Lifestyle
Dicas de Viagem
07 dez 2015, 69 comentários

Meu Primeiro Cruzeiro – Royal Caribbean

Sabe quando a gente sai de férias da escola e na volta a professora pede para fazer uma redação contando como foi? Então, convido vocês a lerem a minha redação sobre o meu primeiro cruzeiro na Royal Caribbean! E outra, já aprendi que para fazer post sobre viagem, tem que ser logo em seguida, caso contrário acabo esquecendo dos detalhes…

Bom, tudo começou quando meu namorado me pediu para acompanhá-lo aos USA, Orlando especificamente, aproveitar a Black Friday in loco e eu que amo uma viagem, topei. Porém, eu não queria ficar todos os dias em Orlando. Nada contra a cidade, gosto muito de lá, mas como já morei na Flórida, perdi a conta de quantas vezes fui aos parques… queria algo diferente esta vez! Pensamos em ir para o norte do estado, para Destin, uma praia paradisíaca, mas estaria muito frio. Pensamos ir para New Orleans (morro de vontade!) mas era muito longe… Pensamos ir para NY, mas se uma viagem pros USA com o dólar alto do jeito que está é suicida, ir para NY é mais suicida ainda. O que fazer? Se ficássemos em Orlando iriámos gastar muito, afinal aqueles outlets são tentadores e ficando direto na cidade, seria inevitável ir várias vezes às compras. Daí pensamos e pensamos… porque não fazer um cruzeiro para as Bahamas? É barato, all inclusive, não teríamos lojas nos tentando a comprar e seria algo diferente! Pronto, fechamos o pacote com a Royal Caribbean.

Escolhemos um cruzeiro curto, de 4 noites, saindo de Port Canaveral, com paradas em Coco Cay (uma ilha particular da Royal Caribbean), Nassau nas Bahamas e um dia todo no mar.

Vou confessar uma coisa… fui preparada para o pior. Sim, o pior. Perguntei para algumas pessoas como era um cruzeiro e não tive boas resenhas. Mas eu e o Rafa combinamos de fazer o ¨nosso¨ cruzeiro, nos divertir e descansar, independente de como fosse.

Bom, chegamos em Porto Canaveral por volta de 13h e o cruzeiro sairia as 16h. O embarque é simples, tudo meio na base da confiança na hora de ¨despachar¨ as malas. Veio um senhorzinho, colocou um papel com o número da nossa cabine e pronto, não pesa nem nada. Tipo, as malas ficam no porto mesmo e você entra para a ¨imigração¨. Nas instruções do cruzeiro está avisado que não pode levar ferro de passar roupa, chapinha de cabelo, secador, para evitar incêndios mas ó… levei babyliss na mala e ninguém falou nada. Mas na volta, no desembarque, vi uma mesa cheia desses tipos de produtos para as pessoas pegarem de volta o que tinha sido confiscado, ou seja, não pode mesmo, o meu que passou sem querer.

Passamos pelo raio X, depois prenchemos uns papéis com informações pessoais e um cadastro do cartão de crédito para a emissão do Sea Pass. O Sea Pass é um cartão que todo passageiro recebe e tem que andar com ele o tempo todo. A cada embarque e desembarque, tem que mostrar o cartão. Tem seu nome, seu deck e seu número de identificação. Nesse Sea Pass eles cadastram o cartão de crédito que você vai usar durante a viagem. Opa, mas não é tudo incluído? Sim, fome e sede você não passa, mas bebida alcoolica tem que pagar a parte, se quiser refrigerante, sucos, chás e café o tempo todo você tem a opção de comprar uns pacotes que incluiu essas bebidas, tem o cassino, tem restaurantes exclusivos, lojas… Então, se for consumir algo que está fora do All Inclusive, é pelo Sea Pass que eles vão cobrar. Não rola dinheiro e cartões lá dentro, porém, no último dia, se você quiser pagar tudo o que consumiu em dinheiro, é só pagar antes de sair do navio e nada sera cobrado no seu cartão de crédito.

O navio que fomos foi o Enchantment of The Seas e é bem antigo. Todo encarpetado e com uma decoração meio duvidosa, bem gringa, bem estilo dos filmes do Chevy Chase, mas que depois a gente acaba acostumando. Todos os dias tem programas diferentes, para todos os gostos e idades. Tem show de jazz, orquestra, shows de humor, palestras, danceteria, jogos, filmes, poolparty… Tem cassino, academia, piscina (que no caso do Enchantment é bem pequena), SPA, salão de beleza, lojinha (nada de interessante), cafeteria, bares e restaurantes. Sempre, em qualquer horário, tem algo para fazer!

cruzeiro18 cruzeiro19

A maioria dos passageiros era de velhinhos gringos. Muitos americanos no navio, algumas famílias com crianças, alguns jovens, alguns latinos e poucos brasileiros. Os velhinhos são um show a parte! Participam de tudo, mesmo os mais capenguinhas de cadeira de rodas, de muletas, andador… dançam, vão aos shows, uma fofura sem fim!

cruzeiro26 cruzeiro22 cruzeiro28

cruzeiro16

Brincadeiras que acontecem durante o dia! Nessa da foto, as duplas tinham que decorar um bolo!

