30
Aug 2016
Como Você Se Cuida???
Constanza, Cotidiano

Hoje acordei pensativa e resolvi colocar no papel meus pensamentos… ops, no computador rs.

Seguinte… já tem um tempo que sinto muitas dores nas costas. Primeiro começou no joelho, como vocês sabem, tenho condromalácia meio avançada e é bem chato porque não consigo fazer exercícios com impacto (minha cartilagem está desgastada). Ou seja, nada de correr, pular, esportes onde tenha que ¨freiar¨ bruscamente. Sinto dores muito fortes nos joelhos e dependendo, mal consigo caminhar. ¨Ah mas não tem tratamento?¨ Tem sim, tomar colágeno tipo II, fazer aplicações de ácido hialurônico e fortalecer os músculos das pernas, ou seja, fazer musculação. ¨Ah que ótimo Constanza, então você já está bem né?¨. Não. Porque não faço nada disso. Comprei o colágeno mas esqueço de tomar, a aplicação de ácido hialuronico é bem cara (uns R$ 1500 por joelho, 2 vezes por ano) mas pra comprar roupa o dinheiro não falta, e musculação… não gosto e não tenho tempo.

As minhas desculpas eternas. Sim, estou fazendo um ¨mea culpa¨.

Daí que parei de malhar já tem alguns meses pois como minha rotina é bem maluca, não tenho freqüência para ir à academia e não gosto de malhar sozinha. Além de precisar de um acompanhamento profissional (o joelho estragado pede exercícios específicos) eu simplesmente perdi a vontade de treinar devido a tantas limitações e vou praticamente arrastada. Tem que ter alguém me esperando e obrigando a malhar. Saudades do tempo que fazia muay thai e depois corria pra aula de spinning e depois ainda puxava ferro. Não mais…

Tudo desculpa…

Só que as coisas pioraram. Como deixei os exercícios de lado, meus músculos enfraqueceram ainda mais e se o joelho já não se sustentava direito, agora a coluna que pede socorro. Sinto dores o dia inteiro nas costas, de tanto digitar, de tanto mexer no celular (já perceberam a posição que a gente fica? Tensiona o pescoço e trava os braços), de tanto andar na correria e não relaxar um segundo, e de não cuidar da postura diariamente. Sabe aquela que deita toda torta na cama, põe o lap top no colo e vai trabalhar? Sou eu. Teve um dia que fui ao shopping (pra ir ao shopping tem tempo né?) e quando fui descer as escadas, travei. Sério, fiquei igual velha me segurando no corrimão para descer os degraus. Quase chorei e pensei que não poderia estar assim na minha idade, meus pais tem mais mobilidade do que eu! Comecei a me preocupar seriamente, imaginei doença degenerativa, um monte de coisas mas… ficou na mesma, nada mudou, não fiz nada para isso.

Até que fui num médico no Chile (que curou o joelho da minha mãe) pra ver se ele achava o motivo das minhas dores. Obviamente me arrumei bonitinha para ir na consulta, expliquei com o que trabalhava e minhas dores. Ele me avaliou e soltou a bomba: você se preocupou em ser bonita mas não cuidou do seu corpo.

PÁH na minha cara.

A partir desse dia comecei a pensar ainda mais. Realmente eu me deixei de lado. Me alimento de qualquer jeito, como qualquer coisa na rua, a hora que dá, quando dá. Ando de salto mesmo com o pé doendo. Continuo mexendo no celular mesmo com as costas gritando. Durmo pouco mesmo sabendo que o próximo dia será cheio e precisarei de energia. Não me exercito porque tudo dói e a pior desculpa de todas… porque não tenho tempo.

E esse médico ainda me disse: o exercício é o melhor analgésico.

Fiquei muito triste comigo mesma e ainda estou. Do que adianta cuidar da aparência externa se a interna está pedindo socorro? O dia tem 24 horas, será que 1 hora por dia para cuidar de mim fará falta? Essa hora que a gente perde olhando Facebook, Instagram, stalkeando, será que não poderia ser gasta com a nossa saúde? Quanto dias já passei sem beber água, ou porque estou viajando, ou porque, de novo, não tive tempo… Gente, água! Todo lugar tem água!

E o que a gente come? (Agora vou dar uma generalizada, porque não quero levar a culpa sozinha rs) Paramos para pensar o que está entrando no corpo? E eu amo comer. Sinto um prazer inenarrável ao satisfazer meu paladar mas preciso ser menos permissiva… E como isso é difícil…

Daí que a pessoa não emagrece, fica flácida, cheia de celulite, o cabelo caindo, dores por tudo o que é lado, não consegue se concentrar, esquece as coisas e NÃO FAZ NADA PARA REVERTER ESSE QUADRO e ainda se pergunta porque está assim.

Essa mania de consertar as coisas quando já estão estragadas não vale para nada no mundo: não vale para bens materiais, não vale para relacionamentos, não vale para o trabalho, porque deveríamos considerar isso para NOSSO CORPO?

Pois é, acordei com vontade de puxar a minha própria orelha e se não colocasse isso público, talvez ficaria só pra mim mesmo. Mas fica o alerta e o exemplo do que não fazer: não se deixar pra depois. Não se acomodar e sempre fazer a manutenção do corpo, em todos os sentidos. Quantas mulheres deixam de se cuidar depois começam a namorar, depois de casar, de ter filhos… Sei que a vida é puxada, cada uma tem sua desculpa, mas nada mais certo do que ¨nosso corpo é nosso templo¨. Que seja lindo por fora e funcione perfeitamente por dentro. Tempo pra isso a gente tem sim, e se não tem, a gente cria.

mudanc3a7a

  • Agora vou correr e me esconder debaixo da cama. Depois volto pra ler os comentários me xingando rsrsrs.
157 Comentários
  1. #1
    Núbia de Souza
    30.08.2016 - 12:09

    Oi Cons!!!!! Então, a minha mãe tem exatamente o mesmo problema que vc no joelho e ela toma esse remédio aqui:

    Vital g-Netics Flexsure Restorative Joint Health 90 Caps

    https://www.amazon.com/Vital-g-Netics-Flexsure-Restorative-Health/dp/B00CQ6B6M2

    Sério, mudou a vida dela, sem contar que vc fica com uma pele linda!!! Ela não sente mais as dores no joelho e consegue caminhar normalmente.

    Bjos!!!

  2. #2
    Milena
    30.08.2016 - 12:13

    Cony, tive condromalácia patelar no joelho direito no meio da aula de muay thai no ano passado…tive que parar com essa modalidade e com circuito funcional (meus preferidos) e tive que me render à terrível musculação…fiz fisioterapia, tomei remédio, malhei e nesse ano tive condropatia no outro joelho…sentia dor pra andar, agachar, dançar, pra tudo, um inferno.
    Ainda não voltei pras atividades que amo, tomei colágeno (caríssimo) por 2 meses e continuo tentando gostar da musculação (ainda odeio), mas hoje vejo o quanto nossa saúde é frágil…pô, eu tenho 32 anos! Já tive esporão e não conseguia encostar os pés no chão e agora com as lesões nos joelhos me sinto a cada dia mais preocupada em manter minha saúde…
    Tem sido um caminho longo e chato, mas já senti uma certa melhora e sei que pra eu ter qualidade de vida esse esforço se faz necessário…força, você consegue!

    • #3
      Nathalia
      30.08.2016 - 14:02

      Oi Milena, como você tratou o esporão? Minha mãe tem e sofre muito com isso também!…

  3. #4
    katia marcondes de souza
    30.08.2016 - 12:13

    Amiga é só começar!!!! Bora? da tempo!!!! bjossss

  4. #5
    Alessandra Trindade
    30.08.2016 - 12:13

    Levei uma tamancada agora q eu estava precisando.
    Sinta-se abraçada e já adianto q #tamujunto mas não me orgulho disso…
    Então vamos virar esta situação, já!!!!

    • #6
      Nandi Trindade
      31.08.2016 - 09:51

      Parenta (rsrrs), a tamancada chegou em mim tbém!
      #tamojunto

      Eu amoo me exercitar, mas no inverno eu não consigo, sério gente, eu sinto muito frio mesmo estando em ambiente fechado, e se eu transpiro pior ainda, o suor aliado ao frio me da dor de ouvido..
      Agora no verão eu sempre to fazendo alguma coisinha, nem que seja só uma caminhada no fim da tarde pra dar aquela aquecida no corpo!

      A coisa mais fácil do mundo é falar.. mas colocar em prática, é tão difícil 🙁

      Me entreguei ao sofrimento agora!
      kkkk

      bjs Cony.. bjs gurias!

  5. #7
    Bela
    30.08.2016 - 12:17

    Nossa! Também tava precisando desse puxão de orelha agora!

  6. #8
    Simone
    30.08.2016 - 12:19

    “nosso corpo é nosso templo”
    por isso mesmo precisamos saber honrar nosso corpo. é no nosso corpo que nosso espírito reside. da mesma forma que cuido bem da minha casa porque é nela que meu corpo repousa. são as duas coisas importantes pra mim..cuidar do corpo, casa da alma…e cuidar da casa, descanso do corpo..

  7. #9
    Isabele
    30.08.2016 - 12:23

    Cony!!
    Duvido muito que alguém vá te xingar pq com certeza várias meninas vão se identificar com sua história! (Eu por exemplo)… Seu post só serviu pra dar ainda mais gás a minha vontade de sair da inércia! Espero que eu não fique só na vontade! Foooorça Cony!!

  8. #10
    Ana Carolina
    30.08.2016 - 12:23

    Nossa, vim comentar embora esteja sem palavras… Muitas verdades num texto só, parabéns!

  9. #11
    Marilu
    30.08.2016 - 12:24

    Parabéns pelo post, por se confessar humana. Pq a gente vê essas blogueiras e pensa que todas são perfeitas inclusive na parte de cuidar do corpo com exercícios e alimentação…
    Exercício eu até faço, corro, mas como muito doce, então mesmo correndo 7km quatro vezes na semana não emagreço o que eu gostaria. Tb parei o pilates e senti o corpo ficar mais mole…

  10. #12
    Giovana
    30.08.2016 - 12:26

    O primeiro passo, e um dos mais difíceis você já deu, que é reconhecer que está errando que nesse modelo as coisas não vão bem. Creio que todos nó precisamos de motivação, e talvez seja isso que falte. Aconteceu comigo também, comia de qualquer jeito e acabei ganhando uns 15 kg a mais. Sempre reclamava e continuava comendo, o dia que minhas roupas não entravam mais eu procurei uma nutricionista e agora estou correndo atrás do tempo perdido.
    Voce não é a única a se deixar de lado, mas fico feliz que identificou o problema e tenha força pra mudar.
    Se eu puder dar um conselho não tente mudar tudo de uma vez, vá aos poucos, se matricule na academia, comece indo algumas vezes na semana, guarda uma grana pro seu tratamento, coloque na agenda e vai se planejando, se achar que precisa procure uma nutricionista… Mas não faça tudo hoje, vá com calma e no seu tempo, mas não desista!
    Beijão

  11. #13
    Gabriela
    30.08.2016 - 12:26

    Dá cá um abraço, cony!! Te entendo muito!! Queria ter disposição p treinar, pra me movimentar, mas encontro mil desculpas pra não me exercitar. Só uma coisa, vc não acha que o Roacutan pode agravar esse quadro? O medicamento pode provocar efeitos depressivos e físicos. Tenho medo de tomar por isso. Você já fez pilates? Dizem q pra dores ajuda muito!!

    Beijos!

    • #14
      Dani Depi
      31.08.2016 - 11:53

      Pilates é VI-DA!!! Vale a pena cada minuto gasto com ele… mesmo que xingando o studio, a fisio, os equipamento… vá, como se sua vida dependesse disso… na verdade, depende de certa forma, né…
      Tem 1 ano e 4 meses que faço, e hoje meu corpo é outro, totalmente disposto e saudável!!!

  12. #15
    Juliana
    30.08.2016 - 12:26

    Cony! Sei bem como é isso. Tenho 5 problemas no joelho. Sentia muita dor. Até que um médico me falou: ou vai fazer musculação ou vai operar. Resolvi arrumar tempo e vontade pra ir pra academia. Também não gosto de musculação, mas vou, faço, e isso ja tem 10 anos. Se fico 1 semana sem ir, o joelho já reclama. A gente cria o hábito. Hj em dia faço tudo, to com um corpo muito melhor, me alimento melhor, consequentemente com a pele melhor tb. Força e vai! Se cuidar por dentro faz maravilhas! Beijos

  13. #16
    Ana Carolina
    30.08.2016 - 12:27

    Oi Cony! Tenho o mesmo problema e as mesmas desculpas para não fazer nada. Mas o colágeno eu ainda tomo…rsrs
    Essa semana estou pensando nas mesmas coisas… estou sempre adiando a ida ao endocrino e nutri (estou acima do peso) e o joelho ainda dói muito.
    Eu já travei também subindo uma escada e foi bem triste… parecia que eu tinha 80 anos.
    Desanima não! Vamos nos cuidar!
    Faz uma campanha…rsrs
    Bjs.

  14. #17
    30.08.2016 - 12:30

    Cony, acho que nunca comentei aqui, mas leio seu blog todo dia. E posso dizer? Assumo esse mea culpa com vc! Estamos sempre preocupadas em estar bem por fora para os outros e pra nós, como estamos? Estou em uma situação próxima a sua, mas no meu caso é depressão. Perdi 7kg em duas semanas por causa de uma crise. E de que adianta batom mara e roupa bonita se eu não estou bem? Tem hora que a vida (e o corpo) cobra e a minha fatura chegou, não dá pra fugir dos problemas, o único jeito é enfrentar e resolver. Então vamos lá!! Beijos e boa sorte pra nós! 😉

  15. #18
    Carol Becari
    30.08.2016 - 12:30

    Constanza, sinto como se a mensagem tivesse sido escrita diretamente a mim, com o intuito de puxar a minha orelha.

