28
Jul 2015
A Delícia do Auto Descobrimento
Comportamento

Hoje acordei querendo conversar e daqui a uns dias voltarei a falar sobre isso mas resolvi me adiantar um pouco. Para quem não sabe, estou na Europa, hoje precisamente em Barcelona e amanhã provavelmente em outro lugar.

Poxa, mas a Constanza ficou maluca? A viagem não era só pra Milão pra fazer o curso no Marangoni e depois voltar? Sim, era.

viajar sozinha

Muita coisa aconteceu nos últimos meses (suas curiosas, sei que vão me perguntar com palavras claras: o namoro acabou repentinamente em meio a milhões de planos em conjunto, projetos de vida e sonhos por incompatibilidade de burros – porque se fosse de gênios teria dado pra resolver) e me vi prestes a embarcar para a Itália no meio de um caos emocional e também a ansiedade de realizar um sonho, que era fazer o curso. E eu não sou mulher de desistir dos meus sonhos, nunca fui e sempre fui atrás do que me faz FELIZ, independente do que se passa ao meu redor. Sou do tipo de pessoa que tem desejos cautelosos pois sei que eles podem se realizar a qualquer momento e assim foi como tudo sempre aconteceu pra mim. Não me conformo com pouco, com o morno, com o meio termo. Sou viva demais, intensa demais, de verdade demais para viver o ¨mais ou menos¨ ou apenas para o Facebook ver.

Enfim, mala pronta, Milão na mira e uma pessoa internamente “perdida”. Quando a gente se relaciona com alguem é normal deixar um pouco do que somos de lado e passar a ser um pouco do outro também. O problema aparece quando a gente começa a viver mais do outro do que da gente. E não só em relacionamentos amorosos, mas em amizades (quantas vezes vestimos o “uniforme” da galera e passamos a agir como eles para fazer parte da turma?), no trabalho (vivemos para trabalhar e largamos nossa vida de lado, deixamos que os problemas nos consumam) e até mesmo na família, quando nos tornamos o que eles querem que sejamos.

E assim me vi, uma Constanza pela metade que achava que não sabia mais caminhar com as próprias pernas, um bocado insegura e indecisa, afinal, eu já não era mais uma pessoa ¨única¨, era formada por duas pessoas e de repente uma parte me faltava. Dá aquela angústia e vazio de perder um bocado do chão, apesar de saber que ele sempre esteve lá e que antes eu sambava e dava piruetas sem medo. E do que eu precisava no momento? Voltar a minha essência.

Ah, fácil.

Não, não é fácil. É bem difícil pois o fantasminha da insegurança vai mapeando todos seus passos e por mais que a gente se segure e pise firme, ainda mantemos o costume de olhar pra trás e ver se estamos fazendo tudo certo, procurando um tipo de aprovação. E sabe o que gente precisa nesse momento? Coragem para se virar sozinha e assumir as consequências de nossas escolhas!

E uma das formas de procurar essa coragem é uma viagem sozinha, de preferência para bem longe, para um lugar que te desafie (seja pelo idioma, localização, cultura) onde você será sua companhia e a única responsável pelas suas decisões. É o momento de retomar a vida e voltar a andar com as próprias pernas.

Eu fui para a Itália, fiz meu curso e tudo conspirou de uma maneira que não poderia ser mais perfeita. Cheguei triste e fui tão bem recebida pelas meninas do apartamento que fiquei que não teve lugar nem tempo para fossa. Imagina, receber flores, um abraço coletivo e um ¨somos sua família aqui na Itália¨? Foram ANJOS que apareceram para mim! Foi nessa vibe que as coisas começaram a mudar na minha cabeça. E parou por aí? Não… A turma do curso era incrível e em pouquíssimo tempo estávamos super unidos. Não teve um dia sequer que ia pra casa direto após as aulas. Sempre, mas sempre íamos para um aperitivo, conversar, rir e claro, tomar muito Spritz. Só isso? Não… apareceram oportunidades de viagens e fiz amizades que me acompanharam na Toscana, Veneza, Lago di Como… Opa, mas eu não estava viajando sozinha? Sim, mas a vida coloca pessoas – chamo de anjos – em nosso caminho e cabe a nós abrir portas para permitir que elas façam parte da aventura e nos ensinem coisas diferente.

Acabou o curso, momento de voltar… Mas eu não estava pronta para o Brasil, já estava na Europa, nada me prendendo, ninguém me esperando, nada pendente. E convenhamos, viajar na Europa é muito barato. E quando você muda a vibração da sua vida e começa a aceitar novidades, elas aparecem. Recebi um convite para conhecer a Holanda, e lá fui eu. Fiquei na casa de uma moça que conheci num carnaval e que é de um coração tão bom, de uma energia tão pura que a sintonia foi imediata. Sou uma pessoa de SIM e quero provar tudo o que aparecer na frente. Ir para Amsterdam foi maravilhoso e queria ficar mais mas… um amigo que mora na Espanha me perguntou se não passaria na casa dele. Amigo esse que trabalhou comigo nos USA 10 anos atrás e que eu tinha como irmão mais novo. Logo pensei: porque não? A passagem é barata! E pronto, cá estou eu em Barcelona, na casa dele e como se nunca tivéssemos ficado tanto tempo sem nos ver. Eu cultivo amizades e sou sortuda por conhecer pessoas pelo mundo inteiro. Sou super fácil de lidar, odeio complicar as coisas e adoro boas cias. E quando a gente é assim, quando a gente emana coisas boas, é transparente, trata as pessoas com carinho, respeito, quando se é verdadeira e se comporta com bom senso, você sempre será bem vinda na vida e na casa dos amigos. E não vou contar mais porque teremos muita história ainda, mas o que queria dizer é que viajar sozinha, reencontrar pessoas queridas, fazer novas amizades, caminhar na rua sem pressa, sem destino e sem cobranças é o melhor caminho para a gente se reencontrar. E é nesse momento que estou, olhando pra mim e vendo como sou uma pessoa incrível, agradável, inteligente, como consigo me virar sozinha (porque os amigos trabalham e a gente fica por conta o dia todo), consigo me comunicar, falar de vários assuntos em vários países e em vários idiomas (ou mímica rs), consigo sentar sozinha numa mesa de bar e conversar com o pessoal da mesa ao lado, ser interessante para o carinha que também está viajando sozinho e quer jogar conversa fora sem compromisso, ser simpática com todo mundo, sorrir e dar bom dia para quem cruzar o caminho, pegar um ônibus qualquer e dar uma volta para conhecer a cidade, trocar olhares e paquerar e sair com aquele sorriso de satisfação… Tudo isso nos fortalece como pessoa e nos prepara para o mundo. Mas a melhor parte é retomar a sua essência, é te despir da alma velha, cansada, viciada e dependente e vestir uma nova. É como um banho interno, onde você consegue mandar pro ralo tudo aquilo que não era seu e agora sim conseguir se olhar no espelho e se amar pela pessoa que é. É acordar de manhã e pensar: tenho o dia cheio, mas cheio de mim mesma e vou fazer o que me der vontade. E isso minha amiga, te torna a mulher mais interessante do mundo. Não existe melhor coisa que conhecer uma pessoa e ela falar: Gostei da sua essência. Esse é o objetivo! Se você é interessante e admirada por você mesma, o mundo se rende à você e passa a te admirar também.

Tome seu tempo. Se está achando que está se perdendo, deixando sua essência de lado, pare um pouco e se analise. A pior coisa que pode acontecer na vida de uma mulher é ela deixar de ser quem é e perder o que a tornava interessante e viva. A vida dá rasteiras e numa dessas a gente cai, tenta levantar e vê que não sabe mais viver a própria vida. Se isso acontecer, força, coragem, atitude e braço forte para voltar a ser uma pessoa única. E acreditem, nada que uma viagem sozinha não resolva! ¨Se perder às vezes é se achar¨.

  • E quando acabar a viagem conto dos perrengues e das aventuras que passei. Ou quase todas rs.
182 Comentários
  1. #1
    vanessa maria
    28.07.2015 - 08:36

    Bacana seu relato. Lembrei de quando fiz a mesma viagem em busca de mim mesma em 2010 ( primeira vez sozinha na Europa , precisamente Italia)
    Viajar é sempre bom. Viajar e de bônus voltar alguem melhor, mais bem resolvido é fantástico.
    Quebras de paradigmas, preconceitos, muito amadurecimento e muitas amizades. É o que levamos dessa vida, é o que faz a vida valer a pena.

  2. #2
    Jerusa
    28.07.2015 - 08:40

    Texto maravilhoso, Cony. Obrigada pelo seu testemunho de positividade e coragem. Beijos!

  3. #3
    Juliana
    28.07.2015 - 08:44

    Que incrível!! Você é inspiradora!! Não perca a sua essência, continue sendo assim, pois você ajuda a muita gente!! Obrigada!!

  4. #4
    Erica
    28.07.2015 - 08:50

    Cony! Você é incrível!!!

    Parabéns pela atitude e estou curtindo muito essa Europa através do seu olhar!

    Bjs e volte logo!!

  5. #5
    Michele
    28.07.2015 - 08:50

    Nossa Cony, raramente eu comento aqui, mas hoje… precisei te parabenizar pelo excelente texto! Fico feliz que estejas se encontrando! Aproveite a viagem! Beijos.

  6. #6
    Renata
    28.07.2015 - 08:51

    Ai Cony, como vc nos inspira! Parabéns por ser essa mulher sensacional!

  7. #7
    Camila
    28.07.2015 - 08:56

    Vc é linda!!!! Me fez chorar a essa hora da manhã… Vc merece tudo de melhor na vida Cony.

  8. #8
    juliana
    28.07.2015 - 08:57

    texto perfeito! sem mais.

  9. #9
    Paty Viegas
    28.07.2015 - 08:57

    Conyyy, que incrível. Até me emocionei com o seu texto, tão verdadeiro e tão preciso. E pra ser assim, é preciso coragem pra viver de verdade, ser agente das nossas escolhas e estar presente como nossa melhor companhia. E ser a nossa melhor companhia é um presente, seja pra gente mesmo e até para quem está ao nosso redor… Arrasou, mulher! Ah, vai pra Londres tbm!!! (Eu já voltei pra SP, sou aquela leitora q te escreveu na fashion week de lá, lembra?). Ia adorar matar um pquinho as saudades londrinas c suas fotos! Torço por ti e sei que a vida, gentil e generosa com vc, só pode te retribuir pelo que vc emana, afinal, nessa vida tudo é causa e consequência – pelo menos é o que acredito! Bjs com carinho.

  10. #10
    Carol
    28.07.2015 - 08:59

    Oi Cony!