E o povo ama comer viu… como é all inclusive, parece que eles querem quantidade no prato mesmo rsrs. Tinha uns que eu ficava chocada com o quanto comiam! Tem o restaurante comum, tipo um self service, onde tem café da manhã, almoço e jantar e a comida é junkie food mesmo. Pizzas, hamburguer, hot dog, comida mexicada, massas, mas também tem frutas e saladas.

cruzeiro8 cruzeiro9 cruzeiro10

cruzeiro11

Tem o restaurant mais fino, com horário e mesa marcados. Na primeira noite me assustei quando vi que dividiríamos a mesa com mais 8 pessoas! Achei que seria uma mesa só nossa mas não, elas são compartilhadas. O garçom se apresenta e será ele que te atenderá todas as noites. Tem a assistente do garçom também, que toda noite está lá. A gente acaba se apegando a eles… como eles esperam uma boa gorjeta no final do cruzeiro (você tem a opção de pagar antes, quando contrata o cruzeiro) o atendimento é muito bom. O nosso garçom era o Francisco e a Almae, uns fofos! Ah, nesse jantar tem menu e a comida é mais chique mas acho que não dei sorte em minhas escolhas, só gostei dos pratos do último dia.

cruzeiro23 cruzeiro25

Francisco da India e Almae das Filipinas!

Ah, no primeiro dia do cruzeiro eu mal conseguia andar! Fiquei muito, mas MUITO tonta! E olha que sou fortinha pra essas coisas hein, mas parecia que meu corpo queria ficar reto e tudo dentro de mim balançava rs. Meu cérebro parecia solto dentro da cabeça! Tomei remédio pra enjoo, mas não surtiu muito efeito. O primeiro dia foi tenso e estava louca para pisar terra firme. Mas isso foi só no primeiro dia, depois acostumei. O engraçado foi ao deixar o navio no final do cruzeiro. Tanto eu quanto o Rafa ficamos tontos por uns 2 dias. O chão parecia duro hahaha. Incrível como o balanço do mar afeta nosso equilíbrio!

Bom, deixa eu tentar resumir como foram os dias:

No primeiro dia fomos conhecer o navio, jantar e dormir.

cruzeiro15 cruzeiro17

No segundo dia, paramos em Coco Cay, praia bem bonita, ficamos algumas horas por lá e voltamos pro navio. Jantamos, fomos pra balada mas tava vazia, ficamos rodando pelos eventos do dia e dormir de novo.

cruzeiro1

No terceiro dia paramos em Nassau e lá fomos para uma praia que se chama Cabbage Beach. Não quisemos ficar em Atlantis (um hotel que todo mundo vai passar o dia), preferimos ver a praia e rodar um pouco pela cidade. Algumas pessoas tinham me falado que era feia, mas nem achei! Curti o lugar, achei diferente, paramos no porto para comer e tomar uns drinks. Tem varios tours saindo do porto, então Atlantis não é a única opção. É a mais óbvia e certeira, mas depende do que se quer conhecer né?

cruzeiro7 cruzeiro4 cruzeiro6

Atlantis, entramos para conhecer!

cruzeiro5

No quarto dia não teve nenhuma parada, então ficamos na piscina, assistimos filme no telão e de noite fomos pra balada, que agora sim estava cheia. Ah, às vezes também íamos para o casino ver os velhinhos torrar seus dólares hahaha.

cruzeiro20 cruzeiro21 cruzeiro14

Sobre os pacotes de bebidas, acho dispensável e vou contar o porquê. Antes de mais nada, deixa falar dos valores deles e o que inclui: o Royal Replenish inclui refrigerante, sucos, água com e sem gás, drinks sem álcool, café e chás por 22 dólares a diária (eles te dão um copo que você pode encher quantas vezes quiser nas máquinas espalhadas pelo navio), tem o pacote Select por 42 dólares que inclui cerveja, taças de vinho, refrigerante e cocktail sem álcool, tem também o Premium que inclui cocktail com álcool, cerveja, vinhos premiam, refrigerante e água por 57 dólares a diária e por último o Ultimate, que por 67 dólares por dia você pode beber tudo! Por que acredito que não vale a pena??? A não ser que você seja amante de refrigerante e precise passar o dia inteiro bebendo Coca Cola, ou então se quiser beber MUITA cerveja e vinho, chapar mesmo, não compensa comprar esses pacotes para todos os dias. Primeiro que tem sucos, chás e cafés nos restaurantes e é liberado. Água tem nos bebedores pelo navio. Uma cerveja custa uns 7 dólares então para o pacote valer a pena, você deve beber no MÍNIMO umas 6 por dia. Eu não peguei pacote e não senti falta. Um dia no jantar compramos uma garrafa de vinho e foi o suficiente. Ah, no Último dia o Rafa pegou o pacote da cerveja e só!

Sobre internet no navio… tem e é cara. Custa 20 dólares a diária para um dispositivo e tem um pacote com desconto para o segundo dispositivo. Como eu precisava postar e ver meus emails, comprei do segundo dia pra frente mas… internet muito fraquinha. Custava carregar os sites e demorava MUITO para postar. Então se não for seu trabalho, também não vale a pena gastar esses dólares com algo que não funciona rápido.

Se quiser arrumar o cabelo (coisa que eu acho que não vão fazer… apesar de ter levado meu babyliss nem usei ele. Ah, e tem secador de cabelo na cabine mas não tem ferro de passar roupa) ou fazer uma massagem no SPA, prepare o bolso. Uma drenagem custa 130 dólares. Na promoção.

