21
Nov 2013
10 Coisas Que Odeio em: BALADAS!
Constanza, Cotidiano

Pois é… essa vida de solteira me deixou livre, leve e solta para curtir várias coisas que tinha deixado para trás. Uma delas é frequentar a night, coisa que raramente fazia antigamente. Eu gosto de uma baguncinha, serei sincera. Percebi que ainda dava conta do recado ao me ver chegando em casa já de dia e na pilha rs. Tudo bem que fico zumbi durante uma semana, mas me divirto.

shine-night-club

E nessas idas pra balada comecei a reparar que também tinha coisas que odiava, só pra variar. Saraiva vai pra buátchy e odeia o seguinte:

1 – As filas. Começando pelo começo, como detesto chegar no lugar e ter aquela fila enorme para entrar. Da próxima vou dar carteirada de Blogueira da Gloss kkkkk (tô brincaaaaaaaando heim, pelamor kkkk). Já teve vez de chegar tipo meia noite no lugar e só conseguir entrar lá pelas 2. Mas tem a parte boa (Saraiva tá bonzinho), fico ouvindo o papo alheio e morrendo de rir. Uma vez tinha um grupo de rapazes falando da calça de oncinha de uma moça, que mulher que usa essa estampa é perigosa kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Gente, como ri esse dia.

2 – Que  mexam no meu cabelo. A pior “cantada” que existe é o cara que pega no cabelo, ODEIO ODEIO ODEIO ODEIO. Vontade de dar um chute nas partes baixas da criatura. Nem Adam Levine tem o meu perdão. Ok, Adam pode.

3 – A mulherada folgada. Tudo bem que ultimamente balada é quase campo de guerra e tem mulher que faz tudo para ser notada, mas um pouco de educação, pedir licença ou por favor não faz mal pra ninguém. Tô falando daquelas que se acham a mais top de todas só porque estão quase peladas, com o piercing no umbigo brilhando e a progressiva em dia e passam pela gente empurrando e abrindo espaço para dançarem como se fossem a dona do espaço. Detesto.

4 – Que derrubem bebida em mim. Cansei de chegar em casa com banho de cerveja, champa ou caipi. Sei que é inevitável e muitas vezes é culpa das mocinhas do ponto 3, mas odeio. Fazer o quê.

5 – Os folgados. O carinha te encara. Você encara de volta. Ele volta a olhar e sorri. Você cutuca as amigas e mostra. Daí a namorada dele volta do banheiro. Morram.

6 – Quando toca a música preferida e você não consegue se mexer porque o lugar está muito cheio e é praticamente uma tortura tentar qualquer passinho.

7 – Banheiro com as bebuns. Em partes é até engraçado, fico com dó mas acho graça (me julguem) daquelas meninas que beberam TODAS e vão pro toilette passar as mágoas. Rímel já tá na bochecha, sentam no chão, a amiga segurando o cabelo pra outra vomitar… deprimente. Eu só quero um espaço limpo para fazer xixi e às vezes nem dá.

8 – O preço das coisas. Tudo bem que é balada, mas precisa triplicar o preço das bebidas???

9 – Sabe as moças do ponto 3? E quando resolvem fazer o joguinho do cabelo e ele vai todo na sua cara? kkkkkkkk Aqui faço um mea culpa, pois acredito que já fiz isso com os outros também.

10 – Podem me chamar de velha, mas sabe aquela luz branca que pisca loucamente? Peço pra MORRÊ quando tem essa porcaria. Não enxergo nada, ninguém, e depois acho que fiquei cega. O tal do gelo seco também me irrita.

11 – Fotógrafos de balada. Ok, podem tirar foto, MAS ENQUANTO EU ESTIVER SÓBRIA e me mostrem antes para aprovação kkkk Ninguém merece ver sua foto no site de baladas da cidade ou no da casa com aquela cara de bêbada, maquiagem fora do lugar ou olho fechando de sono. Pior com o carinha que você está ficando e nem sabe direito quem é.

12 – O lugar tá tão cheio, mas tão cheio que você tem que passar se esfregando no povo, fazendo contorcionismo pros peitos não encostarem em ninguém mas sempre tem o engraçadinho que faz uma piada.