    Quase não comento, mas me senti na obrigação, seu blog, seus textos e as leitoras me ajudaram tanto quando me encontrei “perdida”, que me senti na obrigação. Acho que você não tem noção de como ajudou tantas meninas aqui.. hahahaha

    Amo o jeito que você se abre conosco e mostra que todas passamos pelas mesmas inseguranças alguma vez na vida… e que damos a volta por cima sim, só precisamos de coragem! E é lindo ver isso acontecer, é lindo deixar tudo pra trás e continuar vivendo, ainda mais feliz e vc está assim!

    E o blog vai muito além de moda e beleza, é de coração <3

    Beijos e muito mais felicidade e sucesso pra você

  11. #11
    Kaa
    28.07.2015 - 09:01

    Muito linda e verdadeira a sua mensagem!!
    E que texto bom de ler, hein?!
    Carpe Diem!

  12. #12
    28.07.2015 - 09:02

    Uhuuuuu…isso aí…Viver e não ter a vergonha de ser feliz…ou pelo menos tentar…sempre…Além disso, viajar é bom demais…ainda mais na Europa…Parabéns pela coragem de viajar na própria companhia…uma coisa que não sei se farei um dia…mas que admiro muito…amei!!!

  13. #13
    Renata
    28.07.2015 - 09:05

    Vc é INCRÍVEL Cony!

  14. #14
    Suelen
    28.07.2015 - 09:07

    Cony, tens alguma dica para quem não pode viajar e precisa – e muito – de algo para encontrar a felicidade sozinha? Cidade pequena, poucas opções de amizade, um namoro em colapso e um TCC pela frente estão deixando meu emocional em cacos. Combinação explosiva! Haha

    • #15
      28.07.2015 - 11:10

      Oi Suelen, não sou a Cony mas acho que posso te responder, pq passei por algo semelhante em uma cidade semelhante haha. Não precisa viajar pela europa, pode ser aqui pelo Brasil ou América do Sul(é barato e tem a possibilidade de se hospedar na casa de um amigo), procura um novo hobby(pilates, uma luta, dança etc)inevitavelmente vc vai fazer novos amigos e isso já te abre a mente sem sair do lugar, ou até curso de especialização. Bem, essas foram as saídas que encontrei e me fizeram mt feliz e mudaram radicamente minha cabeça. Espero que se identifique com alguma delas ou até te inspire em novas, bjs!!!

    • #16
      Kelly
      29.07.2015 - 15:42

      Oi Suelen,
      Quer uma dica? Se não dá pra viajar, faça coisas diferentes. Cidades próximas, parques que nunca foi, museu com novas exposições. Isso já ajuda até rolar uma viagem. 😉

  15. #17
    Josélia
    28.07.2015 - 09:07

    Que delícia de texto! Me vi em casa palavra…
    ” Se está achando que está se perdendo, deixando sua essência de lado, pare um pouco e se analise. A pior coisa que pode acontecer na vida de uma mulher é ela deixar de ser quem é e perder o que a tornava interessante e viva. A vida dá rasteiras e numa dessas a gente cai, tenta levantar e vê que não sabe mais viver a própria vida. Se isso acontecer, força, coragem, atitude e braço forte para voltar a ser uma pessoa única. E acreditem, nada que uma viagem sozinha não resolva! ¨Se perder às vezes é se achar””,

  16. #18
    Gabi
    28.07.2015 - 09:08

    Que maravilhoso, Constanza! Você está linda nas fotos, está linda nesse texto, tenho certeza que está linda na vida! E é isso aí: quando você sorri pro mundo, o mundo sorri pra você com ainda mais intensidade 🙂
    Beijos, sua mára!

  17. #19
    Simone
    28.07.2015 - 09:09

    Palmas!! Clap Clap

  18. #20
    Camilla
    28.07.2015 - 09:10

    Parabéns Cony! Ler esse seu post me animou ainda mais para os meus planos do próximo ano (ficar de au pair, 1 ano ou mais nos EUA). Sempre tive vontade de me jogar no mundo mas sempre tive o medo de ir sozinha. E ler sobre a sua experiencia está me inspirando a me aventurar sem medo. Afinal ninguém nasceu grudado em ninguém.

    E queria te agradecer por que uma vez quando eu estava numa BAD hehehe por um ex-namorado eu te mandei um e-mail e você foi muito sincera e querida. Obrigada obrigada. Minha blogueira favorita que mesmo sem conhecer (parece q eu conheço haha) considero uma amiga.

    Quando quiser vir pra Curitiba as portas estão abertas.

    Beijos

  19. #21
    28.07.2015 - 09:11

    Constanza!
    Fiquei emocionada com seu post!
    E fiquei muito feliz por você ter conseguido se reencontrar e por ter compartilhado esta experiência com a gente.
    Jamais podemos perder nossa essência!
    Continue aproveitando sua linda viagem, e quando resolver voltar para casa, que você seja muito feliz!
    Bjos de uma fã…

    Andrea

  20. #22
    Vera
    28.07.2015 - 09:11

    Amén sister!

  21. #23
    Izabela
    28.07.2015 - 09:15

    Nossa Cony.. que feliz por você ter se encontrado e que inspirador para nós. Infelizmente hoje eu não posso viajar sozinha. Mas estou morando sozinha pela primeira vez e digo que faz um p*** diferença. Cozinhar para mim, não fazer nada que não quero, aproveitar meu tempo comigo mesma.
    Todas nós merecemos um tempo sós para poder olhar pra dentro. E olha que eu tinha paaanico de ficar sozinha. Hoje percebo que é a melhor coisa, ter um canto pra ir lá e me encontrar!

    Seja feliz garota, continue buscando seus sonhos e sendo essa linda inspiração para todas nós!

    Grande beijo, e mais uma vez, obrigada!

  22. #24
    Tatiana
    28.07.2015 - 09:16

    Cony, te admiro muito! Parabéns pela coragem e transparência! Adoro a sua essência! Aproveite a viagem e o melhor de sua própria companhia! Beijos!

  23. #25
    Priscila Souza
    28.07.2015 - 09:18

    Cony,

    Sabe o que eu MAIS admiro em você (além de ser chiquéeeeerrimaaaa! Rs!)? Admiro o quanto VOCÊ SABE que é uma mulher INCRÍVEL! E isso é maravilhoso, pois muitas vezes não reconhecemos o nosso próprio valor! Obrigada por ser assim e por ser uma inspiração para tantas coisas. Você é um SHOWWWWWW, mulher!!! Beijos

  24. #26
    Fernanda
    28.07.2015 - 09:19

    Lindo, emocionante, identificação total. Toda sorte do mundo para você.

  25. #27
    Sabrina
    28.07.2015 - 09:24

    Que maravilha, Cony! Queria ser assim também.

  26. #28
    28.07.2015 - 09:25

    Amei o post, Cony!
    Precisando muito me reencontrar!
    Com marido e 3 filhos, eu mato um leão por dia para não me perder por completo, para não deixar de existir, para tentar ser eu mesma.
    Estou ensaiando uma viagem sozinha desde meados do ano passado.
    Primeiro veio o medo, me paralisou!
    Depois veio a compra do apartamento, me zerou os cofres!
    Mas, eu não vou desistir, não!
    Vou continuar sonhando, porque tenho também um forte poder de atração.
    No momento certo, vai dar certo!
    Estou acompanhando sua viagem daqui pelas imagens.
    Adoro isso! Conhecer o mundo pelo olhar dos outros!
    Além disso, quando eu puder ir, já saberei quais lugares quero conhecer de perto!
    Bjos
    http://www.alessandrafaria.com

  27. #29
    28.07.2015 - 09:30

    Nossa Cony, estou encantada com esse post! Que texto maravilhoso! Já te admirava antes e você nem imagina o quanto admiro agora, depois de ler essa história.. Sempre digo, as blogueiras que sigo nas redes sociais são minhas amigas sem saber. E não é que é verdade? Super me identifiquei com você nesse post! 😀 Aproveite, pois a vida é uma só! E temos mesmo que abraçar as oportunidades quando elas aparecem sem deixar pra depois.. Sucesso, você merece! Beijoss Monique

  28. #30
    Elaine Leite
    28.07.2015 - 09:31

    Um dos melhores textos que você já escreveu! 🙂 Sinta-se convidada a curtir as belezas do Rio de Janeiro quando quiser!

  29. #31
    Jaqueline
    28.07.2015 - 09:37

    Parabéns Constanza!!! Sua capacidade de se renovar é inspiradora, estou passando por uma fase parecida desde que me divorciei há dois anos. Estou me descobrindo, costumo dizer às pessoas mais próximas, “estou em lua-de-mel comigo mesma”, e te digo: estou adorando!!! Então, se jogue!!!Porque todas as companhias são temporárias, só você é eterno com você!!! Felicidades querida!!! Te admiro muito!!! Beijos

  30. #32
    Bru
    28.07.2015 - 09:38

    Sem comentários seu texto. Perfeito!
    Uma coisa eu aprendi, não perca oportunidades. Já me arrependi tanto por não ter feito/vivido, coisas e situações e, te garanto, não existe algo mais desagradável do que imaginar como sua vida poderia ter sido diferente, caso vc tivesse tido coragem para arriscar. Digo isto, pois já tive a oportunidade de largar tudo e viajar, mas por não ter cia e por dar ouvidos as pessoas, não fiz e hoje vejo que foi um grande erro. Eu precisava me encontrar naquele momento e nada seria mais perfeito do que viajar sozinha. O mais engraçado é que as pessoas que não me apoiaram, foram as primeiras que viajaram sozinhas quando tiveram oportunidade.
    Enfim, ao menos ficaram as lições. Não permita que as pessoas te influenciem, eu sei que muitas vão falar que não se importam com a opinião alheia, eu também não me importo, mas por algum motivo acabaram me influenciando, aprendi também que devemos arriscar e que, na minha opinião, é mil vezes melhor se arrepender de ter feito.
    E pra vc, Cony, muita sorte, espero que essa viagem te renove e que vc volte com mais gás pra viver.

  31. #33
    Martha
    28.07.2015 - 09:42

    Cony, que lindo! Vc tem toda a razão.Só posso te desejar que a vida siga sendo boa contigo! Há males que vem para o bem, sempre!

  32. #34
    Lavyne Guimarães
    28.07.2015 - 09:50

    Inspirador!!

  33. #35
    Maira
    28.07.2015 - 09:50

    Muito legal Cony…é um tapa na cara de todo mundo que vive se prendendo no talvez, no comodismo, no mais ou menos, no “pra depois”…sucesso sempre e que você nunca perca a sua essência, nem por você mesma.

    Bjo

  34. #36
    Eliza
    28.07.2015 - 09:50

    Lindo post para dar uma sacudida na gente! Aproveite muito o seu momento aí!!!
    Beijos!!!

