23
Nov 2016
Chora Que Eu Te Escuto!
Chora Que Eu Te Escuto

Hoje é quarta, dia mundia da choradeira!

Chora 01 – Risque

Enfim, meu chora é sobre meu marido e é um chora um tanto confuso (em relação aos meus sentimentos). Resolvi escrever porque nunca vi alguém falando desse assunto. Lá vai…

Nós temos praticamente 12 anos juntos, sendo 1 ano de casados. Ele sempre foi uma boa pessoa pra mim: é super atencioso, prestativo, inteligente, trabalhador e sempre me apoiou em todos os momentos difíceis da minha vida. Como namorado, noivo, marido e amigo nunca tive do que me queixar. 

Eis que depois de algum tempinho casados, o comportamento dele mudou bastante. Ele sempre teve dificuldade em se abrir comigo e pra falar alguma coisa sempre era um sacrifício. Até que um dia consegui “colocá-lo contra a parede” e ele me contou o que tanto o deixava angustiado: a identidade de gênero dele é, na verdade, feminina e por todo esse tempo ele se vestiu e se comportou como um típico homem, pois não tinha certeza sobre si. Ou seja, ele sente atração por mulheres, mas não gosta do corpo dele.

Bom, no primeiro momento senti muita raiva dele, pois ele omitiu por anos isso, além de ter casado, sem ter me dado escolha alguma em aceitá-lo ou não. Mas depois de um tempo a raiva passou e eu comecei a entender um pouco mais o lado dele. Buscamos um psicólogo especializado e ele começou as sessões para ter certeza se é isso mesmo o que ele quer, mas já começou a usar algumas coisas “tipicamente femininas”. Eu resolvi dar apoio nas escolhas deles, pois acima de tudo, o amo bastante, só que eu deixei claro a ele que não posso dar certeza se ficarei com ele depois da transição… apesar de saber que é meu marido ali por trás daquele corpo, sabe… eu não sei… seria diferente… 

 A única coisa que tenho certeza é que durante toda a parte difícil, irei ficar ao lado dele, dando apoio, porque se pra mim é difícil, imagina para ele… Então por isso resolvi escrever, preciso de ajuda, meninas. Não sei o que faço!

Nossa, acho que um dos casos mais difíceis que já vi por aqui!! Me lembra o filme Garota Dinamarquesa e o quão somos leigos em relação a esses assuntos. Não sei bem como te orientar… apenas acho que para ele deve estar sendo muito mais difícil do que para você e ele precisa de sua ajuda e apoio. Mas concordo que será complicado manter esse casamento depois da transição. Pense em você… não é sua culpa, não é culpa dele, é algo que aconteceu e que nenhum dos dois tem como interferir. Esteja com ele e por ele durante esse tempo, mas quando ele se decidir, já pense em tomar uma decisão. É cruel, mas temos que ser realistas. Se você não tiver a cabeça boa e aberta o suficiente para lidar com isso, melhor não forçar.

a3bb03686d1b390e3d4c1eca737317f6

 

Caso 02 – Colorama

Cony,
Escrevi um chora há alguns meses, contando meus dilemas com namoro+primeira vez+vaginismo. As dicas das leitoras foram ótimas e decisivas na minha vida. Resultado: “rolou” e meu namoro melhorou MUITO. Queria agradecer demais a você e às fufuzetes ❤️.
Com a vida sexual, meu namorado passou a ficar ainda mais tempo na minha casa, já que moro sozinha. A mãe dele, que sempre senti que nunca foi com a minha cara, tá cada vez pior. Liga antes da meia noite pra ele ir embora, enche o saco no WhatsApp, trata ele como criança. Ela criou meu namorado para ser a companhia dela (o casamento dela é péssimo!) e creio que não está sabendo lidar com uma “intrusa” na vida do filho. Ele acabou de se formar e agora vai começar a trabalhar pra conquistar a sonhada independência financeira. Antes eu não colocava lenha na fogueira, afinal ela sustentava o filho, aí achava que ela tinha certo direito de exigir determinadas coisas, apesar de eu não concordar. Ele tem planos de mudar de estado comigo e ela quase morre por conta disso. Faz chantagens emocionais, pirraça, cenas. Eu fico com pena dele, por conta da criação que teve e por ele ser MUITO BOBO! Ela é tão sem noção que faz planos de gastar o salário do filho, apesar de ganhar 5 dígitos por mês. Por outro lado, fico irritada por ele ser tão ingênuo e acomodado com a situação. O que eu faço? Ele é ótimo pra mim, um companheiro que sei que não encontrarei igual, mas a ideia de ter essa mala em forma de sogra na minha vida, me desanima muito. Ele tem acordado aos poucos, mas preciso dar um sacode nele, ou sacudir minha própria vida e terminar o namoro, que tirando isso, vai muito bem.

Você não vai terminar o namoro coisa nenhuma viu. Não tem motivos. Respira fundo e aguarde ele começar a trabalhar e ter a grana dele. Tudo isso é questão de tempo e ele está do seu lado. Fica tranquila. 

d0a7fd47b315f6908e3e2b8c0896eb3c

Caso 03 – Impala

Oi Cony, meu dilema é o seguinte: sofro com o arrependimento por causa de traição. Namoro há nove anos meu primeiro namorado e comecei a namorar muito nova. Sempre fui de sair só com minhas amigas para as festinhas, só que no começo do namoro com o combo imaturidade, cabeça fraca e más amizades acabei traindo ele, coisa de adolescente idiota e que não tem noção das consequências e dos sentimentos do outro, eu sei, muito burra né. Eu não sei o que se passava na minha cabeça, talvez aquela frase  “melhor se arrepender do que fez, do que daquilo que não fez” só pode.