    Obrigada por exteriorizar esse pensamento, ando pensando sobre a falta de cuidado que temos com o corpo e a sua postagem me fez referir ainda mais. Que não fique só em palavras, mas que possamos colocar em prática, porque é necessário. E o tempo não volta mais …

  16. #19
    Gabi Carvalho de Andrade
    30.08.2016 - 12:31

    Corre pra debaixo da cama não! Corre pra esteira!! Eu aqui tenho me esforçado para andar pelo menos!! Tenho hérnia de disco e não posso fazer quase nada tbm! Bjs, MELHORAS E SE CUIDA!

  17. #20
    Laís
    30.08.2016 - 12:38

    Acompanho tudo aqui no blog e quero comentar sobre isso. Sou muito indisciplinada, daquelas que reclamam da pele do rosto e mas não passam creme…aí que o tempo que a gnt perde no instagram olhando a pele da perfeita da amiga poderíamos estar gastando com a gnt. Trabalho 60h, sempre disse que não tinha tempo pra academia. Por uma reviravolta da vida resolvi mudar, e não é que em vez de diminuir, parece que meu tempo aumentou?! Pois é, o próximo lema são os tratamentos para o rosto, tem que se tornar um ritual, e não há nada melhor do que cuidar da gnt, quanta mais nos cuidamos, mais queremos nos cuidar!

    Beijão, adoro o blog!

  18. #21
    Camila
    30.08.2016 - 12:38

    Conyzinha, você não está sozinha. rsrs
    Quando entrei nos 30 (tenho 32) resolvi encarar essa mesma auto-crítica que você se fez, entrei na academia e fui numa nutricionista pra comer direito. Fiquei horrorizada quando descobri que a minha bunda tava caída e e com celulite, o que não acontecia antes… rs
    Mas aí descobri que nem Cristo me mantinha na academia, porque odeio malhar… rs E fiquei deprê de novo… rs E quando a gente fica deprê tudo desanda… rs Sabe o que me salvou em termos de exercício, auto estima and qualidade de vida?! POLE DANCE!! Cony, recomendo pra todo mundo! Melhor atividade do planeta, trabalha horrores o corpo todo (sério, meu corpo mudou MUITO em 6 meses) e o que é melhor: É super divertido e viciante! Fico super chateada quando é feriado e não tem aula (e olha que eu tenho que acordar 5:30 da madrugada pra ir pra aula)… rs Acredito que o pulo do gato é encontrar uma atividade que a gente não tenha que ir arrastada. Acho que isso também faz parte do respeito consigo mesma, que motiva esse desejo de se cuidar. Quando a gente faz algo com alegria e prazer, funciona muito melhor e as desculpas somem, sabe?
    Então eu te recomendo tentar o pole, que ainda por cima não deve judiar do seu joelho! hehe Sério, xerete sobre pole dance ou pole fitness… é impressionante o trabalho muscular, de flexibilidade e a maravilha que faz pela nossa auto estima.

    Beijinho! 🙂

    • #22
      Letícia
      31.08.2016 - 16:11

      SÉRIO, não acredito! Também entrei no Pole por ODIAR academia e não encontrar vontade de fazer nada!
      Hoje me encontrei no Pole Dance e estou muito feliz com ele como atividade física! Recomendo muito!

    • #23
      Carol
      03.09.2016 - 14:22

      EU tbm!!! odeio academia, tinha problema de coluna e me encontrei no pole fitness ha um ano e meio… outra vida!!!! Eu levei 6 meses pra melhorar do meu sedentarismo morbido e ver algum resultado, porque eu estava mal mesmo… eu acho que vc deveria tentar tbm cony… no começo o corpo chora, mas eu que tenho problema de coluna, pole dance ajudou muito, principalmente com as abdominais e fortalecimento dos músculos dos ombros e lombar….
      mas queria poder fazer mais que pole dance tres vezes na semana. trabalho me exausta mentalmente e mesmo que fisicamente esteja bem, com cérebro cansado parece q nada sai do lugar mesmo. Mas comece aos poucos.
      eu comecei o pole faltando muito, eu as vezes nem consegui dirigir de tanto que tremia as pernas de cansaço (eu era muito sedentária, de dormir de sexta até segunda de manhã, sedentarismo total depressivo), depois comecei a ir duas vezes na semana sem faltar nada e mês passado subi pra três vezes na semana o pole sem faltas… em um ano e meio minha disposição aumentou muito!!!! agora quero complementar com pilates e um aeróbico, mas não sei qual aeróbico não afetaria minha coluna, vamos ver se acho algo..
      aça pole, queria ter foto do meu antes e depois, mas como engordei 6 kg (antes eu era desnutrida), acho q nao dá pra ver muito, mas meus braços estão durinhos, barriga com gominhos e coluna só dói se faço algo de impacto.
      Boa sorte!!! Entre no pole dance!!!! você já fez post sobre isso e se não desistir com primeiras aulas (no começo o atrito com a barra deixava roxo ou algumas regiões um pouco doloridas, mas nada que me incomodasse), tenho certeza que vai amar o esporte.
      Ah meu alongamento também era péssimo, não conseguia nem esticar a perna direito (andava sempre com os joelhos meio dobrados – o q causou minha dor nas costas). agora eu to fera! esses dias, sentada no sofá, estiquei a perna pra cima de lado retinha, meu noivo viu e ficou impressionado. rsrsrsrs

      beijos e boa sorte

      até mais

      • #24
        Carol
        03.09.2016 - 14:29

        Ah e eu tenho 28 anos, achava que era velha demais pra aprender a ser alongada, forte, delicada nos movimentos rsrsrrs to me surpreendendo.

  19. #25
    Tainá
    30.08.2016 - 12:44

    Constanza, texto com um tapa na minha cara e bem nítido rs . Estou no mesmo barco, sempre tenho desculpas e estou com muitos problemas com queda de cabelo, dores no corpo, dor de cabeça…desde que casei (Fevereiro desse ano) engordei 3 Kg… muito complicado! Porém, quero mudar e esse texto foi falando comigo viu? rs Beijos e Obrigada!

  20. #26
    Gabriella M
    30.08.2016 - 12:45

    Ai Cony, to bem igual… Principalmente quanto à alimentação. Tenho pensado muito nisso nos últimos dias, mas sempre a desculpa se sobrepõe (“nao tenho tempo, o trabalho exige muito, preciso ler, estudar” etc.). Obrigada pelo texto e por ajudar a cutucar minha mente do lado de cá! Abraço e boa sorte pra nós nas mudanças necessárias!

  21. #27
    Tais
    30.08.2016 - 12:54

    Conylynda! Nunca é tarde.
    Primeiro comece… depois não pare. E vá só. Seja sua melhor companhia!
    Há um ano resolvi colocar minha saúde em primeiro lugar. Abri mão de ganhar mais do que ganho hoje, mudei minha alimentação e encarei a musculação como tratamento. Resultado: dentre todos os benefícios do emagrecimento contínuo e duradouro, minha idade metabólica que era de 70 anos caiu para 35. Tenho 37 anos e o foco é baixar cada vez mais. Não tenho convênio, então a busca pela saúde se torna mais importante ainda!

  22. #28
    Fátima Pessoa
    30.08.2016 - 12:56

    Oi Constanza! Há alguns anos aparecí com esse problema nos joelhos e somente agora resolví me cuidar. Mas, tenho 62 anos e você ainda é uma menina!
    Tem muita coisa boa para você correr atrás. Então se cuida!
    Ah…….também tomo UCII, mas descobrí que uma colher de chá de gelatina incolor deixada de molho em uma xícara de água à noite e tomada em jejum de manhã é muito bom.
    Estou tendo dificuldades para caminhar nas viagens que faço, por isso, se cuida, se trate, se ame. DINHEIRO nenhum vale a nossa saúde. Juízo!
    Grande abraço!

  23. #29
    Carla Lauton
    30.08.2016 - 12:56

    Olá Cony, há muito tempo te acompanho e nunca comento. Sempre vejo a sua saga de tentar entrar na dieta, comprando mil coisas light, diet, etc.
    Eu conhecia há um ano a Low Carb, é uma mudança de hábitos fácil, mas requer mudança de pensamento. No instagram e no snapchat eu sigo uma nutricionista que é uma referência atual desse segmento. Ela se chama Lara Nesteruk. Ela explica de maneira prática e simples de entender.
    Se desejar, é uma maneira de você começar a se cuidar de forma mais simples.
    Beijos

    • #30
      Leandra
      01.09.2016 - 23:10

      Carla, adorei a sua dica! Obrigada por compartilhar! Amanhã mesmo vou procurar um profissional aqui em Brasília! O bom da internet e de um blog maravilhoso como o da Cony é que vamos nos ajudando mútuamente e amorosamente. Beijos!

  24. #31
    30.08.2016 - 12:57

    Esse post também foi um tapa na minha cara. Cá estou eu com meus 21 aninhos e sabe uma coisa que anda me acontecendo muito esse ano? Meu pescoço trava. Já aconteceu umas quatro vezes de janeiro pra cá e eu sei que fico toda errada, forço o pescoço, forço a coluna, mexo no celular deitada, e faço o que? Exato, nada. Sempre fico pensando que vou ficar menos no computador e no celular, vou me exercitar todos os dias (eu tenho enxaqueca e no meio de umas semanas de crise eu simplesmente perdi completamente o ritmo pra me exercitar), e o irônico é que me exercitar também ajudaria na enxaqueca. Mas né, sempre tenho outras coisas pra fazer, ou estou cansada demais. Sem contar a alimentação que nem entro muito no assunto porque é vergonhoso demais. Esse meu paladar infantil acaba comigo. Só como coisa que não presta e nunca consigo ser firme comigo mesma pra melhorar. Enfim, eu poderia continuar por horas aqui, mas falei tudo isso pra chegar no seguinte: Você não é a única, eu tô nessa por pura falta de vergonha na cara e na minha idade era pra estar ótima em tudo. Resta agora a gente ver se esse tapa na cara funciona pra impulsionar a gente a melhorar, né? Força pra nós!

  25. #32
    Gislaine
    30.08.2016 - 13:14

    Tive condromalácia também, por conta de aulas de boxe training…fiz um pouco de musculação com isometria e tomei os remédios até melhorarem as dores e acabei parando com tudo. Depois de uns 2 anos comecei a correr, mas como nunca me atentei pra minha pisada, o tênis que comprei sobrecarregou os joelhos e quase fiquei sem andar por um tempo…Como ODEIO de coração as aulas de musculação, me tratei com remédios e comprei o melhor tênis pra minha pisada…voltei a correr e agora estou me alimentando bem. Resultado : em 6 meses perdi 12 Kg, comecei a comer bem (bem mesmo, prato cheio de verduras e legumes e o mínimo de porcarias possíveis) e quase nunca fico doente, nem resfriada! Exercício feito de forma correta e alimentação balanceada…não tem segredo. É difícil o pique no começo, mas se fazer virar rotina, depois vira prazer.

  26. #33
    30.08.2016 - 13:15

    tamo junta! minhas dores no joelho me fizeram aos poucos ir largando a aula de luta e o funcional com isso ganhei todos os suados kgs que tinha perdido de volta e mais dores.Tenho refletido sobre os mesmos pontos que você e mesmo tendo respostas e ações racionais para os meus problemas tem dias que a dor e comodismo ganham.
    Força pra gente!
    beijos

  27. #34
    Ana
    30.08.2016 - 13:21

    Alimentação comecei a tentar comer comida de verdade. Nada de dieta, restrições, nutricionistas ou receitas mirabolantes, apenas comida de verdade, que não façam mal à saúde, de preferência orgânica.
    Final de semana me permito comer o que quero e quando vou na casa dos outros como o que tem. Sem muita neurose… E está dando certo.

    Agora academia, exercícios, não gosto de jeito nenhum. Tenho preguiça, depois tem que lavar cabelo, enfim, desculpas… rsrs

    Mas teu texto me fez ter uma vontadezinha de começar alguma coisa, quem sabe uma yoga ou pilates, que ainda não tentei!

  28. #35
    Thalita
    30.08.2016 - 13:22

    Lendo o post e me arrumando na cadeira! Pq aliás, má postura a gente vê por aqui! =( Força Cony! Força pra todas nós, mulheres, namoradas, donas de casa, mães e trabalhadoras que temos cuidar de tudo mas primeiramente de nós mesmas! Beijos

  29. #36
    Marina
    30.08.2016 - 13:28

    Oi Cony! Eu também tenho condronalacia nos dois joelhos, grau 2 e 3, e também demorei pra entrar no tranco da academia e curtir a musculação. Hoje eu faço de segunda a sexta e eu amo!! Sinto muita falta se por algum motivo eu não posso ir. Mas acredito que o segredo tá na academia e no personal! Procura uma academia que tu se sinta à vontade é um personal que te deixe mais tranquila e que te dê força de vontade, porque realmente não é fácil essa vida de “nhecnhec” no joelho… Procura fortalecer os músculos que tudo melhora!! Bjos

  30. #37
    Jéssica Diane
    30.08.2016 - 13:29

    Não precisa se esconder não, que TODO MUNDO se dá alguma desculpa em alguma área da vida…você não é especial por isso rsrs. Preciso refletir também….

