19
Apr 2016
É Falsa ou Não?
Fashion Emergency

Recebi um release que achei BEM interessante de divulgar para vocês!

Seguinte, ontem mesmo estava conversando com uma amiga e ela me contava que tinha visto uma bolsa grifada num brechó, se não me engano era uma Chanel, e ela estava tentada a comprar. Acontece que tinha medo da bolsa ser falsa, pois apesar de ser de brechó, era uma Chanel e bem cara. Imagina desembolsar uma graninha por uma bolsa fake? Não né? Daí falei que eu não compraria, só se conhecesse a pessoa que estava desapegando da bolsa, etc e tal e inclusive comentamos o quanto existe de bolsa falsa por aí. Não estou falando das Luís Vitão ou das Guchi do camelô, mas aquelas réplicas AAA que MUITAS socialites compram no mercado negro e que, como são ricas, ninguém fala que são bolsas falsas. Mas sim, são falsificadas e é super comum. Sei de cada história… mas enfim, o que queria contar é sobre esse mail que recebi contando do serviço do site Etiqueta Única (brechó de luxo online), formado pela ex diretora da Chanel do Brasil e a atual diretora da Dior no Brasil. Elas montaram um Guia de Autenticidade de produtos de luxo e se você, tal como essa minha amiga, tem medo de comprar uma bolsa grifada de segunda mão ou sem ser na loja oficial e medo de levar algo falso, fique atenta nessas dicas.

LOUIS VUITTON

d89ebfb397be6559998b14097d6625e8

Materiais e estampas

  • Couro legítimo – O couro utilizado para fabricação das bolsas Louis Vuitton são de excelente qualidade, apresentando um envelhecimento bem específico com o uso; ele escurece com o tempo!
  • Canvas – Muitas bolsas da Louis Vuitton são fabricadas com um tecido produzido a partir do algodão. O canvas (lona em inglês) passa por diversos processos de tratamento para fortalecer a durabilidade e garantir a impermeabilidade;
  • Mesmo nas peças produzidas com o canvas, alças e acabamentos são apresentados em couro legítimo;
  • Cada peça tem o monograma formando uma estampa, que sempre está alinhada e simétrica. Verifique o encontro das estampas nas costuras e aplicação de bolsos.

 

Metais e fechos

  • Verifique se os fechos e puxadores dos zíperes possuem inscrição com a logomarca;
  • Atente-se ao funcionamento dos zíperes presentes na bolsa. A marca realiza teste com maquinários que abrem e fecham os zíperes cinco mil vezes para garantir o padrão de qualidade do material; (Sei não hein? Comprei uma LV pra dar de presente pra minha mãe, comprada na loja do Cidade Jardim e o fecho era uóoooooo! Eles mesmo mandaram passar vela…)

 

Costura

  • Os pespontos nos produtos da marca são impecáveis e possuem o mesmo número de costuras dos dois lados das alças;

 

Código de autenticidade e etiquetas

  • Os códigos de autenticidade das bolsas Louis Vuitton, presentes no interior dos produtos, possuem letras e números. Podem ser apresentado de diferentes formas: em uma etiqueta interna ou gravado diretamente no forro, seja ele de couro ou outro material;
  • Atualmente, produtos Louis Vuitton são fabricados na França, Estados Unidos, Itália, Espanha e Alemanha. Atente-se à inscrição do local de fabricação e certifique se apresenta um desses países.

 

CHANEL

double-chanel

Materiais

  • As bolsas da Chanel são produzidas com couro de carneiro ou couro caviar;
  • Se encontrar resíduos de cola no couro da bolsa, atenção! As réplicas são coladas, enquanto as originais são todas costuradas;

 

Metais e fechos

  • Modelo 2.55: o fecho é retangular (sem o logotipo da marca) e a alça é uma corrente composta por três elos metálicos entrelaçados;
  • Modelo Flap clássico: possui fecho com a logomarca – dois C’s sobrepostos, e alça de corrente com couro entrelaçado;
  • Logotipo: observe a sobreposição dos C’s no fecho da bolsa. As originais apresentam o C da direita sobre o C da esquerda na parte superior e, na parte inferior, o C da esquerda sobre o C da direita;
  • Na parte de trás do fecho, no interior da bolsa, encontram-se duas palavras: Chanel (à esquerda) e Paris (à direita);

 

Relevos

  • Relevo matelassê: nota-se o encaixe perfeito dos padrões em todos os ângulos – no encontro da aba da bolsa com o corpo, nas laterais e na aplicação de bolsos;

 

Etiqueta Interna

  • Na parte interna da bolsa, a  logomarca da Chanel encontra-se centralizada e gravada em folha de alumínio da cor dos metais;

 

Holograma

  • A etiqueta, o adesivo e o design do holograma variam de acordo com a data de fabricação.As produções mais recentes, a partir do ano 2000, contam com adesivo revestindo a etiqueta. Esse adesivo possui um leve brilho (como purpurina), corte nas transversais e o número de série, que varia entre sete e oito dígitos. Esse número é exatamente o mesmo do cartão de autenticidade que vem acompanhando a bolsa.

