfim, é sempre a mesma coisa, Saímos para comer, transamos, ficamos juntinhos até altas horas e ele vai embora. Isso está rolando tem um mês. Eu não pergunto muita coisa pessoal, mas ele acaba me contando algumas coisas e eu tb conto. Enfim, eu acho que há muita sintônia além do sexo. Eu não sei se ele tem rede social e ele também nunca me perguntou. Ele é do tipo que anda abraçadinho na rua comigo, fica fazendo carinho horas e horas depois do sexo. Na ultima vez que saímos juntos, eu senti ele diferente. Saímos e ele não me abraçou como de costume e também não me mandou msg como sempre. Eu mandei msg pra ele, perguntando se ele tinha dormido bem, pois ele tinha ido à um velório no dia que a gente se viu etc. Apesa de não me mandar msg ele responde rapido, mas não consigo decifrar esse escorpiano. E eu to ficando apaixonada, sim gente, não sei lidar com sexo casual. Até achei que soubesse mas com esse cara não consigo. Minha dúvida é, o que eu faço? Mando msg e espero ele me chamar pra fazer algo? Saio dessa antes que eu saia machucada? Continuo curtindo essa coisa boa que ele me trás? (mas além das coisas boas, ele me trás muita ansiedade com essa coisa meio indefinda).

Ah e meu aniversario está proximo, devo sair com uns amigos comemorar, será que convido ele? Se ele falar que não vai, seria melhor me afastar? Qual é a dele Braseel? Socorro, me ajuda”

Abre o jogo logo com ele. Homem não entende indiretas, e o que não é dito, eles não processam. Já tem uma historia aí, um relacionamento, e ficar no “achismo” só vai te angustiar mais. Chama ele, conversa, fala o que sente, pergunta qual a dele e pronto, resolva sua vida. Se ele já está saindo fora, essa é a hora de falar tudo, antes que ele suma de vez e você fique com minhoca na cabeça. Mas uma vez resolvido, ou você risca de vez esse caso, acaba com isso e parte pra outra, ou dá mais chance. Tudo depende do que ele falar. E não caia em enrolações de “ahhhh tô trabalhando muito” ou “ahhhh tô muito cansado” ou “ahhhh tô confuso”. Ou quer ou não quer. Ponto.

Chora 03 – Kara

“Oi Cony…tudo bem? Meu chora é uma situação diferente. Tenho dificuldade em manter relacionamentos (seja amizade, trabalho, qualquer tipo de situação que envolva ter quer lidar com outras pessoas). Inicialmente vai tudo muito bem, mas com o passar do tempo, quando sinto que as pessoas estão se aproximando mais, acabo fazendo alguma coisa para afastá-las, como se eu tivesse um limite que me deixa desconfortável se ultrapassado. Sem contar que sinto raiva o tempo todo, às vezes sem motivo aparente, e sou uma pessoa que costuma guardar rancor e sendo fechada guardo tudo para mim. Um dia estou bem com a pessoa e no outro não consigo nem conversar direito. A princípio achei que era um problema das pessoas com quem me relacionava, mas aos poucos fui percebendo que é um defeito meu, pois isso acontece com todo mundo do meu convívio diário, inclusive meu noivo e familiares. Às vezes chego a pensar que possa ser um transtorno de personalidade Já pesquisei muito mas não consigo achar nada que explique. Só queria saber se mais alguém passa por isso. Amo seu blog Cony.”

Fia, terapia URGENTISSIMA! Sim pode ser algo bem mais complicado aí dentro da sua cabeça e que tem que ajeitar logo. Isso de sentir raiva o tempo todo não é nada legal, um dia você pode cometer alguma violência! Já pensou nisso??? Sério, procure ajuda psicológica urgente, antes que isso tudo que está reprimido aí dentro de você exploda de uma maneira nada legal. Fique bem e parabéns por ter a consciência do seu problema e procurar ser melhor.

E tem mais um quota legal pra você!

  • Logo mais abro o Chora para novos casos! Tá quase!