  35. #37
    Jane Lacerda
    28.07.2015 - 09:53

    Cony, leio seu blog todos os dias e vou te contar que já sentia você meio triste esses tempos, não sei se pela sua falta, mas sentia…
    Fico tão feliz de saber que você está se encontrando, se conhecendo, se realizando e se completando. Porque eu acredito que nós temos que ser inteiros pra nós, os outros virão depois.
    Curta sua viagem, essa delícia de Europa porque olha ta te fazendo um bem danado, sentia um Cony leve nesse texto.
    Fica com Deus, beijão.

  36. #38
    Malu
    28.07.2015 - 09:53

    Tudo o que eu estava precisando ler. Obrigada por fazer o meu dia =)

  37. #39
    28.07.2015 - 09:58

    É isso aí Conita! Sim para as coisas boas da vida e oportunidades, sempre!!! Nada de âncoras, coisas que te coloquem para baixo, relacionamentos nocivos…
    Aprendi uma coisa ainda muito nova quando uma tia minha que mora longe e eu ainda não conhecia pessoalmente, na primeira vez que encontrou comigo, falou: Que energia boa Alessandra, vontade de ficar perto de você o tempo todo! Demorou um tempo até eu entender a importância disso, mas quando entendi passei a tomar muito cuidado com a minha energia! Se percebo que a energia da outra pessoa é ruim e pode me “contaminar” eu vazo! Escutar que a nossa energia é boa, para mim, é mais bacana de ouvir do que um: Você tá bonita. E você tem uma energia tão bacana que dá para sentir de longe!!! Você é linda por fora, mas é mais bonita ainda por dentro. Isso faz com que atraia coisas boas sempre que precisa! Recomeço, reencontro com você mesma, uma viagem que vai te deixar lembranças incríveis! Uma nova porta foi aberta e, tenho certeza, que coisas maravilhosas vão entrar!
    Beijos enormes!

  38. #40
    Amannda Ferreira
    28.07.2015 - 09:58

    Que capacidade você tem de dar a volta por cima, não deixar que o medo domine você, te admiro demais Cony, parabéns por ser quem é!

  39. #41
    28.07.2015 - 10:02

    Cony, você não tem ideia de como o seu texto me inspirou! Muito obrigada, eu precisava ler isso <3

  40. #42
    Thaís
    28.07.2015 - 10:02

    Conyy, to passando exatamente pela mesma coisa e chorei quando li teu texto! No momento estou em Roma, sozinha e me descobrindo e tá sendo LINDO! Minha próxima parada é Barcelona…
    Super me identifiquei pq também acabei de terminar um relacionamento pelo mesmo motivo, incompatibilidade de objetivos. Sinto uma falta danada dele, mas sei que estou sentindo falta de alguém na EUROPA! Tenho que aproveitar, viver, ser feliz aqui pq é isso que vai ficar, é essa a lembrança que vai prevalecer, o que você fez por você mesma é o que edifica no fim das contas!
    Boa sorte pra nós, que nosso espírito viajante sempre nos faça descobrir o melhor lado de nós mesmas!

  41. #43
    Tássia
    28.07.2015 - 10:03

    Cony, amei seu texto! Passei quase pela mesma coisa em julho do ano passado. Demorei horrores para me desapegar de um cara que me fazia MUITO mal, mas consegui terminar o namoro de mais de 2 anos. Quando me dei conta, não sabia mais quem eu era, pois sempre vivi a vida dele, a família dele, os amigos dele, não via mais felicidade em nada, não sabia mais nem o que eu queria fazer da vida (isso pq eu amava meu trabalho e nunca me vi fazendo outra coisa). Inclusive, entrei num início de depressão. Quando percebi isso, logo procurei ajuda, pois sempre fui muito positiva e não aceitaria jamais ser de outra forma. Passei por momentos terríveis, 1 mês depois do término minha gatinha de 13 anos faleceu e fiquei sem chão. Como havia me afastado dos amigos por causa do namoro, saí catando todo mundo de volta kkkkk E fazendo novas amizades também, saía de casa e só voltava 6 horas da manhã! E não precisava ir em boate não! Quantas vezes fiquei até 5, 6h só numa mesa conversando e rindo com os meus amigos.. E fui me reencontrando aos poucos. Hoje posso dizer que “se perder, às vezes é se encontrar”. E não tem nada melhor do que essa sensação de paz interior. O mundo pode estar desabando, mas vc sabe quem vc é e que quando se é uma pessoa boa, de alguma forma as coisas vão dar certo! Beijão, Cony! Adoro seu blog, acesso todos os dias!

  42. #44
    Germana
    28.07.2015 - 10:04

    Conyta, Conyta, nossa querida. Que coisa linda de se ler! Feliz por você está feliz. Aproveite muito, você merece! 🙂

  43. #45
    Âmara
    28.07.2015 - 10:17

    Aproveite. Você merece ser feliz.

  44. #46
    Thatiana
    28.07.2015 - 10:19

    Simplesmente…adorei!

  45. #47
    Katiane
    28.07.2015 - 10:20

    Lindíssimo texto Cony,Parabéns!
    Era exatamente o que eu precisa ler
    e saber que estou no caminho certo!

  46. #48
    Dry di Moraes
    28.07.2015 - 10:23

    Vontade de sentar com vc e somente te ouvir… acho que vou apoiar os cotovelos no joelho e o rosto nas mãos. Inclinar a cabeça pro lado e sorrir. Me sinto sua amiga sem nem te conhecer. Torço por vc sem jamais ter te visto. Coisa estranha isso… (rimou!) rsrs. Conheça pessoas, conheça lugares, beije bocas, sorria… vc é linda por dentro e por fora! Intensa, como eu. Volte para nós renovada. Vc merece tudo de lindo! ♥

  47. #49
    28.07.2015 - 10:28

    Cony, adoro você, que privilégio tenho em conhecer seu blog, até salvei esse texto para ler e reler, você é o exemplo de MULHER forte e decidida que admiro muito!

  48. #50
    isabella
    28.07.2015 - 10:38

    vim só dizer que voce é MARAVILHOSA e INSPIRADORA!!!!!!!!!!!

  49. #51
    Giovanna
    28.07.2015 - 10:46

    Cony nem sei se em meio à tanta coisa boa vc irá ler esse comentário, mas não poderia deixar de registrar o quanto esse post me ajudou… Também venho de um relacionamento que não deu certo e, cara, ler o post foi como se tivesse acendido uma luz em minha alma. Percebi que o maior de todos os problemas foi eu ter perdido minha essência, deixei de ser quem eu era para agradar ao namorado e na verdade quando isso aconteceu acabou-se todo o encanto. Eu perdi o respeito por mim quando passei a aceitar tudo o que ele queria e foi exatamente aí que ele também perdeu o respeito por mim, gerando tanta dor e sofrimento.
    Você tem razão, a vida coloca anjos no nosso caminho e hoje esse anjo foi você! Obrigada, obrigada, obrigada…

  50. #52
    Tayrine
    28.07.2015 - 11:00

    You go girl!

  51. #53
    Carol
    28.07.2015 - 11:01

    TU É INCRÍVEL! Apenas. Boa sorte por aí! Beijos

  52. #54
    Maria C.
    28.07.2015 - 11:04

    Cony, você é demais !!!! sabe que sempre leio seu blog, quase nunca comento, essa é a segunda vez, mas parece que já te conheço faz tempo, acho que por você ser assim tão aberta, tão sincera, tao acessível, dai que tinha achado você meio triste no inicio dessa sua linda experiencia e como no decorrer dela você foi ganhando vida novamente, engraçado né, mas foi o que eu percebi e agora entendo o porquê… E posso falar de novo: você é demais !!! beijo grande

  53. #55
    Lili
    28.07.2015 - 11:05

    Ahhh, Cony…. só contive as lágrimas porque estou no meio do trabalho! haha

    Fui eu que escrevi no insta esses dias esses dias contando que fiz uma viagem assim, depois duma história turbulenta (já falei, qquer hora mando pro chora/sorria!)

    Super me identifiquei com “nada que uma viagem sozinha não resolva”!!!! Assino embaixo!!!! =)

    Curta muitooooo!
    beijão

  54. #56
    Aline
    28.07.2015 - 11:06

    Cony, você é foda. Desculpa o palavrão, mas não tenho outra palavra que descreva melhor o que eu penso. Você me inspira sempre, te admiro demais. Uma pessoa tão especial como você, que planta tantas coisas boas, só pode colher coisas boas. Momentos ruins existem, mas são eles que fazer os momentos bons brilharem ainda mais.
    Estou de mudança para Londres em outubro, você terá mais uma casa para se hospedar.
    Super beijo

  55. #57
    Adriana
    28.07.2015 - 11:06

    Cony, você arrasa! Sua história me emocionou e inspirou!! Continue sábia, perdida, menina, mulher!

  56. #58
    Andressa
    28.07.2015 - 11:19

    Não sei se vc sabe, mas suas palavras ajudam muita gente. Obrigada de coração. Bjs e continue se sentindo viva.

  57. #59
    Lídia Maria
    28.07.2015 - 11:20

    Clap, clap, clap! Até arrepiei… realmente sua energia faz de vc essa mulher única! Quando te parei no aeroporto, juntamente com meu marido, antes de vc embarcar para Itália (vc disse que não tinha conseguido embarcar), pude ver de pertinho essa essência toda! Sempre te admirei pela forma que você conduz sua vida! E pra mim, foi muito gratificante conhecê-la pessoalmente! Fiquei mais fã ainda!!! Siga sua vida em paz e positive vibration always!!! Você é demais!

  58. #60
    Juliana
    28.07.2015 - 11:24

    Texto incrívelmente Lindo!!
    Estou numa fase de auto análise e esse texto só me trouxe reflexão. Demorei muito para perceber como me anulei nos últimos anos por outra pessoa e aprendi que isso é a pior coisa que uma mulher pode fazer a ela mesma, se anular, deixar de se amar, perder a tal “essêncial”. O pior é que na nossa cabeça maluca achamos que se desdobrando por alguém, teremos sempre esse alguém ao lado. Grande engano…além de perder o paspalho, perdemos a nós mesmas, aceitando migalhas. Agora liguei o foda*#%}, joguei tudo pro alto e me botei em um pedestal.

  59. #61
    Stela
    28.07.2015 - 11:27

    Tudo o que eu precisava ler hoje .

  60. #62
    Gabriela
    28.07.2015 - 11:28

    Parabéns pelo relato! Todas passamos por situações como essas na vida e precisamos ter muita coragem para não nos negligenciarmos e buscarmos o melhor sempre. Auto-estima, fé e boa vontade são determinantes em nossa trajetória. É o que como você disse, nos faz emanar coisas boas. Tudo o que somos e fazemos afetam as pessoas que convivemos, mas principalmente a nos mesmos, daí a importância de termos uma postura de gratidão pela vida. Um dia ainda farei uma viagem tipo a sua, penso muito em ir pra lugares remotos para ajudar pessoas que vivem em condições desfavoráveis ou algo do tipo. Quando a gente para pra refletir um pouco sobre nossas vidas, concluímos que temos muito a oferecer, graças a Deus! Desejo que continue sua trajetória com a certeza de que coisas boas acontecem o tempo todo : ) Beijos!!!