Outra dica: na mala de mão, leve uma muda de roupa e roupa de piscina (biquíni, saída de praia, chinelo) pois a bagagem pode demorar para chegar no quarto, então enquanto não chega, você pode ir pra psicina ou ficar rodando no navio com roupa mais confortável.

Os dias passaram super rápidos no cruzeiro. Deu para descansar muito, para rir bastante, se contagiar com a animação das pessoas e se apegar aos funcionários do navio. Além do Francisco e da Almae, também tinhamos o Simplicio como nosso camareiro, sempre muito bem humorado e prestativo. Eles trabalham DEMAIS, emendam um cruzeiro no outro, sem day off e por temporadas que duram 7 meses! E sempre sorrindo, gentis e muito educados. Dou valor.

cruzeiro24

Conclusão do meu primeiro cruzeiro: superou as expectativas e quero fazer mais! Agora já sei como funciona, o que pode, o que não pode, o que vale a pena e o que não vale a pena.

Até me arrisquei a fazer um videozinho!

Ah e que roupas levar? Assunto para o próximo post!

cruzeiro3 cruzeiro2

Escreva seu Comentário

Quer que sua foto apareça nos comentários? Clique aqui
69 comentários em “Meu Primeiro Cruzeiro – Royal Caribbean”
  1. Renata Gomes07/12/15 • 21h04

    Tinha muitos preconceitos contra cruzeiros, até que fiz um da Princess Cruises na Polinésia Francesa na minha lua de mel. Foi ótimo, o serviço impecável!

  2. Marielle07/12/15 • 21h15

    Cony, já fiz 5 cruzeiros entre Brasil e EUA… O jantar tem opções que serão servidas , porém se vc não gosta, eles te servem outra opção! Tb é possível pedir 2 entradas, caso não queira o prato principal… Etc… Super bacana! Outra coisa… Qd fizer de novo fique atenta pra algumas brincadeiras Pr maiores de 18 anos que geralmente tem após o jantar! São parecidas com gincanas, mas são muito engraçadas! O navio RC Allure é totalmente diferente de todos os outros. Qd tiver oportunidade vá! Vale a pena!

    • Constanza07/12/15 • 21h43

      Dica anotada!

  3. Ana Paula07/12/15 • 21h20

    Cony!!!! também fiz esse cruzeiro (em janeiro) e nosso camareiro foi o Simplicio…realmente, eles trabalham MUITO, ficam longe da família bastante tempo e mesmo assim estão sempre sorrindo e tentando agradar!

    • Constanza07/12/15 • 21h42

      Simmm, dá uma petinha ne? Valorizei demais viu…

  4. Morgana07/12/15 • 21h27

    Cony, eu fiz um cruzeiro de 7 ou 8 dias (não me lembro bem) com a minha família inteeeeira que começava no Brasil e passava pela argentina e uruguai. Foi simplesmente A MELHOR viagem da vida! Amei muito muito, me esbaldei na comida (depois haja academia pra compensar), também super me apeguei ao garçom do jantar e não acho que valha a pena mesmo, nem o pacote de bebidas e nem as lojinhas. Comprava uma coca cola no jantar e olhe lá hahaha.

  5. Raquel de Araujo07/12/15 • 21h30

    Já que vc gostou desse Cruzeiro mais curto, experimente um de 7 noites saindo de Porto Rico. São 6 dias com 5 paradas em praias paradisíacas do Caribe! Fui duas vezes pela Celebrity e foi maravilhoso!Entendo bem como os dias de navegação podem ser chatos e nesse esquema temos paradas quase todos os dias!

  6. Marina07/12/15 • 21h39

    Cony, ja fiz cruzeiro com a royal também, mas fiz no Allure (gêmeo do Oásis), aqueles gigantes. A minha rota foi Labadee (Haiti), Falmouth (Jamaica) e Cozumel (México), dura 7 noites. Se estiver procurando o próximo curzeiro recomendo MUITO este que fiz!! Sai de Fort Lauderdale. Você não devei sentir tanta tonteira porque são navios maiores e mais estáveis, e tem coisa até demais pra fazer! O que gostei é que tinha uma área com piscina apenas para maiores de 12 anos, ou seja: paz! Sim, porque nesse Cruzeiro vi bem mais famílias com crianças do que velhinhos. Ah, e a mesa é por família mesmo, não é compartilhada.
    Ah, outra coisa: quando fui pude levar chapinha! Ferro realmente não podia… A única coisa das malas da minha família que ficou detida foi um canivete.
    Eu acabei fechando o pacote de vinhos, que era uma garrafa por noite, valeu bem a pena!
    Adorei o post, deu saudade da minha viagem!

    • Constanza07/12/15 • 21h41

      Conhecemos um casal de velhinhos que nos disse justamente isso, que nos cruzeiros mais longos, são melhores e mais luxuosos! Agora queremos fazer um pela europa no verão do ano q vem!

    • Jamille11/12/15 • 13h06

      Já fiz cruzeiro para o Caribe no navio Oasis e gostei tanto que em maio/2016 farei a outra rota no Allure.

  7. MI07/12/15 • 22h08

    Velhinhos capengas em cadeira de roda… adorava vc, mas tá complicado viu?

    • Constanza07/12/15 • 22h15

      Pessoas de idade avançada, com fraqueza generalizada e limitações físicas que utilizam de artifícios mecânicos com aros giratórios para se locomover. Agora me adora de novo? hahahahaha

      • Silvia07/12/15 • 23h41

        Hahahahahaha

      • Denise08/12/15 • 00h02

        Aff gente chata e implicante!!!