Falei 12 mas acho que conseguiria continuar enumerando coisas que odeio em baladas. Aliás, acho que sou mais de barzinho ou restaurante #coisasdaidade

  • Agora é com vocês, o que mais detestam na night?
132 Comentários
  1. #1
    Thais Machado
    21.11.2013 - 16:22

    Vai no clube Chalezinho!
    Lá nao tem isso! é maraaaaaaa!!
    e muitos homens lindos! =)

    Beijooo fofa :*

    • #2
      Constanza
      21.11.2013 - 16:25

      Uma vez vi uma foto que tava rodando no whatsapp de um cara fazendo xixi no meio de todo mundo lá no Chalezinho kkkk

    • #3
      Carol Silva
      21.11.2013 - 18:37

      Ah, não tem… pelo menos a primeira da lista eu sei que tem. Pq depois de ver o povo implorando (literalmente) pra entrar e um carinha se achando Deus escolhendo quem entrava, nem esperei pra saber como era lá dentro.

  2. #4
    Cacá
    21.11.2013 - 16:24

    hahaha… Me identifico com todas!

  3. #5
    Naiara
    21.11.2013 - 16:25

    Vale dizer que concordo em gênero, número e grau, acrescentando que não suporto quando tem fumantes na balada, e volto fedendo mais que fumante, e aquele cheiro fica tão impregnado, que parece que nem tomando 20 banhos, seu nariz para de sentir…. #QueVida

  4. #6
    Keylla
    21.11.2013 - 16:28

    E quando aqueles carinhas q já beberam e vomitaram um monte vem conversar com vc, é de morrer, ahhaha

  5. #7
    Thaiz
    21.11.2013 - 16:29

    hahaha faltou falar dos peidorreiros de plantão! SEMPRE tem uma alma que solta a marofa..

    Mas quanto à lotação, depois da Kiss achei que isso tivesse mais controlado, pelo menos aqui no RS as festas não enchem mais como antes, consequentemente os preços aumentaram também.

    • #8
      Constanza
      21.11.2013 - 16:31

      kkkkkkkkkkkk

    • #9
      Izadora
      21.11.2013 - 16:49

      kkkkkkkkkk também só acrescentaria os peidorreiros, vergonha alheia

  6. #10
    Denize Paganini
    21.11.2013 - 16:29

    Oi Cony,
    Tudo que vc escreveu concordo em gênero, numero e grau!!!! acho que a idade tá pesando tb. kkkk, prefiro um barzinho, violão e voz, uma coisa assim que dê para as pessoas conversarem sem precisar parecer o Faustão gritando na tv no domingo!!!!!

    • #11
      Constanza
      21.11.2013 - 16:31

      Exato! Esqueci esse ponto, mal dá pra conversar rs

  7. #12
    Talita
    21.11.2013 - 16:30

    kkkkkkk…morri de ri…
    Mas odeio as msm coisas que vc, muita das vezes tenho que segurar pra não sair no topa com essa garotas folgadas!!
    Amo esse blog…

  8. #13
    Carolina
    21.11.2013 - 16:31

    Concordo com tudo! Mas, incluiria na lista aqueles homens que sem noção alguma te puxam pelo braço e quase o arrancam fora!

  9. #14
    vivi
    21.11.2013 - 16:31

    ahahahahahahah as peladonas sao duro viu, vc sai com o namorado e tem as solteiras, qse de lingerie, desfilando… haja paciência

  10. #15
    Iraci
    21.11.2013 - 16:34

    As folgadas nuas com certeza! hahahahahahaha
    Odeeeeeeeio balada lotada, não suporto a sensação de braços suados desconhecidos tocando em mim, tenho muito nojo do suor alheio! Kkkk

    Vim correndo pro Fufu pensando que o post era sobre a semana de moda! (Esperando ansiosamente)

  11. #16
    21.11.2013 - 16:35

    Gelo seco, fumaça, adoro #soquenão,
    quase cai na entrada de um concurso por causa disso, vontade de enfia o gelo seco na fuça do moleque rsrsrs

  12. #17
    Hellen Nascimento
    21.11.2013 - 16:36

    Fila gigante no balcão! Às vezes a pessoa até tá de pilequinho, mas a demora pra comprar outra bebida, o empurra-empurra é tão grande, que o porre passa! Ahh! A fila pra pagar a conta também! Ou seja, ODEIO FILAS! PS: Adoro o jeito despretensioso que vc escreve! Vc é ótima! Nunca perca esse seu bom humor ranzinza, adorooo! Leio o blog diariamente há uns 2 anos, mas só agora tô mostrando a cara!

    • #18
      Constanza
      21.11.2013 - 16:40

      Ah menina, pode aparecer mais! kkkk bjsss

  13. #19
    21.11.2013 - 16:37

    Homem com ego ferido: aquele que vem chegando com peito de pombo, se achando o bom e você, educamente se esquiva ou diz que nao rola e o cara chama de feia, xinga… Já passei e presenciei isso. Vontade de dar um soco na cara, o cidadão que se aproxima sem ter dado nenhum flerte hahaha e fica bravinho quando é rejeitado.