  61. #63
    Vanessa
    28.07.2015 - 11:35

    Eu precisava ouvir isso. Obrigada!

  62. #64
    Cláudia
    28.07.2015 - 11:38

    Parabéns pelo texto! Muito gostoso de ler e me prendeu do início ao fim. Você tem um talento incrível para escrever!

  63. #65
    Lídia
    28.07.2015 - 11:39

    terminei um namoro de 4 anos há pouco tempo e foi maravilhoso ler isso. é difícil lembrar que não somos metade de ninguém, que devemos ser completas, que ficar só não é ruim. obrigada por compartilhar isso conosco, me inspirou e fez eu me sentir bem.

    que sua viagem siga feliz e cheia de descobertas! <3

  64. #66
    Isabella
    28.07.2015 - 11:43

    Passando só pra dizer que: Cony, voce é demais!!

  65. #67
    jessica
    28.07.2015 - 11:51

    Menina Constanza! Tenho que dizer que seu blog realmente é diferenciado. Eu adoro moda, inspirações, makes etc.. Mas os blogs brasileiros andam CHATOS, é muita coisa desnecessária, muito youtuber vlogando o arroz com feijão ou ostentando Milão. Mas você conseguiu expressar em palavras o que nenhum vídeo, foto ou ate mesmo texto ninguém que eu conheça tenha feito. Seu texto esta incrível, mas não porque você sabe usar belas palavras, e sim porque sentimos a sinceridade nele, a sua mais pura essência. Tenho a impressão que você começou escrever e foi indo com fome de nos contar tudo isso.
    Estamos vendo um Milão, aliás Europa de sentimentos, de descobrimento, e não tem coisa mais pura na vida do que fazermos o quisermos e o que conquistamos.

    Um Brinde a auto descobrimento. Grande Beijo!

  66. #68
    28.07.2015 - 11:52

    Cony, lindo texto! E é lindo porque é MUITO verdadeiro! Quem já passou por isso sabe exatamente. Moro em Lisboa e tem pouso aqui tb a hora que vc quiser! Grande beijo!

  67. #69
    natalia
    28.07.2015 - 11:53

    Cony, na versão “Comer, rezar e amar”

    muito sucesso e autodescobrimento nessa jornada
    😉

  68. #70
    28.07.2015 - 12:07

    E a minha visita? Hein hein? Vou ser a ultima da lista ne????

    Amei o texto…amei o relato…a sinceridade. O amor, a intensidade, a paixao que quem te conhece sente de longe. Eu te admiro demais e so quero te ver crescer, brilhar, mostrar ainda mais ao mundo pra que voce veio: pra transmitir tanta tanta coisa boa e inspirar tanta gente.

    Com beijos enormes e saudades mais ainda

    Nani

  69. #71
    celia
    28.07.2015 - 12:08

    Lindo, parabéns pela mulher corajosa que vc é, e continue assim, sai perdendo muito quem te deixa escapar, rsrs, bjos mil.

  70. #72
    Deise
    28.07.2015 - 12:20

    Muito legal essa sua atitude de se despir assim para suas leitoras…Nunca comentei aqui mas tive que deixar minha admiração pela sua coragem!!!
    Quem nunca passou por algo assim acho que por uma lado tem sorte porque nunca é fácil…mas é um aprendizado tão grande e rico sobre si mesmo que, depois de curar a ferida, se torna uma coisa saudável….Beijão e nem preciso dizer pra ficar bem pq já eraaaaaas!! rsrsrsrs

  71. #73
    Caroline
    28.07.2015 - 12:21

    Cony!!
    Te companho desde o comecinho do blog, mas sempre fui uma leitora “na minha” e nunca comento, mas hoje eu tive que comentar.
    Em outubro do ano passado, meu ex-namorado (e primeiro!) que achava que iria casar e viver juntos pra sempre me traiu e terminou comigo. Fiquei acabada. Procurei um texto seu que tinha lido um tempo.. “Conversinhas sobre o término” e aquilo se tornou meu mantra. Eu lia todos os dias quando vinha trabalhar. E eu me sentia muito melhor!!!
    Mas não sabia que a vida tinha mais uma pra mim. 1 semana depois disso tudo, meu pai morreu. Acho que era tanta coisa que não sabia porque mais eu chorava.
    Embarquei num relacionamento com um cara nada a ver comigo por pura carência e depois de 2 meses dei um pé na bunda dele. E durante todo esse tempo eu tinha umas recaídas com meu ex. Ele fala que me ama ainda e se arrepende profundamente de tudo. Eu até acredito mas hoje tenho nojo dele, e não me vejo mais com ele.
    E tudo isso virou uma bagunça na minha vida que não consegui arrumar até hoje. Passo no psicólogo ainda, sinto falta do meu pai todos os dias, tranquei minha faculdade, eu era uma pessoa super alegre, engraçada, contagiante, e hoje..
    E esse seu texto.. UAU! Era tudo que eu precisava nesse momento. Vou passar 1 ano nos EUA ano que vem como Au pair, e não vejo a hora de ir!! Preciso recuperar minha essência também!!

    Muito obrigada Cony, mesmo sem comentar e ter falado com você parece que te conheço a tempos, rs.

    E continua assim, tenho certeza que você ainda vai ter muuuito sucesso na vida!!Beijão!

  72. #74
    ITALA
    28.07.2015 - 12:23

    CONY, O QUE É NOSSO ESTÁ GUARDADO! PENSAMENTO POSITIVO E FÉ EM DEUS SEMPRE!

  73. #75
    Flávia
    28.07.2015 - 12:24

    Constanza, parabéns pela coragem de falar sobre seu término. Conheci algumas cidades da Europa com meu, agora, marido. Escrevi algumas dicas de Barcelona pra vc no Instagram, foi a primeira cidade européia q conheci e me apaixonei. Cidade jovem, viva! Aproveite!

    Mesmo sem nenhuma crise fiz uma viagem de uns 10 dias sozinha ao Rio de Janeiro, pois na época meu noivo não podia me acompanhar e eu fui. Morrendo me medo de assaltos, mas foi exatamente assim: me curti! Conversei com vários gringos, sem paquerar mesmo.. Fiz uma amiga Argentina, fiz tudo q tinha vontade no meu tempo, do meu jeito. Tomei muitas caipirinhas com a minha companhia é mesmo viajando para a Europa essa viagem pro Rio foi uma das melhores! E olha, muita gente com dó de mim viajando sozinha. Mesmo explicando q tava amando, algumas amigas próximas com pena de mim! No fundo pena dessas pessoas q ficam presas a essa vidinha sem autoconhecimento.

    Agora infelizmente meu marido não poderá me acompanhar na próxima viagem, são férias compulsórias e eu não vou perder a oportunidade. Ele tem medo pq eu não tenho inglês, mas agora vou sair da fronteira e vou pra alguma cidade q ele não tem vontade de conhecer e eu tenho. Estou entre Peru, México e Chileee! Rs.. É super empolgada!

    • #76
      Patricia Freitas
      28.07.2015 - 13:16

      Me identifiquei!! No Brasil nossa cultura é muito atrasada. No exterior isso é mais difícil de acontecer. Quando viajei sozinha as pessoas tinham pena de mim!! Me olhavam com dó! Mal sabiam que eu estava mais feliz que a maioria dos que estavam ali. Livre, sendo quem realmente sou, fazendo amizades, usufruindo de um momento único e só meu! Eu, na verdade, ria de todos eles por dentro, porque aprendi, à duras penas, a prezar os meus sentimentos em detrimento às aparências. Você pode estar rodeado de pessoas e infeliz. Por isso, f@#$$% o que os outros estão pensando!! Quero é ser feliz!

    • #77
      Deise
      28.07.2015 - 15:13

      Flávia, vá para o Chile. Você vai ser bem recebida em todos os lugares que for visitar. Amei Santiago e os chilenos são muito educados, sem contar que é uma cidade segura, limpa.
      Enfim, recomendo a todos !
      bjs

  74. #78
    28.07.2015 - 12:30

    Cony, você é uma verdadeira inspiração! Mulher segura de si, forte, confiante, enfim, uma mulher de SIMs! parabéns por ser assim, uma pessoa tão linda por fora e por dentro.
    Quando crescer quero ser igual a você, rs! 🙂

    http://gabivasconcellos.com.br

  75. #79
    Alice
    28.07.2015 - 12:41

    Inspiração!! Vc é TOP!! Bjs no coração

  76. #80
    Christiane
    28.07.2015 - 12:46

    Texto MARAAA!!!
    Estou passando por algo parecido e outro dia eu li essa frase “Às vezes, não conseguir o que você quer, é uma tremenda sorte”. E é mesmo!!!
    Nada como recuperar a nossa essência!!!
    Divirta-se com os anjos do caminho e volte renovada. 😉
    Bjksssss

  77. #81
    Paula
    28.07.2015 - 12:47

    Cony, vc me inspira tantooo!!!!! Obrigada por compartilhar tudo isso conosco e nos lembrar que a vida pode deixar de ser cinza quando estamos em momentos ruins. Só depende da gente! Beijoooss!!

  78. #82
    Patricia Freitas
    28.07.2015 - 13:00

    Amei o texto!!! Pura verdade!!! E quer saber? Quando retomamos nossa essência é que vamos perceber como a nossa é mais bonita! Como somos melhores sendo “apenas” nós mesmas do que sendo também metade de alguém. É libertador! Uma paz que não tem preço. Quando estamos muito ligados a outra pessoa passamos a idealizá-la e não percebemos. Colocamos sobre elas um véu de adjetivos que na maior parte das vezes não existe. Por isso nos perdemos. Feliz por você que já é tão especial pra mim! Dê notícias lá rs.

  79. #83
    Cristina
    28.07.2015 - 13:00

    Cony, palavras belas, inspiradoras!! Admiro muito a sua coragem, a sua energia! Com certeza, um dos melhores textos seus! Lembrei-me agora daquela grande discussão aqui no blog sobre ter ou não filhos. Eu tenho e é maravilhoso! Mas, a cada dia compreendo que a opção de não ter também é muito válida. Se você tivesse, por exemplo, não poderia ter todo esse desprendimento, viajar sem compromisso, com essa liberdade total… Em muitos casos, é desta forma mesmo que a pessoa quer viver sua vida, viajando ou não. E é uma forma muito prazerosa e válida!
    E o mais importante de tudo, ao ler este texto, confirmo que a gente sempre tem escolhas!! E , hoje em dia, nós mulheres, temos sim o direito de escolher. Isso é incrível.