Há seis anos atrás terminamos por alguns meses, não estava dando certo, fui tentar viver minha vida, mas sofri com uma bela fossa durante todo o tempo que ficamos separados, ainda gostava muito dele. Acabamos nos reencontrando e voltamos, era como se estivéssemos começando do zero, tudo de novo e desde então está tudo ótimo, uma briga aqui e ali, mas tudo normal. A gente precisava daquele tempo. 
Acontece que, de um tempo pra cá esse arrependimento tem me atormentado. Não tenho com quem desabafar, obviamente por vergonha, e contar a verdade não é uma opção. Ele não merece tamanho desgosto. Enquanto isso sofro com essa culpa horrível e tento viver um dia de cada vez, curtir o presente e não ficar sofrendo com o que talvez possa acontecer. Não tem nada que eu possa fazer para mudar o passado, faz tanto tempo, aconteceu, me arrependi, mas não to conseguindo lidar, só queria poder esquecer tudo isso. 
Preciso de ajuda. 

Peraí… você está se martirizando por uma traição que aconteceu 9 anos atrás???? É isso mesmo??? Já caducou amiga! Não deixa isso te atrapalhar não! Pra que arrumar confusão por algo que aconteceu há tanto tempo e não tem valor nenhum? Enterra isso, acabou, esquece. Bola pra frente!

9fdbeca4abce0f5ae2b5c4909d974b86

Caso 04 – Revlon

Cony, estou muito confusa e não vejo saída para minha situação… É o seguinte, namoro há alguns anos com uma pessoa mais velha, ele é bem de vida, não é rico mas é estável. Eu sou independente, tenho meu trabalho, meu dinheiro etc. Todo mundo acha a gente o casal perfeito, estamos sempre juntos, viajamos, saímos, nos divertimos bem. Acontece que ele nunca fala em futuro, não consegue se comprometer com nada, não faz planos comigo. Não consegue se declarar, falar de amor, de velhice juntos, nada. Tudo isso me deixa muito insegura e já tentei conversar várias vezes mas ele diz que os planos já estão feitos e fica com raiva por ter que ¨repetir¨ só que esses planos eu mesma que sugeri e que ele concorda com um tom de voz rápido de quem quer logo encerrar o assunto e nunca mais toca no assunto. E os planos são sempre meus, nunca é algo que sai naturalmente dele. Me sinto forçando algo que deveria ser natural, que deveria ser vontade dele também e estou cansada de esperar ele se posicionar quanto a nós dois. Não temos nada em conjunto, apesar do tempo de namoro considerável e até hoje, sempre foi cada um por si, como amigos que dividem as contas, os passeios etc. Ele tem uma casa, mora sozinho e não me chamou para morar com ele, mesmo quando tive que mudar e passei um sufoco momentâneo porque não tinha pra onde ir (na época estava apertada de dinheiro). Não sei mais o que fazer, até os amigos cobram um posicionamento e ele só ri. Amo ele muito, é o homem que eu queria (temos gostos parecidos, a cia é boa, gostamos de sair pra comer, viajar), mas sinto que tudo não vai passar disso e não queria mais perder tempo, e nem temos esse tempo, já que somos dois adultos resolvidos. Temos nossas brigas como todo casal, mas tudo vira desculpa para adiar qualquer plano de ficar juntos. Ele diz esperar tudo se ajeitar (nossas diferenças corriqueiras) pra pensar em futuro, mas sabemos que nenhum relacionamento será 100% perfeito. Ou seja, me soa desculpa par adiar mais. Pareço uma amiga colorida e não uma futura ¨esposa¨. Tenho medo de passar o tempo e continuar na mesma, pois como contei, ele nunca toca no assunto ¨futuro¨. O que fazer, continuo esperando ou passo pra outra?

Complicado, ainda mais que se trata de uma pessoa mais velha que já deveria saber o que quer da vida. Em um relacionamento é normal falar de futuro, mesmo que não seja algo imediato, mesmo que não seja marcando data de casamento, mas pelo menos saber que existe essa vontade ambas partes. Depois de uma certa idade, ninguém namora por namorar. Tem que ter planos, projetos, isso deixa uma mulher segura. Sinto te dizer, mas acho que ele é o tipo de homem que quer ficar sozinho na casa dele e uma namorada para curtir a vida. Dói, é cruel, mas existem pessoas assim. O problema não é com você, é com ele. Se você aceitar isso, ok, continue namorado sem expectativa nenhuma e esqueça a idéia de envelhecer com ele mesmo porque ele parece incerto do que quer e pode te substituir a qualquer momento. Não espere nada além de uma companhia pros finais de semana e férias. Agora, se você sonha com casa juntos, relação de marido e mulher, comprometimento para o que der e vier, projetos, prosperidade em casal, ele não é essa pessoa. É duro, mas você vai ter que pesar e decidir o que quer pra sua vida.

 

1d078b027be7623e8d75d5faec883715

 

  • Choras MOMENTANEAMENTE FECHADOS. Vamos acabar com essa leva!