12
Sep 2015
Mi casa, Su casa – Quatro Questões
Mi Casa Su Casa

Olá Fufús!

Fiquei super feliz com a maneira que vocês receberam o post sobre as cores! Vocês não sabem, mas eu fico com o coração hipertenso apertadin até que começam a vir os comentários, as perguntas, as sugestões… Deve ser herança de quando eu dava aula, eu sempre acho que poderia ter exposto mais! Acho que eu não iria conseguir fazer topless eu teria que ser nudista mesmo. O “quase” realmente não me satisfaz.

E esta semana, durante uma negociação ferrenha com uma arquiteta de SC (para quem estou orçando um projeto) eu me vi respondendo uma série de perguntas tão comuns (tanto da cliente quanto da profissional) e isso me fez refletir: Como eu ainda não falei disso por aqui no Futilish, já que são tão recorrentes.

Então pega o óculos fashionista, pede um Latte Macchiato…

latte macchiato

 

…senta comigo e vamos conversar sobre o profissional: Por que, pra quê, como e quanto?

Por que? Bom, muita gente tem facilidade em combinar coisas, e tem tempo e paciência pra pesquisar e acompanhar uma obra. É perfeitamente decorar uma casa all by yourself. Vai ficar com um resultado de casa de novela? Depende do seu budget. Mas o que eu quero dizer, é que dificilmente, as pessoas que não trabalham diretamente com algo relacionado à construção ou decoração saberá a ordem que as coisas devem ser feitas, as quantidades – sem muito desperdício – e todos os detalhes técnicos de materiais. Isso falando de interiores né, porque se partimos para construção, não tem jeito, você precisará de um arquiteto ou um engenheiro. Pois além deles terem estudado pra saber detalhes de – como sua casa não cair igual a casa de palha do porquinho número um – também estudaram conforto térmico, acústico, ergonomia.

 

palha

Bônus informativo: Muita gente tem dúvidas também sobre a diferença de Engenheiro Civil e Arquiteto. Essa é uma guerra antiga, pois as habilitações segundo a definição de leis brasileira é a mesma. De diferença MESMO, arquitetos não podem assinar responsabilidade técnica para construir rodovias e aeroportos – mas podem projetar. Entretanto a brigalheira é complexa porque nas grades de faculdade (varia um pouquinho conforme instituição, mas basicamente é assim)

Engenharia – tem 06 meses de estudo de projeto arquitetônico e 60 meses de engenharias.

Arquitetura – tem 60 meses de estudo de projeto arquitetônico ( + 60 de projeto urbanístico) e 48 meses de estudo de engenharias.

Quando falamos de “instalações” que são os estudos de projeto da parte hidráulica e elétrica, Arquitetura em 12 meses e engenharia tem 24 meses.

Arquitetura tem estudos aprofundados em teoria da arte, história da arte, composições de formas, e toda essa viadagem pra fazer projetos diferenciados. Engenharia recebe uma breve visão sobre isso, mas, em contrapartida, tem estudos aprofundados de cálculo de estruturas, resistência de materiais.

E para as leis brasileiras ambos podem fazer as mesmas coisas. Na prática, um não vive sem o outro. Eu tinha uma professora maravilhosa – Beijo Leila! – que dizia que o engenheiro é o pai da construção. Ele não se importa em colocar a placa lá na frente, se o filho tá bem vestido, ou se tá limpinho. Pro engenheiro o filho tem que ser forte, resistir à vida e manter-se firme e descomplicado. Dae vem a arquiteta, toda mãe, se preocupando com o calor, com o frio, com a roupa bonita, com os cursos complementares, querendo notas mais altas e que seu filho seja SIM, melhor que o coleguinha #sorryavidaéassim.