    Beijos

  31. #38
    Amanda
    30.08.2016 - 13:33

    Na verdade, esse post me fez pensar na terapia que eu venho adiando há tempos… Antes a desculpa era a falta de trabalho e consequentemente de dinheiro, agora são outras tantas e qdo a gte tá prestes a entrar em colapso se pergunta pq continua fazendo isso…

  32. #39
    Thais Souza
    30.08.2016 - 13:37

    Cony te indico fortemente o PILATES!!! Eu odeio atividade física, morro de preguiça… comecei a fazer pilates e me achei. Primeiro por ser uma atividade assistida do inicio ao fim, respeitando tuas limitações mas ao mesmo sendo feita de uma forma progressiva, os resultados estéticos podem até demorar, mas na questão de mobilidade, dores, alongamento e etc as melhoras vem no primeiro mês! Faz o teste pra ver!

  33. #40
    MARILIA
    30.08.2016 - 13:41

    Parabéns pelo post Cony….
    Eu já estive como você sempre dando desculpas que não tinha tempo nem dinheiro e então quando me vi com a coluna ferrada e o meu ortopedista me deu um enorme tapa na cara com suas palavras é que eu acordei. Hoje faço pilates e é uma maravilha, pois meu professor é fisioterapeuta e me ajuda muito.
    Beijos e força…

  34. #41
    daniela borghi
    30.08.2016 - 13:44

    Cony não se culpe…sempre é hora p “acordar” e começar ou recomeçar os exercícios…foi o que vc disse mesmo, 1 hora do seu dia ou 40 min se vc quiser vc conseegue e faz algo todo dia…tenta por favor…
    agora é caso de saúde mesmo!

    Um bjo to torcendo por vc!!!

  35. #42
    joseane
    30.08.2016 - 13:49

    Sagrado na minha vida, SA-GRA-DO:

    – 8h de sono
    – 2L de água por dia
    – 1h 15min de caminhada por dia (7km)

    TODO SANTO DIA faço isso, seja sábado, domingo, feriado, dia do aniversário, não me importa… o corpo agradece muito e posso falar, não tem nada + gostoso do que se sentir plenamente bem #ficaadia e força na peruca!

  36. #43
    Flavinha
    30.08.2016 - 13:55

    Sei bem como é isso… até o começo do ano passado eu tava super dedicada a dieta e exercicios e quando falo dieta não é de emagrecer, é de comer bem. Ai resolvi fazer mba e ficou meio puxado pra eu pagar mba + academia. Larguei a academia e parei de fazer exercicios -> erro, pq quem quer faz exercicios em qquer lugar pq aaantes eu não tinha dinheiro pra academia e corria no parque, na rua, fizesse chuva ou sol.
    Ai a gente vai largando, largando e quando ve ja ta com diversos problemas.
    Por coincidencia agora pouco achei sem querer uma foto no cel que eu tinha tirado dessa epoca de exercicios e vi minha barriga e braço definidos e fiquei bem chateada pq perdi toda a definição…
    A gente arruma desculpa demais pra tudo, é impressionante isso 🙁

  37. #44
    Valeria
    30.08.2016 - 13:57

    ConY, só tenho uma coisa pra te dizer: você faz tudo isso errado e ainda tem esse corpo e este cabelo? Invejei!!!! Kkkk Brincadeira, mas é só começar. Como vc disse, 1 horinha por dia, já fará muita diferença!

  38. #45
    Mariana Bueno
    30.08.2016 - 13:59

    Acho que boa parte das pessoas tem essa crise depois dos 30, né? Rss
    Antes disso nosso corpo lida muito bem com os excessos e a gente consegue virar a noite na balada e ir pra faculdade no dia seguinte sem muitos problemas. Eu era dessas…
    Aí, de repente, chegaram os 30 e tudo mudou. Perder peso não é mais tão fácil, a pele exige manutenção constante e a flexibilidade… Bem, qual flexibilidade?
    Quando me percebi assim, tive o mesmo choque. E foi no consultório médico que veio o meu tapa na cara: colesterol alto. Altíssimo.
    Oi?! Como assim?? No auge da minha magreza? Tá certo não: já fui beeem gordinha e estava tudo ok com meus exames. Que palhaçada é essa agora?
    Mas era verdade: o corpo estava cobrando os excessos de anos antes.
    Aí lembrei da minha avó, que era obesa (mesmo) e morreu superjovem… E se eu seguisse como ela, me sobrariam uns míseros 15 anos de vida. QUINZE ANOS! É, tipo, a ‘idade’ da música I´m a Slave 4 you. E veio mais pânico.
    Vamos dizer que meus valores mudaram muito depois desse choque: ainda compro maquiagem, mas dou preferência para tratamentos. Ainda frequento festas, óbvio, mas pego muito leve em bebidas e alimentação. Aliás, ando numas de não comer nada que contenha código de barras. Simples assim: não precisa sair caçando glúten; é só tirar processados que ele sai junto.
    Atividade física é outra coisa que eu não abro mão. Estou apaixonada por pole dance e yoga, mas tb frequento a academia. Mas quer saber o que me salvou quando ‘não tnha tempo’? Andar. E não estou falando de se travestir de atleta e sair só pra caminhar. Estou falando sobre abandonar o carro para ir ao mercado, abandonar elevador e escada rolante.
    E, mudando tudo isso, passou o pânico? Não. Não passa mais.Logo você percebe que a capacidade intelectual já não é a mesma. Logo você descobre que vai envelhecer e não importa o que você faça, isso não muda.
    Dói, mas uma hora a gente aceita. E ao invés de evitar o envelhecimento, passa a buscar meios de envelhecer melhor. Afinal, o que vale mais: ser uma velhinha estilosa se alongando na praia ou precisar de alguém para nos dar banho?
    Não se esqueça desse choque, Cony. Ele vai ser seu melhor amigo pelos próximos anos.
    Um beijão, e vamos juntas nisso aí.

  39. #46
    Vanessa Mendes
    30.08.2016 - 14:03

    Mudança de hábito começa na cabeça. Nada me tira do meu foco. Me sinto aliviada quando leio relatos assim. Ufaaaa

  40. #47
    Janaina
    30.08.2016 - 14:04

    Cony querida, a maioria das pessoas não é diferente de vc ( de nós!). Obrigada pelo post, amanhã mesmo volto pra academia. Juro! Volte também!
    Beijos

  41. #48
    Bruna
    30.08.2016 - 14:07

    Oi Cony, faz um post pelo menos uma vez por mês contando a sua evolução, vai por partes, faz uma avaliação física, equilibra a alimentação e vai fazendo um diário para notar as diferenças. As vezes meu orçamento fica apertado, mas o meu personal é sagrado, não abandono por nada, porque eu sei que se tiver pagando e saber que tem alguém me esperando eu não falho, e eu sei que deixar de ir é um péssimo investimento, pq com saúde não se brinca. Na minha lista de projetos para 2016 estava cuidar melhor da minha saúde e isso eu tenho cumprido, exames em dia, fui fazer uns tratamentos em umas unhas com a dermato e to vendo melhora, fui me consultar com ginecologista (não tinha hábito antes do namoro) e descobri um probleminha a tempo de cuidar (pois poderia virar um cancer), com saúde não se brinca. Beijos e espero ajudar com a dica de talvez criar uma nova tag aqui sobre saúde dando enfase para a sua, ou simplesmente contar sua evolução. Boa semana. Bjos

  42. #49
    Marcela
    30.08.2016 - 14:09

    Cony sua linda! Estamos juntas nessa… É tão mais fácil priorizar os outros né?! Em tempos de Síndrome do pensamento acelerado, pencas de amigos estressados e deprimidos (diagnosticados e tratados) e relações cada vez mais virtuais é bem complicado manter o foco. Assim como você também não tenho uma rotina e isso pesa muito na hora de cuidar da minha saúde, compartilho da mesma lista de desculpas que você é também cheguei num ponto onde eu preciso escolher! Ou continou me negligenciando e dando importância para o que não é tão importante ou me coloco como minha maior prioridade e gerencio o resto como for melhor pra eu mesma. Agora estou nessa vibe de desejar não apenas mais dias para minha vida, mas principalmente mais vida para os meus dias. Você consegue Cony!

  43. #50
    Juliana Batista
    30.08.2016 - 14:11

    Oi Cony!!
    Que post lindo, é bom a gente aceitas os proprios defeitos de vez enquando, é assim que as mudanças acontecem!
    O meu problema é ser inconstante, tem meses que estou superfocada, comendo direitinho malhando 5 vezes na semana, já chequei a ir na academia duas vezes por dia! Depois, geralmente depois de uma viagem ou férias, a preguiça de voltar a rotina bate e me acomodo denovo…
    Eu sou uma sanfona ambulante, tenho 1,71m e ja pesei de 92kg a 56kg.
    Eu tenho condropatia em um joelho, já tomei medicamentos, colágeno e malhei, melhorei muito! tipo 95%. Mas ai cansei. hoje estou fazendo muay thai 3 vezes por semana e estou amando. Nao tenho sentido dores no joelho graças a Deus, mas sei que ainda tenho que ficar fortalecendo o joelho… Vou aproveitar esse puxao de orelha pra intercalar uma musculação rápida com os treinos.
    Sabe de uma coisa que está me ajudando a focar?! Eu e um grupo de amigas estamos fazendo um desafio entre nós, através do whatsapp a gente combinou que em 30 dias temos que malhar pelo menos 3 vezes por semana tirar foto ou fazer video e postar no grupo (por cada um desses 3 dias que nao malhar paga uma multa), pra participar do desafio tb paga um valor, tiramos uma foto de bikini de frente e de costas, uma foto do peso numa balança, e as medidas de cintura, quadril, coxa e etc. Depois desses 30 dias a gente tira todas essas fotos denovo, faz as contas das multas e quem tiver um melhor resultado de medidas, peso e aparencia leva a bolada toda! No ultimo desafio que fiz emagresci 2,5kg, fiquei em 2º lugar, nao ganhei a grana mas ganhei vontade de vencer o proximo desafio! Assim a gente nem precisa encontrar as pessoas, nesse mundo corrido é uma super ajuda! Todo dia tem alguem mandando foto da atividade que está fazendo e vc fica pensando… poxa ela tá la se exercitando e eu aqui estirada no sofá… vou por meu tenis agora e sair pra correr/malhar… qualquer coisa! Também postamos fotos das nossas refeições, oque ajuda a trocar receitas e estimula a nao comer besteiras pq vc tá vendo que as outras estão se esforçando! O melhor e que no final todas estão mais lindas, animadas e poderosas.
    Cony… desculpa o texto imenso, mas é só pra te animar… te dizer que sempre é possivel recomeçar, melhorar!!!
    Conte conosco, suas leitoras estão aqui pra isso tb, te animar, te encorajar!!
    Beijos

  44. #51
    victoria valle
    30.08.2016 - 14:17

    Cony, faça bikram yoga, cuidará de voce por inteiro, é perfeito para dores, tem varios horarios entao da para ir a qualquer hora, e ainda faz muito bem para a mente. Da vontade de comer saudavel, nao sei bem explicar porque!

  45. #52
    Amanda
    30.08.2016 - 14:22

    Cony, faz um projeto, assim a gente te acompanha e troca ideias. Mas vou te dizer, se você está sem fazer exercícios físicos, se alimentando mal e dormindo pouco, sua genética é maravilhosa, porque vocês está linda. Bjao

  46. #53
    Érika
    30.08.2016 - 14:53

    Nossa Cony, choquei quando você disse que ficou dias sem beber água. Como assim? Dias?
    Menina, água é vida, o corpo não funciona sem água. Arruma uma garrafinha, taca na bolsa e colocar despertador no celular.
    Beijos

  47. #54
    Debora Campos
    30.08.2016 - 14:57

    Oi Cony querida esse puxao de orelha tbm me pertence srsrsrs tenho 27 anos e nunca fiz atividades fisicas até ja me matriculei em uma academia uns 3 anos atras paguei o mes e fui apenas 5 dias kkkk vergonha define né rsrsrs eu não gosto de musculação mas tbm não arrumo tempo,dinheiro e disposição para encontrar outra atividade que me de prazer e melhore meu corpo, masssssss reclamar que não tenho a barriga que eu sonho eu reclamo todo santo dia. pois é minha amiga sinta-se abraçada e parte da equipe que so arranja desculpas e não tempo kkkk.
    um bj querida e força para mudar essas atitudes prometo tentar tbm 🙂

  48. #55
    Juliana
    30.08.2016 - 15:17

    Cony, sinto minha orelha doendo. Merecidamente. Tenho me sentindo exatamente assim, com muitos planos e muitas desculpas. E quem está sofrendo com tudo isso é a minha saúde.
    Ótimo levar este puxão de orelha estando na sala de espera da nutricionista.
    Uma hora a mudança tem que começar!
    Vamos lá, antes que seja tarde!
    Beijo!

  49. #56
    camille
    30.08.2016 - 15:28

    Oi! Sei bem como é chato não poder fazer exercícios que se gosta. Já tinha o mesmo seu problema no joelho, mas ele ia indo bem até começar as aulas de Zumba, aí o bichinho estourou!!! Fiz o pacote: musculação, pilates, descer do salto, comprar e nem sempre tomar o colágeno, mas o quê muito me ajudou muito foram sessões de terapia manuais e aplicações de kinésio (aquelas fitas coloridas que atletas colocam) porque dá muita estabilidade ao membro. Boa sorte!!! Torcendo por você!!bjs

  50. #57
    Maira
    30.08.2016 - 15:35

    Sei bem como é isso Cony.

    Vou fazer um resumo da minha história e no meio disso tudo tem um conselho que você me deu e eu nunca esqueci.