 

GUCCI

c724e43e98bfda9cf1e660a30c590fb8

Materiais

  • Couro: todos os produtos da Gucci são fabricados com tiras de couro legítimo;
  • Costuras: os pespontos devem estar alinhados e perfeitos;
  • Ícones impressos no material: os G’s que formam o padrão das peças da Gucci devem estar visíveis e padronizados, e não borrados ou cortados. As bolsas em couro possuem o GG marcado no couro, formando uma estampa, nunca impressos em cima da superfície do produto.

 

Etiquetas e número de autenticidade

  • O número de cada peça da Gucci está na parte de trás da etiqueta interna, o número superior indica o código do modelo da bolsa. Para os modelos atuais, esse número possui 6 dígitos. A logo da Gucci deve ser limpa e precisa, e possuir o inscrito “Made in Italy” embaixo.

 

Metais e fechos

  • Os metais e fechos dos produtos da Gucci devem ser pesados e muito bem feitos, e normalmente possuem a logo da marca inscrita. Os zíperes podem ser feitos tanto em metal quanto em plástico. Se for de metal, eles devem ter o nome da Gucci gravado.

 

Acessórios

  • As embalagens antigas eram pretas e pratas, depois foram trocadas para cor de mel e, agora, as mais recentes possuem tom de marrom escuro.

 

Que tal? Um bom guia para saber diferenciar uma bolsa falsa de uma verdadeira né? A gente nunca sabe quando vai precisar dessas informações…

79 Comentários
  1. #1
    Leda maria
    19.04.2016 - 12:00

    Gostei da dica! Comprei um óculos tifany numa ótica de bh!estou com medo de ser falso!como saber se é verdadeiro?

    • #2
      Mary
      19.04.2016 - 16:21

      Bem lembrado, muuuuito útil um post assim sobre óculos!!!

  2. #3
    Helo Inoue
    19.04.2016 - 12:03

    Assisti um documentário sobre a Louis Vutton há um tempo atrás e eles falavam com tanto gosto sobre os zíperes serem os melhores, mais macios, que tinham funcionários pra amaciarem… que chateação com o seu caso HAHAHAHHAHAH
    adorei o guia!!!
    bjos

  3. #4
    Lidia
    19.04.2016 - 12:48

    Mesmo nas lojas da propria marca é preciso ficar atento. Fiquei sabendo de casos na Europa em que as proprias lojas vendem produtos falsos. Eles olham pro cliente e quando percebem que sao pessoas que nao conhecem a marca mto bem vendem o falso pelo original….

    • #5
      Pat
      19.04.2016 - 16:00

      Isso acontece em Nápoles na Itália!! Aliás para quem não sabe Nápoles é conhecidíssima em ser a “capital” da falsificação super hiper mega AAA. ATÉ PERFUME FALSO EM VIDRO IDÊNTICO AO ORIGINAL COM CAIXA LACRADA eles fazem!
      É loucura. Já vi também várias reclamações de compra de óculos de grife em lojas e depois a pessoa descobrir que eram falsos.
      Quando estive na Itália (ô tempo bom) um vendedor me deu dicas de como perceber se a bendita ótica vendia realmente óculos originais (uma delas eu lembro que era procurar na loja uma especie de certificado deles de que vendem os produtos da marca X) e ele mesmo me disse categoricamente para não comprar nada em Nápoles, nem precisa dizer que eu morri de rir mais segui o conselho a risca.

      • #6
        Cassiana
        19.04.2016 - 20:23

        Pat, isso mesmo Italia eh “bicho” feio com falsificacao AAA. Quem quiser saber mais a fundo sobre mafia dos falsos tem esse livro – Gomorrah: A Personal Journey into the Violent International Empire of Naples’ Organized Crime System, do jornalista Roberto Saviano.

        • #7
          Pat
          19.04.2016 - 22:13

          Menina não sabia que havia livro sobre isso! Obrigada pela dica, amo ler e vou procurar

          • #8
            Sandra Fernandes
            19.04.2016 - 23:10

            Tem filme do mesmo autor de livro
            Mas nao e documentario e filme mesmo.

  4. #9
    Cibele Porto
    19.04.2016 - 13:03

    Nossa Cony, que post importante!

    Eu sou mega chata com esses detalhes. Já comprei algumas bolsas falsas, não nego, mas acabei jogando fora porque eu ficava com vergonha. E na época eu nem sabia reconhecer uma verdadeira. heheeh

    Há mais de 10 anos atrás, minha madrasta comprou um réplica da LV em SP por RS4 mil. Ela usa até hoje, felizona!

  5. #10
    Soraia
    19.04.2016 - 13:11

    Até hoje não tive coragem de comprar bolsa de marca de segunda mão em brechós ou sites, nem mesmo dessas pessoas que alegam trazer de fora sabe? sei lá fico pensando, se um dia eu puder compro na loja porque pra ficar com a pulga atras da orelha melhor não.

  6. #11
    Adriana Selles Mariano Desotti
    19.04.2016 - 13:25

    Tenho uma LV (minha única grifada), que o zíper tb não corre suuuuuperbem, não…
    Ótimas dicas!

  7. #12
    Mônica
    19.04.2016 - 13:35

    o que mais vemos por aí são coisas falsificadas né!
    pq não comprar uma inspired?!!

    Cony faz um guia pra saber a autenticidade do óculos Ray Ban!!