Chega ser irônico, mas é muito comum engenheiros e arquitetos casados. Em qualquer formação de gêneros aliás! I mean: (banana+figo , banana+banana ou figo+figo)

Eu acho realmente que as duas profissões se complementam. Um bom projeto arquitetônico tem muitos detalhes que tem que ser pensados com uma sensibilidade que o engenheiro não foi ensinado a ter, eles são programados para ser técnicos e práticos.

suite filhos

Tanto que eles raciocinam mais em metros quadrados, enquanto os arquitetos pensam mais nas medidas lineares. Por exemplo, a medida mínima para um quarto é 7,5 m2 ok, mas esse quarto pode ter 2,5 x 3,00 que seria confortável para um casal, mas também poderia ter 2,0 x 3,75 que só comportaria solteiros.

Eu tenho um primo que se formou recentemente, com menção honrosa, palmas pro meu primo lindo (louro, novinho e solteiro meninas! #vemgent) e ele numa ocasião me passou um briefing de uma casa… tudo em m2! Não dá, assim não dá.

dormitorio_planta_baixa

Mas não é porque eu sou um arquiteto quase-arquiteto (loading 87%) que eu não vou falar dos perrengues. Cálculo de estrutura, detalhes de fundação, hidráulica, elétrica são muito importantes e são muito difíceis. E o pior, metaforizando: uma mãe se apega aos defeitos dos filhos, não importa ela sempre vai fazer uma curva pra que o filho não sofra. Então, na minha opinião, o melhor formato é um profissional de arquitetura que trabalha no projeto arquitetônico e em parceria desenvolve com um profissional de engenharia os detalhes de estrutura, de racionalização de construção e aí adequam os detalhes.

E com isso seguimos pra próxima pergunta: Pra quê?

Existem diversas esferas de trabalho destes profissionais, desde te ajudar a encontrar o terreno perfeito pro que você pretende construir, até para preparar seu ambiente pra que o seu cliente se comporte do jeito que você quer.

De uma forma geral, cada um vai se identificando com a parte desse leque de trabalhos que mais se identifica, por exemplo, conheci uma arquiteta espetacular (Beijo Daniela!), que tem um escritório que só cria ambientes de hospedagem, hotéis, pousadas… Tem outros que se especializam em ambientes de saúde, e por assim vai. O importante é procurar alguém que faça o que você precisa. Pode ser um cronograma, pode ser um orçamento prévio, pode ser uma documentação pra regularizar uma obra que foi feita sem autorização da prefeitura… Mas por exemplo, um profissional que gosta de fazer projeto arquitetônico e executar obra, não necessariamente convive com detalhes da arquitetura de interiores. Hoje mesmo ( sim, sábado 12 de setembro ) eu apresentei um projeto onde os pontos hidráulicos foram deixados fora do padrão, e resultamos com 5 banheiros onde não dá pra fazer o mobiliário que a dona da casa quer.

#arquitetaFAIL e o que mais me dói no corassaum: A cliente disse: “eu não fui questionada sobre os pontos”. Ou seja: “FAZ AÍ sr. PEDREIRO, DEPOIS RESOLVEMOS”. Não queridinha, dinheiro de ninguém é capim. Ta aí Eike Batcheeesta falido pra nos lembrar disso.

Eike.jpg

Se você estiver construindo, uma dica FREE: Começou a fundação, corre definir o mobiliário. A maioria das lojas de móveis sob medida ou modulados se dispõe a te passar os pontos corretos de água, gás, tomadas, esgoto… às vezes a gente naquele interrogatório que eu já contei aqui, te facilitamos a evitar quebra-quebra lá na frente…

Como?

Geralmente esse tipo de profissional (Arquiteto / Designer / Engenheiro) vem pela indicação de alguém, ou pela notoriedade dos trabalhos na região em que ele atua. Todo mundo deve, puxando pela memória lembrar do nome de algum destes. O designer é mais comum em cidades um pouco maiores, mas eles fazem as coisas meio que iguais, porém com uma grande diferença: Designers não constroem nada – só se for de gesso. Podem mudar revestimentos, alocar pontos de tomada e hidráulicos, dividir ambientes e tal. Como o designer, como diz uma amiga “faz a casquinha” às vezes ele é menosprezado. Mas atualmente grandes escritórios já incluíram esse profissional em seu quadro fixo de funcionários, pois geralmente nós estamos muito a campo, e conhecemos as novidades de materiais e serviços antes que os demais.