    Meu peso de alarme sempre foi 65 quilos, nunca passei disso pq primeiro não tenho altura e segundo pq a tendência para engordar aqui é foda, então sempre dei uma vigiada na balança. Comecei a namorar, entrei na facul, logo depois veio o casamento e como nunca fui de usar roupa justa, acabei não percebendo e também fui meio que ignorando alguns quilos a mais, quando acordei, eu que pesava 62, me ví com 75,5 quilos e de brinde, pressão alta a ponto de tomar remédio todos os dias, e a culpa da pressão? O peso…levei um puxão de orelha do médico, que resumindo me mandou perder peso, ou seja, fazer dieta né fia.
    Um dia, num dos posts que você fez, não lembro bem qual foi o assunto, mas acho que era alguma coisa relacionada com peso, exercícios, eu fui e comentei que não estava no meu peso ideal, etc e que os meus planos era que quando terminasse a facul, que eu iria me cuidar, ou seja, emagrecer; lembro que você respondeu que eu tomasse cuidado com o deixar para depois, adiar, adiar e depois acabar não realizando, não foram exatamente nessas palavras, mas o recado era bem esse sabe, o não deixar para depois.

    Pois a minha faculdade terminou, pra variar dei uma enrolada e a minha ficha só caiu quando vi uma foto minha e assustei com o corpo que eu estava, senti vergonha sabe Cony, porque aquela condição que eu estava naquele momento, era unicamente culpa minha. Eu que já estava na academia a mais de um ano e sem ver resultado, pq a pessoa achava aqui que só aquilo já bastaria, tomei vergonha na cara. Uma das primeiras coisas que fiz foi refazer a minha avalização física na academia, o resultado foi um choque de realidade, procurei uma nutricionista, comecei uma dieta, comecei a malhar com mais seriedade e por incrível que pareça, comecei a gostar dessa nova rotina, perdi 4 quilos nesses quase dois primeiros meses, mais uma outra quantidade de medidas e vamu que vamu…tô longe de ser exemplo para qualquer pessoa sabe, mas do mesmo jeito que nunca esqueci do conselho que você me deu, não deixe para depois a sua mudança, não é fácil, mas eu sei que você é capaz, arrume um tempinho em sua rotina corrida e vai cuidar da sua saúde viu.

    Tô aqui de dedos cruzados e torcendo por você.

    Bjocas

  51. #58
    Amanda
    30.08.2016 - 15:37

    Conylinda, boa tarde!

    Sempre comento, mas hoje quero deixar minha experiência, sou concursada terminei Direito, agora entrei em outra faculdade que estou amando, na área de saúde. Tenho a sua idade e essa ficha sua já me caiu há um tempinho… estou cuidando muito de mim, agora voltei a malhar 4x por semana, não tenho nenhum problema no corpo, graças a Deus, mas isso não é motivo para se deixar para lá. Você é linda, uma super amiga virtual de suas leitoras, nos choras a gente vê como sua opinião é sensata. Então, veja o que dá para melhorar e tente seguir uma rotina de exercícios e comer comida de verdade, nada de frituras, por aqui estou na dieta paleo e está dando muito certo… boa sorte, querida… e mão à obra!

  52. #59
    Lívia
    30.08.2016 - 15:47

    kkkkkkk amei esse post! sou ferrada do joelho e do tornozelo.. torci este último faz 5 anos e pergunta se eu dei as caras na fisioterapia? hahahaha
    eu sei que a gente está errada, mas foi muito gostoso ler esse texto, me senti menos culpada!

    e o que o seu médico falou é muiiiiito verdade.. exercício é o melhor analgésico.. mas vai falar isso quando vc tá deitada assistindo netflix há 5 horas.. não levanta meeeeesmo!

    Vamos nos policiar, já voltei a caminhar já que odeio academia e as dores estão menos piores! Te desejo força!! Bjsss

  53. #60
    Dany
    30.08.2016 - 15:58

    Cony,

    Dá aqui um uta, com os joelhos semi flexionados por conta das nossas condromalácias…
    Serviu PERFEITO prá mim. Obrigada!!!!!

  54. #61
    Gabi
    30.08.2016 - 15:59

    Cony!!!
    Já pensou em fazer Yoga? É tão bom, tão maravilhoso… vai muito além de alongamento e força! Cuida da sua respiração (não sabemos respirar direito e isso envolve MUITA coisa), lava sua alma, faz você se redescobrir na vida!
    Todas, todas as nossas doenças e limitações são emocionais! Nós só não temos consciência disso!
    Aí em BH tem um professor extremamente competente, que além de tudo é um ser humano maravilhoso! Por que não tenta algo diferente? O nome dele é Júnior Jay, no Goura Shala, na Savassi. A prática é o Ashtanga Yoga e é uma das melhores coisas que aconteceu em minha vida! Espero que possa te ajudar também! Be brave!!!

    http://www.ashtangayogabh.com.br/

  55. #62
    Denise
    30.08.2016 - 15:59

    Cony, infelizmente… não tem jeito. Temos que nos organizar.
    Eu tenho 31 anos. Há 2 anos fui ao médico ver uma bobagem qualquer, e descobri que tenho osteopenia (um estágio antes da oesteoporose). Isso é provocado por herança genética e maus hábitos – leia-se: fujo do sol, durmo pouco, fumo, detesto leite e derivados.

    Este ano eu li um livro (“A Foprça do Hábito”) e me propus a criar o hábito de:

    a) Tomar leite vegetal e danone enriquecido com cálcio (Molico) 3x dia. Comer damasco tb.
    b) Fazer ginástica (leia-se: acordar, vestir a roupa e sair, sem pensar muito (Pq se pensar muito, não vou))
    c) Tomar vitamina D em gotas de manhã e tentar tomar 10′ de sol algumas vezes por semana

    Já tem 3 meses que tô nesse projeto. Tá dando certo.

    Mas p que ia te dizer é: leia o livro. Sério.
    Vc precisa conseguir criar um hábito e manter. Pelo menos 2 meses de esforço para criar o hábito.
    Parece que dá certo!

    (Ah, vc leu o post da Bichetomia na Julia petit? Lembrei na hora do seu :))

  56. #63
    Cristiane
    30.08.2016 - 16:00

    Oi Constância! Tenho 37 anos e condro grau IV nos 2 joelhos. Faço musculação com personal e posso te dizer que tive uma melhora expressiva. Também todo o UC2 junto com o artrolive (segundo meu médico ambos por tempo indeterminado). Estou indo pra segunda aplicação do ácido hialurônico e o meu plano de saúde (Bradesco) dá cobertura! Não podemos desistir! Bjos

  57. #64
    Bruna Lima
    30.08.2016 - 16:04

    Sério que vc postou sobre isso hoje? Acordei pensando exatamente sobre isso, como estou deixando meu corpo e minha saúde de lado por muitos motivos. Ora tentado uma dieta maluca e da moda e adoecendo meu corpo, ora não me exercitando (prefiro ficar jogada no sofá comendo pipoca doce), ora deixando dores pra lá. Decide cuidar mais de mim. Vou comer direito e de TUDO, nada de dietas, produtos da moda, cápsulas, remédios ou barrinhas de proteínas, etc.Vou comer comida de verdade, sem modismos, sem pessoas sem noção tentando me influenciar. Vou cortar o que realmente faz mal: refrigerantes, açúcar, sal e bebidas alcoólicas em excesso, salgadinhos de pacote e frituras. Vou colocar minha esteira para trabalhar.Vou ser feliz!!

  58. #65
    Nayara Alencar
    30.08.2016 - 16:11

    Nossa Cony, vc é maravilhosa.. Isso foi um belo tapa na cara, um verdadeiro Acorda pra vida fia… Realmente a procrastinação conosco é a maior que existe, como pode né? Isso só me faz pensar em tantas coisas que deixo pra depois, terapia, exercício etc etc

  59. #66
    Renata Lacerda
    30.08.2016 - 16:12

    Cony, ainda está em tempo de recomeçar! Vou te contar minha experiência! Tenho 43 anos (leitora anciã) mas posso garantir que dou um banho em muita menininha de 20. Fiz ballet durante 12 anos e aos 20 parei de vez. Nesse meio tempo, só praticava exercícios bem esporádicos. Há um ano e meio resolvi mudar! Procurei um personal que me dá aulas de Muay Thai e funcional, comecei a correr e estou há uma ano com acompanhamento nutricional. Meu percentual de gordura baixou de 24% para 18,5%. Fácil, né? Nada disso! Muito esforço, força de vontade e disciplina. Também adoro comer, mas me dou ao direito de comer porcaria só um dia da semana! Outra coisa: tambem tenho condropatia patelar no grau III e fui em alguns medicos que me desanconselharam voltar a correr, até encontrar um doutor santo que pratica triathlon que me tranquilizou dizendo que com o fortalecimento muscular eu poderia voltar a correr. ( se quiser, te passo o contato dele pois é de BH). E depois desse uma ano e meio eu posso dizer com toda propriedade que estou muito satisfeita com esses resultados e muito preparada para enfrentar os anos que estão pela frente! Siga firme e não se arrependerá! Bjos

  60. #67
    Marilyn Barros
    30.08.2016 - 16:22

    Poxa Cony, precisava dessa sua reflexão pra me “colocar nos eixos”. Estou com 31 anos e há cerca de 3 semanas me dei um basta, de parar de procrastinar e cuidar mais de mim. Fui no vascular pra ver as varizes, marquei endócrino… pois bem, fui no vascular e ainda não tive vergonha na cara de marcar os exames que ele pediu, remarquei a endócrino umas 3x porque “estava sem tempo” (leia-se preguiça mesmo). Enfim, a gente sempre tem tempo pra ficar no facebook, ler besteiras na internet… mas pra essas “obrigações” a gente sempre tem uma desculpa na ponta da língua. Pago R$200 em (mais um) corretivo mas acho um absurdo pagar mais de R$50 em um remédio (e quando compro, vivo esquecendo de tomar). Adoro esses seus textos Cony, espero que você consiga se cuidar mais, porque é melhor correr atrás do prejuízo agora do que chorar depois né? Beijos!

  61. #68
    30.08.2016 - 16:28

    Cony, vc não está sozinha.
    A vida da mulher moderna é uma loucura tão grande, são tantas atividades, tantas demandas, trabalho, filhos, marido (ou parceiro), redes sociais, jornada dupla, tripla, sabe-se lá mais o quê.
    Somos muito exigidas hoje.
    Eu também parei de malhar há um mês e não dá outra, dor no corpo todo, torcicolo e uma crise de sinusite que eu não tinha há 3 anos.
    Meu corpo reclamou muito e vou voltar logo no início de setembro.
    Vou buscar força lá nas minhas entranhas, kkkk. Detesto malhar, detesto academia e o tempo gasto é uma hora de exercício mais 1 hora para se arrumar e se locomover até a academia. São duas horas de dedicação ao nosso corpo e nossa saúde.
    Mas, é necessário, fazer o quê?
    bjos e boa sorte.
    http://www.alessandrafaria.com

  62. #69
    Carolina Flauzino Vilas Boas
    30.08.2016 - 16:42

    E eu que, com 21 anos, já tive que fazer fisioterapia no ombro por dormir toda torta + celular e notebook o tempo todo + falta de exercício. Desde os 18 anos eu tomava um dorflex por dia. Agora tomei vergonha e vou religiosamente à academia, até de final de semana e, parei de tomar tanto remédio pra dor. Na verdade, já deve fazer uns 2 meses que não tomo, um milagre pra mim. Ainda fico com preguiça e saco cheio da academia às vezes, mas ver esse resultado me deixa mais motivada. Não é nem por beleza, até porque sem dieta a gente não emagrece, e não consigo fazer dieta, haha, mas me sinto mais saudável agora.

  63. #70
    Vivianne
    30.08.2016 - 16:43

    Cony,
    Li minha historia na sua. Tenho a mesma maldita condromalácia nos dois joelhos (grau 4) e sempre ia deixando o tratamento rpa depois. Ate q um dia travei num shopp, nao consegui nem dirigir na volta pra casa, marido teve q ir me buscar e depois foi em cascata: coluna, ombro, pescoço.. Depois de varias ressonâncias e 30 sessões de fisioterapia fui liberada pra voltar a musculação e pasme, estou quase sem dor. Existe vida apos a condrom, mas tem q nao deixar a danada da musculação nunca. É realmente analgésico. Insista, persista e não desista mesmo q seja um saco. Bjo

  64. #71
    Andreia
    30.08.2016 - 16:50

    O exercício é fundamental para a minha sanidade , senão treino fico mal , trabalho muito , tenho 46 , uma filha , marido , mas a atividade física é sagrada

  65. #72
    Ticiane
    30.08.2016 - 16:53

    Bate aqui \o que você não está sozinha nessa! Tô na mesma, desmotivada e ainda com depressão pós divórcio, criando coragem para voltar à ativa e à vida de novo. Engordei e preciso voltar à malhar pela saúde mesmo também e é sempre o mesmo papo que vocè disse, não temos tempo kkkkk tamo junto!

  66. #73
    Alice
    30.08.2016 - 16:54

    Cony, sei bem o que você está falando, fiz isso a vida toda.. Sempre fui gorda e essa era desculpa perfeita para todos meus problemas, um dia acordei e percebi que cada dia que passava era um dia a menos na minha vida e que eu nao podia mudar minha família, meu emprego e etc e eu vi que iria fazer 30 anos e tinha obesidade, hiperglicemia, dores de cabeça constantes, dor no calcanhar e um dia veio um estalo: pera até quando eu vou deixar minha vida passar assim e eu me enganando? Até quando eu vou me permitir não me amar? E eu percebi que consegui tantas coisas na vida pelo meu esforço e que não era isso que eu não ia conseguir! Se é facil? Não! Mas o prazer de se sentir limpa, sem dores e magra não tem preço.. Minha jornada de auto conhecimento foi intensa também , percebi que eu brincava de ser feliz e que para muitos o que era uma vida invejavel para mim era uma prisão que eu disfarçava comendo e comprando roupas.. E a vida é tão espetacular que agora tenho sofrido com meu pai com Alzheimer, o único problema real que tive até hoje.. Perder quem eu mais amo no mundo cada dia aos poucos.. Mas sabe o que tem me salvado do Abismo? Correr.. Acordar as 6 da manhã colocar meu fone de ouvido e meditar enquanto me exercito.. Perdi 16 quilos neste processo, mas isso foi apenas uma consequência, o melhor de tudo é que sinto que estou conhecendo a mim mesma, um ser tão maravilhoso que eu nem sabia que existia.. Bom te contei tudo isso para te motivar e mostrar que na vida a única barreira que existe somos nós mesmas.. Eu te adoro Cony, seus conselhos no chora me mostram quão evoluida, bem resolvida e madura você é, e eu estou torcendo muito por vc!