  80. #84
    Nathalia
    28.07.2015 - 13:03

    No ultimo mês me deu uma vontade louca de viajar sozinha e esse texto só me fez ter mais vontade.
    Adoreiiiii

  81. #85
    Briza Freitas
    28.07.2015 - 13:14

    Que legal… Me identifiquei muito.

  82. #86
    Bárbara
    28.07.2015 - 13:14

    Cony, como vc é incrível! Consegue ser querida por todos com todo o seu carisma e transparência. Viajar sem dúvidas é o melhor remédio! Você cultiva simplicidade e pode ter certeza que tudo irá conspirar pela sua felicidade. Parece difícil de acreditar nisso nos momentos difíceis, mas tudo tem seu tempo determinado. Se não foi agora, é porque ainda será e será muito melhor do que você havia imaginado. Seja cheia de si e só permita que acrescentem coisas boas a você, não se perca nunca! Te admiro e desejo que seja sempre feliz. Beijos!

  83. #87
    Cleide Satiro
    28.07.2015 - 13:18

    Oi Cony! Tudo bem?
    Eu gostaria de fazer tudo isso!!
    Fico feliz de saber que você é essa pessoa que relatou.
    Parabéns por tudo que conquistou e tenho certeza que vai conquistar mais.
    É como se fosse outra pessoa, entende? Você merece tudo de bom e muito sucesso.
    Abraço.
    Cleide

  84. #88
    Jéssica
    28.07.2015 - 13:22

    Ai que tudo! amei seu texto, e fico muito feliz por você! Quando voltar suas leitorinhas estarão todas aqui <3

    Beijos

  85. #89
    Jéssica
    28.07.2015 - 13:24

    Cony, sou casada (muito bem casada aliás, obrigada rsrs) e em outubro vou pra sua terrinha passar uns dias…e sozinha…mesmo sem nenhuma crise, seu texto me inspirou muito. Era bem isso que queria, me conhecer, perder o medo de ir pra outro país sozinha e tal. Meu marido me apoia muito nisso, acho que vai ser maravilhoso também.. 😉

  86. #90
    Daiane
    28.07.2015 - 14:02

    Parabéns pelo texto, Cony! É incrível ver gente q ama a vida!

  87. #91
    Juliana
    28.07.2015 - 14:13

    Ui!!!! Arrepiei!!! Que coisa boa, que texto gostoso de ler, de sentir…. Da pra sentir daqui do outro lado da telinha toda sua vibração positiva neste momento!! Curta muito cada momento deste seu período sabático. Eu também me joguei na Europa pouco mais de 10 anos atrás, quando eu tinha 25, e acabei ficando, ficando, viajando, ficando….. a viagem durou pouco mais de um ano. E foi um dos melhores da minha vida!!! Digo um dos melhores porque hoje sou casada (super bem casada e feliz, obrigada) e tenho dois filhos MARAVILHOSOSSSSSSSSSSSSSSSSS e minha vida depois deles pra mim é muito mais importante do que todo o resto. Ou seja, cada coisa a seu tempo e cada um sabe o que o faz feliz. Sem julgamentos e sem amarras, o que importa é cada um buscar a sua própria felicidade!!
    Muito feliz por você!!!
    Curta muito, muito, muito!!!
    Beijos,
    Juliana.

  88. #92
    Patrícia
    28.07.2015 - 14:29

    Oi Cony!!
    Teu post hoje foi para mim como uma abraço apertado da vida me dizendo: “Viu, vai… pegue um caminho e deixe que eu faço o resto.”
    Obrigada! Foi ao mesmo tempo um bálsamo acalentador de esperança e uma descarga de energia para me fazer retomar meus sonhos há anos esquecidos…
    Bjus e que teus sonhos se transformem em felizes realidades.
    Pat

  89. #93
    Juliana
    28.07.2015 - 14:34

    Lindas palavras, como sempre…

  90. #94
    Sueli
    28.07.2015 - 14:38

    Parabéns Coni, pela sua atitude, coragem e força. Obrigada por compartilhar conosco o seu relato verdadeiro e transparente. Não esperava algo diferente de vc. São todas as suas qualidades, essas mesmas que vc citou ao reconhece-lás em sí mesma que transbordam de vc e nos faz vir aqui no nosso cantinho saber o que vc escreveu. Felicidades, boas viagens e siga curtinho e se reencontrando cada dia mais e mais. Um forte a caloroso abraço!

  91. #95
    Camila costa
    28.07.2015 - 14:53

    Vc tem super poderes, adivinhação, só pode…o texto que compartilhou ontem e hj…TB to na mesma vibe, naquele momento que levei um toco da vida e buscando reagir…dói, machuca, cabeça fica a mil, mas passa, tudo passa!

  92. #96
    Mona
    28.07.2015 - 14:56

    É por isso que eu nunca escrevi para o “Chora que eu te escuto”, vc resumiu bem o que fui e passei. Parece até “show do Thruman”. kkkkkk… Eu lhe disse Conyta, TUDO PASSA. Reviva, Cony Girassol.

  93. #97
    Rê Moraes
    28.07.2015 - 14:59

    Cony sua linda! Acho que esse é o melhor “recado” que vc poderia passar: nao tenha medo de ser feliz! Em qualquer situação. Acho que falta muito hoje em dia essa reflexão de o que realmente nos faz feliz. Sem pensar nos outros, ou em exemplos de outros.Quando eu era bem mais nova tive essa conversa com a minha mãe e ela me deu esse mesmo conselho: conheça vc mesma e descubra o que VC quer e não sinta vergonha disso. Quando isso acontece, pode ser que demore, mas que tudo dá certo no final, ah isso dá!
    BJs

  94. #98
    Glaucia Camargo
    28.07.2015 - 15:02

    De tudo o que já acompanhei de você até hoje, não esperava menos, pois vc é realmente incrível, uma pessoa especial que divide conosco toda essa energia boa que tem dentro de si, e no meio de altos e baixos da vida que todos nós temos, vc sempre consegue sair disso da melhor maneira possível, não se vitimizando e se deixando entregar a uma vidinha mais ou menos, busca sempre mais, mais das pessoas mais da vida e o melhor que pode aproveitar dela! Me orgulho muito de você! Nossa linda e inspiradora Cony.

    beijos e aproveite a vida como sempre!

  95. #99
    Thaís Fernandes
    28.07.2015 - 15:09

    Que lindeza, Cony!
    Me fez tão bem ler isso!
    Beijo, grande!

  96. #100
    Janaína
    28.07.2015 - 15:14

    Todas as vezes que ouço ou leio algo relacionado ao termino de relacionamento, vejo o quanto nós mulheres saímos abaladas. O lado bom disso é que superamos e nos tornamos a cada término, mais donas de si.
    O exercício que temos que fazer é nunca esquecermos e nunca abandonarmos nossa essência quando em um relacionamento.
    Um beijo, Cony. Estou aqui diariamente e espero que vc seja cada dia mais feliz e realizada.
    Janaína

  97. #101
    Bethania
    28.07.2015 - 15:15

    Cony, como leitora assídua do seu blog não poderia deixar de comentar e “engrossar o caldo” dos comentários das leitoras por aqui te dando apoio.
    Fico naquele desejo de amiga de perguntar TU-DO mas esperando que você vá contando conforme o seu tempo!
    O que eu posso pedir apenas é que, pleaseeee, mantenha-nos atualizadas!
    beijos!!!

  98. #102
    Nandi
    28.07.2015 - 15:16

    Menina do céu, tu ta emanando positividade, que delícia! Obrigada pelo relato inspirador! ***Ajeitei a postura, respirei fundo, olhei pela janela e vi como a vida é maravilhosa*** tipo: leia Cony e sinta-se melhor!! rsrs bjbjbjbj

  99. #103
    Raquel
    28.07.2015 - 15:21

    No atual mundo de aparências( das vidas de comercial de margarina) eu fico completamente admirada em ver alguém com coragem de expor suas fragilidades e se mostrar humana, em evolução e com tanta boa vontade em compartilhar suas experiências e ajudar outras pessoas.

    Fico muito feliz em ver que ainda existe gente como você!Tudo de bom na sua jornada, muito sucesso e felicidade sempre, você merece!:)

  100. #104
    28.07.2015 - 15:28

    Nossa Cony que bacana! Realmente é verdade, muitas vezes o cotidiano faz a gente perder o nossa essência, e é preciso parar e refletir sobre nós e encontrar novamente nosso ‘eu’.
    Sabe que ontem ouv uma música e lembrei de vc, na verdade todo vez que ouço lembro de vc é U2-One hehehe. Sempre ouço e amo essa música!
    Aproveite muito sua viagem!
    E vc é massa!!

    bjss!!

    http://www.armarioatual.com.br

  101. #105
    Nicole
    28.07.2015 - 15:30

    Cony gostei tanto de seu relato, o senti tão intimo que tenho uma vontade enorme de te abraçar como amiga…é louco mas como vc diz quando a pessoa espalha sinceridade as outras percebem e por suas palavras veio uma pessoa tão simples e de bom coração.
    Concordo plenamente com suas palavras e a mensagem que vc quer transmitir, não podemos perder nossa essência e esquecer nossos sonhos..vai atrás deles que com certeza você vai retornar uma pessoa melhor e feliz, só quando somos felices é quando podemos dar amor as outras pessoas e ser pessoas do bem.
    Te desejo uma ótima viajem, que seu aprendizado em ruas novas sejam enorme e retorne para o Brasil cheia de vida. Um beijo enorme

  102. #106
    Andreza Maia Bitarães
    28.07.2015 - 15:31

    Recebi seu texto de uma amiga da academia. Tudo o que eu precisa ler hoje. Me emocionei! Quero me reencontrar. Obrigada por escrever 🙂

  103. #107
    Flávia
    28.07.2015 - 15:33

    Cony, que texto! Que energia! Você me inspira! Curta muito essa viagem! beijos com carinho!

  104. #108
    28.07.2015 - 15:41

    Constanza, sei bem como é se sentir sem chão por um momento e quanto é difícil a gente retomar a vida de solteira e estar bem com isso. Mais que bem, melhor do que antes, sem aquele peso que nem vc sabia que te fazia tanto mal.
    Eu ainda não tive a oportunidade de viajar sozinha (desempregada :/), mas assim que puder vou seguir seu conselho. Já fiz isso quando não namorava e foi incrível, parece que vc vira um imã de gente como vc. Continue aproveitando muito a viagem!
    Beijos <3

  105. #109
    Diene
    28.07.2015 - 16:28

    Cony, irei ler esse texto TODOS OS dias!
    Acabei de encaminhá-lo para minha irmã que está passando uma fase complicadíssima (ela até enviou um chora que eu te escuto pra ti, do meu e-mail aliás) e pedi para ela ler, reler, pensar e achar a coragem de dentro dela para continuar.