Agora, não importa o que na sua vida for escolher: arquiteto, designer, gineco, dentista, cabelereiro, depiladora… o que tem que estar mais alinhado no mundo, é o seu gosto pessoal com o estilo do profissional. Não contrate o profissional X porque ele é famoso, se o estilo dele é clássico, e o seu é moderno. Não vai dar certo, provavelmente vocês vão se desgastar e vai ter desquite no meio do caminho.

Lembre a praga do profissional de outra coisa: Quem vai morar lá é você, não ele. Claro que ele está alí pra te orientar, dizer que tal coisa funciona bem, tal coisa está em desuso… Mas se você quer um porta pano de prato na sua cozinha, tem que ter sim. A casa tem que estar adequada pra você e sua família, não importa que ele não gosta do porta pano.

porta pano

 

 

Pros que ficaram em dúvida: EU ODEIO PORTA PANO (mas eu sugiro colocar o acessório aramado pra isso dentro da porta da pia) .

Lembre-se também de que vc está construindo e reformando pra uma família… mas que a gente nunca sabe o futuro (o governo está aí pra nos lembrar disso) então por mais peculiar que um imóvel seja, ele não pode ser uma coisa esdrúxula que no caso de necessidade você não consiga reaver o dinheiro que investiu.

Tipo: uma casa num condomínio RYKO sem suíte. Ou pior, com dois quartos e um banheirin pra todo mundo. Adeque o imóvel ao público da vizinhança, afinal você escolheu morar ali porque se identificou.

Quanto?

Pensa numa pergunta difícil! Na faculdade de arquitetura mesmo eles não sabem explicar. Mas é que projeto é muito variável, o preço pra projetar um galpão pra armazenar ferramentas não é o mesmo preço de se projetar um hospital, né… a complexidade é outra. Então antes de tudo, é necessário uma conversa, pra ambas as partes combinarem o que será feito.

No caso de interiores, existem variantes mas assim, aqui, na minha região paga-se desde R$ 15,00 o metro quadrado de um projeto até R$ 120,00 viu que loucura!?

Existem outras formas de cobrança, como os 10% do valor da obra. Eu acho arriscado, e só faço pra pessoas muito amigas.

Existe também valor para acompanhamento de obra, que é fora do projeto, tem pagamento por visita… enfim, firmem um contrato com seu elegido. Nem que seja sua irmã. Não achem que é uma formalidade ofensiva de “achar que você não vai pagar” é também uma forma de dizer: “temos um acordo e eu vou te entregar tudo que eu prometi”. É segurança pra todo mundo, tá? Confia no tio.

Então Fufus do meu rebel heart, já são 22h e eu vou publicar tipo, LIVE!

rebel heart

Porque eu fui promovido pela Cony.

Não esqueça de seguir o Futilish e o Tiolelofoz no Snapchat e Instagram.

resize_Snapchat

Não comporte-se!

Bença.

assilelo

49 Comentários
  1. #1
    Deise Carvalho
    13.09.2015 - 00:27

    Muito bom #tiolelofoz! 😀 😀 Aguardo sempre ansiosa pelos seus posts (os da Cony tb, claro) e lá no Snap dou muita risada com você!

    Um bjo de sua (quase) conterrânea (moro em Santa Tristezinha de Itaipu)!! Bye, aproveite o restinho do fim de semana!

    • #2
      Tio Lelo
      16.09.2015 - 14:36

      Oi Deise,
      Obrigado pelo carinho!
      Se vc der uma passada em Foz vamos bater papo e tomar uma água! por que né, o verão tá aí e o corpinho não passou ileso ao inverno.

      BBT!