  67. #74
    Silvia Duque
    30.08.2016 - 17:08

    Meninas e Conyta, o bem mais precioso que nós temos é a nossa saúde, pois podemos ter tudo mas, sem ela, o tudo fica valendo NADA!!!!!
    Outra coisa, a vida passa tão depressa e é tão frágil que temos que aproveitar tudo de bom que ela nos oferece ( já perdi tanta gente que amava e tão jovens!!!), por isso comam com vontade enquanto podem, amem muito, bebam com moderação e cuidem-se, façam tudo isso com limitações para não prejudicar a saúde mas façam. Musculação é chata sim, mas se ela te ajudar a ter uma vida mais saudável, faça dela uma aliada. Nenhum tratamento é prazeroso, mas pra ser saudável temos que enfrentá-lo e com fé.
    Sorte e mãos a obra ….bjs.
    Obs:A dor é um sinal que algo não está indo bem, então pare , analise e trate…..simples assim!!!!

  68. #75
    Cris Leite
    30.08.2016 - 17:22

    Pois eu vou te xingar!!!! Xingar pq vc não fez esse post antes!!!! Pq eu estou na mesma situação e só agora me dei conta!!!Sem problemas no joelho…mas aqueles quilinhos a mais, cabelo caindo, stress de pós graduação, perda de sono, falta de água…Temos que nos cuidar mesmo!!!! Obrigada por esse toque!!! Saiba que estamos juntas!!! Partiu academia….bjooooooo

  69. #76
    Flaviana do Vale
    30.08.2016 - 17:23

    Miga bate aqui! o/
    Leio sempre seu blog e nunca comento… Quanta gente se identificando.
    Eu também estou nessa, sei q estou errada, fazendo tudo errado e não consigo desatolar o pé.
    E olha q estou com 28 anos, e, ha dois anos atras passei por uma mastectomia devido a um cancer de mama…
    Preciso mudar o olhar para o meu corpo… Por estética também, mas primeiro pela saúde! Bora?!!! Bjos

  70. #77
    Jucilene
    30.08.2016 - 17:25

    Pois é… tenho 36 anos e aconteceu o mesmo comigo. Há uns 2 meses, procurei o ortopedista e o resultado: condropatia, metatarsalgia no pé esquerdo e quase uma hérnia de disco na coluna lombar. Agora é tentar “consertar” o que for possível, dá-lhe fisio, RPG, colágeno e musculação!

  71. #78
    Aninha
    30.08.2016 - 17:31

    Cony, passei pra te parabenizar pela “acordada” e deixar uma dica: vc já ouviu falar em osteopatia? Joga no google! rs… É uma vertente moderna da fisioterapia que trata as dores estruturais, corrigindo a postura, reposicionando as vértebras, vísceras, músculos, equilibrando o corpo de maneira global! Onde eu moro tem pouquíssimos profissionais na área, porque ainda é novo, inclusive o melhor deles e mais lindo é o meu noivo rs… Mas sério, funciona muito. Alivia as dores na hora e previne novas lesões, porque te coloca no eixo. E ainda descobre se o desequilíbrio vem de algum conflito emocional, que ocorre na maioria dos casos. Ele já curou minha dor cervical, dor de cabeça, tendinite.. na hora! Em BH deve ter, certeza. Boa sorte!

  72. #79
    Lisiana
    30.08.2016 - 17:40

    Desce do salto flor. Deixa ele apenas para fotos… Sobre joelho e religião e misticismo: vc pratica caridade? Foca nisso, vai melhorar… que tal uns bazares, doações… nunca vi vc fazendo um desapego. Acho vc consumista master e acho q estimula isso tb… Conheces a Juliana Goes? Recomendo! Que tal, menos material e mais espiritual! Bjxx

    • #80
      Constanza
      30.08.2016 - 23:45

      Nossa, desapego demais. Todo ano dôo umas 3 malas pra quem precisa. Só não conto isso né… Não precisa.

      • #81
        Isabelle
        31.08.2016 - 10:52

        Isso aí Cony! O que a mão direita dá, a esquerda não precisa ficar sabendo. Bjks

      • #82
        Camila costa
        02.09.2016 - 15:53

        Meninas, vcs não entederam, a moça do comentário 77, quis dizer é sobre PUBLICIDADE e,ela tá confundindo com caridade!!

    • #83
      Gabi S.
      31.08.2016 - 00:26

      “Caridade não deve ser um bem de exposição, mas um discreto ato de amor”.

      Ninguém precisa fazer caridade e ficar contando aos quatro cantos! Não julgue… E você, já fez/faz caridade?
      Vamos olhar pra nossas próprias vidas e refletir em que aspectos devemos melhorar!

      Que esse espaço seja sempre pra troca de ideias, informações e diversão! Vamos comentar pra acrescentar algo na vida de alguém! Internet não pode ser “terra de ninguém”, onde as pessoas vem e ofendem outras pelo simples fato de não concordar com algo.
      Você diria isso a uma conhecida? Na cara dela? Acredito que não! Guarde esse tipo de opinião… Não é construtiva!

    • #84
      Gisella
      31.08.2016 - 17:28

      hueaieaihueaieaihueai ai garota vai cagar!
      Santa Cony, é cada uma que vcs tem que aguentar, abençoa senhor!

    • #85
      Alessandra
      01.09.2016 - 16:18

      Pior tipo é aquele que começa chamando de “flor” ou algo que remeta a doçura e depois começa a dar uma de guru espiritual como se soubesse é o que é melhor pro outro.

      Fia, se você é tão zen, tão iluminada, Paris perde pra você nos beijos de luz, não deveria vir criticar a postura de alguém, mas sim focar em você mesma.

      E quem pratica caridade única e exclusivamente por querer o bem estar alheio, não sai se vangloriando e querendo tapinha nas costas.

      Seje menas

    • #86
      Cristina A.
      02.09.2016 - 12:55

      Nossa mas tô tomando uma antipatia desse ~flor~ rs

      enfim…Cony, doa umas roupas aí que sua dor melhora. caridade boa é assim que se pratica, vc já faz pensando no retorno. cer-ti-nho.

      • #87
        Alessandra
        02.09.2016 - 15:50

        Eu sempre tive.
        Acho que pouca gente usa o “flor” carinhosamente. A maioria é com uma intenção de infantilizar o outro, como se ele não tivesse propriedade no que fala ou então pra destilar veneno.

    • #88
      Jéssica Diane
      02.09.2016 - 13:28

      FLORZINHA! a Cony poderia doar TUDO que ela tem, o joelho continuaria doendo, tá? Vem dar uma de loca não, cagando regra!

  73. #89
    Agnes
    30.08.2016 - 17:47

    Cony!

    Rolou uma identificação real aqui! Antes não ia na academia por falta de tempo e ódio à musculação. Agora não tenho mais desculpas depois de ver o rumo que estava tomando!

    Voltei pra musculação depois de 6 anos sem pisar em uma academia e muitos quilos acumulados. Minha decisão foi tomada por muitas broncas da família, do coach e de médico. Fui com foco em ganhar massa magra e ficar definida.

    Os únicos horários em que consigo ir na academia são 21h e 22h. Varia conforme o dia e sempre dou um jeito de encaixar!

    Te dou todo o apoio do mundo pra voltar a fazer exercícios físicos! Se não gostar de musculação, experimente pilates! Suas costas agradecem!

    Tô na torcida!

  74. #90
    Luciana
    30.08.2016 - 18:15

    Cony, vou dar uma sugestão pra gente se inspirar… pelo menos por um período colocar aqui no blog histórias de gente que se cuidou e melhorou a qualidade de vida. Também “não tenho tempo” pra malhar ou cozinhar algo decente pra mim e “não tenho dinheiro” pra comprar alguns remédios que preciso, mas maquiagem e roupa nova tem toda semana…
    Tô gorda, tô anêmica, apodrecendo meu corpo por dentro e não fazendo nada tb…
    Vamos nos ajudar!!!!

  75. #91
    Ina
    30.08.2016 - 18:31

    Cony, Tenho condromalácia nos dois joelhos, grau 3 e tenho lesão labral no quadril. A condromalácia descobri há muito tempo mas como faço musculação há 10 anos, não sinto nenhuma dor. Acontece, que tava querendo mudar, ganhar mais massa e exagerei nos treinos e terminei me machucando seriamente no quadril. Achava que nunca mais poderia malhar como antes, sentia muitas dores e um dos médicos me disse que eu teria que operar. Decidi fazer pilates e osteopatia por um tempo, até fortalecer a região glútea e melhorar para retornar a musculação. Hoje estou malhando normalmente, não sinto mais dores e posso dizer que “MUSCULAÇÃO” é vida!!!! Tenho 46 anos e me sinto muito bem, apesar desse monte de coisa que já citei. Não tomo colágeno hoje mas já tomei mobility e gostei muito. Acredito que exercicios de musculação feito com a supervisão de um personal (competente) te ajudarão muiiiito! Mesmo que você goste de correr, de dançar, de outras atividades físicas, infelizmente, a musculação é quem vai preparar a musculatura para segurar as articulações que estão com problemas. Como diz meu osteopata: O músculo será o amortecedor e para isso tem que está fortalecido!!! Se cuida!!! bjs

  76. #92
    Ana Lúcia
    30.08.2016 - 19:06

    Oi Constanza, já desse o primeiro passo agora vem o segundo que é ir a ¨luta¨.Não é fácil porque com a idade (tenho 50) só vai ficando tudo mais difícil, mas temos que ser forte e procurar melhorar na medida do possível nossa saúde. Seja firme porque todo esforço sempre vale a pena. Bjos.

  77. #93
    Gerusa Carvalho
    30.08.2016 - 19:50

    Oi Cony. Sou médica reumatologista e também tenho condromalacia. Pesquise sobre proloterapia (prolotherapy em inglês, porque não vai encontrar muita coisa em português), tem resultados excelentes para dor articular e particularmente condromalacia. Infelizmente somos poucos os médicos no Brasil que conhecem e usam esta técnica. Não sei quem te recomendar em BH porque me formei fora e voltei há pouco para o Brasil. Mas se você tiver interesse posso averiguar por alguém no Chile que possa te ajudar. Me escreva se tiver interesse. Beijos!

  78. #94
    Mah
    30.08.2016 - 19:52

    Eu falo isso pra todas as pessoas que dizem que tem preguiça de fazer exercócio: é porque você ainda não encontrou o SEU exercício!

    Eu nado e amoooooo nadar. Nado com frio, debaixo de chuva, e até meio doente. Estou começando a entrar no mundo de competições e águas abertas, e estou empolgadíssima.
    Trabalho em hospital, minha rotina é super corrida, mas nada, NADA tira meu tempo separado para meu exercício.
    Nadar me deixa com o corpo mais lindo e esculpido do mundo? Não. Mas minha saúde tá ótima, tenho mantido meu peso (mesmo escorregando todo fds, e com prazer!).

    Sobre comer… é o seguinte
    Uma vez li que esse negócio de fazer dieta durante a semana e se jogar no fds n funciona muito porque, depende de quando começa o seu fds. Começa na sexta a noite e termina domingo a noite? Já são 3 dias! ME-TA-DE da semana jacando.
    O ideal é escolher uma refeição no sábado e no domingo pra jacar, e levar o resto numa boa.

    Encontre um exercício que ame, faça o que não ama se for o necessário para a sua recuperação, e não coma todo dia como se fosse “final de semana”.
    Pra mim funciona assim…

  79. #95
    Ilana
    30.08.2016 - 19:56

    Cony, acho que não tem desculpa para não se alimentar bem. Sério, é muito fácil. Em menos de duas horas eu faço a comida para a semana inteira! Peito de frango em uma panela, arroz integral em outra, feijão em outra e patinho em outra! Muito rápido! Compro as folhas para a salada já lavadas, deixo cenoura e beterraba raladas, todas as frutas lavadas e pronto. Tire a tarde do domingo para fazer sua comida e cuidar de vc! E levar a comida numa marmita não faz vergonha, viu? Além de tudo vc vai economizar um booom dinheiro! Beijos e cuide de vc!

  80. #96
    Leticia
    30.08.2016 - 20:04

    Obrigada!!! Por esse texto incrível!

  81. #97
    Renata
    30.08.2016 - 20:06

    Cony, também tenho condromalacia avançada, mas isso não me impediu de fazer uma das coisas que mais gosto: correr. Fui fazendo direitinho, fortalecendo, aguentando a dor, que depois, resolveu dar um tempo. Se sentir doer, eu paro. E mais: já fiz 6 meias maratonas e agora sou apaixonada pelo Crossfit. Isso mesmo. Muita gente diria que eu não conseguiria. Fiz mobilidade, exercício adaptados, até fortalecer a musculatura. Agora amo muito e não vivo sem. Faço seis vezes na semana exercício, cinco vezes Crossfit e três corrida. Ou seja, para tudo tem jeito. Ache algo que você goste. Procura os profissionais competentes (um monte vai dizer que não pode). Pular e descer escada de salto doem mais que correr, hoje em dia. Espero ter ajudado porque também odeio musculação simples. Fiz funcional antes também para ajudar e já tentei
    Muay thai. Faz algo divertido que ajuda muito. Beijo

    • #98
      Renata
      30.08.2016 - 20:12

      Ah, esqueci, tenho trinta e cinco anos e dois filhos. Fui muito tempo sedentária e depois do segundo filho, hoje já com seis anos, decidi que ia cuidar de mim. Até alguns pódios de corrida consegui. Vamos lá que tem tempo!