      • Camila costa08/12/15 • 01h25

        Eita, eu também falo capenga e na maioria das vezes nem estou referindo a velhinhos, as vezes uso pra resumi o estado que vi alguém, nem eh pejorativo… As vezes uso até pra mim( ah vou não, hoje to toda capenga)…Tá puxado manter um papo sem formalidades!!!

      • Graziela08/12/15 • 11h12

        Poxa gente, a Cony é gente boníssima e com um baita senso de humor. Nunca iria falar mal dos velhinhos.
        Vamos levar a vida com mais leveza e alegria.

      • Jéssica08/12/15 • 16h42

        Gente chaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaataAAAAAAZZZZZZZZzzzzzzzzzzzzzZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZ

    • Aline N. Fermiano08/12/15 • 14h10

      hahahaha Cony vc é foda….

    • Marlenne Portela08/12/15 • 18h36

      Gente chata e desagradável. Se não gosta, veio fazer o quê aqui?

  8. Sylvia07/12/15 • 22h16

    Amo fazer cruzeiros, o meu último foi no ano passado,fomos para o Alaska, saindo de Seattle. Foi o cruzeiro mais refinado que fiz,o menu maravilhoso,o navio super luxuoso,e o perfil dos passageiros bem diferente do cruzeiro das Bahamas e do Caribe.

    • Mary08/12/15 • 13h30

      Oi Silvia ! Estou pensando em fazer esse cruzeiro para o Alasca em maio próximo. Que navio vc foi ? Gostou ? Os lugares das paradas oferecem várias opções de tour ? Gostaria de mais detalhes. Meu e-mail é marylam55@gmail.com
      Se vc puder me dar umas dicas agradeço muito. Bj

  9. Monique07/12/15 • 22h21

    Cony, fiz o de 7 noites no Allure of the Seas, que era o maior navio na época ( 2 anos atrás). Ele tem um “Central Park” no meio, onde dá para sentar num banco rodeado por árvores e achar que está em NY, além de lojas maravilhosas ao redor.
    Para evitar o balanço, escolha cabines no meio, que são mais estáveis; a proa é a que mais sofre a ação das ondas e vento. Os decks inferiores balaançam menos, mas tem o barulho da turbina e da âncora. Dependendo da configuração do navio, a cabine na popa tem uma visão fantástica!
    Gostamos tanto que este ano fizemos o da Disney e ainda corri a 5k em Castaway Kay!

    • Constanza07/12/15 • 22h25

      Poohaaaaannnn, que legal que deve ser esse com um parque!!!

  10. Aline07/12/15 • 22h39

    Nossa já fiz um de 4 dias e agora fiz um de 7 (independence of the seas)
    A melhor viagem da vida, preço justo, lugares fantásticos e estrutura absurda no navio.

    Vale muito a pena.

    Já quero o próximo no novo navio da Royal o Harmony of the seas. Recomendo para todos.
    Bjs

  11. Raquel07/12/15 • 23h16

    Fiquei tonta só de ler! Tenho labirintite, acho que pra mim não rola… Mas legal o post! AMO o blog!

  12. amanda08/12/15 • 00h32

    Cony, fizemos eu e meu marido cruzeiro na lua de mel mas o destino foi Buenos Aires, Montevideu e punta del leste! Recomendo demais!!!!! E tbm recomendo fazer os pacotes que eles oferencem de sair do navio pq sai mais em conta e é mais seguro, nos arriscamos em Buenos Aires e nos arrependemos muito gastamos o dobro e corremos risco de perder o navio pq fomos para um tango a noite e tomamos todas! Rsrs
    quanto ao jantar coletivo eu também levei um susto!! E eu fique revoltada pois era minha lua de mel e queria só ficar com ele, então corremos na recepção depois do primeiro jantar e já agendamos outro horário mesa pra dois, conseguimos mas só tinha dois horário ou 19 ou 22 então era cedo ou tarde, mas nos organizamos e foi 10!
    Duro foi ter me acostumado com tanta mordomia rsrs
    ah! A piscina do meu navio era igual, eu não tive coragem de entrar achei nojento, só entrei na piscina interna e na jacuzzi de fora sempre disputada pelas velhinhas hahaha

  13. Ana08/12/15 • 08h00

    Eu fiz esse cruzeiro em agosto e gostei muito!
    Vendo suas fotos chorei de saudades aqui! rs

  14. Fernanda08/12/15 • 08h10

    Constanza, parece que adivinhou meu pensamento!!! To indo dia 03 tbem pro Caribe no Cruzeiro da Carnival Splendour que serão 2 jantares de gala. O que vestir??? Help me, please!!!

  15. Maisa08/12/15 • 10h00

    Cony, eu fiz só um cruzeiro, mas foi “A” viagem. Fiz o Soberado, da Pullmantur, e foi o de ano novo, que pára na praia de Copacabana para ver os fogos. O navio é bem velhinho, bem da forma que você descreveu o seu, mas isso é coisa que fica em segundo plano depois que vemos o tanto que a gente se diverte. Se tiver oportunidade de passar o reveillon no navio, faça! Eles fazem um baita evento ao redor da piscina na noite de ano novo! Foi a melhor virada da minha vida!
    Obs.: Os da pullmantur são tudo incluso, de comida, bebida alcoólicas e não alcoólicas.