  2. #3
    Pam
    13.09.2015 - 10:42

    Lelo, maravilhoso!!
    Amei o post, muito informativo e me tirou o “ranço” que eu tinha de arquiteto!

    Parabéns pela promoção!!!

    • #4
      Tio Lelo
      16.09.2015 - 14:40

      Oi Pam!

      Muita gente tem esse “ranço” e são profissões tão importantes para a qualidade de vida humana, que a gente tem que batalhar pra melhorar o sentimento de tanta gente por aí.

      Obrigado pela participação.

  3. #5
    Maria Celia
    13.09.2015 - 13:49

    Mais uma vez aprendi e amei. Que tal falar uma vez sobre casas de fazenda, casas de praia…etc. Eu amo todos os tipos de arquitetura ( atenção sou só uma Psy )Bjs

    • #6
      Tio Lelo
      16.09.2015 - 14:42

      Olá Maria Cecília!

      Obrigado por ler a gente!

      Coloquei da listinha aqui sua sugestão.

      Beijo!

  4. #7
    Giovana
    13.09.2015 - 15:11

    Sensacional!!!

    • #8
      Tio Lelo
      16.09.2015 - 14:57

      Obrigado!

  5. #9
    Mari
    13.09.2015 - 23:22

    Uma coisa que achei um enorme absurdo quando construí minha casa (que nunca consigo terminar! Rs) é que quando fui fazer o projeto falei pro engenheiro quanto podia gastar, mencionei que sou solteira, servidora pública e vivo do meu salário (pra deixar bem claro que não tenho fonte renda de extra como meus vizinhos acham, tipo, amante casado! Haha). Fizemos o projeto e tal, no fim a obra saiu quase TRÊS vezes o valor que fixei como teto! Reclamei, e o engenheiro disse que é porque fiz muro e ele não constava do projeto inicial… Isso que a casa ainda não está terminada, falta o banheiro da suíte, iluminação só tem o básico, pintar o muros, iluminação externa… Isso que engenheiro mais bem conceituado da minha cidade… 🙁 Achei o comportamento tão descomprometido… Sem contar que mesmo pagando visita, nunca aparecia na obra, aí se não gostava de algo, queria logo quebrar tudo! Afff Gosto nem de lembrar… Ah, sem contar as paredes me vidro que me garantem um temperatura em torno dos 60 graus no verão… Sorry pela chatice! Acho que vou precisar de muita terapia pra superar a construção da casa! Hhaha Bjão! Adoro seus posts!

    • #10
      Jéssica
      14.09.2015 - 15:36

      Não nada PIOR na vida que passar por reforma, construção….parece que todo mundo te passa a perna…pedreiro então! somem, não dão satisfação. Tive uns problemas assim com engenheiro também…fazer o que.

      Precisamos de mais LELOS! haha

      bjs

      • #11
        Tio Lelo
        16.09.2015 - 15:45

        Olá Jéssica,

        A melhor forma de trabalhar com o pessoal de serviço de construção Civil é o pagamento por etapas, e mesmo assim as vezes eles somem.
        Mas é o que funciona melhor Concluiu x coisa, recebe uma parcela, concluiu Y coisa recebe uma parcela… assim eles trabalham rápido, mas DAE tem que ficar de olho se não estão fazendo porkice.
        Obrigado por participar.

        Beijo!

    • #12
      Tio Lelo
      16.09.2015 - 15:43

      Oi Mari,

      Primeiro de tudo, desculpas pela atuação do meu colega de “profissão”. Eu gostaria de deitar vc no colo e dizer que foi um caso isolado, que tudo vai acabar bem que vc pode partir para a próxima sem medo.

      Mas a verdade é que é muito difícil da sua experiência NÃO acontecer com os outros. A verdade é que é bem comum e eu fico furioso sabe, porque tem profissional que mente porque não adianta, atualmente em região nenhuma do Brasil vc constrói com menos de 1100 dilminhas por metro quadrado ( falando de um acabamento bom )

      Mas as pessoas acham que vão dar um jeito e no final não tem como resolver.

