ConstanzaFHIts
06 maio 2016, 21 comentários

SPFW – O Que é o Wearable???

Fiquei tão emocionada com essa palestra da Belas Artes no QG Fhits que queria pular no meio da sala e palestrar junto rs. Era sobre um assunto que estudei em Milão, inclusive fiz um trabalho sobre o tema e vocês sabem… tudo o que remete a minha fase ¨italiana¨ me emociona.

Vamos conversar sobre futuro, tecnologia e roupas???

* Claire Danes entra na sala… *

Sim, tivemos um exemplo claro sobre Wearable no último Baile do Met, que tinha como tema ¨A moda nos tempos da tecnologia¨e quem lacrou à vácuo foi Claire com este vestido de Cinderela Moderna de Zac Posen:

met 291619

Mas o que é wearable? São dispositivos ¨vestíveis¨, ou seja, tecnologia aplicada a roupas, sapatos, acessórios e até móveis para as mais diversas finalidades. Um exemplo claro e fácil de visualizar são as pulseiras inteligentes, ou os relógios, que acessam email, tem whatsapp, contam seus passos, falam seu humor. Tipo isso. A roupa dos Jetson.

resize_belasartes1 resize_belasartes2

Cada vez mais o segmento de vestuário tem entrado no campo do Wearable. Vamos começar a falar dos desfiles, e acho que já comentei aqui. Ninguém mais quer ver um desfile e ter que esperar 6 meses para poder comprar a coleção. A gente quer agora, se possível, no momento que a roupa é desfilada. Já tem estilistas se jogando nesse movimento e em breve, teremos algo assim:

resize_belasartes3

Imaginem ver um desfile pelo computador, ao vivo, e ter a opção de comprar na hora? Sim, é possível. 

resize_belasartes4 resize_belasartes5

Tecnologia aplicada à performance. Essa sapatilha de balé desenha os passos no ar, com um feixe de luz. O tênis de luzinha (que até já falei aqui), tem um propósito: segurança para quem corre à noite.

resize_belasartes6

Que tal usar um casaco que diz sua velocidade enquanto corre, que passa isso para um aplicativo, que está ligado a um grupo de corridas? Muito futurista?

resize_belasartes7

Tecnologia aplicada à saúde:

resize_belasartes8

Essa roupa muda de cor conforme o seu humor. Eu, que sou de lua, pareceria um pisca pisca hahahaha. Tem outros exemplos, como por exemplo, roupas que melhoram sua postura!

resize_belasartes9 resize_belasartes10

Wearable na moda: vestidos com telas de celular (que reproduz vídeos), com luzes, tecidos feitos para se desintegrarem, mudar de cor… Imaginem uma roupa que nunca sairá de moda, pois poderá passar por upgrades? O wearable faz isso.

resize_belasartes11 resize_belasartes12 resize_belasartes13

Isso é muito legal! Tinha uma impressora 3D fazendo um sapato ao vivo no momento da palestra! O valor da impressora é cerca de 18 mil reais e você compra o sapato (o arquivo do sapato, por exemplo) na Amazon e a impressora reproduz. Obviamente que tem que comprar o material, dar um acabamento manual (lixar, por palmilha) mas é algo impressionante. Imagina comprar ¨arquivos¨ de roupa e fazer exatamente no seu tamanho, na cor que você quiser, em casa e quantas vezes quiser??????? Não tenho psicológico para isso.

resize_belasartes14

Wearable biodigital: exemplo, roupa feita de pele de tubarão para melhorar o desempenho de nadadores. Aham.

resize_belasartes15 resize_belasartes16

E para terminar, realidade virtual! Imagina ir para NY sem precisar sair do lugar? Assistir um desfile ao vivo, em fila A, do sofá de casa? Interessante mas ao mesmo tempo assustador. Poderíamos ir pelo lado da polêmica e questionar: ¨Então a pessoa vai perder o sentido do tocar? O sentir na pele? O viver de verdade algum momento?¨ Cabe muita reflexão ainda, mas o caminho é esse e não temos muito como desviar. Se ontem o celular surgiu pra gente fazer ligações de emergência (foi há tão pouco tempo!) e hoje a última coisa que usamos nele é justamente a função telefone, o que mais está por vir? 

  • Além das roupas e acessórios, temos móveis inteligentes, eletrodomésticos programáveis por celular (tipo um aspirador de pó que você comanda a distância e que pode limpar sua casa antes de você chegar, ou a geladeira que controla sua despensa e te avisa o momento de comprar alimentos. Quem sabe até tenha um contato direto com o supermercado e com um toque, você tem tudo o que precisa para seu jantar?) E até hoje eu não entendo como funciona o fax… imagina isso tudo? Prefiro nem pensar muito…

 

fhits_saopaulo_01

Escreva seu Comentário

Quer que sua foto apareça nos comentários? Clique aqui
21 comentários em “SPFW – O Que é o Wearable???”
  1. Marcela06/05/16 • 10h36

    Acho que o melhor exemplo foi o vestido da Emma Watson que utilizou tecido feito de garrafas pet. E como ela mesma disse: “Ser capaz de reutilizar esse desperdício e incorporá-lo no meu vestido para o #MetGala prova o poder que a criatividade, tecnologia e a moda podem ter se trabalharem juntos.”

