16
Apr 2017
Mi casa, su casa – Joy 104D – 01
Decoração, Mi Casa Su Casa

Fufuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuulezas do meu coraSSaum!

Feliz páscoa!

Que não apenas o chocolate invada a vida de vocês hoje, mas também o espírito de renovação e essa força que a ressurreição nos sugere.

E o Joy 104 D não é uma combinação de senha que vai permitir vocês a roubarem bitcoins e serem milhonárias e aposentadas prematuras – infelizmente.

Joy 104D é uma série nova que eu quero compartilhar com vocês. Pretendo que seja mensal e que ajude quem está procurando um imóvel. Agora deixem eu começar do começo, pega um travesseirinho e #vemkotio!

Era uma vez uma lourinha procurando um novo apartamento. E ela pediu ajuda para um bom tiozinho, roliço e mau humorado (eu, caso não tenham percebido a relação).

Nessa consultoria, analisamos as necessidades dela e seguimos atrás de um canto feliz. Eis que no meio do caminho, encontrei um empreendimento, Residencial Joy, que se encaixa no perfil dela, e também de um outro casal, que poderia neste novo condomínio, fazer sua primeira morada juntos.

Agora vamos falar de como se faz essa consultoria. Primeiro de tudo, precisamos ter bem claro:

  • Valor que se pretente investir;
  • Região onde se gostaria de morar;
  • Prazo para mudar;
  • Tamanho médio do imóvel;
  • Necessidades específicas.

Estes cinco pontos são filtros que vão trazer pra gente algo ideal. O principal deles, obviamente, é o valor, pois não podemos dar o passo maior que a perna. Obviamente cada cidade tem seu valor próprio quando se fala de preços de imóveis. Neste caso, tínhamos até 200 mil para encontrar o imóvel perfeito.

O segundoo filtro, localização, é de no máximo 5 minutos até a região central. E aí temos um raio de busca.

Prazo. Nossa loura precisa de um imóvel já pronto para morar. E o primeiro bloco desse conjunto já está liberado. Para nosso casal prazo não é importante – vamos deixá-los namorar mais um pouco.

Vamos falar brevemente destes imóveis. São apartamentos com cerca de 52-56 metros quadrados, dois modelos de planta diferentes disponíves:

Tipo 01

Tipo 02:

e no caso das unidades térreas, se acrescenta um jardim privativo, os chamados apartamento garden:

Tipo 01 Garden:

Tipo 02 Garden:

Esse empreendimento também tem a possibilidade de apartamentos adaptados para PNE, então cadeirantes são bem vindos e eu achei isso um ponto muito legal.

Apto Adaptado:

Talvez em grandes centros essa inclusão seja algo antigo, entretanto aqui no calcanhar do Brazeeeeel, é a primeira vez que eu vejo a própria incorporadora oferecendo unidades já adaptadas em planta.

Levando em consideração as necessidades, o tipo 01 permite transformar um dos dormiórios em closet – exigência de nossa lourinha, e o tipo dois proporciona uma grande interação com o jardim, que encantou nosso outro casal. Então com os clientes cientes e conscientes de todas as vantagens vamos falar de compra futura… já que estamos falando de comprar um imóvel que ainda não existe…

Brasileiro, nós sabemos, é uma raça lascada. Vivemos sabendo de golpes, de gente que passa os outros pra trás e por isso eu entendo o receio de muitos em adquirir algo que ainda não é palpável. Neste caso, o primeiro bloco já está disponível para morar, eu visitei o local e já tem até grama nos jardins.

Mesmo assim, usei meus contatos de alacazam e pedi “a ficha” da construtora – que é de Curitiba. E após uma breve pesquisa, vimos que é uma incorporadora sólida, de bom porte – nada ultra espetacular – mas justa e com boa reputação e histórico.

Próximo passo foi pedir o contrato previamente e analisar totalmente, principalmente cláusulas como prazos, reajustes, multas, e rescisões.

Mandei o contrato para análise de dois profissionais, um advogado e um engenheiro. Sim, esse tipo de análise parece exacerbada, contudo o custo dela é irrisório perto de uma grande dor de cabeça depois. No caso dessa região os profissionais costumam cobrar entre R$ 400,00 e R$ 600,00 por uma conferência detalhada, vale a pena verificar com um amigo da área. Se ele não fizer esse tipo de serviço, saberá quem faz.

O engenheiro fez os cálculos de juros, reajustes conforme os índices desccritos no contrato e o advogado priorizou verificar as cláusulas de reajustes, rescisões e multas.

Depois dos vereditos seguimos com as negociações.

A lourinha está analisando outras opções e o casal já assinou o contrato e efetivou a compra.

Por isso a série Joy 104D vai continuar por pelo menos mais um ano, quando será entregue as  chaves do imóvel e até lá teremos muitas coisas para aprender e vivermos juntos.

Vai ter muita parede caindo (ou nem subindo, uma das vantagens de comprar antes de construir), vai ter caça aos revestimentos, projetos, paisagismo, sonhos, dor, suor e lágrimas.

Quem embarca nessa comigo?

assilelo-1

As fotos utilizadas nos posts são coletadas na internet, e só apareceram aqui porque eu gostei, então, parabéns pra você que fez. Respeito muito seu trabalho e os créditos são seus. Se te incomodar a divulgação aqui, mande um email e eu substituo. BêXos.