13
Mar 2016
Mi Casa, su casa – Nosso Cantinho-inho-inho
Mi Casa Su Casa

bowa Fufu?

Acho digno que estejam, porque olha, vai ter surra de post hoje. Pega uma trena e #vemkotio !

Mas vamos falar de coisa sofrida, coisa apertada, coisa desnecessária.

casinha

Vivemos em um mundo em que não é mais possível – pelo menos para a maior parte da humanidade- vivermos em imensos castelos ou casarões. Imagine guardar aquela armação de vestido de ” E o vento levou…”

O mundo globalizado pede: Praticidade, rapidez na locomoção e o máximo de facilidades logo ao abrir a porta do elevador.

Aí todo mundo prefere morar no centro, pertinho do trabalho. Só que no centro das cidades, não tem mais tantos terrenos disponíveis. E o que acontece? Qualquer tripa de terra, que não serviria pra estacionar um bode, vira um mega empreendimento com 22 andares e a “oportunidade” de se viver em um “studio”  na região central, com excelente vista e toda a infra estrutura necessária para o seu conforto.

cabra-usando-roupa-SouVegetariano

E para desespero dos filósofos, o capitalismo – provavelmente – vai continuar na moda um bom tempo e então essa tripa de terreno vai ter que comportar o máximo de humanos empilhados possível, então porque fazer um belo studio se podemos ter quatro por andar?

Studio, pra quem está se perguntando, é a trend word do momento pro antigo loft – que de um antigo e imenso galpão comercial na região menos interessante de Nova Iorque encolheu até virar um (recém construído) quadrado com banheiro e teto bem alto. O Studio tão oferecido ultimamente, que tem o teto baixo, nada mais é do que uma kitinete virgem… com o preço do casarão.

Me lembro que em Joinville moramos em um apartamento que o banheiro social era tão pequeno que papys dizia que se fosse fazer número 1, entrava de frente, mas se fosse número 2 já tinha que entrar de costas, porque não era possível girar lá dentro.

Esse tema foi motivado por uma Fufu que perguntou nos comentários sobre um empreendimento que ela pretendia adquirir, mas que ela se incomodava muito com o fato da cozinha e a lavanderia serem integradas.

Acabamos trocando alguns e-mails e ela me fez lembrar de um estudo que eu li – e graças ao Skype eu achei a matéria do O GLOBO pra quem quiser ver.

O fato é que sim, as famílias encolheram, temos filhos “melhor programados” e, consequentemente mais tarde, porém a análise do imóvel de dois dormitórios não deixa dúvidas: Dos 100m2 que desfrutávamos em 1970 hoje nos restou 58m2. E esse restou é culpa do povo. Aceitar viver em um espaço tão reduzido foi um comportamento nosso. se não consumirmos, os construtores não fariam essas células de sobrevivência.

Esta semana recebi três plantas de diferentes edifícios pra desenvolver mobiliário, onde a cozinha é praticamente nula.

Será que vale mesmo a pena economizar distância (e tempo) pra viver enlatado? Claro que, os imóveis muitas vezes são comprados em planta. E este é outro câncer imobiliário que precisamos combater. Grandes investidores costumam ter um ” modelo” em escala real pros compradores conhecerem. Mas isso é uma pratica “menos incomum” em grandes cidades. Mas porque esse modelo é tão desagradável pra quem constrói? Porque o potencial comprador vê o tamanho da cagada que tá fazendo. Ver isso aqui:

planta

Não é o mesmo que entrar num lugar como esse:

Vidro

Tenho visto verdadeiras atrocidades contra o conforto. Visitei uma obra recentemente, fiz até uns snaps, mostrando a vista lindíssima do apto no 17º andar do prédio. Mas aquele imóvel, oferecido para uma família de três ou quatro humanos, comumente não é habitado mais do que um casal. Mas assim, nem dois humanos e um calopsita seriam confortavelmente acomodados ali .

clubedascalopsitas44-2

A pergunta da Fufu, era sobre a integração da Lavanderia e da cozinha… Quanto a isso, eu só posso ver pelo lado positivo, atualmente temos a opção centrifugar os talheres e deixar a roupa de molho no microondas. Não porque é prático, é porque escorredor de louças e balde simplesmente não cabem dentro de um apartamento.

O propósito de falar dos micro imóveis é conscientizar quem não conhece desenho técnico, a visitar a obra. Mesmo que você tenha comprado no início da construção, corre lá. Surgem colunas e outras coisas absurdas em apartamentos. Mas se você aproveitou pra adquirir um imóvel em planta, peça pro corretor te levar em um parecido, ou até desenhar no chão. O melhor amigo de quem decora ou constrói é a trena, e logo depois é a fita crepe.