    • Constanza08/12/15 • 11h20

      Amei essa dica! Vou falar pro Rafa!

  16. Clara08/12/15 • 10h26

    Vale lembrar que existem os cruzeiros temáticos! Para que curte o tema (fitness, dança de salão, beleza, gourmet etc), é uma viagem e tanto!
    Faço dança de salão há bastante tempo, e tive oportunidade de fazer três cruzeiros temáticos de dança. É muito bom! Dá para fazer aula com professores maravilhosos, conhecer gente de todo canto que gosta das mesmas coisas que você, e tem um baile fantástico todo dia, que vai até às cinco da manhã.
    Quando termina, preciso de uma semana para me recuperar.
    Se você tem algum hobby, procure saber se há um cruzeiro temático relacionado a ele.

    • Constanza08/12/15 • 11h20

      Bacana isso!

  17. Talita08/12/15 • 10h40

    Cony! A pior parte do cruzeiro é ir embora e perder todas as mordomias né? Ficamos mal acostumadas…rsrs
    Mas fiquei em dúvida nos valores dos pacotes de bebidas que você passou…
    Eu fiz pela Royal Caribean também de 7 dias fazendo Santos, Punta del Este, Buenos Aires, Montevidéo, Santos….
    E peguei o pacote de refri que há dois anos atrás era 50 dólares para para os 7 dias, e não a diária….. Tanto que achei q valia muito a pena.
    Será que pra fora é cobrada a diária mesmo? Se for realmente não vale a pena pagar…
    Beijosss!

    • Constanza08/12/15 • 11h19

      Nao sei… só sei que esses valores eram por dia!

  18. Ana Luiza08/12/15 • 11h32

    Já fiz dois cruzeiros e queria morar em um navio rsss Não há custo benefício melhor…

  19. Lily Mix08/12/15 • 11h34

    Cony adorei o post! Nunca fui chegada na ideia de cruzeiros, mas Bahamas é uma das minhas vontades…
    E aquele cruzeiro da Disney tb!
    Fico no aguardo do post dos looks e mala 😉
    Beijos

  20. Luciana08/12/15 • 12h30

    Trabalhei no Queen Mary 2 da Cunard, fazia a rota NY – Inglaterra e depois uma temporada de 4 meses no Caribe. Quem escuta acha que é festa, mas é trabalho duro, no mínimo 15 horas por dia. Sábado e segunda dão na mesma, muitas vezes você nem sabe que dia da semana é! Rsrsrs Se você achou que balança no mar do Caribe, se pegar uma intercontinental passa mal de verdade. Balança muito, igual se vê em filme!

  21. Eliana08/12/15 • 13h35

    Oi Cony! Tambem fiz um cruzeiro com itinerario semelhante mas saindo de Miami. Gostei muito… E vc nao perdeu nada no parque aquatico de Nassau… Fui num brinquedo e acabei fraturando meu coccix… Acabou com a minha viagem! Rs bjao!!

  22. Izabela Munhoz08/12/15 • 13h40

    Já fizemos 5 cruzeiro,apenas um no Brasil,amamos e sonhamos conhecer o mundo em navios! Sobre comidas,a Royal é a melhor opção, intreterimento cada um com suas particularidades. Cruzeiros te dão o prazer de viajar com luxo, acordar cada dia em um lugar (ou país ) e o preço é bem em conta.

  23. Ana Miranda08/12/15 • 14h00

    Cony o Franscisco falava ou entendia portugues?

    Eu sou indiana tb (nasci la, vim pra ca mto pequena com meus pais e irmao (quase sua historia de vida rs) e toda familia mora la ainda, meus pais estão voltando pra morar la) e nós somos de Goa, uma cidade quase ao sul (maravilhosa rs) que foi colonizada por portugueses, então toda minha família é catolica e fala portugues.
    Com esse nome portugues, sendo da India, ele so pode ser de Goa.
    Se bobear ainda é meu parente hahahaha (Goa não é muito grande).

    Desde que tu postou a foto no insta fiquei curiosa….

    • Constanza08/12/15 • 14h03

      Simmm! Ele falou que era de uma cidade colonizada por portugueses, pq eu perguntei pelo nome dele, Francisco Fernandes, falei que não era nome indiano. O nosso camareiro, Simplicio Fernandes, também era da msm cidade! Que coincidência!

      • Ana Miranda08/12/15 • 19h24

        Não acreditoooo!!!!! Putz Cony que baiiiita coincidencia, adorei, muito obrigada.
        É muito difícil achar goeses pelo mundo assim logo de cara, India é tão grande com tanta gente, geralmente são indianos de outros lugares, é muuuuuuuito legal quando a gente encontra os ‘nossos’ (no Brasil a gente nao acha nem um nem outro, nunca, nao tem indiano aqui).
        Contei pra todo mundo aqui em casa dele e do Simplicio, tudo isso que tu disse, hahaha que legal vierem todos ler o post, ver o cruzeiro, ver as fotos hahaha.
        Demais!
        Muito obrigada por responder Cony, nos adoramos num grau…