    Vc é daquelas pessoas que dá vontade de conhecer pessoalmente, pra bater um “cadinho de prosa”.

    Sucesso Fufu!

  106. #110
    Lu
    28.07.2015 - 16:53

    Pode falar?!?! Não sabia o que era, mas estava sentindo falta de vc… Pensei q fosse pelo novo momento do Blog, o q tbm pode ser… Mas talvez o que disse explique o “sentindo falta” da sua essência antiga aqui, achar q tinha mudado muito!!

  107. #111
    Laís
    28.07.2015 - 16:55

    Connny, você é maravilhosaaaa! Seu blog é incrível, parabéns pelo texto!

  108. #112
    Sandra Fernandes
    28.07.2015 - 17:13

    Cony, vc precisa juntar estes textos, relatos e fazer um livro

    Ja te falei antes, vc escreve muito bem, vai direto no ponto

    Tanta blogueira sem nocao com livro e vc com tanto material.

    Rapido fazer um livro

    Agora conversa de gente superficial rss achou muito outlets pelas andancas? brincs

    bjos
    Sandra

  109. #113
    Lau
    28.07.2015 - 17:35

    Nossa,que texto…você escreve muito bem!Você é única,verdadeira e a sua essência te faz um ser iluminado…felicidades!

  110. #114
    Taynah
    28.07.2015 - 17:51

    Acredito que você é mesmo uma pessoa incrível pois até mesmo virtualmente, consigo essa conexão, energia e inspiração. Sim, você é um belo exemplo! Fico feliz por estar vivendo boas experiências, mas depois desse texto, tudo o que eu quero é que volte logo pra nos contar todas as histórias! kkkkkkkk

  111. #115
    Adriana
    28.07.2015 - 17:54

    ¨Se perder às vezes é se achar¨. Passei por isso. Embora não tenha viajado, me reencontrei e hoje sou uma mulher bem mais feliz, após um término traumático. Você é inspiração!

  112. #116
    Isabela
    28.07.2015 - 18:01

    acompanhando suas fotos já tinha me dado uma vontade danada de fazer o mesmo, ando pensando bastante em largar tudo e ir fazer algum curso fora, sozinha, mas sempre fica aquela pulguinha da insegurança me prendendo. sou bastante insegura e isso acaba me atrapalhando, sei que vc nao tem esse problema mas se puder me dar algum conselho pra ajudar a passar por cima disso e criar coragem, tô aceitando hahahh curta bastante esse momento, tô curiosa pra ver o próximo destino! beijos!

  113. #117
    Leticia
    28.07.2015 - 18:14

    Que linda! Arrasou Cony! Você é uma inspiração para mim. Torço muito por você #behappy

  114. #118
    Michele
    28.07.2015 - 18:23

    Auto descobrimento é tudo!!! Seja a dois, sozinha ou muito bem acompanhada.
    É muito fácil vir aqui e falar de moda, viagem e decoração…mas a Cony mostra a sua ALMA!!!
    Me sinto sua amiga, conta comigo quando vier dar um pulo no RJ e te desejo tudo de bom. Um grande beijo e se quiser um local em barça para se hospedar, tenho um amigo com o seu quartinho no airnb.

  115. #119
    Cintia
    28.07.2015 - 18:26

    Cony é a primeira vez que comento aqui.
    Você está de parabéns, pela atitude de escrever com tanto sentimento e pela coragem de realizar essa viagem.
    Super beijo!!!

  116. #120
    Luiza Campolina
    28.07.2015 - 19:36

    Parabéns Cony! Texto super sincero e maravilhoso, é ótimo ver gente assim, que acima de tudo só quer ser feliz e vai atrás da felicidade, isso contagia a todos!
    Me identifiquei muito! estou no final do meu intercambio (7 meses aqui na europa) e estou com uma certa crise, terminei com o namorado há 4 meses, mas estava certa de voltarmos qnd eu voltasse pro brasil, ai descobri coisas que não gostei e não sei mais o que farei.É um momento difícil pra mim, mas fico impressionada que isso tudo não me abalou realmente. Agora estou em Praga aproveitando muito a viagem, me permitindo ser feliz e abrindo portas pra coisas boas acontecerem, deixando pra me preocupar com qqr coisa daqui a 10 dias qnd eu voltar pro Brasil. Eu sou nova, então todos me colocavam medos de viajar por ai, mas fiz várias viagens com amigos velhos, amigos novos, e sozinha e fui me descobrindo, pode parecer clichê, mas é uma descoberta incrível.É ótimo saber mais sobre nós mesmos e ver que não nos cansamos da nossa própria companhia.
    Boa sorte nas viagens e tenho certeza que a vida ainda te reserva muitas coisas boas! Beijos!

  117. #121
    Ingrid
    28.07.2015 - 19:48

    Cony,

    Esse é o tipo de texto que a gente tem imprimir e pendurar no armário pra ler todo dia! rssss
    Aproveite muito essa viagem pq vc é MT merecedora de toda felicidade!
    A vida te reservará muitas surpresas ainda! bjss

  118. #122
    Liza
    28.07.2015 - 20:20

    Cony, eu sinto pena das minhas amigas que falam q não vão viajar pq não companhia, bobinhas, viajar sozinha é uma aventura de descobrimento que infelizmente não são muitas q tem a coragem necessária pra fazer, não sabe o que estão perdendo…

    Por fim gostaria de comentar q vc me lembra a música Eu Quero Apenas… pq vc quer td aquilo e vc em um milhão de amigos e os tem em qq lugar no mundo, onde vc for vai ter uma porta aberta pra vc! Sua Linda!

  119. #123
    Rossana
    28.07.2015 - 20:37

    Cony, você é uma pessoa inspiradora, muito linda e verdadeira. Merece toda felicidade do mundo. Admiro muito você.

  120. #124
    Sara
    28.07.2015 - 21:05

    Nossa, Cony! Esse é um dos melhores posts que li aqui no blog e de alguma forma me reconheci, como disseram outras meninas! Mulher com auto estima elevada é tudooo!!!

  121. #125
    Alessandra
    28.07.2015 - 21:21

    Cony

    Que relato delicioso de ler! Com certeza vai inspirar muita gente, inclusive a mim.
    Eu estou nessa vibe de abraçar o mundo e a mim mesma. Tenho um “comichão” ( como diz minha mãe) de sair por aí visitando lugares que só eu me interesso em conhecer e fazer somente o que eu quiser na hora que eu quiser.
    Esse ano retornei a Fundação Monet ( vale muito a pena conhecer!), pois na primeira vez que visitei estava em um grupo e a galera queria voltar logo para Paris.
    Desta vez eu fui sozinha e fiquei lá por 4 horas, só contemplando o jardim, cada pedacinho, sem a menor pressa e depois me deu na cabeça ir para região de Provence e de lá para Itália ( a convite de uma amiga)
    Eu precisava reencontrar a mim mesma e um monte de gente idiota questionando como eu posso viajar sem meu marido. Sim, idiota! Porque tentar limitar alguém a uma aliança é idiotice. Aliás, tentar limitar alguém a algo é idiotice.
    Eu posso viajar viajando, ué. Pra viajar é preciso passaporte e um sonho, nada mais. O resto acontece. E ó, foi ótimo!
    Não poderia ter feito algo melhor a mim mesma. E eu me dou todo direito de mudar de idéia e de planos no meio do caminho, conforme me dá vontade.
    Amei muito seu relato. Tem o refresco da liberdade de permitir-se respirar novos ares.

    Que ótimo, Cony! Vá com tudo na caixa de som!

  122. #126
    Laura
    28.07.2015 - 21:40

    Que emocionante, fufu!! Vc deveria escrever um livro sobre suas aventuras e descobertas…escreve super bem!!

  123. #127
    Paulinha
    28.07.2015 - 21:50

    Cony, também sou assim: terminei o namoro e já fui me resgatar, seja no curso que sempre quis fazer, nas viagens. Curta o que a Europa tem para oferecer!! E bora marcar happy hour com as leitoras em SP!!

  124. #128
    Carla
    28.07.2015 - 21:56

    Cony vc quer me matar? To aqui me acabando de chorar lendo esse lindo texto seu! Nossa que vontade de te dar um abraço….
    Perdi minha essência… Mas quero recuperar!
    Beijos!
    Te amo!

  125. #129
    Milena Neto
    28.07.2015 - 22:11

    Uma verdadeira inspiração!
    Aproveitar os caminhos que existem até chegar aos objetivos.
    É o que venho tentando fazer!

  126. #130
    Nelma
    28.07.2015 - 23:35

    Coragem!Pq todo mundo precisa dela uma hora na vida!

  127. #131
    Mel
    29.07.2015 - 00:33

    Lindo texto Cony!
    Nunca comentei aqui (vergonha rsrs) mas hoje me senti na obrigação pq tenho pensado nisso ultimamente!
    Acho incrível você ter encarado essa avalanche de frente e ter ido buscar seus sonhos, ter se reencontrado, se superado!
    O que tenho pensado é em como deveríamos prestar atenção nisso ainda durante o relacionamento, e não depois que acabar!
    Tenho visto muitas amigas que só quando o namoro acaba vão atrás da “vida própria”. Acho que temos que procurar por isso namorando ou não, casada ou não, nossa essência é mais importante que estado civil! Digo isso porque namoro há alguns anos e tenho me visto com essa necessidade de me reencontrar (sim, também to errada kkkkk).
    Quando começamos uma relação com uma pessoa ela se apaixona por nós pelo que nós somos, livre, solteira, e é assim que a gente deve continuar sendo. Claro, com bom senso de quem embarca num relacionamento e tem “restrições”, mas não perdendo a tão dita essência, e não deve ser apenas uma viagem pro exterior (que nem sempre é viável) que pode nos dar esse poder, mas o simples fato de encontrar com amigos, enfim, pequenas coisas! (Não leve como crítica de jeito nenhum porfa, to adorando te ver nessa viagem, já fiz uma dessas -não sozinha- e realmente é top! Mas digo isso pq sei que nem sempre da pra largar tudo e ir perambular em outro continente!)
    E outra, não acredito em relacionamento perfeito, de facebook como vc disse e eu adorei! Não acredito em príncipe encantado, por isso, acho que se a gente estiver mais leve numa relação, cobrando um pouco menos do outro, mais preocupadas em sermos nós mesma tudo fica mais gostoso, inclusive nós mesmas! hahahah
    Enfim, só queria exprimir meus pensamentos e parabenizar você pelo texto e pela atitude!
    Te adoro! Beijos (obs: encontrinho em Bh, porfa, Cony! <3)

    • #132
      Milena Cardoso
      29.07.2015 - 15:53

      Nossa Mel! Otimo!
      Adorei seu comentário!

