27
Feb 2017
O Melhor e O Pior do Oscar 2017!
Fashion Emergency

Gente mas que BAFÃO foi aquele ontem no Oscar???? Não, eu não assisti porque não consegui ligar a televisão aqui em Miami rss, mas não consegui ligar mesmo, literalmente, não achei os canais hahaha. Enfim, mas acompanhei algo pela internet, claro depois de ver a reportagem do Fantástico sobre influenciaras digitais em NY, e eu tava lá no meio. Muita emoção. Mas enfim, falando de Oscar, rolou uma confusão que premiaram por engano La La Land quando o prêmio era para Moonlight. Coisas da vida, tá todo mundo louco.

Mas o que nos interessa é a roupa que as celebridades usaram né? Posso falar? Achei ok e isso significa APENAS ok! Sabemos que o Oscar é o red carpet mais esperado do ano, o mais glamouroso, o mais tradicional, e achei que ninguém super se jogou. Teve look bonito sim, mas aqueles de divas hollywoodianas parece ter ficado para trás…

Vem ver comigo e me conta se concorda?

Se preparem que teve MUITA GENTE DE BRANCO! Me contem, quem assistiu, era algum protesto? Porque sério, achei muito esquisito. Eu sou fã de um minimalismo né, e achei o vestido de Carlie Kloss bem chique.

Tinha branco, off white, nudezinho…

Aqui dois da turma dos brancos que mais curti: Chrissy (linda, que mulher linda) e o futurismo de Priyanka. Interessante.

Mais vestidos brancos! Bonitos. Ok. Só.

Também teve alguns metalizados e por incrível que pareça, os paetês não reinaram nem tiveram grande exposição durante a noite. Detalhe para o vestido Prada de Teresa Palmer… me incomoda terrivelmente esse cinto fora do corte da roupa. Ou ele fica em cima da costura ou simplesmente não deveria existir. Cortou o tronco em duas partes. Não curto e já vi algumas outras marcas fazendo essa brincadeira aí. Eu fujo.

Cinza, prata, delicadeza, nude, Nicole Kidman. Pera, cadê Nicole? Ela sumiu nessa cor… só vejo uma boca vermelha.

As cores começam a aparecer aos pouco. Dakota tentando convencer a gente que é santa (brinks, mas não resisti) e a vencedora da noite, a melhor atriz do ano, Emma Stone. Bonita, diva, hollywoodiana mas ainda assim sinto que poderia mais sabe?

O preto e o branco de todo tapete vermelho, lindamente representado por Halle Berry. Possfalá? Na minha humilde opinião, a mais linda da noite! Gente, essa mulher tem 50 anos! MARAVIDEUSA MÁXIMA DO UNIVERSO! Emma Roberts bonitinha, vestidinho ok, facim de fazer, facim de copiar, mas se for copiar alguém, que seja Halle Berry, pra vida!

Vamos por cor nesse red carpete? Amarelão péssimos por Blanca e Leslie. Achei ambos horrorosos.

Vermelho por Ginnifer e Viola. Viola curti.

As princesas, Scarlett e Alisson. Só eu acho que Scarlett não combina com esse tipo de vestido???? Ela é too sexy for this!

Adorei o vestido de Cynthia, sério mesmo. Usaria fácil! Já o de Janelle, não entendi nada…

Dois midis, dois looks estranhos. Me explica como que Stacy London, a que sabe tudo sobre moda, me coloca uma sandália dessas para esse vestido? Ele total pede delicadeza! E o cabelo, e a clutch… gente, achei tudo errado. O de Louise está ok, mas oi, era um OSCAR! E esse negocio na cabeça dá a impressão que é sequência do vestido… tipo, traspassou no pescoço e puxou pra cabeça.

As fadazzzzzzzzZZZZzzzzzZZZzzz

Duas divas metalizadas: Charlize e Jessica. Lindas mas ainda assim não fiquei satisfeita. Tive a impressão que todo mundo meio que resolveu o look de última hora.