      E também tem o pior tipo, aquele que faz uma obra faraônica, que o cliente já avisou que não quer gastar alem de X e fica como vc, com o término se arrastando.

      Desculpa tá! É tudo que eu posso fazer no momento 🙁

      e obrigado pela participação,

      Beijo!

      • #13
        Mari
        16.09.2015 - 23:28

        Oie
        O engenheiro orçou a casa em torno de R$170.000,00, isso há 3 anos atrás, com uma média de R$ 1.100,00 o m². Gastei perto de R$ 400.000,00 até agora, uma média de R$ 2.547,00 o m²! Isso que procurei alternativas (BEM) mais baratas para os acabamentos (vinílico, porcelanato, cerâmica dos banheiros, louças…) É diferença demais né? Um engenheiro experiente (como é o caso), sabia da enrascada que tava me metendo né?! Putafaltadesacanagem!

        • #14
          25.09.2015 - 15:05

          Mari,
          Eu não sei qual região vc mora, mas estou terminando uma obra em BRasília, e o custo de construção pra 290 metros quadrados aproximadamente R$ 800,00 então… Com 2500 dilminhas por metro quadrado, vc constrói com um acabamento BEM ryko.

          BEijo!

  6. #15
    14.09.2015 - 07:41

    Bem escrito como sempre.
    Dicas pra vida aqui.
    Você é o arquiteto que todos querem. [Favor finalizar o download! ;)] Legal que o conheci pessoalmente e posso atestar toda a sua sagacidade!
    Vida longa aos seus posts por aqui.

    • #16
      Tio Lelo
      16.09.2015 - 15:47

      Hey Dear!

      Esperando vc aqui pra novas aventuras gastronômicas =D

      muito bom conversar com você rapaz.

      Se cuida aí no frio, abraço!

  7. #17
    Thais
    14.09.2015 - 10:55

    Amei a liquidação do primo, tio Lelo! Hahahaha
    Pode apresentar o boy, tio!
    Dá pra fazer formação de gênero banana + figo….

    • #18
      Tio Lelo
      16.09.2015 - 15:48

      Oi Thais!

      Pra deixar claro, o primo banana só trabalha com figos!

      Obrigado pelo carinho!

      Beijo =*

      • #19
        Thais
        22.09.2015 - 22:51

        Ahhh… apresenta ele nos posts!
        Fechou… arquiteta + engenheiro! Hahahaha

  8. #20
    14.09.2015 - 11:08

    Muito bom o post, bem informativo. Achei engraçado o odeio porta pano..rs!
    http://senhoritadoslacos.blogspot.com.br/
    Bjos

    • #21
      Tio Lelo
      16.09.2015 - 15:49

      Oi Daiane,

      Porta mano é treva.

      Obrigado pelo carinho!

      BBT!

  9. #22
    Ana Caroline
    14.09.2015 - 11:20

    Excelente texto tio Lelo! Não sabia que as diferenças na grade curricular dos cursos de Engenharia e Arquitetura eram tão pequenas. E ri muito com as bananas+bananas; figo+bananas; figo+figo…

    • #23
      Tio Lelo
      16.09.2015 - 15:50

      Eu não quis entrar no Pêra, Uva, Maçã pra não virar salada mista!

      Obrigado pelo carinho e pelo comentário.

      Beijo!

  10. #24
    Laura
    14.09.2015 - 11:52

    Lelo que descrição mais linda da diferença do engenheiro e do arquiteto! Sou recem formada em arq. e abri o escritorio com meu pai (engenheiro) e é muito legal ter sempre uma opinião mais técnica junto!

    • #25
      Tio Lelo
      16.09.2015 - 16:14

      Exatamente Laura!

      Você não acha que são complementares? Ainda que ambos possam fazer as coisas sozinhos, o resultado em conjunto é especialmente agradável sob os dois olhares.