    Adoro vc e seu blog!!!!!

  8. #13
    Luciana
    19.04.2016 - 14:06

    Eu sinceramente não ligo para bolsas grifadas não! Tenho 2 pq ganhei (1 Fendi e 1 Coach- Coach pode ser considerada grife? rsrs). Qdo fui ao Japão comprei uma LV de presente para minha irmã pois era o niver dela e meu marido perguntou se eu queria 1 tbm pq ele me dava. Eu não quis, preferi uma joia de valor equivalente. Eu gosto de bolsa de couro legítimo por causa da durabilidade. Não importa se é nacional ou importada. Quero beleza e qualidade.

  9. #14
    Nath
    19.04.2016 - 14:14

    Amei as dicas, apesar de por enquanto estar bem longe do meu budget qualquer dessas bolsas! hehe…

    E sobre o papo de blogueiras e bolsas fake é o que mais tem… Dizem que a Flávia Alessandra atriz tb só anda com bolsas fake! hahaha

  10. #15
    CYNTHIA
    19.04.2016 - 15:55

    Menina, dias desses vi no site Coquelux uma promo com Prada e YSL, fiquei super tentada a comprar, o preço estava mais de 50% a menos. Fiquei muito na dúvida, entrei em contato com o site que disse que apenas trabalha com produtos originais, mas minha Mãe falou que não arriscaria e por medo tb não arrisquei.
    Mais direto fico de olho nesses brechós e fiquei tentada diversas vezes, mais sempre com receio desisto.

    • #16
      Ana
      20.04.2016 - 07:00

      Tb vi a Prada na Coquelux e tava mais barato que comprando lá fora. Não confio nem a pau!!

  11. #17
    Pat
    19.04.2016 - 16:04

    Agora é de lascar hein, vc gasta uma fortuna em uma bolsa LV para eles te aconselharem a passar vela no fecho?! Pelo preço que cobram a bolsa teria que ter fecho automático movido a pensamento da dona!

    ô Cony… vc me deixou mega curiosa com as historinhas de bolsa falsa das socialites rsrsrsrs

    • #18
      Ana Miranda
      19.04.2016 - 20:48

      Hahahahaha eu tb, ia comentar aqui embaixo conta conta conta Cony!!!

      • #19
        Pat
        19.04.2016 - 22:11

        Kkkkk meus neurônios da curiosidade estão em ebulição no Mode On kkkkk já viu o comentário lá pra baixo de Hollywood??? Kkkk

  12. #20
    19.04.2016 - 16:20

    Já busquei esse tipo de informação outras vezes na internet para não comprar gato por lebre. Bom ter uma fonte de confiança mas devo dizer que esse “mercado negro” AAA pensa em tudo então nós que não somos suuuper acostumadas com o LUXO ainda podemos cair no conto do vigário.

  13. #21
    19.04.2016 - 17:54

    Achei muito útil! Eu mesma conheço mais de uma “socialite” que usa bolsa falsiane como se fosse a verdadeira!

    Enquanto não tenho realidades suficientes para uma bolsa grifada, fico com as da Arezzo e outras marcas nacionais que usam couro!

    Bjos

  14. #22
    Patricia
    19.04.2016 - 18:03

    Uma das minhas LVs tb tem o ziper meio capenga!!! E é original!! Já levei na loja, voltou um pouco melhor!! Inclusive qdo estive na loja tinha uma ‘dessas socialites’ surtando pq levou uma bolsa que havia ganho de presente de um namorado pra arrumar e descobriu lá que era falsa…. Eu terminava o namoro!!! kkkkkk Melhor dar uma lambrancinha do que uma bolsa falsa!!!

    • #23
      Gabriela
      19.04.2016 - 22:20

      Tenho uma conhecida que ganhou um LV roubada do namorado! isso sim é para terminar e fugir!!! (não foi o namorado que roubou, pelo menos, SÓ, comprou sabendo ser roubada…)

      • #24
        Constanza
        19.04.2016 - 22:37

        Tá sumiiiiiiidaaaaa

  15. #25
    Nath
    19.04.2016 - 18:58

    Aproveitando o gancho, estou tentada a comprar um relógio Michael Kors na Coquelux. Mas estou com taaanto medo de ser falso. Tem alguma referência? Sabe se eles venderiam falso?

  16. #26
    Alessandra
    19.04.2016 - 19:43

    Essa coisa de bolsa grifada (mais especificamente LV) me deixou mordida. Sempre li que os metais são super bem acabados, já li até que eram banhados em ouro. Tenho duas e uma está com o metal desbotado (de dourado pra cinza) e a outra, com o cadeado com aspecto de oxidação. As duas foram comparadas na mesma loja (Shopping Iguatemí) e são originais, mas decepcionante…

  17. #27
    Fabiana
    19.04.2016 - 19:54

    E sobre a autenticidade das bolsas da balenciaga???

  18. #28
    Jah
    19.04.2016 - 19:56

    Acho tão fútil pagar tão caro por uma bolsa original. Claro que deve compensar a criatividade do artista e tal, mas uma boa bolsa de couro, ou réplica (aiaiai) já alimenta meu status.