        • Constanza08/12/15 • 20h49

          hahahahaha que bom! Muitos goeses na minha vida ultimamente! rs

  24. Dayse08/12/15 • 14h04

    Olá Cony, já fiz uma viagem de navio em 2010, logo quando me separei, fiquei 7 dias em alto mar e passei por Salvador, Santos e Búzios (linda por sinal). Não tive problemas com tonturas e outras coisas mais, me diverti bastante. Em terra firme depois do desembarque, fiquei tonta por um mês, fiquei com medo de cair na rua, fui parar em Belo Horizonte (moro em Diamantina) consultar com um especialista mistura de otorrino com psiquiatra(esqueci o nome) e ele me disse que eu tive um treco meio assim:acho que de tanto pensar no ex e em alto mar, minha cabeça entrou em desalinho kkkkk, mas hoje eu estou curad, esqueci o ex e falo que esta viagem foi a melhor da minha vida. Beijos

  25. tatiane antonovz08/12/15 • 14h44

    Quanto mais noites melhor, já fiz de três, de dez e de dezesseis noite, sendo esse último na Ásia, o mehor e mais animado da Holland America. Nunca vi a mesa compartilhada, sempre pegamos mesa sozinhos.

  26. Carina08/12/15 • 14h49

    Cony, já fiz 2 cruzeiros. Ambos saí de Santos, só que num fui até Lisboa (são 14 ou 15 dias – faz a costa brasileira, sendo 4 direto no mar, atravessando o atlântico, e parou em Tenerife nas Ilhas Canárias e Funchal na Ilha da Madeira e depois Lisboa) e outro até Buenos Aires (uma semana).
    Esse pra Lisboa fui com o Splendour Of The Seas, tava com meus pais e meu irmão, aí tinha mais uns conhecidos, uns que tu conhece lá… E foi maravilhoso, num dia só fiquei tonta, mas tomei remédio e melhorei. O serviço prestado pelos funcionários é muito bom, a comida era mto boa (isso que foi em 2008). E em 2012 meus pais fizeram o trecho da Europa pro Brasil com o mesmo navio, só que embarcaram em Istambul e eles não tiveram uma experiência tão boa, que o atendimento dos funcionários não era muito bom, a qualidade da comida tinha caído bastante… Enfim, cada um tem uma experiência. E em fevereiro desse ano fui com mais 3 amigas pra Buenos Aires, aí o navio também passa por Punta Del Este e Montevide. O navio era o MSC Poesia, não achei grandes diferença pro Splendour, não fiquei tonta e falam que esse cruzeiro pra Buenos Aires é tenso. Na mesa do jantar, conseguimos uma só pra nós 4, era uma mesa menor. Muitos funcionários eram da Indonésia e foi o que mais fizemos amizade, realmente tu se apega, ainda mais qdo eles contam as histórias deles). E o engraçado eram eles tentando vender o ‘pacote de bebidas’ e a gente entendia ‘pagode de bebidas’ e dava mta risada. E realmente não vale a pena, a variedade de bebidas era bem fraquinha e quando voltamos pra Santos, era uma gentarada tentando gastar o que restava do pacote e pegavam um fardo de garrafa de água.
    Tô querendo planejar meu próximo cruzeiro pro Alasca, com a Royal Caribbean. Sonho muito com esse cruzeiro.

    Esse site é bem interessante: http://portugues.vacationstogo.com/?source=googleBRP&cn=cruisebrazil&ag=vtgportuguese&gclid=CKHA4u7bzMkCFQ0FkQod-6oLjQ

    Conheço gente que já comprou por ali e nunca teve problemas.

  27. Larissa Alencar08/12/15 • 15h33

    Poxa, Cony.
    O que eu mais estava esperando são os looks e roupas para levar.
    Aguardo ansiosamente o próximo post.

  28. Cris08/12/15 • 15h49

    Cony já fiz três cruzeiros, mas o melhor foi um de 11 noites pela Celebrity na Europa, saindo de Roma e passando por cidades da Turquia e Ilhas Gregas! Foi a viagem da minha vida e eu pensei que enjoaria por ser muitos dias, mas cada dia parava numa cidade diferente, ficando um ou dois dias em navegação! O navio era o Reflection Celebrity, novinho na época(2013), bastante luxuoso, a comida muito boa e atendimento maravilhoso! Realmente a gente acaba se afeiçoando á tripulação que nos atende todos os dias! Prefira ficar numa cabine no meio do navio que é mais estável, e quanto ao jantar prefiro escolher o segundo horário. Ah, levei secador e baby liss nos três cruzeiros que fiz sem problema! Outra coisa, é melhor fazer os passeios oferecidos pelo navio mesmo, acho mais seguro, e têm que saber escolher! Por exemplo: em Santorini fiz um passeio que foi para um vulcâo, que levou praticamente o dia inteiro e quase não consegui ir conhecer a cidade! A ideia dos cruzeiros temáticos é ótima também!Bjs

  29. Monique08/12/15 • 16h46

    Olá Cony! Eu simplesmente AMO a Royal Caribbean! Já fiz três cruzeiros, dentre eles o Allure e Oasis (os que têm o Central Park). Gente, é maravilhoso e viciante! Fui sempre com minha família, em grupos grandes, e o navio sempre agrada todos os gostos! Já existe um navio maior da Royal Caribbean que, se não me engano, também é o maior do mundo, o Quantum. Não vejo a hora de fazer um novo cruzeiro, mas por enquanto, estamos esperando o dólar “amansar” um pouquinho… Kkkkk