  128. #133
    Sthéfane
    29.07.2015 - 00:42

    Acho sensacional que o nome do blog dá ideia de futilidade, mas na verdade trata até de uma coisa tão legal como se descobrir denovo.
    Fiquei emocionada com o seu relato. Passei por situação bem semelhante e caí na estrada sozinha e sem pressa! Como isso mudou minha vida. Obrigada por compartilhar com a gente!

  129. #134
    29.07.2015 - 00:58

    Que mulher maravilhosa!!!

  130. #135
    Maxmiana
    29.07.2015 - 04:44

    Uau!!

  131. #136
    Anahí Rodrigues
    29.07.2015 - 08:29

    Cony, que texto maravilhoso! Eu sou sua leitora há anos, mas nunca comento mas devo dizer que esse seu psot me inspirou. Passei por algo do genero há 4 anos e fui morar em Londres por 6 meses e foi a melhor coisa da minha vida! Adoro seu blog e você e que sua jornada seja sempre iluminada como você! Um beijo

  132. #137
    ANA PAULA
    29.07.2015 - 09:07

    Ah Cony, você e sua terrível mania de nos ensinar e abrir nossos olhos para tanta coisa…
    Adoro você!! Beijos!!!

  133. #138
    thata
    29.07.2015 - 09:08

    Cony, sinto falta dos seus posts, das suas dicas, que com a viagem estão mais escassos… mas amei saber que você está nessa viagem de auto descobrimento e em lugares incríveis.

  134. #139
    claudia
    29.07.2015 - 09:22

    Que maravilha!!!! Siga sempre assim, com essa felicidade radiante. Me senti contagiada 😀

  135. #140
    Layla Yamada
    29.07.2015 - 10:02

    Adorei o texto! Muito inspirador! Parabéns

  136. #141
    Natália Salles
    29.07.2015 - 10:08

    Cony.. te acompanha a anos… e a cada dia que passa mais te admiro!!
    Vou confessar que estava achando o blog meio parado, e logo imaginei que algo estava acontecendo mas achei que a viagem e o curso que estava tomando seu tempo, dai vc vem com esse post de alma transparente e sincera…
    Poxa.. você é uma mulher e tanto !!
    Parabéns pela coragem, e por não ter medo de ser quem é e fazer o que quer fazer !!!
    Te desejo tudo de mais lindo nessa fase, e que você continue sendo essa fofa !!
    Beijãooo

  137. #142
    Carol
    29.07.2015 - 10:28

    Já te falei que sou sua fá alguma vez? hahaha
    “me incomodam as entregas lentas, quero logo é me afogar”…transborda, maraviiii <3

  138. #143
    Paula
    29.07.2015 - 11:31

    Cony, apoio a leitora acima que quer encontro do Fufu em SP!!!!

  139. #144
    Taty
    29.07.2015 - 11:40

    Oi, Cony! Achei o seu relato inspirador. Passei por uma decepção amorosa também, tive que acabar com meu casamento, mas como não tinha dinheiro para viajar, passei por esse processo de busca do meu “eu” saindo com minhas amigas aqui mesmo na minha cidade e sozinha também. Aí,nesse período, encontrei um homem maravilhoso, que hoje é meu marido, casei de novo e estou super feliz. Hoje viajo ao lado dele, mas pretendo viajar sozinha para sentir aquela saudade de estar junto dele, sei lá. Penso que em algum momento vou viajar sozinha, vou juntar uma grana, porque viajar hoje está caríssimo…
    Acredito que você encontrará uma pessoa maravilhosa com quem você vai compartilhar bons momentos.
    Beijos!
    Taty

  140. #145
    Daiane
    29.07.2015 - 14:20

    sem palavras….

    simplesmente magnifico Cony

  141. #146
    29.07.2015 - 14:43

    Cony, fiquei tão feliz de ler esse texto! Passei por uma situação bem parecida em 2013 e no fim das contas fiquei com um sentimento tão bom! Esse autoconhecimento é incrível, e acho que ele só vem mesmo depois de algumas provações que a gente tem que passar. Estou sempre torcendo por você!

    Beijos!
    http://promptestilo.blogspot.com.br/

  142. #147
    Camila
    29.07.2015 - 15:08

    Cony, que incrível!! Admiro muito a tua história e a tua maneira de lidar com as “rasteiras” que a vida nos traz. Tu és um exemplo de vida e eu me sinto privilegiada de compartilhar um pouco dessa história, mesmo que quietinha aqui no meu canto! hahahahaha
    Todo sucesso do mundo pra ti porque tu mereces!!

  143. #148
    fatimaX
    29.07.2015 - 16:40

    Cony,
    não sei se já te falei mas sou uma jovem senhora que viveu para trabalhar, casar e criar filhos.
    Pois bem, passei dessa fase, conheci teu blog e te tenho como minha amiga virtual.
    Hoje me permito me aventurar em muitas novidades muito graças à voce!
    Então eu te agradeço pelo seu belo depoimento que me incentiva e que embala os meus sonhos.
    Continue assim…vc não imagina o bem que vc faz a muitas pessoas..e tenho certeza que é por isso que só coisas boas te acontecem..vc merece..está cumprindo muito bem sua missão.
    bjs

  144. #149
    Larissa Duarte
    29.07.2015 - 17:31

    parabéns pela coragem! eu tbm tinha te sentido meio ausente, imaginava já…mas fico feliz que vc tenha essa coragem. sabe é assim mesmo, muitas pessoas tem medo de enfrentar e ficam se arrastando em relacionamentos, e esquecem quem são!!!! força! feliz por vc, por sua autodescoberta

  145. #150
    Sheila Ferreira
    29.07.2015 - 18:54

    Me senti tão bem com essa leitura, fico tão feliz por você! A vida é cheia de surpresas, mas você está rodeada de pessoas que te querem bem, acredito que pela energia boa que você emana. Que Deus te proteja sempre! bjos

  146. #151
    Nicole
    29.07.2015 - 20:10

    Obrigada pelo excelente post. 🙂 Estava precisando ler palavras como essas, pq estou bem naqueles momentos em que as coisas teimam em não acontecer ou acontecer do jeito que não esperávamos… Mas, acredito que em tempos assim em que as coisas simplesmente não dão certo, é um sinal que a vida que está te empurrando pra outro lado. Está te deixando livre pra encontrar novos caminhos, sonhos e pessoas. E se reencontrar.
    Mando boas energias daqui, beijo!

  147. #152
    MARÍLIA
    29.07.2015 - 21:01

    haja lucidez, viu?! Perfeito o texto, parabens!!

  148. #153
    Renata Y.
    30.07.2015 - 00:03

    Cony! Que maravilha ter a oportunidade de passar por tudo isso. Ver que com seus altos e baixos a vida é tão gostosa de se viver.
    Não deixa de contar pra gente os detalhes! 😉

  149. #154
    Anna Mari
    30.07.2015 - 09:52

    Cony, meninas … desculpem mas preciso escrever algo espontâneo depois de ler isto.
    Puuuuta que pariu ( afff… desculpa de novo) mas é por isso que esse blog é maravilhoso.
    Vc é vc antes de ser BLOGUEIRA … SUA ESSENCIA não se perde .
    Gosto tanto…
    Te envio um abraço!! 🙂

  150. #155
    Danieli Meira
    30.07.2015 - 10:19

    Cony parabéns por ser essa mulher inteligente, independente e guerreira! que orgulho seguir uma blogueira assim!!! kisses

  151. #156
    Nathalia
    30.07.2015 - 10:43

    Cony! Tô perdida…hahahahahahaha!
    Tô feliz com suas descobertas e felicidade! Torço muito por você! Te acompanho aqui no Unique pelo Fhits e de verdade sempre amei glamour e tals, tenho o maior orgulho do mundo em Coordenar o FHits toda temporada aqui em SP…mas tá para nascer uma blogueira como você. Sempre te achei diferente delas, com glamour na medida, com luxo na medida, com textos na medida…sem cansar e principalmente como o mundo está hoje em dia: Seu Blog é demais..É real. Com expectativas reais, contas bancárias reais! Amo!
    Não é so grife, tutorial, look do dia, makeup e blá blá blá blá!
    Textos assim fazem toda a diferença!
    Mais legal ainda é saber que é verdadeiro! É quase um romance! Hahahaha

    A velha frase: Te curto pakas! 🙂

    Nathy (Hotel Unique)

    • #157
      Constanza
      30.07.2015 - 17:01

      Nathhhhh, lindezaaa! Posso ir na piscina do Unique?? hahaha

  152. #158
    Ane
    30.07.2015 - 16:15

    Sensacional Cony!! Acho que toda mulher devia passar por isso, se dar conta que é uma pessoa independente e que não é necessário viver a vida do outro. Nós costumamos deixar nossos amigos, nossos sonhos de lado, mas é necessário se desprender um pouco do outro e viver mais para si mesma. Eu tive a sorte de perceber que estava deixando a minha vida de lado ainda namorando e posso garantir que o relacionamento melhorou muito.
    Boa sorte no resto da sua viagem, aproveite muito!

  153. #159
    Francisca Gonçalves
    30.07.2015 - 17:39

    Oi cony!!! não só seu texto, mas os comentários das suas amigas seguidoras aqui estão demais. Que orgulho deve ser pra você tantas realizações bacanas…mas vc super merece. Bejos te admiro ainda mais.

  154. #160
    Dayana Peixoto
    30.07.2015 - 20:10

    Cony, acompanho seu blog ha tanto tempo, já passamos por terminos e recomeços sentimentais, rsrsrs, renovações profissionais e inumeras viagens juntas, rsrsrs… Mas esse texto cai exatamente como uma luva no meu momento atual que é de muita mudança… Escrevi um pouco sobre isso e compartilhei no meu facebook porque acredito que viajar sozinha é a melhor terapia que existe…. É o melhor a fazer quando as coisas que eram certas ficam turvas…. Vamo que vamo que o mundo é nosso!!!

  155. #161
    Fabíola Nishi
    31.07.2015 - 01:47

    Sempre leio e nunca comento, mas hoje faço questão!
    Parabéns por ser tão corajosa e por se reencontrar, não desistir dos seus sonhos e correr atrás deles, mesmo não estando bem.
    Terminei um namoro há 4 meses e ouvi essa semana uma amiga dizendo “Nossa, você recuperou tão rápido, achei que ia sofrer tanto” e eu respondi “Sim, porque me propus a isso, não fiquei apenas chorando e sofrendo, até porque ele já está com outra, se eu fizesse isso, estaria perdida. Eu saí, viajei, conheci gente nova, reencontrei amigos antigos e acima de tudo estou feliz. Descobri que posso viver sem ele”.