    • #29
      Constanza
      19.04.2016 - 20:11

      depende do bolso e do gosto de cada um ué! Eu já acho besteira comprar uma réplica…

    • #30
      Ana
      20.04.2016 - 07:03

      Pior que dar tanto valor a griffe de bolsa é comprar falso fia… pq vc quer o status da bolsa status mas não quer ou não pode pagar. Tosco.

      • #31
        Jah
        20.04.2016 - 13:42

        Como a Marina #45 mesmo disse: “Gente, vendo tantas histórias de falsificações AAA, vendidas até pela própria loja, vcs não chegam ao ponto de se perguntar até quando vale um produto grifado? Até que ponto algo é realmente falso, no caso de ser vendido pela própria loja? Já ouvi falar de falsificações tão bem feitas que nem a própria marca descobre, fora que elas são caríssimas mesmo assim (tem um post babadeiro daquela Blogueira Shame na época que prestava). Ou seja, pelo que estamos pagando mesmo? Nesses casos, não é qualidade, é ego.” E acrescento: pela quantidade de produto de marca, original, que já vem com defeito, principalmente zíper emperrados e fivelas que desbotam rapidamente, acho uma falta de respeito com o consumidor. Na verdade é um descaso da “top-empresa” por saber que, mesmo sem qualidade, o status falará mais alto.

  19. #32
    Michelle
    19.04.2016 - 20:08

    Eu tinha como sonho de consumo uma Prada, até que adquiri há uns 2 anos, para minha surpresa os metais dourados enferrujaram em alguns meses, bolsa original, comprada na Prada de Milão, primeira loja da marca. Levei na loja do Village Mall – RJ e trocaram as ferragens. Enfim, para mim não existe mais essa história de que bolsa de grife significa necessariamente qualidade, por isso penso bem no quanto estou disposta a pagar.

    Pois bem, exatamente pensando no valor é que fiquei super tentada quando vi uma Prada na Coquelux sendo vendida por 3.000,00, menos do que paguei em Milão, ha mais de 2 anos, com euro a 3 reais. Comprei pq, apesar da chateação com as ferragens, a garantia é eterna. Ainda não recebi, Mas agora estou muito desconfiada de que é falsa! Pelo valor, pela resposta ao e-Mail que enviei à Prada Client… Mas só conheci o coquelux por indicação sua, Cony! Comprei porque confio nas suas indicações de olhos fechados… Mas estou tensa! Vc não teria como descobrir isso para gente? É algo muito sério, porque envolve seu nome, e se for tudo falso é crime! Muito grave.
    Beijos!!!

    • #33
      Constanza
      19.04.2016 - 20:13

      Só esperando mesmo… eu mesma ja comprei várias coisas la (bolsas grifadas não) e veio tudo sempre ok. Se tivesse me perguntado antes, eu falaria pra não comprar. Acho estranho bolsa de grife com preço muito abaixo em qq lugar que não seja algo da própria marca, mesmo pq essas grifes nunca entram em promoção!! Sempre falei isso, bolsa cara e de grife, só na loja própria! Boa sorte!

      • #34
        Michelle
        19.04.2016 - 20:37

        Eu concordo, mas a indicação do site sempre foi de marcas top, grifes mesmo, então interpretei como uma garantia de originalidade. Afinal, se as bolsas da Prada vendidas no site são falsas, então tudo é! Como garantir a originalidade de relógios michael kors, óculos ray ban ou Illesteva, pandora, só porque são “nominalmente” mais baratos e das bolsas Prada não?! Eu tentarei reverter meu prejuízo, mas alerto vc do seu risco também, porque antes de comprar busquei “futilish Coquelux ” para me relembrar e vi vários posts… É seu nome que está em jogo, independentemente do meu caso, acho que vc deveria averiguar Tb. Só uma opinião. Beijos.

        • #35
          Constanza
          19.04.2016 - 21:04

          Claro que nao! Jamais falaria para comprar bolsas de grife em sites que não da própria marca… te garanto que em nenhum desses posts que vc viu eu indiquei comprar bolsas grifadas. Uma coisa é indicar por exemplo um ebay pra comprar roupa barata, esmalte, bijoux, outra coisa é a pessoa querer comprar um carro pq quem comprou algo barato se deu bem. Tem coisas que não dá pra se jogar tanto né? 😉

          • #36
            Michelle
            20.04.2016 - 01:46

            Sim, vc não indicou comprar bolsas grifadas, indicou “Tem que ficar de olho pois do “nada” pode surgir uma Kate Spade, Ralph Lauren, Versace, Cris Barros, DVF com precinhos inacreditáveis”… Para mim, falsificação é falsificação, seja do que for, e não gasto meu dinheiro com isso. Minha intenção não era lhe criticar, mas percebo pelo tom da resposta que foi interpretado assim, leio tanto vc que a considero uma amiga inconscientemente, apenas queria sua ajuda, até tinha pensado em mandar um email qnd vi o post sobre o mesmo assunto, pensei que vc iria ficar preocupada de ter indicado um site suspeito e iria querer comprovar, pq o seu nome está em jogo sim, e não falo só de reputacao, mas de responsabilidade também. Sou do meio jurídico e sei do que estou falando. Mas se vc acha que não tem problema algum, ok. Era só mesmo um pedido de ajuda, caso vc tivesse alguma informação mais precisa, por ter sido contratada da empresa.