  30. Marli Cruz08/12/15 • 17h33

    Oi Cony! Eu e o meu marido adoramos navio já estamos em nosso 18º cruzeiro entre Royal, MSC e Costa, começamos como vc. em um pequeno cruzeiro acho que um ou dois, mas hoje só fazemos travessia Brasil/Europa ou Europa/Brasil, mas já fizemos Ilhas Gregas com Turquia e o ultimo feito em Agosto passado fomos para o Canada, fizemos as principais cidades, depois pegamos o navio em Vancouver e fizemos o Alasca e terminamos em São Francisco.No começo assim vc. fica enjoada, pensei que jamais entraria em um navio novamente, mas posso lhe assegurar vira um vicio, para te animar em 2016 sai daqui do Porto de Santos um navio que vai para Hamburgo/Alemanha, ja fiz esta travessia é incrivel, eu gosto mais quando venho da Europa/Brasil, pois sempre vamos uns 15 dias antes fazemos um roteiro e depois embarcamos e ai é só alegria desfrutar do navio e chegar em casa tranquilos, pois moramos em Santos, em 2014 foi feita uma travessia Miami/Brasil, nunca vi tanto brasileiro sacoleiro no navio, a Policia Federal fez um pente fino, o navio atracou em Santos as 10:00 hs da manha e só liberaram o pessoal as 16:00hs. o brasileiro perde a mão tinha gente com maquina de lavar roupa, fogão, coisas bizarras, foi tudo apreendido, pois o imposto era alto de demais e as pessoas acabaram deixando tudo lá, eu não sou consumista fiz algumas comprinhas claro mas passamos batido. Boa sorte espero que faça uma travessia e curta, pois vale muito a pena. bjs.

  31. Leticia08/12/15 • 19h06

    Cony, fiquei confusa com o roteiro… Vcs ficaram hospedados em Orlando depois para aproveitar a Black Friday? Ou antes? Quantos dias? Conte mais detalhes com dicas nos próximos posts. Esse post foi ótimo, super informativo! E concordo com você, é melhor fazer um post de viagem logo que vocês chegam, porque aí faz mais sentido já que acompanhamos pelo Instagram Snapchat

    • Constanza08/12/15 • 20h50

      Antes! 3 dias em orlando, 4 no cruzeiro e mais 3 em orlando

  32. Thaíse M09/12/15 • 01h36

    Já tive oportunidades de fazer um cruzeiro… Mas só de imaginar que vou ficar dias no meio do mar já tenho uma certa agonia!! Fora que já fiquei enjoada lendo você dizer que ficou enjoada kkkkk Cruzeiros definitivamente não são para mim kkk

  33. Fabie09/12/15 • 09h53

    Os navios mais novos e com destinos exoticos sao mais luxuosos. Essa rota eh bem comum para os americanos e geralmente vai um publico mais popular. Se fizer europa evite os destinos comuns do mediterraneo, senao cai no popular de novo.
    Quanto ao pacote de bebidas, pra quem gosta de beber vale a pena 1 pessoa da dupla adquirir o pacote. Exemplo 1 garrafa de vinho pro jantar e mais 4 cocktails durante o dia (bebemos mais q isso) ja paga o valor. Besitos

    • Constanza09/12/15 • 10h00

      Boa dica! Obrigada!

  34. Camilla09/12/15 • 10h03

    Oiii Cony!!! Que legal sua experiencia no cruzeiro… Também farei o primeiro com a família em fevereiro.. Sairemos de Valparaíso e faremos cabo horn, ushuaia, montevideo e por fim buenos aires. 15 dias na patagônia chilena e argentina.. A expectativa está a mil pois todos falam que é o melhor cruzeiro da américa do sul.. Por falar nisso, você tem alguma dica do que podemos fazer em 1 dia em santiago e 1 dia em valparaiso?

    • Constanza09/12/15 • 10h24

      Em Stgo acho que vale a pena ir para La Moneda, subir o Cerro San Cristóbal e jantar no Boragó (tem que reservar). Em Valpo , subir o Cerro Los Placeres de funicular, mas cuidado com os pertences! Ou entao passear em Viña del Mar que está colada a Valpo. Bjss

  35. Isa SV09/12/15 • 14h11

    Já fiz 6 cruzeiros: 3 saindo do Brasil, 2 saindo dos EUA e um da Europa. Resumo: a qualidade dos cruzeiros que saem do Brasil é MUITO INFERIOR!! E olha que não sou fresca pra nada! E desculpa, gente… infelizmente o brasileiro complica muito as coisas… era proibido entrar de roupa de banho no restaurante, tá lá o brasileiro só de sunga, todo molhado dentro do restaurante. É proibido correr no corredor, tá lá brasileiro gritando e jogando bola no corredor. É proibido ficar em determinados lugares, tá lá brasileiro tentando entrar nos lugares proibidos… Todo mundo na fila do restaurante, aí vai o brasileiro tentando furar fila! Bem complicado, viu… Não estou dizendo que só brasileiro faz isso, mas nos navio eu só via brasileiro fazendo isso! Ser um povo alegre é bem diferente de ser mal educado… :/

  36. Renata09/12/15 • 16h16

    Sugiro você fazer o próximo com a NCL, que é “Freestyle Cruising”, a principal diferença é no jantar, não tem isso de mesa marcada e dividir mesa, normalmente os navios da NCL tem 2 restaurantes no all inclusive e você pode ir jantar em qualquer um deles, na hora que quiser, sentar na mesa que quiser… ou ainda comer no buffet, que fica disponível o dia todo! Também não tem formalidades como jantar do capitão… tudo bem a vontade, eu prefiro assim!