  2. Jéssica Diane06/05/16 • 10h57

    Cony, adoreeeei esse post! 😉

  3. Mary06/05/16 • 11h23

    Muito legal o post, Cony! Adoro seu jeito de escrever, é como se estivesse conversando com uma amiga… Principalmente por me identificar tanto com o que você escreve, também não consigo assimilar o funcionamento do fax! kkkkkkkkkkkk

    • Constanza06/05/16 • 15h42

      hahahahahaha é uma coisa bizarra isso do fax né? jjjj

  4. Eliane Pagan06/05/16 • 11h44

    Ola cony, acompanho seu blog tem uns 5 anos, e hoje é dos poucos que ainda vejo quase que diariamente, e o motivo disso é exatamente por seu blog ser super instrutivo, informativo, claro, objetivo, e muito mas muito proximo de seus leitores, isso faz todo o diferencial dele, quero lhe parabenizar, pois acredito que a moda esta ai pra nos ensinar muitas coisas, e nao somente nos vestir como a barbie. Sou estilista, trabalho na area, tenho minha propria marca, timida ainda, mas tenho com muito amor, e aqui no seu blog busco muita inspiração pro dia a dia. Parabens!! ahhh sem me esquecer… voce é muito top… sua forma de pensar e se expressar aqui no grupo soa tao verdadeiro que acho o maximo!!! bjus

    • Constanza06/05/16 • 15h41

      Ô Eliane, muito obrigada!!!! E boa sorte com sua marca :-))

  5. Gabi06/05/16 • 12h37

    Cony, me corrija se estiver errada (porque vocês são das modas, rs, eu sou mera advogada), mas achei que faltou profundidade de alguns veículos ao cobrir o tema do MET. A minha interpretação é de que tecnologia aplicada à moda não é somente aquela que salta aos olhos. O povo foi todo vestido de robô, mas a Emma Watson, pra mim, foi a que melhor vestiu o tema. Ela usou uma roupa feita de garrafas plásticas recicladas. As peças eram todas soltas, podendo ser usadas de formas diferentes, e ainda por cima, o tecido feito também é reciclável. Ou seja, poderá ser usado numa terceira geração de produtos. Li isso nas redes sociais dela. Isso é uma baita tecnologia aplicada à moda, mas não visível. A Sarah Jessica parece que também usou um tecido feito com novas técnicas, algo assim. Enfim, penso muito nessa questão da tecnologia como a aplicação de coisas menos óbvias, mas que tornam a vestimenta mais durável, dá mais propósito, ou que demande menos esforço humano (e menos gente empoleirada num prédio em Bangladesh) para sua confecção. E entendo que se de um lado a gente analisa estética, acho que faltou aos veículos especializados – Vogue e afins – abordarem esse lado menos literal da coisa.

    O que você acha? Beijos!

    • Grazielle06/05/16 • 14h13

      Perfeita colocação!

    • Constanza06/05/16 • 15h41

      Faltou mesmo, eu por exemplo, so fiquei sabendo sobre o vestido dela, por vocês!

  6. Lia06/05/16 • 13h56

    Essa sapatilha de ballet existe mesmo? Qual o ID? Tem vídeo de alguém dançando com ela?

    • Constanza06/05/16 • 15h40

      Existe sim! Tem algumas fotos na net dos desenhos que ela faz no ar 🙂

  7. Isabella06/05/16 • 16h05

    Super interessante esse post Cony! Aproveito essa msg pra dizer que o seu blog e o da Futilidades são os únicos que ainda acesso. Parabéns pelo excelente trabalho que vc faz! Beijos de Belém do Pará

  8. JESSICA PEDROSO06/05/16 • 17h17

    Amei esse post!!! Incrivelmente assustador tanta tecnologia! Beijos

  9. Zi06/05/16 • 17h31

    Acho que seria beem interessante esse lance da impressora, hein? Pra quem tem pernas grossas e não consegue achar uma OTK que passe na batata da perna, seria fantástico rs.

  10. Livia06/05/16 • 21h15

    Adorei o post! Parece que a era Jetsons está mais próxima do que se imagina. Comprei um aspirador robô há cerca de 1 ano e foi a melhor aquisição que fiz nos últimos tempos, super recomendo. Ele só não é programável pelo celular, mas dá pra ajustar o horário de funcionamento. Parabéns pelo blog, Cony, vc se destaca das demais com posts não óbvios e sempre muito interessantes. Bjos

    • Constanza07/05/16 • 12h53

      Obrigada!

  11. Marília Lib07/05/16 • 07h41

    Post enriquecedor!!! Sinto falta desse tipo de post mais aprofundado em tendências nos blogs de moda… faz a gente pensar, sonhar, sei lá! Essa palestra parece ter sido imperdível e eu sou ex-aluna da Belas Artes (graduação e pós), e simplesmente amo minha ex-faculdade, passei 6 anos estudando nela e passou voando, os caras lá são fera. Há algumas semanas, conversei com um alemão sobre moda fitness (tenho uma pequena loja virtual) e ele me falou que o futuro são realmente essas roupas tecnológicas interativas, exatamente com o conceito Wearable/Performance!!! Muita coincidencia ter visto isso aqui logo depois, pratico corrida e quero pra já o tênis de corrida e a jaqueta! Aliás, se possível, queria sua autorização para mencionar seu post e usar essas duas imagens (tênis e jaqueta) para ilustrar um post que estou fazendo no meu blog de vida saudável sobre essas novidades, será que poderia? Com todos os liks e créditos, claro 🙂

    Tenho um blog sobre emagrecimento, perdi 25 quilos depois de um pé na bunda e de perder o emprego, uma mudança radical na minha vida, sem remédio, sem dietas radicais, quem quiser visitar é http://www.marilianaopodeparar.wordpress.com

  12. Bruna Lima07/05/16 • 10h30

    Roupa de pele de Tubarão ou roupa inspirada na pele de Tubarões?

  13. Deborah Brandão20/05/16 • 15h11

    Olá Conny.
    Vim reler esse post da moda aliada a tecnologia. Muito bacana esse futuro. Eu tenho uma impressora 3d caseira e é bacana demais!