          • #37
            Constanza
            20.04.2016 - 08:14

            Eu não sou contratada deles rs. Fiz publis anos atrás… Como falaram aí acima, bolsa grifada (estamos falando de Prada né? Não DVF, Ralph Lauren, Kate Spade que vc citou e que todas sabemos que tem outlet e eh possível achar mais barato) mais barato que na loja própria no local de origem, eh pra desconfiar mesmo. Como falei, eu não compraria e nem indicaria isso em nenhum tipo de site que não o da própria marca. Bjs

        • #38
          Katia
          19.04.2016 - 23:10

          Nossa, culpa da Cony? “Seu nome em jogo”? Se liga, moça.

          • #39
            Flavinha
            20.04.2016 - 10:29

            Hahaha uma pessoa agora vai ficar com o “nome em jogo” pq indica comprar no Ebay sendo que la tanto tem coisas boas quanto coisas falsificadas? Que povo doido!!! Oo

          • #40
            Érika
            20.04.2016 - 11:33

            Olha, gosto da Cony e do Futilish, mas a Michelle tá certa sim.
            Por isso o cuidado na hora do publi.

        • #41
          Ana
          20.04.2016 - 07:16

          Os óculos Illesteva já vi gente falando que era falso. Agora fia vc compra uma bolsa de griffe pela internet mais barato que na Itália e só depois vai tentar checar? E ainda vem aqui tentar botar a culpa na Cony? Eu compro muito na Coquelux (ou comprava, acho que eles tao falindo porque quase não aparece mais campanha nova) mas inocência e boa fé tem limite.

    • #42
      Fer
      20.04.2016 - 08:59

      Michelle,
      Não vou entrar no mérito da compra de itens de marca, pois nunca comprei coisas do gênero na Coquelux.
      Mas há anos comprei lá e me incomodei.
      Esqueci, deixei passar, esse ano comprei novamente. Mais uma incomodação. Comprei um aparelho de jantar que veio com MUITAS peças quebradas. Demoraram muito tempo para responder e-mail. Depois que responderam, levaram quase um mês pra buscar o produto na minha casa. E depois que buscaram foi mais um tempo pra autorizarem o reembolso.
      Já havia comprado outros aparelhos de jantar em outros sites, que chegaram corretamente. O erro da Coquelux começou no pouco cuidado com o item e, se completou com o serviço de péssima qualidade.
      Assim, te aconselho a sempre dar uma pesquisada no ReclameAqui.
      Eu infelizmente não pesquisei e me arrependi.

      Quanto a Cony, ela indicou há alguns anos. Pode ser que naquela época a empresa realmente fosse boa e, provavelmente ela deve ter feito parte das pessoas que fizeram boas compras e foram bem atendidas.
      Infelizmente não podemos responsabilizar terceiros pelo serviço deles.
      Já pensou se você indica algo que adorou, para uma amiga e, um tempo depois sua amiga segue a dica e se dá mal?
      Mas enfim, eu não indico a COQUELUX para ninguém, infelizmente.
      Mas lembre-se que como foi compra online, você tem direito a devolução (por lei, podes devolver em até 7 dias após a chegada do item). Talvez seja necessário que sejas insistente ou busque outros meios (como o ReclameAqui) para que eles te respondam. Te desejo mais sorte do que tive!

      • #43
        Analu
        20.04.2016 - 11:12

        A impressão que eu tenho é que a Coquelux mudou o propósito. Antes vc achava boas marcas nacionais tn. Agora só as griffes topzonas pra aquele público que gosta de ostentar marca, e fica tudo com cheiro de falsificado pelo preço. Já ouvi na fan page e no reclame aqui acusações sobre a falsidade dos produtos. Eu que não vou dar o benefício da dúvida, ainda mais com esses preços mais baratos até do que comprar lá fora.

      • #44
        MICHELLE
        20.04.2016 - 15:32

        Oi, Fer! Obrigada pelas suas dicas. Eu fiz várias pesquisas antes de comprar, vi indicações em vários blogs e no Reclame Aqui só constava uma reclamação de suposta falsificação, mas se tratava de uma campanha de bolsas usadas e a pessoa achava que a LV que comprou era falsa, eles garantiram que não era, mas receberam de volta e devolveram o dinheiro, a pessoa informou que compraria novamente. Por isso fiquei mais segura de comprar, mas para minha surpresa, da data da compra até hoje, aumentaram muito as reclamações no reclame aqui. Enfim, vou tentar cancelar a compra ou devolver, como vc disse.

        Quanto à Cony, eu pessoalmente não a responsabilizaria, pois a “conheço” há anos (me acho íntima!) e não atribuiria qualquer má-fé na indicação. Mas vejo as mais variadas ações judiciais no meu dia a dia, processar a gente processa quem quiser, ganhar a ação são outros quinhentos (e olhe que tb tem Juiz para tudo!) e até lá a dor de cabeça é grande… A indicação de um blog não é sujeita às mesma leis de uma simples indicação a uma amiga, estando inclusive sujeita ao Código do Consumidor, a Cony deve saber disso com certeza. Foi só um conselho mesmo, se eu fosse blogueira e descobrisse crimes envolvendo algo que indiquei (publicidade ou não), eu iria atrás de averiguar e, se for o caso, excluir tais posts. Mas eu sou assim, não corro riscos, cada um sabe de si. 😉

        Mais uma vez, obrigada pelas dicas. Quanto às demais que responderam, não perco meu tempo com pessoas ignorantes que sequer conseguem interpretar um texto.