      Beijo!

  11. #26
    luciana
    14.09.2015 - 13:01

    Adorei! Sou arquiteta e achei que ficou bem explicado, cada um no seu quadrado (trabalhando na medida de suas habilidades e habilitações) e de preferência trabalhando junto. Pense que equipe! O que vejo é mt leigo (que fez cursinho de software) achando que pode atuar como arquiteto/engenheiro colocando a vida das pessoas em risco. Existe lei, e o exercício ilegal da profissão é crime.

    • #27
      Tio Lelo
      16.09.2015 - 16:28

      Oi Luciana, pois é!
      Aqui na região a prefeitura está multando qualquer pessoa que tenha um monte de areia na frente de casa sem ART e plaquinha, HAHAHAHA

      Mas realmente, eu acho ideal trabalhar com os dois profissionais.

      Obrigado por ler a gente.

      Beijo!

  12. #28
    Camila
    14.09.2015 - 13:02

    Ótimo post Lelo!! Espero te contratar um dia! Você parece um profissional muito transparente, sensato e qualificado! Parabéns!!

    • #29
      Tio Lelo
      16.09.2015 - 16:33

      Camila! #mimcontrata!

      Eu sou pra-ti-ca-men-te barato.
      (depende de onde vc mora)
      =D

      Obrigado pelo s2 e pela energia boa!

      Beijo!

  13. #30
    Marina
    14.09.2015 - 13:36

    + UM POST ONDE APRENDI HORRORES. AMEI.

    • #31
      Tio Lelo
      16.09.2015 - 16:34

      Obrigado Marina =D

      volte sempre!

      Beijo

  14. #32
    Eleonora
    14.09.2015 - 17:03

    Não tenho casa. Não estou construindo. Mas adooooooro passear na Leroy Merlin e sempre leio os posts do Lelo tudinnn e aprendo bastante! =)

    • #33
      Tio Lelo
      16.09.2015 - 16:36

      Eleonora, tem dois lugares onde eu fico HOOOOOOOOOOOOOOOORAS e nem percebo: Sebos e lojas de construção/acabamentos.
      Gente, pode me esquecer lá, eu ando por tudo, arranho tudo, cheiro a metade das coisas, faço carinho… é hilário.

      Obrigado por acompanhar a coluna e o Fufu.

      BBT!

  15. #34
    Ludmilla
    14.09.2015 - 21:03

    Eu tmb odeio porta pano!! Coloquei na minha cozinha achando que iria usar, e o pano acaba ficando na porta do fogão pq eu detestei o porta pano, numa próxima casa ele não estará lá. Mas indico o porta tempero, acho prático pro dia a dia. (mas é chatissímo para limpar)

    • #35
      Tio Lelo
      16.09.2015 - 16:42

      Oi Ludmilla!

      Então eu acho ele esteticamente feio. Não é nem pela funcionalidade. Até porque eu acho mesmo que a porta do forno serve é pra pendurar o pano pra ele secar extra rápido quando estiver em uso.
      sobre o porto temperos, uma dica: envelopa ele com aquele plastico contact. fica mais fácil de limpar, pode ser trocado a cada 6 meses – dependendo do quão abrasivo sejam os seus materiais de limpeza menos. E tem os dois vilões: o azeite/óleo que meleca TUDO, e o sal que destrói o aramado. então se o óleo puder ficar com um pires embaixo ajuda, e o sal tem jeito não, é evitar derrubar .

      Obrigado pela participação.

      Beijo!

      • #36
        Mari
        16.09.2015 - 23:31

        Não tenho porta toalha, aí SEMPRE penduro a tolha na porta do forno elétrico. Quando vem gente em casa, sempre corria tirar, agora vou deixar ele lá… 😀

  16. #37
    Lena
    15.09.2015 - 00:04

    Você é tão dedicado em todos os posts que escreve!
    De verdade, muito obrigada por compartilhar tantas informações bacanas conosco.
    Espero colocar suas dicas em prática logo. =)

    Parabéns e muito sucesso.