    Bebida quente também tira minha paz!

  14. #20
    Renata
    21.11.2013 - 16:38

    Muito bom!!!ri muito!
    Eu odeio tb qdo toca aquela musica que vc e suas amigas adoram e chega um carinha para conversar e vc fala q nao é o momento para a conversa ,pois so quer dançar e o cara fica insistindo….

  15. #21
    gabriela Goes
    21.11.2013 - 16:39

    Cony!! item 2 pra mim supera até a bebida na roupa! kkkkkkkkkkkkkk odeioooooooooooooo que peguem no meu cabelooo! fico uma fera!! kkkkkkkk

  16. #22
    Taciane Ricci
    21.11.2013 - 16:41

    Você praticamente descreveu a Swinggers né? haha

    • #23
      Constanza
      21.11.2013 - 16:44

      Sério? Bom saber que nunca irei lá rs

    • #24
      Dani
      21.11.2013 - 20:37

      O nome da balada é Swinggers? Isso não é lugar de uma moça de família frequentar não! Hahahaha brinks, mas que o nome é estranho é….

  17. #25
    Nenna
    21.11.2013 - 16:48

    O Cheiro de cigarro que impregna todo meu channel n 5!!

    Esse pega-pega, parece tomate numa feira, porque é um tal de querer colocar a mão no ombro,na cintura…no cabelo.

    A dificuldade de entender o n-ã-o.

  18. #26
    Luciana
    21.11.2013 - 16:50

    Concordo com tudo!
    A mulherada folgada acho que é o que me irrita mais, e aqueles casaizinhos que vão para ficar se agarrando no meio da boate, ninguém merece!
    Deu vontade de ir em uma balada só pra ter o que reparar e comentar aqui….
    adorei o post!

  19. #27
    Josiane
    21.11.2013 - 16:54

    Cony, já foi na Demodee?

    As vezes vou com o marido e amigos porque gostamos das músicas, mas se um dia você quiser ir pra balada pra morrer de rir, vá lá! É cada figura que aparece!!!
    E o bom é que me sinto uma adolescente que pegou a carteira de identidade da irmã pra entrar na balada (e olha que tenho 31 anos).

    • #28
      Constanza
      21.11.2013 - 17:05

      Nao conheço! Onde fica??

      • #29
        Josiane
        21.11.2013 - 17:26

        Na Prudente, próximo ao Café do Museu (Abilio Barreto). Toca mais músicas antigas, estilo anos 80 (mais internacional do que nacional) e o público é um pouco mais velho. Todas as vezes que fui dancei e ri (das figuras e das situações) na mesma proporção.
        Oh, mas tem que ir de coração aberto, viu? Porque acho que a maioria das frequentadoras (julgando pelas roupas) nunca ouviu falar do Fufu…
        Beijos

        • #30
          Constanza
          21.11.2013 - 17:31

          kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk ok rsrs, adoro musica dos 80 rs

          • #31
            Josiane
            21.11.2013 - 17:40

            Ah, então a próxima vez que eu for vou te chamar!!!! (aiai, leitora atrevida bancando a íntima) rsrsrs

          • #32
            Constanza
            21.11.2013 - 17:43

            Pode chamar! Eu topo tudo rs

          • #33
            Mona
            21.11.2013 - 21:59

            Me coloquem na roda gente… Só conheço shopping aqui kkk, ainda não sai na capitar kkk. Prometo q não vou de bota cawboy e camisa xadreiz Kkkkkk. 🙂

    • #34
      Ana Carolina
      22.11.2013 - 10:34

      Tudo na Demodee é perdoável (até os looks), porque as musicas são BOAS DEMAIS em noite de 80’s! Fui uma vez em um aniversário e a impressão que tive foi a MESMÍSSIMA da Josiane. Além de se sentir adolescente a gente se diverte!

      Josiane … me chama pra 80’s night q eu super topo! Ô lugar divertido! rsrsrs

      • #35
        Constanza
        22.11.2013 - 11:10

        Ah nao gente, vamo junto. Que tal heim????

        • #36
          Josiane
          22.11.2013 - 12:11

          Uai (mineirisse danada), eu topo! Vamos juntas sim! Vocês se importam se eu levar o marido a tira colo?

        • #37
          Josiane
          22.11.2013 - 12:16

          Oh, acabei de conferir no site: todo sábado tem “I LOVE 80. Uma noite dedicada aos anos 80, com os HITS mais dançantes desta época que fez história ” (info retirada do site). Então é só combinar!