  82. #99
    Vanessa
    30.08.2016 - 20:10

    Nunca gostei de exercícios físicos. Até já tentei, fui bem disciplinada por 2 anos na academia, com personal, alcancei ótimo resultado, e mesmo assim, parei, pela absoluta falta de prazer com essas atividades. Mesmo antes disso, já fazia pilates e nunca parei. Já são mais de 10 anos contínuos, o que me mostra que é preciso encontrar uma atividade de que a gente goste. O pilates é excelente para prevenir e tratar problemas de coluna. Eu tenho um desvio razoável na coluna (escoliose), e, mesmo com o pilates, eventualmente tenho dores, pois agora – aos 36 anos – já tenho também hérnia de disco e algumas protrusoes. Nas fases mais agudas, recorro a outros profissionais da fisioterapia (osteopatia, quiropraxia). Médico ajuda muito pouco, só serve para prescrever anti-inflamatório… A fisioterapia é muito subestimada!

  83. #100
    Luiza
    30.08.2016 - 20:24

    Cony, essa condromalácia atinge quase todas as suas leitoras? Senhooooor. Sou mais uma delas!
    Tb sofria de dor nas costas e comecei pilates, foi a salvação da minha vida. Amo infinitamente, faço há 5 anos, não tenho mais dor nenhuma e qd elas aparecem ja aviso logo minha professora e ela logo arruma um exercício para melhorar. Acho q encontrar uma atividade que goste é o primeiro passo.
    Me cuidar se tornou prioridade na minha vida. Faço acupuntura, pois sofria MUITO com enxaqueca. Almoço em casa e levo sempre fruta e castanhas na bolsa para fugir dos prazeres que são vendidos na rua.
    Me dá trabalho ter essa vida, essa rotina, SIM, ME DÁ MUITO TRABALHO. Mas tb me dá saúde e uma vida melhor. Tenho q ir ao mercado, tenho q preparar comida (isso eu amo), tenho q pensar o dia de amanhã todo fora de casa e montar o kit sobrevivencia (comida + roupa para o pilates), tenho q tirar 2 horas na semana para o médico me encher de agulhas pelo corpo, tenho q lembrar de todos os alimentos que não posso comer por conta da enxaqueca. E tenho ainda que dar satisfação para as pessoas que nao entendem q minha vida e minha saúde sao prioridade. ja cansei de ouvir q sou a toa, que arrumo tempo para tanta coisa e ainda estudar, trabalhar…. eu só digo uma coisa, é qualidade de vida, foi uma decisão minha. Sou muito mais feliz assim. Sem tempo para estressar.. posso nao ganhar tanto dinheiro como muita gente por ai, mas ganho saúde!
    Força, não é facil sair dessa zona de conforto, mas pense que é para o seu bem.
    super beijo e boa sorte

  84. #101
    Maysa
    30.08.2016 - 21:23

    Cony,que matéria maravilhosa,se fosse a 20 dias atrás podia te dizer que foi feita especialmente pra mim. Pois esteva vivendo esse mesmo dilema, fui ao medico e fui diagnosticada com contratura muscular ( dores horrivel nas costas,ombro e lombar).Mais a inércia p melhor a situação sempre falava mais altos. Alimentação pobre, pouco ingestão de água e zero exercícios e uma preguiça e falta de coragem enorme.
    Até que dei um basta e comecei o resgate através da alimentação. Pesquisando descobri uma VAPOREIRA da shoptime e fiz investimento em uma, e ela mudou minha vida. Através dela ando me alimentando muito bem e com muita praticidade. Em 18 dias perdi 3 kilos e sinto uma melhora enorme no meu animo,disposição, cabelo, unha,pele. E sinto meu corpo pedindo por exercício físico.
    Resumindo realmente uma boa alimentação e tudo!!
    Fica a dica da VAPOREIRA, Cony. E uma branca com três compartimento e o melhor com timer, 12 minutos legumes cozidos, saborosos, nutritivos e com a cor preservada. Bjs e cuida, vc é especial e te desejo o melhor!!!

  85. #102
    Ana Luíza
    30.08.2016 - 21:30

    Cony, que post pertinente. Nunca podemos esquecer de cuidar da gente, né? E isso em todos os aspectos: físico, emocional, financeiro, etc. Vc cuidou muito de alguns aspectos (sua auto estima está linda!) e descuidou de outros, quem sabe agora vc esteja entrando em outro momento, vai dar mais ênfase a alguns pontos de ti mesma em detrimento de outros, vc nunca vai estar 100% focada em todas as áreas e isso é OK! Eu mesma, esse ano “tirei” pra cuidar do meu bem estar (indo na academia todos os dias, correndo, etc) mas poderia estar trabalhando mais! Mas pra trabalhar mais, teria que abrir mão de fazer coisas que AGORA me satisfazem mais. Enfim… Nunca vai ser tudo 100%, a gente só tem que encontrar o equilíbrio entre aquilo que precisamos fazer, e aquilo que nos trás mais satisfação.
    Sobre tomar colágeno, uma coisa boba mas que ajuda muito é comprar aquelas divisórias de plástico que vende em farmácia (que vem escrito segunda/terça/quarta etc) e colocar todos os remédios lá dentro. Aí toma toda manhã ou joga na bolsa e toma quando lembrar ao longo do dia! Não é uma dica revolucionária, mas ajuda. Digo isso pq tenho que tomar medicamento pra tiróide todos os dias, há mais de 10 anos, e vivia esquecendo – ou seja, tiróide sempre desregulada! O que me ajudou foi a tal da divisória de plástico. Nunca mais esqueci- aí coloco junto o colágeno, vitamina D, e tudo mais que precisa tomar! Rs

  86. #103
    kamila
    30.08.2016 - 22:10

    Uol…nossa…obrigada. So isso..vlw mesmo

  87. #104
    Alessandra
    30.08.2016 - 22:12

    Quem nunca, Cony?

    O bom é tomar consciência e tomar susto mesmo. O susto impulsiona mudanças.

    Comecei a me cuidar de uns 2 anos pra cá e nem é 100%, mas em vista do que era, posso dizer que dei uma virada.

    Mudanças radicais pra quem aguenta e pequenas mudanças pra quem ainda precisa de um pouco de tempo. O negócio é não deixar de mudar. Que seja rápida ou gradualmente, mas que mude.

  88. #105
    Juliana
    30.08.2016 - 23:14

    Cony, como muitas disseram, você não está sozinha. A ficha demora, mas uma hora cai.
    Pra mim demorou 37 anos e dois filhos.
    Antes dos pequenos, eu sempre achei que não tinha tempo pra nada, pulava de academia em academia e não me cuidava. Mesmo depois do meu primeiro continuei assim.
    A mudança veio depois da minha caçulinha, quando eu não emagrecia de jeito nenhum.
    Hoje, com uma vida louca e com dois filhos, faço exercícios físicos pelo menos 4x na semana e te digo uma coisa: encontre algo que você goste de fazer. Todo mundo só fala em academia, academia… que eu também detesto. Me encontrei nos exercícios ao ar livre, corrida e crossfit. Hoje faço uma junção disso tudo e estou treinando pesado, super hiper feliz e com muita saúde para criar meus pequenos!! Força para todas!
    Uma hora ficha cai!!

  89. #106
    Io
    30.08.2016 - 23:38

    Nossa, essa é nossa rotina, meu fisio diz que só pensa nessa rotiva mortal depois que “trava” a primeira vez. Sou advogada, nova, porém passo 10h sentada, ou seja, corpo em sí é podre, não importa a minha alimentação. Minha salvação foi RPG (reeducação postural global) que faço com fisioterapeuta. E nossa, alem de ele te “por no lugar” , te ensina a cuidar do corpo através da postura. Está sendo um apreendizado, além de sanar dores terriveis. Bjs e boa sorte pra gente, que se novas estamos assim, com 70 não levantamos mais.

  90. #107
    Re
    30.08.2016 - 23:39

    Oi Cony, já tentaste fazer acupuntura? Acho acupuntura maravilhosa para dores, claro que junto com o exercício, e se tu tens Unimed ela cobre 24 sessões por ano. Quem sabe não ajuda a aliviar a dor! beijos

  91. #108
    paula
    31.08.2016 - 02:04

    Vc vai começar a se cuidar e nós leitoras inspiradas por seu texto vamos nos cuidar mais tbm. S2

  92. #109
    Liza
    31.08.2016 - 06:49

    Nosso Cony, que médico maravilhoso! mas ninguém vai te xingar não, estamos no mesmo barco.
    Concordo com td que ele disse, mas é difícil aplicar, eu me sindo tão bem qdo como só coisas saudáveis, mas passei 40 dias viajando… depois 2 meses sem me exercitar e comendo mal… agora estou alguns kgs mais gorda, sem flexibilidade nenhuma, com muita dor no corpo, dor no estômago todos os dias e a 2 meses penando pra voltar pra rotina, todo dia quero me dar uma tapa na cara e um chute na bunda me perguntando pq eu parei? mas seguimos…

  93. #110
    Ju Freitas
    31.08.2016 - 07:55

    Achei que só eu arrumava essas desculpas, Cony, rs.
    E também tenho mesmo problema de peso na consciência, mas depois continuar na inércia, ou comer uma barra de chocolate porque estou mal com meu corpo, rs. Força pra nós!

  94. #111
    Juliana Ripplinger Freese
    31.08.2016 - 08:33

    Oi Cony! Nunca comento mas leio teu blog sempre, te acompanho no snap, insta e tudo mais…
    Me identifiquei super, tenho 27 e também sinto dores, canso por pouca coisa, enfim, tudo que tu disse ali. Iniciei na academia faz 2 semanas e acho que dessa vez vai, até porque de cara a gente já sente os efeitos. Te entendo, mas também não te cobra tanto…tua rotina é maluca, e poucos são os que conseguem conciliar tudo, claro que você já percebeu que precisa mudar, então vai aos poucos…
    Comer, amo comida! tento equilibrar, se hoje comi uma caca amanhã compenso e assim vai, também não podemos nos privar de tudo!!

    beijos e boa sorte

  95. #112
    Maisa
    31.08.2016 - 08:52

    Cony, querida.

    Você, uma mulher inteligente, estudada, viajada e com tanta coisa pra viver ainda, não permita que essas desculpas te domine.
    É difícil, vivo isso todos os dias, com mil desculpas de não ter tempo pra nada. Mas cada dia é uma nova tentativa. Não podemos desanimar.

    Te deixo a frase que minha mami adora: “Quem não arruma tempo para cuidar da saúde, vai arrumar para cuidar da doença”.

    Um beijo.

  96. #113
    Marcela Dohara
    31.08.2016 - 09:02

    Acho que o mais importante cê já começou, Cony, que é parar e analisar tudo friamente, e querer mudar. O que passou, passou e não mudaremos, importante é olhar pra frente e adiante! 🙂

  97. #114
    claudia
    31.08.2016 - 09:27

    nossa…..obrigada

  98. #115
    Ana Maestracci
    31.08.2016 - 09:45

    Quem nunca!!!! Mas o importante é se dar conta que suas atitudes nao sao as melhores para a sua saúde e fazer algo para mudar!! Admitir que as coisas devem ser diferentes é o primeiro passo!! Então parabéns por isso!! E espero que vc consiga sair só da teoria!!! Eu consegui, então vc tb e qualquer pessoa consegue!!! Beijos

  99. #116
    Ana Maestracci
    31.08.2016 - 09:47

    Quem nunca!!!! Mas o importante é se dar conta que suas atitudes nao sao as melhores para a sua saúde e fazer algo para mudar!! Admitir que as coisas devem ser diferentes é o primeiro passo!! Então parabéns por isso!! E espero que vc consiga sair só da teoria!!! Eu consegui, então vc e qualquer pessoa tb consegue!!! Beijos

  100. #117
    Jessica Diane
    31.08.2016 - 09:54

    Cony maravilhosa. Mais tarde depois de ler o texto, marquei uma entrevista com uma psicóloga pra começar uma terapia que a tempos eu adiava por falta de grana. Depois vou procurar uma atividade física , já que já sou marmiteira (tô amando aprender cozinhar…tenta, e libertador! Rs) Beijos, e vamos devagar uma coisa de cada vez. Se cuida gata

  101. #118
    Nandi Trindade
    31.08.2016 - 09:55

    Impossível te xingar miga.. tamo no mesmo barco!

  102. #119
    Simone
    31.08.2016 - 10:14

    Não sobrou espaço para bater….rs
    Reconhecer o problema é o primeiro passo para a mudança, força, coragem! O tempo não volta!

  103. #120
    31.08.2016 - 10:36

    Ai Cony, que foda!
    Como diz minha mãe e suas amigas: isso é problema de RG baixo. Rsrsrs…
    Eu também sou a rainha das desculpas. Então esse conselho vai para mim e para você: pequenas mudanças! sem pressa… uma pequena mudança por vez, ok?
    Gostei de uma dica que deram da garrafinha de água com o despertador no celular. Por que não começa por aí? Apenas isso, por um mês e depois você pensa num próximo passo.
    Grande beijo e boa sorte!