    • #38
      Tio Lelo
      16.09.2015 - 16:48

      Obrigado pelo carinho Lena,

      É bom demais inspirar pessoas!

      Beijo!

  17. #39
    Fernanda
    15.09.2015 - 11:07

    Amo os seus textos Lelo! Ainda não tenho minha casa (moro com a mami), mas amo seus posts e fico viajando neles, pensando em como será meu cantinho, como farei a decoração, os materiais que irei usar… Um dia vou colocar todos os seus ensinamentos em prática! Obrigada por compartilhá-los conosco!!

    • #40
      Tio Lelo
      16.09.2015 - 17:06

      Oi Fernanda,

      Com certeza seu ninho vai ser incrível! Nosso canto – o primeiro especialmente – é sempre uma experiência deliciosa de experimentação.

      Obrigado por ler a gente.

      Beijo!

  18. #41
    Bel
    15.09.2015 - 14:38

    OI Lelo!! To aqui mais uma vez! rs
    Voltando aos assuntos das cores, queria saber mais sober as tintas que estao em alta como cimento queimado.
    bjuu

    • #42
      Tio Lelo
      20.09.2015 - 21:25

      Oi Bel!

      O cimento queimado “original” é cinza escuro, e vai muito bem com tons frios. Porém hoje em dia o cimento queimado tem diferentes tons, sendo que até branco já inventaram.
      O mais comum hoje em dia é um cimento queimado um pouco mais claro, que fica com tons beges e cinzas. Este é praticamente coringa, eu diria que é o jeans da decoração!

      Combine ele com um belo rodapé, e uma parede com alguma cor que ficará moderno. Não tenha medo de usar cores com ele. Eu só acho ele dificil de combinar em um estilo clássico – devido sua estética mais industrial e contemporânea- de resto, tá liberado.

      Beijo!

  19. #43
    Ane
    16.09.2015 - 14:02

    Adorei Lelo, essa dúvida de qual a diferença dos profissionais sempre passa pela minha cabeça, os valores também.
    Fico só pegando as dicas pra quando tiver minha própria casa. Eu queria saber mais sobre iluminação, vejo quanto uma boa iluminação faz falta na minha casa hoje.

    • #44
      Tio Lelo
      20.09.2015 - 21:30

      Oi Ane,
      Iluminação é bem complexo, eu tô esquematizando um jeito de não matar vcs de tanto ler.
      Mas logo logo a gente publica.
      Obrigado por ler a gente!

      Beijo!

  20. #45
    Marina Torres
    17.09.2015 - 18:15

    Lelinho!
    vc tem insta?

    Bjos

    • #46
      Tio Lelo
      20.09.2015 - 21:31

      Oi Marina,

      Tenho sim, é @tiolelofoz …

      BBT!

  21. #47
    Andrea
    17.09.2015 - 23:11

    Lelo,
    como sempre, muito informativo, leve e engraçado. Vc escreve muito bem. Por favor, fale sobre combinações de móveis, estilos de móveis que combinam entre si para cada ambiente da casa. Por exemplo mesa e aparador/buffet para sala de jantar; sofá e rack na sala.Peço isso por eu tenho duvidas se determinado estilo de mesa combina com determinado buffet. Obrigada Lelo. Beijos!!!

    • #48
      Tio Lelo
      20.09.2015 - 21:33

      Oi Andrea,

      Eu vou preparar um post sobre estilos, beeeeeeeem legal que eu vi num lugar e me inspirou.

      Obrigado pela sugestão, beijo!

  22. #49
    03.11.2015 - 17:19

    O Conforto acústico é sempre algo a se valorizar, não que os outros não sejam, mas depois que vi um amigo colocar em sua casa janelas com isolamento acústico, pude perceber o quão benéfico pode ser isso. A empresa que fez o trabalho para ele foi a Euro Janelas http://www.eurojanelas.com.br

Comente