  37. Alessandra09/12/15 • 19h52

    Sem querer ser a estraga prazeres…

    Trabalhei em Cruzeiros por quase 3 anos, quando era moleca.
    Quando se conhece os bastidores, impossível se divertir.

    Se hoje em dia fosse fazer um cruzeiro, seria pela Crystal. Não é nada em conta, mas é a perfeição! Nunca fui como passageira, mas já trabalhei e via os passageiros encantados com todos os detalhes.

    Em todos os cruzeiros os passageiros das cabines mais caras são acomodados nas mesas próximas as janelas nos restaurantes e nas melhores mesas nos espetáculos, então pra quem gosta de curtir o visual, vale a pena perguntar antes de fechar o pacote.

    • Constanza09/12/15 • 20h10

      Conta dos bastidores??

      • Alessandra10/12/15 • 16h49

        Cony

        Posso te contar em off, mas publicamente é complicado…

        Entendo perfeitamente a razão de você não gostar da comida, visto que os temperos são perecíveis e o espaço nas geladeiras e freezers são limitados, então dão preferência para acomodar carnes e outros produtos que necessitam exclusivamente de refrigeração.
        Pouco tempero na preparação acabam rendendo pratos sem graça.
        Os pratos são montados mais para se comer com os olhos, digamos assim.
        Então os passageiros estão no clima relax, olham uma mesa bem montada, um prato bonito e a história acaba por aí.

        Mas uma dica posso dar publicamente: levem suas próprias toalhas (corpo e rosto) e de preferência, não as deixem secando no banheiro.
        Pendurem na cadeira ou em outro lugar possível, mas não no banheiro.
        Levem uma toalha que não possa ser confundida com as que o cruzeiro fornece, para que não seja recolhida por engano.
        Podem deixar um bilhetinho pedindo para que a camareira(o) não retorne sua toalha para o banheiro.

        • Constanza11/12/15 • 11h29

          Ai meu Deus… já to me coçando aqui por causa das toalhas!!!

  38. Dani Freitas12/12/15 • 19h55

    Trabalhei em cruzeiros, (na Royal e na Disney) e acho uma opção de viagem muito bacana. A comida e as mesas de jantar dependem muito da empresa, mas no geral sempre se tem boas opções. Alguns tem troca de restaurante durante a viagem e outros oferecem ótimos restaurantes de especialidades.
    Um dos meus destinos favoritos era o norte da Europa. Sério Rússia, Dinamarca e Finlândia são de tirar o fôlego, mas o solzinho do Caribe também é tudo de bom!
    A vida é muita ralação mas rende ótimas histórias e sempre essa sensação de a terra firme estar um pouquinho firme demais, haha.

  39. Edna14/12/15 • 12h03

    Oi Cony, estou querendo comprar uma câmera digital para fotografar as minhas férias, quero algo com qualidade, mas não quero equipamentos robustos (como as semi profissionais e as profissionais) que são difíceis de carregar e muito visadas. Já me falaram para comprar a gopro ou um celular mais moderno, que as câmeras não estão deixando a desejar.
    Estou muito indecisa.
    As suas fotos foram tiradas com alguma câmera especial? Suas fotos ficaram lindas.
    Se puderes me dar alguma dica…
    Obrigada.

    • Constanza14/12/15 • 12h28

      Só celular (samsung) e go pro mesmo!

  40. Camila12/09/16 • 21h33

    Ola adorei o blog!
    Estou com cruzeiro marcado para janeiro, vcs nao pegaram o pacote do Atlantis mas foram ate la conhecer, como funciona saindo do porto tem pessoas oferecendo transporte ate la? Os pacotes direto com a royal para o Atlantis estao muito caros… e em relaçao aos pacotes de bebidas tb estou achando que nao compensa mas é possivel comprar so no final nos ultimos dias se achar valido? Obrigada

    • Constanza13/09/16 • 08h16

      Tem taxis no porto! O pacote vc pode comprar quando quiser, mas so vale a pena se for beber MUITO. Bjs

  41. Lilian27/03/17 • 14h39

    Quero fazer uma reclamação q na última noite dentro do navio tivemos um grande transtorno, nossa cabine se inundou por um problema de cano no banheiro, uma das malas estava no chão ih molhou td roupa q estava no fundo, o pessoal do serviço as levou para secar mas como estavam bem molhadas algunas mancharam. Tivemos q fazer a troca de cabine pq era impossível seca-la, nós somos uma fila de 1 casal e 2 crianças nos deram 2 cabines dizendo q não tinha disponibilidade, estávamos em viagem de férias achei um absurdo ainda uma cabine em cada andar. Tive q refazer tds as malas para tirar as roupas de imediato da cabine inundada para q não molhasse, então com td esse transtorno fiquei sem jantar essa noite para poder arrumar td q tinha q estar na porta até 22:30. Mais tarde tentei pedir alguma refeição e não foi possível estava td fechado.
    Olha fiz esta reclamação pq já viajei várias vzs de navio e pela royal caribbean era a segunda vez mas fiquei muito decepcionada com td esse transtorno pq ainda viajo com crianças.
    Espero q isso não aconteça com outro passageiro q tenham previsto se ocorrer novamente.