        Beijos!!!

        • #45
          Constanza
          20.04.2016 - 17:51

          Michelle, nao posso excluir os posts pois foi um serviço pago. Não é certo. E tem mais, imagina se eu for excluir tudo, o que por exemplo, faz uso de trabalho escravo que é um crime pior ainda??? Não tem como ser tao politicamente correta assim hoje em dia, tudo tem algo de errado, de poder. Infelizmente, vai da índole, do bom senso e da ¨maldade¨ de quem lê. bis

        • #46
          Mariana
          05.12.2016 - 09:00

          E ai Michele
          Recebeu a bolsa? Era original ou fake???

  20. #47
    Cassiana
    19.04.2016 - 20:37

    Coni, conheco uma famosa de Hollywood com milhoes e milhoes que a maioria das bolsas sao falsas( Chanel, Vuitton, Celine, Hermes) ela tem verdadeiras mas soh quando ela gosta muito e sao poucas. Comparando uma Chanel verdadeira e uma falsa nao tem como dizer mesmo. Ela falou que eh comum em Hollywood, eh como traficantes tem os que fornecem qualquer um e tem os VIPs.

    • #48
      Pat
      19.04.2016 - 22:10

      AAFFFG aí ó vc me torturando tb com babados da classe A, aliás esse é mais top ainda pois é de Hollywood!! Conta o nome do Santo faz favor!! rsrsrsrs

      • #49
        Cassiana
        20.04.2016 - 03:06

        Nao posso Pat. Sao amigosdo marido e tbem envolve trabalho. Tem uma frase que usam muito em ingles “fell off the back of a truck” que eh sobre comprar mercadoria roubada e tem pessoas que usam tbem p mercadoria falsa de boa qualidade pq envolve roubo de materia prima.

  21. #50
    Ludmila
    19.04.2016 - 21:14

    Super útil estas informações sobre a autenticidade das bolsas,parabéns!!!

  22. #51
    Marina
    19.04.2016 - 22:11

    Gente, vendo tantas histórias de falsificações AAA, vendidas até pela própria loja, vcs não chegam ao ponto de se perguntar até quando vale um produto grifado? Até que ponto algo é realmente falso, no caso de ser vendido pela própria loja? Já ouvi falar de falsificações tão bem feitas que nem a própria marca descobre, fora que elas são caríssimas mesmo assim (tem um post babadeiro daquela Blogueira Shame na época que prestava). Ou seja, pelo que estamos pagando mesmo? Nesses casos, não é qualidade, é ego.

  23. #52
    Nathália
    19.04.2016 - 22:23

    Tenho uma Speedy Bandoulière e ó, decepcionante. Comprei na LV do Cidade Jardim. Com 2 anos de uso o cadeado está muito oxidado, horrível! O couro da alça de mão está se desfazendo e os fechos “agarram”. Tava pra comprar uma Neverfull, acabei optando por uma Gucci. Espero q seja melhor.
    P.S.: ainda amo a Speedy mesmo assim, super prática. Hahaha
    P.S.2: Vi essa promoção no Coquelux e desconfiei. Tava barata demais. Não tive coragem.

  24. #53
    Sandra Fernandes
    19.04.2016 - 23:19

    Eu tenho uma teoria com estas replicas AAA, eu tenho certeza que algumas dessas replicas , perfeitas sao os proprios funcionarios da marca que desviam algumas e vendem. Tem tb as que sao fabricadas na China e India, porque algumas marcas usam o trabalho dos indianos e chinezinhos por conta da mao de obra. Bom os chinezinhos e os indianos tem o material, eles fabricam e vendem. Nao e totalmente fake porque foi feita com material desviado da marca.

  25. #54
    Sandra Fernandes
    19.04.2016 - 23:26

    Tem muito video no Youtube com este tipo de informacao.

    Com comparacao entre a fake e a verdadeira.

  26. #55
    Naira
    20.04.2016 - 09:35

    Acho que, ou estou amadurecendo demais, ou ficando chata mesmo.

    Qual é a diferença entre comprar uma bolsa falsificada (sabendo q esta é falsificada), e comprar um celular roubado no camelô?

    Para mim, nenhuma! Estaria custeando uma indústria criminosa da mesma forma. Depreciando o trabalho das pessoas, a marca, a confiança, tudo! Isso é muito errado!

    Repensem o “preço” (em diversas denominações, não só a financeira) do status que querem sustentar. Criminoso não é só aquele cara de que te assalta na rua. Pode ser você mesma! Alimentando o mercado negro pela sua própria vaidade.

    Se não tem grana ou vontade de comprar uma original, usar uma inspired é muito mais digno, e a sua consciência agradecerá.

    • #56
      Camila Arcanjo
      20.04.2016 - 12:14

      Concordo com vc, Inpired é muito mais digno… É o mesmo que dizer não tenho / não quero gastar o dinheiro, mas curto estar na moda… e pelo menos vc não está enganando ninguém.