Marca no chão o tamanho da cozinha, marca no chão o tamanho do quarto. aí você consegue imaginar a pia, o fogão e a geladeira efetivamente no local.

vazio

Uma cliente chegou com a planta do apartamento que ela estava negociando, pra fazer uma prévia do projeto da cozinha, pois ela não gostou do decorado, e gostaria de ter uma ideia de quanto ela gastaria para fazer os móveis. Isso sim, é uma ótima forma de se ter um estudo de móveis. Se for um local onde você irá morar pelo menos 5 anos, vale a pena pedir uma consultoria de um profissional, seja arquiteto ou designer.

As vezes a visão do profissional é menos ortodoxa que a sua, e gastando a mesma quantia nos móveis você tem uma decoração mais funcional e atraente.

O programa minha casa minha vida por exemplo, ajudou muita gente a ter a casa própria e pelo que eu notei, todas as construções tem o mesmo formato:

Sala de estar e jantar integradas com a cozinha, e ao lado um corredorzinho com o banheiro no meio e um quarto pra cada lado.

 

50m2

Pessoas que nunca se defrontaram com um desenho, olham a planta e identificam tudo que elas querem.

um banheiro, 2 quartos… a cozinha tem pia, geladeira, fogão e até uma mesa. E isso aparece às vezes em plantas que chamamos de “humanizadas” que são coloridinhas e mais fáceis de entender, como essa:

plantas-de-casas-2-quartos-235407_235407

Mas aí entram as artimanhas de alguns “vendedores” que podem ser o investidor que construiu, ou o profissional de engenharia / arquitetura ou o corretor de imóveis que não explica que o desenho não é realista. na primeira planta, aquela mesa não permite que ninguém abra a geladeira, ou que alguém use a pia.

Na sala, um sofá de 3 lugares precisa ter – pelo menos 2,60m…. Uma mesa retangular pra 6 pessoas, tem 1,80m os espaços pra uso das cadeiras da ponta – sofridos tem que ser 0,70m então nun cálculo rápido, sabemos que :

260+180+140 = 5,80 mas a medida escrita ao lado é 5,10m. Não vai caber sofá de três, não vai caber mesa pra 6 e com toda certeza do mundo não vai sobrar aquele espaço do ladinho do sofá pra colocar uma samambaia exibida na janela. Nem uma avenca pra monitorar o relacionamento. E nesse aperto, vamos sacrificando qualidade de vida, chamando o dedinho do pé de descobridor de móveis e reclamando que as coisas não são como antigamente.

A segunda planta ali em cima é um pouco mais safadinha. Ela indica medidas mas veja bem: o banheiro tem 1,00×2,00 agora assim, de cara eu digo, pelas normas de ergonomia:

Box: 80cm

Largura pro vaso sanitário: 80cm

Sobra 40cm pra uma pia? você deve ter uma régua em algum lugar aí perto de você, dá uma olhada e conta pra mim: dá de cuspir a pasta de dente em 40cm?

Mas aproveita que vc está com a regua na mão, porque se o BWC tem 1,00m de largura e um cagadô com caixa acoplada tem 65cm de profundidade, entre o vaso e a parede sobra 35cm

TRIN-TA e CIN-CO centímetros pra você relaxar seus joelhos e abrir a passagem do seu loló para que as suas necessidades fisiológicas possam partir.

Os quartos até que estão desenhados com uma boa proporção, mas vamos olhar pra sala agora… Olha a cadeira e o sofá de 2 lugares? Já viu uma cadeira maior que um sofá?

Eu já tô começando a fervilhar de raiva, o que é normal quando eu analiso estes desenhos.

Tive um cliente, que no desenho da planta da casa dele, tinha uma sala de jantar com uma mesa quadrada de 8 lugares, ao lado da escada, num pé direito duplo, uma casa que custou alguns bons milhões.

Sabe o que coube na vida real?

duas-poltronas-marrons-clássicas-com-mesa-de-centro-14960890

Exatamente, duas cadeiras e uma mesinha de apoio.

O post de hoje é pra quem ainda não comprou, verificar o tamanho das coisas, e não acreditar no desenho.

Pra quem comprou – correr desenhar no chão, ou visitar a obra.

Não quero vocês tendo que ler o Futilish no celular porque não coube o notebook no banheiro.

MAndem mais dúvidas pro Tem Jeito Decor no email e deixem seus comentários, dicas e sugestões aqui.

Agradeço o amor de vcs no Instagram e no SnapChat, adoro quando vocês falam comigo =*

Eu estou lá sempre reclamando e a Cony embelezando nossas vidas. Somos @Futilish e @tiolelofoz em ambas as redes.

assilelo-1

As fotos utilizadas nos posts são coletadas na internet, e só apareceram aqui porque eu gostei, então, parabéns pra você que fez. Respeito muito seu trabalho e os créditos são seus. Se te incomodar a divulgação aqui, mande um email e eu substituo. BêXos.