          • #38
            Constanza
            22.11.2013 - 13:13

            Vamos mesmo? Seria bem legal kkkk

  20. #39
    Mona
    21.11.2013 - 16:56

    Tá resolvido, que Chopp com “Xoping” que nada, vamos para a balada Cony… levei um pé na bunda sensacional esse ano e tbm estou soltinha na pista kkk. Tbm adorei perceber que estou no pique. Concordo com tudo. Apesar de não ser o meu caso, odeio mulheres que perdem o glamour na festa e tiram o salto para pisar naquele mar de bebidas… écati…afff mas odeio mesmo a luzinha branca, se bebi 3 tequilas, a luz me dá gratuitamente o efeito de 15!!!kkkkkkkkkkkkkkk… Num guento

  21. #40
    Flávia Santos
    21.11.2013 - 16:56

    Oi
    Você é ótima!!
    Ri alto rsrsrs
    Quanto as luzes da balada fico até tonta.
    Muito sucesso pra ti.

  22. #41
    Eduarda
    21.11.2013 - 16:57

    Chalezinho tá ficando bem cheio também! A fila é gigantesca também e tem várias que se acham porque estão praticamente peladas e com a progressiva em dia. kkkkk

  23. #42
    Renata Braga
    21.11.2013 - 16:58

    kkkkkkkkk
    Concordo com tudo… mas o que são essas meninas do ponto 3? rs

    • #43
      Katia
      21.11.2013 - 18:58

      Item 3 ou a 3a coisa que a Cony odeia. Rsss ponto 3 ficou parecendo o nome de um lugar 🙂
      “3 – A mulherada folgada. Tudo bem que ultimamente balada é quase campo de guerra…”

  24. #44
    Kamil
    21.11.2013 - 17:22

    kkkk estou me vendo assim, pois estou passando por uma separação e já estou na casa dos 30.

  25. #45
    Anelise
    21.11.2013 - 17:23

    7. check!!
    Já fui a amiga sentando no chão e rindo as mágoas cazamiga segurando meu cabelo enquanto eu bancava a menina do exorcista… quem nunca??

  26. #46
    Fábia
    21.11.2013 - 17:23

    Eu não ouço nada na balada! O som alto, a tal da luz branca piscando… Fica confuso, dificil de entender qualquer coisa.

  27. #47
    ANA
    21.11.2013 - 17:31

    Tão eu esse post, kkkkkkk adoreeei
    Pegar no cabelo acho q é o pior dos piores, a luz piscando então nem se fala, fico totalmente cegueta.
    Pior que td isso é quando existe uma escada imensaaa na balada e vc com salto 15 tenta descer segurando bolsa, copo, etc..é o fim da picada msm

  28. #48
    Ione Danielle
    21.11.2013 - 17:38

    Odeio semi nuas que se acham semi deusas! kkkkkk

  29. #49
    21.11.2013 - 17:55

    Rindo horrores aqui! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk só acrescentaria a fila no fim da balada tbem.. que é uó!! Vc morrendo de sono, de canseira, de fome e principalmente de dor nos pés e aquela fila quilométrica pra sair :S mulher sofre!
    hehe
    beeeejo

    http://beautystopblog.wordpress.com

  30. #50
    Bela
    21.11.2013 - 18:13

    Concordo com TODOS os itens !!! Por essas e por outras ( a idade tá chegando … 36 aninhos ! Não tenho mais o mesmo pique e paciencia de antes ) prefiro um barzinho no fim do dia … Uma coisinha light, p chegar cedo em casa … hehe

  31. #51
    Scheyla
    21.11.2013 - 18:21

    Ri altos aqui e concordei com tudo o que vc postou.. às vezes eu até caio na balada, mas é mto difícil viu… prefiro barzinho, que dê pra conversar e tals. Até pq ultimamente as baladas do lugar q moro são só de sertanojo e funk e disso eu passo longe! Esses tempos atrás fui numa balada anos 80 (adoro!!), mas tbem foi só pra rir, cada criatura, acho que tudo o que vc postou aqui eu encontrei aquele dia, socorro!!kkkkkkkk Mas dancei até me acabar!
    bjus

  32. #52
    celia
    21.11.2013 - 19:14

    Será que só eu não sei quem são as moças do ponto 3 ?? me achando velha, não curto muito balada não, amo barzinho com som ao vivo, se for MPB melhor ainda, eu acho que to velha mesmo..
    Cony querida, falando nisso, que tal um post, sobre roupas pra baladas e barzinhos heinn, pra gente assim, que já não é mais tão mocinha, seria muiitooo bom.. bjo.