      Aí fico pensando na quantidade de Influencers que tem por ai vendendo a imagem de uma bolsa, o status e tal.. e usam fakes / traficadas / roubadas… Qual a credibilidade que elas tem?

    • #57
      Nathi
      28.04.2016 - 12:27

      Naira,
      Concordo com vc que comprar item no camelô é custear uma indústria criminosa. Mas comprar em lojas que usam trabalho escravo tbm infelizmente não muda muito.
      Além do mais, acredito que as grifes mais falsificadas “ganham” com isso, pois quando mais falsificado um produto, mas status ele tem, o que faz as pessoas que podem comprar ir atrás do original, é uma propaganda indireta.

      A esposa do lindo Colin Firth, tem uma consultoria sobre a sustentabilidade dos produtos fashions, que fala não apenas do material, mas do serviço empregado. Inclusive tem um documentário que esta no Netflis sobre isso: “The True Cost – Who pays the price for our clothing?”

  27. #58
    Juliana de Paula
    20.04.2016 - 10:27

    Eu me contento com as da Schutz que são lindas (e caras também). Se eu tivesse grana seria uma Chanelzinha clássica e deu pra conta.

  28. #59
    Ana Claudia
    20.04.2016 - 11:00

    Quero é saber dos babados das “socialites” que usam bolsas AAA. Conta Cony!! Precisa dizer o santo não, basta falar a historia!!!hihihihi

  29. #60
    Rê Moraes
    20.04.2016 - 14:17

    Como eu não tenho grana pra uma grifada de verdade..vou nas inspired de couro legitimo das lojas tradicionais. Não adianta a gente querer ser o que não é..fica pior. Como minha mãe sempre me disse: todo mundo sabe que vc é pobre, então nem que a bolsa fosse original todo mundo ia achar que é falsa! rsrsrsrs

    bjs

    • #61
      Constanza
      20.04.2016 - 17:53

      kkkkkkkk

  30. #62
    Loire
    20.04.2016 - 19:24

    Essas bolsas da LV são de muito mau gosto, coisa mais horrorosa essa estampa, Deus do céu…

  31. #63
    Monique
    21.04.2016 - 09:31

    Anos atrás na primeira vez que fui a NY, voltei na bagagem com réplicas de uma bolsa Prada, uma pasta LV e lenços Chanel, pq não tinha dinheiro pra comprar original. Como ainda não vendia no Brasil, as pessoas achavam que eram verdadeiras. Um dia saí com a minha Prada fake para encontrar com uma amiga que usava o modelo original: vcs não podem avaliar meu constrangimento! Me desfiz das réplicas e comprei uma Victor Hugo. Desde então prefiro comprar inspired a fake; ou junto dinheiro pra comprar a original, sempre nas lojas da marca. Já estive várias vezes tentada a comprar nesses sites, mas nunca o fiz, pq como falaram acima, há de se desconfiar de preços tão “tentadores”.

  32. #64
    Nathi
    28.04.2016 - 12:16

    Tenho um conhecido que trabalha em um desses shoppinho de camelô na av. paulista e já viu aquela ex-bbb loira famosa (só para não citar o nome, mas é a ex do ator muso) comprando bolsa AAA. Inclusive a chinesinha tem replica da Prada que custa mais de 1000 realidades, que ela diz ser couro italiano, o que eu não duvido.

    Adoro bolsa de couro pela qualidade e porque dura muito, se fosse um modelo normal e não uma replica até compraria.

    Como disse a Marina, não o pior não é pagar caro pela qualidade, é pagar caro apenas para alimentar o ego de ter uma bolsa de grife que não presta.

  33. #65
    Mariana
    29.04.2016 - 15:35

    Olá cony,
    Apesar de nunca comentar, sou uma leitora assídua… Hoje acompanhando mais ainda pelo snapchat.
    Bom, Tempo atrás, um mês talvez, você deu a dica dos óculos illesteva que estava vendendo no site coquelux, nunca tinha feito compras nele, mas por confiar e achar que você tem credibilidade para indicar, comprei um óculos.
    Cheguei essa semana de viagem e a caixa me esperava em casa, e quando abri a surpresa: embalagem, caixa, e óculos com qualidade completamente inferiores ao produto original, que tenho alguns modelos, todos comprados direto na marca e pude comparar e ver a drástica diferença.
    Estou realmente muito chateada, me sentindo enganada, até porque mesmo sendo um valor abaixo do mercado, acreditava ser um desconto e não foi barato.

    Só queria deixar claro que não acho que seja sua culpa ou qualquer coisa do tipo, mas como deu a dica, e disse que comprou um modelo, gostaria de saber o que você achou do seu, se acha que é original e porque eles estariam vendendo as peças como originais se não são.
    Fiquei meio perdida no que fazer para resolver, mandei um e-mail pra coquelux e estou aguardando a resposta.
    Espero que tudo se resolva.
    Se puder ajudar, agradeço

    Beijos Mariana

    • #66
      Constanza
      29.04.2016 - 19:59

      Entao, eu nao tenho nenhum original para comparar. Achei o meu bom, até ja usei mas sinceramente não sei se é falso ou nao…

  34. #67
    Sandra Fernandes
    29.04.2016 - 19:08

    Eu penso que estas lojas que aluguam bolsas grifadas de alto luxo nao alugam bolsas originais acho que e tudo fake AAA, imagine que eles comprem uma Birkin, Chanel de ate sessenta e ate setenta mil reais pra alugar pra qualquer pessoa que pode estragar, sujar , trocar, sumir.Claro que deve ter regras pra isso, mas nao acredito, as bolsas sao muito caras pra pouco retorno com os alugueis.

