22
Mar 2016
O Inverno da Moda Mineira
Fashion News

Vocês sabem o tanto que sou entusiasta da moda mineira e não é a tôa. Temos a moda festa MAIS LINDA DO MUNDO. Quem é Zuhair Murar, Ellie Saab ou Marchesa hahahaha. Mas sério mesmo, aqui em Minas temos uma moda muito linda e que tem algo muito importante: QUALIDADE. Sabe moda, roupa, descartável? Mal feita? Torta? Pois é, aqui não existe isso.

Hoje vou mostrar o Inverno 2016 de duas marcas que gosto muito: Fátima Scofield e M. Rodarte!

Primeiro vamos com Fátima Scofield: modelagem limpa, estampas grandes, recortes assimétricos. Os tecidos são crepe, georgette, cetim e seda. A modelagem é IMPECÁVEL.

fatimas fatimas1 fatimas2 fatimas3 fatimas4

E veste bem que é uma maravilha! Usei um vestido deles no último SPFW.

conyfatima

Lindo né?

Agora vamos falar de M. Rodarte?

Essa eu amo de paixão… pela história, por ser de gente tão do bem que dá vontade de ter perto sempre, e sempre que vejo algum vestido da M. Rodarte, sinto toda essa energia maravilhosa que a Marina coloca em seu trabalho.

A coleção de inverno de 2016 está inspirada sabe em quem? Na minha musa Iris Apfel!!! Lembram do post que fiz sobre ela? Pois então, a M. Rodarte lançou a coleção Entre Aspas, que entre bordados e texturas, recria o universo de Iris. Tem muito flamingo, que remete a Ave Rara da Moda, apelido de Iris Apfel. Os tecidos escolhidos são cetim, jacquard, organza, rendas e telas bordadas.

mrodarte1 mrodarte2 mrodarte3 mrodarte4 mrodarte5 mrodarte6 mrodarte7 mrodarte8 mrodarte9 mrodarte10 mrodarte11 mrodarte12 mrodarte13 mrodarte14 mrodarte15 mrodarte16 mrodarte17 mrodarte18 mrodarte19

Certeza que Iris aprova!

  • Lindas as duas coleções né? Tô falando… moda mineira é de primeiríssima qualidade!
22
Mar 2016
Fala Que Eu Te Escuto – Roupa de Sair x Roupa de Trabalhar
Fala que eu te escuto!

Achei super interessante e pertinente a dúvida da Priscilla. Leiam o mail que ela me enviou:

¨Oi Cony tudo bem?

Sou leitora assídua do seu blog, nem sempre comento, mas estou sempre acompanhando, adoro os posts e sempre aproveito as dicas. Dizer que seu blog é ótimo seria chover no molhado. rsrs Hoje você é uma das poucas, senão a única, blogueiras que mostram uma moda real, que podemos comprar.

Bom vamos ao que interessa, ultimamente tenho tido alguma dificuldades com meu guarda-roupas, explico: eu nasci e fui criada em uma família mais humilde, então tínhamos “roupa de usar no dia a dia” e “roupa de sair”. Sempre tive este conceito e tratei minhas roupas desta forma, as mais novas e mais bonitas usava para sair e outras mais simples/sérias/que já tinha usado muito para sair viravam roupa de trabalho, só que de uns tempos para cá tenho tido muito dificuldade em manter essa “regra”, acabo usando as tais roupas de sair no trabalho, pois quero estar mais bonita também no dia a dia, e aí na hora de sair no fim de semana fico mal por estar sempre com as mesmas roupas. Eu tenho um estilo muito básico, jeans blusinha e sapatilha, ou tênis, onde trabalho não tem um dress code definido, não é social nem tão descontraído como alguns lugares, então acaba que a maioria das minhas roupas atende bem. É claro que tenho alguns shorts e vestidos que não uso no trabalho, mas no geral é tudo a mesma coisa. Poderia me dar algumas dicas? faz sentido essa coisa de ter roupas para cada situação? ou posso usar e abusar das minhas roupinhas seja para sair ou para trabalhar? Não fica feio no fim de semana com o mesmo look do trabalho?

Me dê uma luz, um flash fashion. Desde já agradeço muito!! Beijos¨

Menina, também fui criada com a tal roupa de sair e roupa de ficar em casa/estudar/trabalhar. Até hoje, quando chego em casa e minha mãe está por aqui, ela manda eu tirar a roupa de ¨sair¨ pra não estragar hahahaha.

E vou te contar uma coisa: acho super válido ter roupa de sair e roupa de trabalhar, pelos mesmos motivos que você listou. Ah, que chato sair no final de semana com a roupa que trabalhou na quarta feira né? É bom deixar as peças mais decotadas, mais estampadas, com transparências, ou roupas curtas, apenas para sair e as mais básicas e sérias para trabalhar mesmo… MAS se isso não for possível, se não tiver um monte de roupa que você consiga separar por ocasião, dá para mudar a cara da roupa de trabalho para um look de sair com alguns itens bem fáceis: acessórios, sapatos e algumas peças chave.

Montei 4 exemplos com roupas que geralmente usamos para trabalhar e as transformei em looks de saída. Vejamos:

 

trabalhar1 trabalhar2

Um vestidinho florido ganha ares de rua se colocar um salto e caprichar nos acessórios! Mudar a bolsa para um clutch é uma baita dica para deixar qualquer look com cara de saída.

trabalhar3 trabalhar4

 

Jeans e camiseta ficam DIVOS com um maxi colar e scarpin colorido. Pode ser vermelho, laranja, verde, azul… qualquer cor bem vibrante. E novamente, uma clutch!

trabalhar5 trabalho6

 

A calça preta de alfaiataira é a mais curinga de todas as peças de um guarda roupa feminino. Ela junto com a camisa branca fazem miséeeerias! Você pode trabalhar a semana inteira com a calça e no findi usar com um top recortado ou um cropeed, brincos bem lindos e chamativos e uma sandália zekzy. A bolsa? Clutch.

trabalhar7 trabalho9

Aí a camisa branca. Também pode trabalhar com ela direto mas quando apontar a sexta feira… Amiga, abre um botão a mais, deixa a lingerie de rendinha aparecendo um pouco (ou muito, depende do seu grau de sensualidade) e capricha no salto.

 

Repararam que só itens básicos?

  • Vestido

 

  • Calça jeans

 

  • Camiseta de malha

 

  • Calça de alfaiataria preta

 

  • Saia preta

 

  • Camisa branca

 

Com essas peças você trabalha e se diverte lindamente! Invista em acessórios e clutches. Na lista de peças básicas e versáteis, adicionaria uma calça jeans flare, uma b, uma regatinha de seda preta, uma camisa jeans.

  • Se puder ter a roupa de trabalhar e a roupa de sair, tenha. Mas se isso não for possível, brinque com acessórios, sapatos e bolsas! Ah, e claro, um bom make e um cabelo diferente do dia a dia também mudam MUITO a cara do look!