  156. #162
    Rejaine
    31.07.2015 - 07:47

    Leio seu blog a mais de 5 anos, e nunca comento nada, mas hoje é diferente e eu só queria dizer que você é INSPIRADORA!!! E sim, é simpática com todos, porque a anos atrás te encontrei na Renner e você transbordou simpatia sem nem mesmo me conhecer. Que você seja muito feliz, sempre!

  157. #163
    Aline Pimentel
    31.07.2015 - 08:35

    Ai Cony, sua coragem é inspiradora, queria ter 1 % da sua autoconfiança. Te Admiro muuuito. Quando eu crescer quero ser igual você rsrsrs.

    Acabamos por ser o que as pessoas querem que sejamos(no casamento, na empresa, na família), e o nosso eu morre a cada dia…

    Nem me olho mais no espelho direito, pois não me reconheço mais, fico me perguntando aonde eu me perdi, vivo para ajudar o sonho dos outros e os meus cada vez mais no fundo da gaveta…

    Bjo!!

  158. #164
    paula
    31.07.2015 - 09:52

    “A pior coisa que pode acontecer na vida de uma mulher é ela deixar de ser quem é e perder o que a tornava interessante e viva.” muito verdadeiro, passei exatamente por isso!!! Amei o texto, vc escreve o que precisamos ler 🙂

  159. #165
    31.07.2015 - 10:04

    QUE TEXTO!
    Peguei esse teu link em outro blog e cá estou. Adorei cada palavrinha que tu escreveu… Já me perdi e me achei tantas vezes! Por várias vezes a gente acaba, pela convivência e pelo costume, vivendo um pouco da vida do outro, é meio inevitável, mas precisamos saber lidar com nossos sentimentos pra não tomar um choque caso as coisas não saiam conforme planejamos. Mesmo não te conhecendo, fico feliz em saber que tu deu a volta por cima, que não deixou espaço pra tristeza tomar conta e que tá vivendo a tua vida da melhor maneira possível: convivendo com pessoas bacanas e conhecendo lugar incríveis!

    Beijos!
    Blog Bianca Schultz

  160. #166
    MichelleZ
    31.07.2015 - 22:35

    Que linda a SUA essência!!! Há tempos não lia um relato tão verdadeiro! Bjos

  161. #167
    Scheyla
    31.07.2015 - 23:57

    Nossa Cony, li e reli esse texto algumas vezes.. caiu como uma luva pro momento que estou, meio perdida! Ano passado li outro texto seu, que vc disse q era uma pessoa do “sim”, e aquele post foi tão inspirador! Depois disso me permiti mto mais coisas e como vivi momentos bons! Abriu mto minha mente. Esse ano passei por alguns perrengues e estou numa fase meio down, mas o texto foi como um UP!, uma sacudida para ver que minha felicidade depende de mim mesma e de mais ninguém. Procurar minha essência. Você faz ideia o quanto é inspiradora para nós?? Amei o texto e os comments, vi que vc escreveu “…e daqui a uns dias voltarei a falar sobre isso mas resolvi me adiantar um pouco…” Vou aguardar ansiosamente mais posts assim!! bjs e tudo de bom, aproveite mto aí pela Europa!!

  162. #168
    Isa
    01.08.2015 - 00:26

    Cony,
    Admiro muito sua coragem! Sei que deve sofrer um tanto por ser assim, mas continue sendo.
    Torcia demais pelo (ex) casal, mas bola pra frente. Você merece coisas boas, e elas darão um jeito de te encontrar. Você sabe o que te faz bem melhor do que qq outra pessoa nesse mundo.
    Felicidades e curta muito a viagem, seu Ano Novo – que começou no dia do seu níver – vai ser maravilhoso.

    • #169
      Constanza
      01.08.2015 - 17:55

      Sofre nao! Sofre mais quem não é assim! Obrigada pelo carinho <3

  163. #170
    02.08.2015 - 15:34

    Olá. Acompanho o seu blog há algum tempo e gosto muito. Parabéns!
    Dessa vez decidi comentar o seu texto, pois sou psicóloga e trabalho com essas dificuldades nos relacionamentos diariamente na minha clínica.
    Tenho um blog de psicologia A Caminho da Mudança e escrevi recentemente um texto exatamente sobre separações e divórcio.
    Acho que pode ajudar alguma leitora sua a superar um momento tão difícil e delicado como esse.
    Segue o link para quem tiver interesse : https://acaminhodamudanca.wordpress.com/textos-1/cotidiano/divorcio-e-agora/

    Espero que ajude!
    Um abraço
    Viviane

  164. #171
    Débora
    02.08.2015 - 21:46

    Caramba Cony, jurava q ia dar casamento…q pena! Boa sorte, bola pra frente!

  165. #172
    03.08.2015 - 07:38

    Que texto incrível Constanza! É contagiante as boas energias dessa sua nova fase. Como também ando meio perdida, lendo seu texto, espero que me encontrar também seja assim divertido! Abraços,
    http://dibobis.blogspot.com.br/

  166. #173
    Angela moser
    03.08.2015 - 08:03

    Amei!!!!!!!

  167. #174
    Camila
    03.08.2015 - 16:26

    Vou ter que terminar de ler depois, pq quase comecei a chorar aqui na empresa… nunca escrevi, mas hj “nao teve jeito”!
    Só queria agradecer por nos abrir seu coracao e um pouquinho dessa sua fase. Sua generosidade, carisma e simplicidade faz com que eu sinta um carinho enorme e até me emociono quando vejo vc se sentir tao “a vontade” para nos confidenciar um pouco da sua vida e eu me identificar tanto com esse momento (Mesmo não estando na Europa! Rsrs).
    Bjos e enjoy the moment, enjoy your life!! S2

  168. #175
    Dani
    04.08.2015 - 13:09

    Como não te amar Conny?! Sorri ao longo de todo o texto. Que delícia me achar nas suas palavras também! Aproveite garota!

  169. #176
    Andreisa
    04.08.2015 - 18:26

    Uhuuuuuuuu! Amei a vibe Cony! Excelente texto e melhor ainda é saber que estás bem e de acordo com a tua essência. Felicidades!

  170. #177
    camila
    07.08.2015 - 15:32

    Cony, amo seus textos mas dessa vez senti necessidade de te dar uma conselho: nem precisa publicar.. Nao sei o que houve com seu relacionamento, então você tera de decidir se lhe convem ou não o que eu vou falar: Cuidado. É muito bom passar um tempo sozinha, se reafirmar, se amar etc. Mas me preocupou o fato de vc dizer que o relacionamento estava te mudando, fazendo vc perder sua identidade. É obvio que um relacionamento modifica a gente, claaaro que abrimos mao de nossas vontades para satisfazer as do outro (algumas ou ate muitas vezes, nunca sempre).. Mas se for reciproco e for sincero não ha nada de errado nisso. Com paciência e com o tempo vamos descobrindo um jeito de sermos nós mesmas, modificadas sim, mas felizes e junto com a pesssoa que amamos. È claro que vao existir conflitos e cobrancas, mas nada é insuperável. Assim como numa dieta é preciso ter foco, é preciso superar os obstáculos. Não sei se estou julgando mal, me desculpa, mas sua viagem pareceu uma fulga! E as vezes era necessario fugir, era o momento! Mas se vc for fazer isso a vida toda, irá chegar um momento que vocẽ cansará de sua propria companhia, infelizmente o homem não consegue ser feliz sozinho (desculpa pelo xavao, mas é a verdade.) Meu conselho é que ao voltar ao Brasil , repense os seus conceitos, vc pode ser maravilhosa ao lado de outra pessoa mesmo que tenha q mudar,não se assuste com a dependência, não fique insegura se achar que sua opnião nao é sufciente.
    “E assim me vi, uma Constanza pela metade que achava que não sabia mais caminhar com as próprias pernas, um bocado insegura e indecisa, afinal, eu já não era mais uma pessoa ¨única¨, era formada por duas pessoas e de repente uma parte me faltava. Dá aquela angústia e vazio de perder um bocado do chão, apesar de saber que ele sempre esteve lá e que antes eu sambava e dava piruetas sem medo. E do que eu precisava no momento? Voltar a minha essência.” o que vc relata como problema eu vejo como uma declaração de amor, sera que vc precisa sempre voltar a sua essencia? Por que nao viver uma nova? Beijos querida, desculpa pela intromissao

    • #178
      Constanza
      08.08.2015 - 06:03

      Claro que é fuga. Mas é nessa fuga que consigo me reerguer. Voltar pra casa mais forte, é uma fuga até de mim mesma, justamente para me reencontrar. E sim, é uma declaração de amor. Amei tanto que virei parte dele e ele minha… coisas da vida. bis

  171. #179
    silvia hahne
    09.08.2015 - 20:17

    Fiquei muito tempo sem aparecer por aqui, nem sei porque. Talvez desanimo, cansaço de mim mesmo, em suma, a chata. Hoje, quando volto, me deparo com esse seu desabafo ou que outro nome dar à essas palavras? Sabe, foi como um safanão e fui ficando envergonhada de tamanho marasmo em que estou vivendo.Obrigada, suas palavras chegaram na hora e parece mesmo que fui direcionada para cá.Você com certeza, só merece o melhor e é o que te desejo, neste novo caminho que está se iniciando.Beijos.

  172. #180
    Yanna
    10.08.2015 - 23:58

    ARRASOU!! Que texto mais lindo e verdadeiro!! É a blogueira mais top!! Isso mesmo, você é diferenciada, muito além da moda e tals! Você tem uma energia e um essência que transborda para todos! Continue assim! Linda e feliz seeeempre! Mto fã!! bjs

  173. #181
    Camilla Ribeiro
    27.08.2015 - 10:06

    Uau… você não tem noção de como foi importante ler este texto, simplesmente veio uma hora perfeita…

  174. #182
    Raquel
    26.04.2016 - 13:53

    Oie!! Atrasadinha no comentário (quase 1 ano), mas tinha q dizer q adorei o texto. Muito bem escrito, muito oportuno, muito válido!
    Estou casada há 8 anos e ao todo são 15 anos juntos, e tive um lindo baby 3 dias depois de você fazer essa postagem (por isso não li antes rs), e tem 3 anos q faço terapia em busca dessa essência que a gente teima em perder.
    Fui em busca da terapia exatamente por uma crise existencial de “quem sou eu”, “será que casei com a pessoa certa”, estava completamente perdida, e só não me separei porque aos poucos fui me encontrando. E depois desse aprendizado, hoje é uma luta diária para prestar atenção nas minhas necessidades, nos meus gostos, para falar o que sinto, para falar, e não é tão simples, mas acho que isso é viver.
    Nunca mais vou me esquecer! É necessário esse “egoísmo” se quisermos ser felizes.
    Obrigada por compartilhar!
    Grande beijo!! 🙂

Comente