  35. #68
    Joao Luiz
    19.05.2016 - 19:45

    O site coquelux vende produtos verdadeiros ou falso?

  36. #69
    13.06.2016 - 12:08

    Cony, está rolando uma campanha com trench coat da burberry na coquelux, vc acha que é confiável comprar?

  37. #70
    Uilma Santos
    28.07.2016 - 13:26

    Parabéns pelo post. Muito útil. Tenho uma dúvida que acho daria outro post nesta tema.
    Seguintes: As bolsas de marca vendidas nas lojas ISA, ISSI e HANNAH em Hong Kong sai falsas ou. verdadeiras?
    Estas lojas estão localizadas em grandes shoppings as vezes lado a lado com a lojas oficial e vendem mais barato.

  38. #71
    Ana
    02.09.2016 - 14:55

    Comprei no Coquelux uma Prada como original mas não é! É cópia bem feita. Paguei 3 mil reais

  39. #72
    Estela
    11.11.2016 - 09:17

    A coquelux agora entrou com uma promo da Chanel. Contatei a marca e disseram aquilo que eu já imaginava:que somente os canais oficiais da loja são autorizados a vender seus produtos. Como pode um site com essa reputaçao estar vendendo falsificações? Nunca comprei porque quando a esmola é grande desconfio do santo… Mas já comprei muito neste site tempos atrás roupas e eram originais (kate spade, por ex). O site foi vendido ou algo assim? Jogaram a reputacao no lixo, virou um site de produtos falsificados?

  40. #73
    LUCY
    01.12.2016 - 20:54

    Uma amiga me indicou a Coquelux, comprei 2 bolsas da Gucci na última campanha. Não paguei nada barato, uma delas foi R$1.500,00 e a outra R$3.500,00.

    Elas chegaram essa semana e tenho certeza que são falsificadas. Eu pesquisei no reclame aqui na época de comprar, mas não vi nada dizendo que eram falsas.

    Agora fui pesquisar e vi algumas reclamações. Estou completamente decepcionada. Pedi o estorno das compras, espero ter o meu dinheiro de volta.Não recomendo o site para ninguém.

    • #74
      13.02.2017 - 14:14

      Você levou em alguma loja para confirmar que é falsa???? Ainda com o certificado que eles enviam? bjos

  41. #75
    Isa
    11.02.2017 - 22:05

    As bolsas de marcas famosas internacionais vendidas no E-bay são falsas??? São muito baratas, origem EUA e possuem as descrições ditas neste site para as originais!! Por isso, fico na dúvida! Os preços lá são ótimos tb! Tudo falso ??

  42. #77
    Ana Paula
    18.02.2017 - 03:34

    Então…Sobre o Coquelux…Tenho sérias dúvidas sovre eles depois que comecei a ver bolsas Saint Laurent baratíssimas e fiquei com a pulga atrás da orelha sobre a originalidade dos ray ban que eles vendem. Sobre as bolsas:sempre tive certeza que eram fake e hoje estava vendo uma Campanha da Dior que me deixou tentada a comprar -um diorific lindo:dourado com lentes cor de vinho por R$1000,00 a menos que o original. É pra desconfiar.
    Não seria melhor vender um original com um descontinho ? Seri bem mais honesto.
    E qto ao Coquelux …depois de entender que eles NÃO DESMENTEM que vendem peças FAKE, que SEGURANÇA temos??? E com certeza esses Illesteva que eles vendem são fakes. Já os Rayban eu quero acreditar que são originais pois vi numa Ótica Carol, umm modelo com preço não tão distante do que a Coquelux pratica.

  43. #78
    fer
    07.03.2017 - 15:43

    Comprei uma LV de segunda mão mas achei estranho que o dourado ficou em alguns pontos prateados.
    Assim como vc comentou dos ziperes que deveriam deslizar e o seu não desliza muito bem, desmentindo assim essa perfeição toda da LV, li no reclame aqui de uma mulher que comprou na loja de Brasilia uma bolsa e o fecho escureceu e descascou…No meu caso, a bolsa que comprei é perfeita, sou chara com detalhes, mas o unico problema foram as ferragens que em alguns pontos pratearam.
    A minha duvida é: será que comprei fake sem saber ou realmente pode ser uma original, mesmo com o dourado não ter tido aquele banho todo de ouro que afirmam…. O que acham meninas (ponto de interrogação)

  44. #79
    Lily
    26.05.2017 - 13:45

    Oi meninas, o que acontece com a Coquelux é que, alguns anos atrás, este site pertencia à empresa Venda Exclusiva S.A., porém ela foi vendida para a atual empresa Grifes Brasil Comercio de Roupas e Acessorios – Eireli, e é esta última empresa que vende produtos falsificados como se fossem verdadeiros, além da Coquelux, eles tem uma outra loja virtual chamada Chic outlet. Enfim, A Coquelux já foi confiável, hoje em dia, não mais.

Comente