Aháaaaa, surgem os pretos e os azuis marinhos. Gostei de Brie, achei digno, achei red carpet. Mas não gostei do make nem dos acessórios.

Mais black. Sai paetê, entra renda. Gostei de Salma, vestido bacana, sexy sem ser vulgar, interessante. Já o de Alicia, mais me pareceu uma fantasia que poderia ser gótica suave, dançarina de flamenco ou viúva alegre.

  • E chegamos ao final do post sem nenhum WOW QUE MARAVILHOSO. Ficamos por isso mesmo. O bafo da troca dos prêmios foi bem mais interessante que esse red carpet. O que acharam???
26
Feb 2017
Tem Jeito Decor 31 – Fernandinha com as amiguinhas.
Decoração, Mi Casa Su Casa

Olá Fufu-liões!

Pleno Carnaval, Oscar daqui a pouco… e nóis tá como? Querendo casa bonita!

A Fernanda me escreveu no final de 2016 pois ela adquiriu um apartamento em planta e como ela gosta de receber gente, ela gostaria de ter espaço pra receber pelo menos 4 pessoas pra uma reunião, mas do fundo do coração, ela deseja uma mesa pra seis.

E agora Tio Lelo? Bom gente eu digo: Pega o guardanapo de abacaxi e #vemkotio!

” Lelo
Boa tarde

Já me sinto íntima pq adoro sua coluna no Futilish.

Te pedi um post sobre divisões de sala e cozinha, pois comprei um mini apartamento e estou em dúvida o que utilizo como divisão para “separar ambientes”, ou não devo separar? Não sei…

Segue a foto da planta, veja a divisão de cozinha/sala é aberto.

Obrigada

Daí pelas anotações que vieram na imagem que ela me mandou, já me meti no negócio… e fiz umas perguntinhas…