  104. #121
    Bete
    31.08.2016 - 10:43

    Cony, sinta-se abraçada, você não está só, e vamos hoje levantar e seguir em frente. Convivo com a condromalacia desde os meus 15 anos, hoje tenho 25! Olhe, 25!, e hoje tenho consulta médica para ver meu ombro e coluna que estão me acabando de dor.
    Seu texto caiu como uma luva, ontem mesmo meu noivo disse que eu precisava fazer exercício físico.
    Vamos amiga(desculpa a intimidade), cuidar da nossa saúde, do nosso corpo, a partir de agora é o que vou dedicar minha atenção.
    Grande beijo. E obrigada!

  105. #122
    Aline
    31.08.2016 - 10:56

    Cony, vi algumas meninas comentando sobre osteopatia e era justamente o que eu ia aconselhar. Procure um bom osteopata, BH com certeza tem opções! Acho que vai te ajudar muito, principalmente porque o foco é descobrir a causa dos problemas e “consertar”, não somente tratar os sintomas. É fascinante!
    Beijos!

  106. #123
    joseane
    31.08.2016 - 11:07

    Ola Cony, descobri seu blog por um acasa uns 40 dias atras, estou adorando as suas dicas, e como eu chequei aqui? Eu precisava me modificar por fora fiz 35 anos em agosto e sou totalmente relaxada comigo mesma, me preocupo com todo mundo menos comigo, esse ano em janeiro resolvi me aceitar, me sentir bem comigo mesmo, mesmo estando com 85 quilos, eu fiz o inverso de dentro para fora, e não digo isso como critica, adoro você se cuidar por fora, porque isso também reflete no seu interior, e nos ajuda a cuidar do nosso exterior, eu tenho fibromialgia, então entendo as “chatices que a dor nos traz”,e com a modificação da dieta e o aumento da água, já deu uma boa melhorada, e estou conseguindo perder peso, por isso te achei queria começar um novo guarda- roupa e estou seguindo as dicas, algumas peças eu mesma arrumei outras mandei para a costureira, e já até me joguei nas compras basiquinhas, e estou me achando a it girl.
    Mas brincadeira a parte vim te indicar quem me ajudou a controlar a dor porque eu me recuso a tomar o tanto de remédios tarja preta que o médico passa. Baixei um app do DS (Dieta e Saúde), é uma reeducação alimentar, que prioriza a saúde do seu corpo, hoje até faço atividade física (coisa que sempre odiei) e sinto falta quando não dá para fazer.

    Fique bem #cuidedevocêedagente! Beijusss Josi

  107. #124
    Aline
    31.08.2016 - 11:08

    Ai Cony… faz um tempo que tenho pensando exatamente em tudo o que vc escreveu.. e sabe o que é pior? Eu sei que o meu único e maior problema sou eu mesma, que não faço nada pra me cuidar! E

  108. #125
    Aline
    31.08.2016 - 11:18

    Ai Cony… faz um tempo que tenho pensando exatamente em tudo o que vc escreveu.. E eu tenho consciência que o meu único e maior problema sou eu mesma, que não faço nada pra me cuidar! Eu estou 10 quilos acima do meu peso ideal, e o que eu faço? NADAAA! Continuo comendo igual, não faço exercício, nao me cuido mesmo, e pior, não me sinto culpada kkkk. A água só bate na b**** a hora que quero vestir um look e me sinto desconfortável com meu corpo. Nos últimos meses tenho pensado sobre a minha qualidade de vida, e sobre o meu futuro, que consequências essa minha falta de cuidado vai me trazer, e tenho tentado desenvolver uma consciência e uma disciplina para melhorar minha qualidade de presente e futuro. Mas ainda não comecei, estou só no discurso…

  109. #126
    Thais
    31.08.2016 - 11:43

    Oi Cony! É isso mesmo, temos que cuidar daquilo que Deus confiou a nós, o nosso corpo e saúde. Pq se não tivermos saúde, tudo fica pelo caminho.
    Sobre sua dor na coluna, meu irmão com 21 anos ficou todo travado. Consultou com um super médico em BH, acho que chama Dr. Roberto. Fez exame, detectou 3 hérnias de disco. Recomendou remédio para efeito imediato e muita fisioterapia, com um profissional de BH tbm. Hj ele está bem melhor, mas foi muita determinação. Pq moramos no interior de MG, e não foi fácil ficar indo pras sessões de fisio a cada semana e depois a cada 15 dias, isso durante 1 ano já.
    Os profissionais são de referência aí. Eles cuidam dos jogadores do atlético, e tratam especificamente coluna. Se quiser o contato, posso arrumar pra vc!
    Melhoras, querida! Beijos

  110. #127
    Carol
    31.08.2016 - 12:12

    Acho que vc não vai levar nenhum puxão de orelha, pq na verdade, muitas de nós também somos assim! Descobri a mais ou menos um ano que tenho a bendita condromalácia… E o problema, foi que na época que descobri, estava tentando e conseguindo fazer diariamente meus exercícios e dieta! Pesava 108 e perdi 15. Quando fui ao médico e ele me proibiu de fazer tudo que eu gostava (sou pesada mas AMO correr e era isso que me ajudava a perder peso) meu mundo caiu! AMO também comer, ODEIO academia, lugar fechado, gente muito mais preocupada em malhar pra ficar bonita e ‘na moda’ do que saudável, enfim… Desde de fevereiro venho me programando pra entrar , obrigada na musculação e não tenho ânimo. Resultado: dos 15, já engordei 9, passei dos 100 novamente e tô super mal. =/ =/ =/ Mas é isso aí… Só em nós reconhecermos que precisamos mudar, já é um bom começo. Força, foco e fé! Com esses três ingredientes, não tem como conseguir. Desculpa o textão, é pq tô me preparando pra mandar meu Choooora desde a primeira edição e não tenho coragem!

    Beijos, amo o seu blog e já que vc veio pro Nordeste e gostou… Vem pra Natal. Garanto que vc vai AMAR!

  111. #128
    Carolina Saturnino
    31.08.2016 - 12:18

    Cony linda, acompanho seu blog há muuuuuito tempo e nunca participei de nada..
    Gostaria de compartilhar minha história com você!
    Eu tenho 25 anos, e há 02 anos me curei de uma depressão e síndrome do pânico, causada pelo meu trabalho. Eu era bancária, fiquei afastada 7 meses pelo INSS, nesse tempo engordei 47kg, meu noivo me largou 6 meses antes de casarmos pq eu estava gorda (Oi? e eu ainda assim sofri por ele).
    Aproveitei que eu estava desse jeito e me vitimizei, tudo culpava a doença, a falta de tempo e o término do meu relacionamento… Há exatos 6 meses, eu resolvi mudar e me cuidar, já emagreci 30KG, mas esses 17kg nunca vão embora rs. Poxa, sou linda (e modesta hahaha), super estilosa, alegre, tenho família e amigos incríveis e vou ficar assim até quando? Enfim, arrumei tempo, fechei pacote com personal (porque senão não vou a academia), cortei as besteiras durante a semana, passei numa nutri e faço tratamento com endócrino, larguei o maldito emprego no banco que me matava todos os dias, e fechei pacote de estética. Estou me amando!!!!!!!!!!! Hoje sou empresária do ramo de tecnologia e meu tempo é ainda mais curto, mas me obrigo a tirar pelo menos 1h do meu dia para mim! Nós somos o nosso bem mais precioso e eu tive que aprender tudo da maneira mais dificil.

    Um super beijo e obrigada por nos impulsionar a sermos melhores!

  112. #129
    Cecília
    31.08.2016 - 12:44

    Cony, experimente pilates. É muito bom. O fato de sempre ter um profissional te acompanhando faz muita diferença, pois ele sabe até que ponto você vai e o que realmente precisa. Além disso, tem um quê de yoga, é bem relaxante e te ajuda com equilíbrio e respiração. É uma atividade fantástica. Como bônus você ganha um abdome muito firme e um corpo torneado. Super indico.

  113. #130
    Fer
    31.08.2016 - 13:36

    Somos muitas assim, e de várias gerações.
    Vejo minha mãe que sequer faz pilates ou caminhada, come embutidos pela praticidade, e depois reclama de dores e inchaço!
    Eu mesma, descuidei, descontei os problemas na comida, engordei 10kg, auto estima baixa, pouco fôlego, dores no corpo!
    Resolvi reagir e, ainda hoje, tenho uma certa preguica, escorrego na alimentaçao, perco uma hr ligo cedo vendo e revendo facebook e etc.
    Mas confesso que quando pego gosto e faço exercicios com frequencia, tudo melhora!!
    Fôlego, inchaço, peso, auto estima, saúde!

    Mas digo que as coisas são simples: sai correndo na rua, faz uns exercícios em casa! (Tem muito app pra isso, que conciliado com orientacao de um profissional, são ótimas opções).
    E a alimentacao? Ng precisa daquele macarrão meditarraneo e blablabla que custa 40 reais o kg.
    Precisamos de comidas naturais! Frutas, verduras, carne, ovo, água! E ninguem precisa comer até morrer ou achar que aquele prato de parmegianna é a solucao dos seus problemas e tristeza.

    Na vida as coisas só caminham direito quando nos dedicamos minimamente a elas. Tudo é questão de prioridade!
    E nossa maior prioridade deve ser nossa saúde!

  114. #131
    Nívia
    31.08.2016 - 14:32

    Nunca é tarde para o despertar.
    Boa sorte Cony, espero que esse seu desabafo público te faça realmente querer mudar. Como você mesma diz para suas leitoras que mandado dos “Choras”, leia o que você escreveu e crie objetivos para sua vida.
    Tenho a qualidade de vida como minha prioridade, seja em relacionamentos, profissão e outros aspectos da vida.
    Um exemplo meu…Faço crossfit e lá a maioria das pessoas têm corpos lindos e sarados, no entanto muitos deles fazem uso de substâncias que prejudicam a saúde a longo prazo. Portanto eu prefiro não ser a mais magra ou mais sarada e ter uma ótima qualidade de vida e saúde. Porque pra mim é incoerente fazer atividade física e não ser saudável.
    O que quero dizer é que temos que olhar pra nós mesmos e perceber que a nossa saúde fale mais que uma conta cheia de dinheiro ou um corpinho perfeito. Procure o caminho do meio (Buda).
    Boa sorte. Estou torcendo pela sua conquista pessoal.
    Beijão

  115. #132
    Marilyn
    31.08.2016 - 15:31

    Cony, comentei mais acima e esqueci de mencionar o mais importante: fui na vascular para tratar algumas varizes que estão bem aparentes e o peso nas pernas cada vez mais forte, e descobri que aos 31 anos, sem filhos, já tenho indicação para cirurgia! Predisposição genética e o pior: sedentarismo. Segundo a médica, como não me exercito com frequência eu tenho muito mais varizes do que o normal pra minha idade, ou seja, se não tivesse procrastinado tanto pra ver isso (juro que desde 2012 enrolo pra marcar a consulta ~abafa~) não teria chegado nesse ponto. Agora a solução é cuidar pra evitar possíveis danos que poderei ter na velhice. Com o turbilhão de responsabilidades que assumimos na vida adulta, nosso “templo” acaba ficando de lado e pagando a conta.

  116. #133
    31.08.2016 - 15:42

    Puxão de orelha pra vc, mas a carapuça serviu muito bem aqui viu… Obrigada, estava precisando :'(

  117. #134
    Fernanda
    31.08.2016 - 16:23

    Oi Cony !!!!!
    Nossa, um chacoalhão né!!!!
    A um tempo atrás eu meio que estava nesta situação, não com as mesmas dores que vc, mas comecei a parar pra refletir um pouco….Gosto muito de comprar roupas , calçados , maquiagem e por aí vai, até que comecei a perceber que meu coração estava acelerando de uma hora pra outra e isto começou a me incomodar, comecei a refletir….poxa estou bem arrumada, com roupa da moda , bolsa legal, etc. é a qualquer momento posso ter um infarto e tchau, vale a pena deixar a saúde de lado?NÃO.
    Fui ao cardiologista, fiz exames , era apenas ansiedade, daí peguei o embalo e fui no endocrino, gineco, nutri, ortopedista.
    Quem gosta da gente é a gente mesmo!!!!Se vc não se cuidar ninguém vai fazer por vc!!!!
    Tempo somos nós quem fazemos, vc já tentou mudar alguma coisa depois que escreveu este post?heimmmm?!
    Bjs

    • #135
      Constanza
      01.09.2016 - 09:40

      rsrsrrs entao… to tentando me alimentar melhor, dei uma regulada na boca, to comendo mais frutas, mas ainda não fiz nada de muito grande. Ainda não, mas farei…

  118. #136
    Lilian
    31.08.2016 - 16:32

    Cony, não se culpe tanto, a vida moderna acaba impondo esse ritmo pra gente, essas cobranças, e a maioria de nós entra nesse ciclo. O importante é reconhecer, e a partir daí dar o primeiro passo pra mudar o que está errado. E isso vc já fez, já viu o que precisa melhorar. Olha, eu também tenho condromalácia, e além disso tenho síndrome do impacto fêmuro-acetabular, que me impede de fazer corrida mesmo que o joelho não esteja doendo. Eu nunca gostei de musculação, e encontrei no pole dance um exercício completo, que me dá animo de ir e ainda faz bem pra auto-estima! Se vc quiser mais dicas sobre, me escreve! beijosss

  119. #137
    Lorena
    31.08.2016 - 16:48

    Sinta -se confortada. Antes tarde que mais tarde . Meu marido tem a de grau quatro nos dois joelhos e , por ser esportista de segunda a domingo, ele não sente dores . É como se o fortalecimento tivesse mascarado a dor e ele só lembra do problema durante a corrida .
    Cuida-te .
    Adorando acompanhar . Beijos

  120. #138
    Andreia
    31.08.2016 - 16:48

    Musculação é para a vida, não tem jeito… e arrume um bom treinador que vc não vai precisar ficar mais do q 40 min na academia,3x por semana e será mais q suficiente, essa estória de malhar todos os dias já caiu por terra há tempos, vários estudos já comprovaram isso…

  121. #139
    Sabrina
    31.08.2016 - 17:54

    Cony, querida, te entendo perfeitamente!!! Essa questão do impacto é uma merda! Tenho 35 anos e artrose na coluna lombar! Nada do que a galera gosta e pratica, posso fazer: não posso correr, não posso jogar tenis, não posso fazer crosfit, bla, bla, bla! E vc não acredita como me apeguei a esses nãos kkkkkk. Até que há 3 anos atrás comecei a querer engravidar, mas minha GO foi categórica! Vc, com esse peso e essa coluna, não sustenta uma gravidez (e nem era tão gordinha assim… tenho 1,73 e na época tinha 74kg). Moral da história: precisava me mexer!!! Procurei uma nutri bem bacana aqui em BH e fui fazer pilates e natação (com algumas restrições) por indicação do ortopedista! Tomei gosto! E olha que não tenho uma vida muito tranquila…. sou servidora pública mas viajo muito! Muito mesmo! Mas tinha um norte! Queria engravidar! 7m depois, estava 11kg mais magra, AMANDO o pilates e me esforçando na natação rsrs. Dois anos depois estou grávida de 8m, engordei 8kg na gestação e não sinto nenhuma dor na coluna acredita? Vai com fé e persistência que vc vai achar algo que te satisfaz, dentro das suas limitações e vai ficar saudável, pq mais gata, impossível!!!