Oi Fernanda,

Que planta gostozinha! Apesar de pequena, é eficiente.
Desculpe me meter, mas eu li as anotações e eu vou te sugerir uma disposição pra cozinha assim:
Torre de fornos 70cm
Refrigerador 75cm
Pia 100cm
Cocktop com gaveteiro gourmet ( 2 gavetas e 1 gavetão ) 70cm
Qual a chance de você usar cooktop elétrico? (aqueles que não precisam de gás ) 
Vc quer mesa de jantar? pra quantas pessoas? 
Beijo! 
Lelo”
E teve resposta, claro:
“Oi Lelo
Muito obrigada pela resposta!
Nem sabia que existia cooktop elétrico (modernidades)…
Queria uma mesa para 6 pessoas mas acho meio impossível, então me contento com uma mesa de 4 cadeiras!
Mais uma vez agradeço muito sua atenção!!!
Bjs
Fê”
Bom, antes vamos falar dos Cooktops- aqueles fogões de embutir no móvel, sem forno- para quem nunca parou pra pensar nessas coisas que compramos poucas vezes na vyda.
Os três tipos mais comuns desse produto são:
1) A gás:
O mais usual em Terra Brasilis, ele é também o mais baratos. Tem a desvantagem de necessitar de um ponto de gás, e este que tem que seguir uma série de normas de segurança do corpo de bombeiros, pois realmente é um item perigoso. Funciona igual a um fogão convencional, sem a tampa, hehehe.
2) Elétrico simples:
Ele é – a grosso modo – um vidro especial com uma resistência por baixo, tipo a resistência do chuveiro mesmo, então ele gasta bastante energia elétrica e também demora pra esfriar. Geralmente vemos essas imagens dele vermelhinho quando está ligado e todo preto ( ou da cor do vidro que você escolher ) quando desligado.
3) Elétrico por indução:
Esse cooktop nerd usa energia e magnetismo para fazer um truque de mágica e preparar nossas comidinhas. Visualmente ele parece com o Elétrico das resistências, mas ele é muito mais moderno e só esquenta a panela mesmo, o tampo esfria praticamente de imediato quando de retira ela de cima. Dizem que isso é uma vantagem pra quem tem crianças. Já eu acredito que se teu filho anda por cima dos móveis da cozinha é falta de cintada, não culpa de um eletrodoméstico. Ah! esse modelo usa pouca energia e a desvantagem dele, além de ser o mais caro dos três, é que só pode ser usado com panelas de ferro ou aço inox magnético. Na Europa alguns países só permitem esse tipo de aparelho em moradias coletivas ( apartamentos, condomínios etc… )
Chega de aulinha, né?
Vamos pra uma opção super girlie pra nossa Fufu-Fê:
Como eu sugeri no email, torre de eletros (70cm), refrigerador (85cm) Pia (85cm) e gaveteiro com cooktop (70cm)  na parede do fundo.
E sim, cabe uma mesa pra 4 pessoas tranquilamente, essa tem 140x 90x 74cm.
Atrás da pia e do cooktop eu apliquei um espelho, pois eu odeio rejunte com gordura, vocês sabem. Sobre as cores, eu olhei pra foto que vem no perfil do email, uma morena toda lady, e sei lá, me veio rosa na cabeça. Então essa opção tem rosas variados – especialmente o rosa queimado na mesa, tem dourados e cinzas, porém…
…Tem uma bela parede azul petróleo, que confere profundidade e modernidade para seu cantinho. Para a TV não ficar parecendo um espermatozoide com o rabinho dos cabos aparentes, o ideal é fazer uma passagem por dentro da parede com um tubo.
coloquei cortinas do tipo romana na sala em toda a parede, pois as linhas elegantes dela visualmente alongam o espaço, na parede esquerda, a da porta de entrada, revesti com painéis de madeira pra dar vida, e a cozinha tem um mix de branco (nos módulos superiores) grafite alto brilho nos nichos, onde eu imagino morar taças, pratos e cerâmicas bem lindas, e a parte inferior é em preto fosco. O estofado segue a paleta de cinza e rosas. Espelhos redondos dão movimento e refletem luz.
Achou que eu tinha esquecido que o sonho eram 6 convidados? Cabem sim, usando os dois garden seats que estão na lateral do home, que podem ser usados como mesinhas para bebidas e pipoca num momento mais íntimo.
Cadeiras nas pontas atrapalhariam a rotina diária, então esses amados multipurpose stools são super bem vindos. E quando estacionados na sala eles são altamente decorativos.
Tão com tempo de mais uma?
Vamos pra segunda…
Tem gente reclamando que minhas colunas são muito grandes… eu acho simples, é só pular a postagem.
Na segunda opção, é pra quem gosta mais de cozinhar do que de receber:
Vai que você é menos romântica e mais moderna, né? Essa opção tem mais bancada de trabalho, dá de abrir uma massa, decorar um bolo, montar uns canapés, fazer um buffet de caipirinhas…
Eita coisa boa!
Essa versão é mais sóbria, a cozinha é toda branquinha, com os nichos amarelinhos, tapete grafite, estofado listradinho…
Contudo tem uma parede muito feliz, com flores. E u móvel pra TV com espaço de armazenagem.
Na parede de entrada uma composição com pratos de cerâmica e um relógio de parede em aço e vidro. só de olhar eu já ouço o tic-tac.
Nessa ilha temos bancada para três e no esquema do banquinho, cabe mais um na ponta.
Espero que tenha animado você Fernanda.
Agora me digam, vocês lembram do cantinho da Tatiane, aquele da Pintada Sinistra?
Que rufem os tambores meus amores, porque este é o PRIMEIRO AFTER do Tem jeito decor!
#habemusfotos
A Tati foi rápida no gatilho e eu adorei o resultado! acho que trouxe aconchego e vida… e vocês?
Não esqueçam que a Cony está deslumbrante (como se essa não fosse o estado natural dela) no Instagram @futilish diretamente da ilha do Trump.
Eu as vezes apareço no Instagram, entretanto é mais provável me verem no Snapchat: @Tiolelofoz em ambas as redes.

As fotos utilizadas nos posts são coletadas na internet, e só apareceram aqui porque eu gostei, então, parabéns pra você que fez. Respeito muito seu trabalho e os créditos são seus. Se te incomodar a divulgação aqui, mande um email e eu substituo. BêXos.

24
Feb 2017
O Hotel dos Sonhos na Cidade dos Sonhos!
Constanza, Dicas de Viagem, FHIts

Já perdi a conta de quantas vezes vim pra NY… muitas, mas muitas mesmo! Eu era uma viciada na cidade por causa do meu seriado preferido, Friends! NY sempre foi meu sonho e foi a primeira cidade que conheci na America… Ok, antes morei na Florida, mas a trabalho, agora cidade para conhecer com vontade mesmo, era NY e matei essa vontade há mais de 10 anos. Depois disso, comecei a vir direto… praticamente uma vez por ano e ando por essas ruas como quem anda no quintal de casa!

O Central Park nevado é a coisa mais linda do mundo!

Do alto!

E o hotel que ficamos desta vez é simplesmente cinematográfico.

O The Pierre.

Deixa contar um pouquinho sobre ele e sua história: é um hotel de luxo, sofisticado, exclusivo e um dos mais TRADICIONAIS de NY. A localização é mais que perfeita: ali na 61 com a 5ª Avenida, em frente ao Central Park (e na esquina da Apple, para quem se localiza um pouco na cidade) e perto das lojas que a gente sempre vai, ainda mais durante uma Semana de Moda que é quando saímos para fazer pesquisa de tendências. Estou falando da Bergdorf Godman, da Sack’s, da Barney’s e até Uniqlo pertinho pra gente ir comprar as roupas térmicas pra usar no inverno rs.

O The Pierre foi inaugurado em 1930, e a Schultze & Weaver (arquitetos super renomados, especialistas em arranha-céus em NY) foram responsáveis pelo design. Tudo começou quando Charles Pierre Casalasco, que trabalhava num restaurante na Córsega, resolveu se aventurar pelo mundo, fazendo cursos de gastronomia até chegar como imigrante em NY, aos 25 anos, e trabalhar no Ritz Carlton. Desafiado pela seu sucesso, abriu seu próprio restaurante e um tempo depois o vendeu e se jogou numa aventura com sócios de Wall Street montando um hotel: o The Pierre. Eram 715 quartos e na época custou 15 milhões de dólares. Imaginem quanto vale hoje! Porém, durante a Grande Depressão, o hotel foi vendido por US$ 2.5 milhões…

Apesar disso, o The Pierre continua mantendo toda sua tradição e exclusividade de ser um dos hotéis mais elegantes de NY. E é tão, mas tão tradicional, que o staff (as pessoas que trabalha lá), estão a anos e conhecem vários hospedes e moradores. Sim, no The Pierre mora gente! A Tory Burch mora lá! Então imaginem o tratamento dos funcionários, é como se estivesse em casa mesmo e eu via isso todos os dias na forma gentil e amorosa como eles se dirigiam a nós. É diferente sabe? Não é aquele contato frio de um “porteiro” ou de um ascensorista, era um bom dia, boa tarde, boa noite, um “small talk” antes de sair… Como se a gente morasse lá mesmo!

Bom, deixa mostrar como é o The Pierre:

Como contei, super master nova iorquino, o que para mim é maravilhoso!

A vista do Central Park é a coisa mais linda do mundo. Preenche os olhos!

Uma varanda deliciosa e ótima para fazer boas fotos.

Tipo essa!

Ou filmar para o Fantástico (gente me assiste AMANHÃ!!!)

Tomar um chá no The Rotunda… Olha essas paredes! 

The Rotunda!!! Gente é MUITO lindo!

E gravando com a Nicole para a matéria do Fantástico… 

  • Um sonho ficar no The Pierre! Um experiência incrível de se sentir e ser tratada como em casa, no meio de NY! 

Página 1 de 712345Última »