    Bjos querida!!!

  122. #140
    Jana
    31.08.2016 - 20:13

    Engordei uns 10 kg nos últimos 3 anos e vivia falando que tinha que emagrecer e no final não mudava nada na minha rotina e dieta. No início do mês fiz exames de sangue e meu colesterol tá no limite, fui ajudar meus pais a levar um sofá pela escada até o andar de cima e quase desmaei, sendo que meus pais que tem em torno de 70 ficaram só suados e eu com 31 anos. Aí resolvi tomar jeito, diminuir a quantidade de comida, reeducação alimentar e comecei a fazer uns exercícios pelo canal Exercício em casa do youtube. Posso até não emagrecer, mas espero pelo menos ter folego pra conseguir fazer alguma atividade que exija mais esforço.

  123. #141
    Carol
    31.08.2016 - 22:02

    Queria te agradecer pelo tapa, também doeu em mim e era o que eu estava precisando pra agir. Também tenho condromalácia e nunca levei o resultado da ressonância pro ortopedista (fiz há um ano!!). Tenho uma filha de 2 anos e a babá não dorme em casa. Por isso eu e meu esposo revezamos à noite. Faço pilates 2 x por semana e gosto muito, mas estou acima do peso, não faço nada aeróbico e também amo comer. Cheguei ao desespero quando vi que estava pesando 72 kg (tenho 1,58m), peso este que eu estava no final da minha gravidez, sendo que agora não estou mais grávida!! Há alguns anos (já depois dos 30) descobri a natação e amava, mas parei na gravidez e nunca mais voltei. Sempre tinha a desculpa do tempo, que estraga o cabelo e etc.Estava pensando que precisava agir e que com a idade a gente tem obrigação de se cuidar (tenho 38 agora), mas ficava só na teoria. Na verdade, melhorei um pouco a alimentação e perdi 4kg, mas estacionei porque sempre dou uma “jacada” no final de semana. Depois que li o seu post resolvi agir: marquei a consulta com o ortopedista e amanhã mesmo vou voltar pra natação. Meu objetivo é chegar aos 60 kg até dezembro e se eu conseguir, volto aqui pra te agradecer. Assim como você indiretamente está nos estimulando a nos cuidarmos, também espero que nossos relatos e opiniões acabem estimulando você. Muita força pra nós todas e um abraço bem apertado pra você.

  124. #142
    Isabel
    31.08.2016 - 22:16

    Cony, acompanho sempre o seu blog (mas nunca comento) e só tenho algo a dizer: foi o teu texto mais sincero e verdadeiro, Parabéns pela coragem de se encarar de frente. Ainda tem tempo …

  125. #143
    Débora
    01.09.2016 - 09:50

    Amada, seu puxão de orelha serviu como uma luva em mim. Outro dia disse para as amigas que preciso de um clone. Nada, preciso é organizar meu dia!

  126. #144
    Eveny
    01.09.2016 - 10:52

    Também tenho condromalacia, tenho menisco operado, uma “esculhambose” na coluna. Estava gordinha e sofria um monte. Até que, bem aos pouquinhos, comecei a correr. Hoje corro de oito a 10km 3Xsem. Estou há três anos completamente sem queixas. Dê-se ao direito de descobrir na atividade física uma fonte de prazer. Varie a modalidade o quanto precisar até achar sua paixão. Não desista de seu corpo. É com ele que você vai ficar até o seu último dia nessa Terra. Cuide bem dele. Estamos tod@s na torcida!

    • #145
      Eveny
      01.09.2016 - 10:54

      Ah, lembrando que para correr, pode ser em qualquer lugar. Basta levar o tênis na mala! E olha que trabalho 12h/dia e tenho marido e filha pequena. Vai que dá.

  127. #146
    Tassia
    01.09.2016 - 11:10

    Onde tá o buraco no chão pra eu enfiar minha cara? Kkkkkkkk
    Meu Deus. Como é difícil tudo isso né?
    Eu tenho um agravante: colesterol e triglicerídios, altos! E cadê que to fazendo dieta ou exercício?
    E sabe qual a minha desculpa? Como fazer dieta tendo um marido e um filho que não fazem? Sério, minha preguiça não me deixa pensar em ter que fazer comida pra mim e pra eles kkkkkkkkkkk.
    Ohhh vida viu!!

  128. #147
    Tati Rissatto
    01.09.2016 - 13:05

    Nossa, super me identifiquei!
    Eu me saboto demais, na alimentação e na falta de exercícios! 🙁
    Acho que esse puxão de orelha serviu pra você, pra mim e muitas outras meninas, então que tal em vez da gente ficar lamentando partir para ação?
    Acho que vc poderia criar uma hastag e todas as vezes que vc ou nós tomássemos pequenas atitudes para melhorar, postamos uma foto no Insta e colocamos a hastag, assim vendo a foto e a atitude que a outra tomou vamos nos animando a mudar tb!
    Que tal?

    bjocas

  129. #148
    Lu
    01.09.2016 - 14:17

    Cony,eu já senti isso que você está sentindo, mas em relação aos meus projetos profissionais…essa indignação consigo mesma ou com o cenário que te cerca, mas que sem ação efetiva, não significam ou, no meu caso, não significavam nada.

    Aqui vai uma frase para você refletir e que, na época que precisei E QUIS INTERNALIZAR, me fez sair da inércia e, depois de um longo período de trabalho árduo, me rendeu um lindo e recente fruto:

    “O difícil é querer DE VERDADE, depois disso, tudo fica mais fácil”.

    Obs: Não conheço o autor e, por coincidência, vi um post de uma pessoa hoje falando sobre ela.

    Tô na torcida para que você queira DE VERDADE! Te garanto, por experiência própria, que, uma vez que você tome essa decisão, nada vai te impedir de modificar o que te incomoda! Um grande bjo!

  130. #149
    grazi
    01.09.2016 - 15:24

    AMIGA, te entendo total, não fazia idéia que sua saúde estava assim um pouco prejudicada, mas vou te contar um segredo: ainda dá tempo! eu até os 35 anos era magra de ruim e sedentária, cheia de dores articulares e enxaquecas, aí descobri o PILATES!!!! Mudou minha vida e meu corpo, to chegando nos 40 agora bem feliz, faço pilates há 4 anos, duas vezes por semana, faço spinning numa bike que comprei pra casa, aí faço no meu ritmo nos dias que dá (vendo videos e tutoriais de maquiagem), e como peixe 6 vezes por semana e só carne vermelha uma vez por semana, bem feliz!”!!! nunca mais tive enxaqueca desde que comecei o pilates porque alonga a cervical e a lombar de um jeito maravilhoso, e to louca para fazer 40 ANOS com esse corpo que tenho hoje, gasto menos tempo na frente do espelho, porque afinal se o corpo ta bom me preocupo menos com cabelo e maquiagem!!!! bjo amorÊ, PILATES É VIDA!!!!!

  131. #150
    Paula
    01.09.2016 - 15:41

    Acho inacreditável o seu timing para escrever sobre os assuntos que estão se passando comigo… uma sincronia impressionante, rs! Há 2 semanas estou com dores no pulso e descobri que é sinovite, nem sabia do que se tratava… de trabalhar no computador durante horas a fio e sem a ergonomia adequada. Mas estou pensando se é só isso mesmo, pq tomo roacutan há 3 meses e meio, já estou no fim do tratamento e já reduzi a dose. Tenho 30 anos e foi o único milagre p a minha pele até hj, e p eu poder ficar sem anticoncepcional. Enfim, estou nessa luta diária por uma qualidade de vida melhor. Tamu junto! :*

  132. #151
    manu
    01.09.2016 - 16:16

    fufu, agora você assumiu um compromisso com a gente de se cuidar, ein? dá até uma coluna nova, de roupitchas e acessórios pra academia (adoooooro!).

    o pior é que não é só você, querida, várias de nós somos assim. eu tava cabulando bastante a academia, por que meu objetivo era emagrecer aqueles 3kg que a gente sempre quer (mas sério, preciso mesmo). Beleza não tava sendo suficiente e eu ia dia sim, 4 não. Pois bem, um dia me deu um teco e pensei: perae, não é beleza. é saúde, gente!! e desde então tenho ido direitinho. 🙂

    é importante cuidar da gente, atividade física é importante pra n aspectos da vida. 1h q a gente tira pra isso tem um resultado tão grande que vale o esforço.

    quero ver esse corpitcho saudável e sem dores, força na peruca!

  133. #152
    Alessandra
    01.09.2016 - 16:22

    Gente

    Bora divulgar informações pra quem queira aprender a se alimentar de forma mais saudável?

    Eu recomendo o Instagram da Dr. Dayse Caldeira (nutróloga)
    Nunca consultei com ela, meu nutrólogo é outro, mas adoro as dicas e explicações que ela posta.Aprendo sempre.

  134. #153
    ALESSANDRA
    01.09.2016 - 19:15

    Cony minha linda, acho que todo mundo passa por isso, eu tbm estava sedentaria, dor na coluna (escoliose), tenho sindrome do panico, constipação intestinal, melasma, ovario micropolicisticos, consequentemente cheia de espinhas, inchada, 4kg acima do meu peso ideal, entre outras coisas…enfim pensei tenho que dar um basta nisso, mas como começar. Comecei aos poucos, acho que esse é o segredo, primeira coisa que fiz e a mais simples, passei a tomar mais agua, comprei um garrafinha de quase dois litros e coloquei a meta de tomar pelo menos duas por dia. depois passei a me exercitar, faço ginastica ritimada, tipo aerobica, confesso que tem dia que da preguiça mas vou com preguiça mesmo e quando chego la sempre me animo e nao fico com peso na conciencia, depois de meses agora estou cuidando da alimentação e nossa como muda tudo depois que passamos a nos alimentar melhor, claro que nao me privo de muita coisa, procura alimentar direitinho na semana e as vezes saio da rotina, como num domingo comi uma feijoada maravilhosa da minha mãe. Claro que isso nao é sempre. Nunca me senti tao feliz comigo mesma. To fazendo tudo no meu tempo, uma coisa de cada vez e to conseguindo manter e sei que vc tbm vai conseguir, torço por vc . bjos

  135. #154
    Vivi
    03.09.2016 - 20:52

    Tenho mesmo problema. Mas não deixo a peteca cair. Proibida de fazer funcional que adoro vou voltar esta semana pra musculação! É bom? Não. Mas pior é a dor no joelho. Porque você não tenta pilates? É tão bacana.

  136. #155
    Ju Abreu
    04.09.2016 - 13:53

    Oi Cony, estou atrasada com minhas leituras por isso só li hoje. Bom, em resumo também passei pelo que você passou e um dia simplesmente me vi travada na cama sem poder me mexer. Horrível!!! Estava com 27 anos TRA-VA-DA na cama. Descobri que tinha umas inflamação na coluna que se não tratada tornaria hérnia. Bom, tenho preguiça de academia mas fui e o que acabou, acabou mesmo, com minhas dores foi o Pilates. Seria bom pra vc, pois relaxa corpo e mente.
    Beijos se cuide 🙂

  137. #156
    Alessandra
    05.09.2016 - 13:21

    Pras magras que não se exercitam e dão felicidade a anaconda que vive dentro da barriga todos os dias:

    Meninas, sempre fui magra e o problema de estar sempre “em forma” é que dificilmente alguém vai checar como anda a saúde.
    Eu fiz isso há um tempinho atrás e descobri que estava toda ferrada por dentro.
    Colesterol no limite, hormônios desregulados e era pura gordura e pele. Eu era a o que chamam de skinny fat. No Brasil, alguns nutrólogos e nutricionistas, ainda usam essa expressão.
    Mudei minha alimentação e estou me reaproximando dos exercícios. Tudo muda: pele, disposição, intestino funcionando. Não há como viver bem sem colocar nutrientes pra dentro.Não pode dar bobeira, gente.

  138. #157
    Vilma
    29.01.2017 - 15:43

    Gostaria de saber se quem tem enxaqueca pode tomar o UC2

Comente