    • #53
      Katia
      21.11.2013 - 20:07

      Ponto 3 ficou parecendo o nome de lugar rsss
      É o item 3 da relação das 10 coisas que a Cony odeia 🙂

  33. #54
    21.11.2013 - 19:15

    Nunca na vida que eu pego fila pra entrar num lugar e ainda pagar pra isso e passar por essas situações!
    Oxe oxe oxe! Nunquinha!!!
    Meu negócio é restaurante, um lugarzinho aconchegante. Um barzinho legal!
    Bjs!
    Mille
    http://coisaphynna.logspot.com

  34. #55
    Erica
    21.11.2013 - 19:19

    Oi Cony! Quase não escrevo, sou uma leitora prá lá de tímida!rs
    Cada vez mais me identifico com você, parece que somos aquelas amigas que sempre conversam e concordam, pelo jeito de ser, em inúmeras coisas.
    Não fui mais em baladas, mas odiava quando pegavam no meu braço, a vontade era de dar um golpe…não dei de que…mas um golpe!rs

  35. #56
    Thais Costa
    21.11.2013 - 19:20

    Cony, e a dificuldade pra comprar/pegar bebida? Me chame de bebum, mas é isso o que mais me dá ódio no coração kkkkkkk

  36. #57
    Katia
    21.11.2013 - 19:41

    concordo com tudo! rs e odeio ter que esperar na fila depois de tudo isso pra pagar a consuma, mas o que me irrita mais é gente que sai e reclama de tudo! Se não ta bom vai embora de uma vez carambaaa

  37. #58
    Nathalia
    21.11.2013 - 19:55

    Cony! Assunto nada a ver com o post mas é que decidi essa semana ir pra Santiago no Natal. Como é o clima lá essa época?! Fui em junho passado e passei um friozinho considerável. Hahahahaha
    As noites sair frias?
    Beijos beijos

    • #59
      Constanza
      21.11.2013 - 20:39

      Calor! Mas a noite é fresca, claro q nada comparado ao frio de junho 😉 bjos

      • #60
        Nathalia
        24.11.2013 - 11:34

        Obrigada, Cony! Sempre mt gentil! 😉

  38. #61
    Karine
    21.11.2013 - 19:56

    Pra mim faltou o principal O NÙMERO 1 que é:
    Os mesmos vestidos embalados a vácuo ou a saia embalada a vácuo + blusa.

    Serio! Eu tenho PAVOR desse uniforme! Inclusive não vou a boate por causa disso, é o mesmo padrão de pessoas, com as mesmas roupas, o mesmo cabelo, as mesmas músicas e etc.

  39. #62
    Helo Inoue
    21.11.2013 - 20:36

    AHHAHAHAHAHAHHAHAHAHA
    Odeio TANTO que peguem no meu cabelo !!!!!!!
    A luz branca tb! Poxa, as vezes nem bebi ainda e já tô trançando as pernas!
    Se vc usar lente de contato a fumaça quase arranca seus olhos! aaahahahaaahhaha

    bjos, Cony!!!

  40. #63
    Natália
    21.11.2013 - 20:37

    Sofro do mesmo mal descrito no 10º ponto HAHAHA

  41. #64
    luciana
    21.11.2013 - 20:43

    vc é ÓTIMA! kkkkkk

  42. #65
    Aline
    21.11.2013 - 20:43

    Hahahahahah Coni, ri muito aqui! Seu blog é demais!

    Aqui em São Paulo, uma das coisas que mais me incomoda é que vc tem que se vestir como se fosse para uma formatura!! Sério, brilho, paetê, salto alto (ai, que dor mais tarde), etc etc E todo mundo parece ter saído de uma linha de produção! Ainda bem que sou uma infratora, vou como acho que devo ir e sempre me divirto (apesar dos perrengues).

  43. #66
    Mônica
    21.11.2013 - 20:53

    Cony, e o post sobre jeans ryco e jeans pobre? Tô mega curiosa!

  44. #67
    ERICA CASTRO
    21.11.2013 - 20:53

    Então tá… agora que é a blogbaladeira de plantão podia escrever sobre os lugares que conhece. Sempre que quero sair fico sem saber onde tá bacana… Gosto da Demodee tbém, mas quero saber maaaaaaaais!!!

  45. #68
    Karine
    21.11.2013 - 20:56

    Eu prefiro muito mais ao inves de boate ir pra Lapa onde tem uns barzinhos que tem música ao vivo e até tem um espaço separado com dj e tal. As pessoas vão vestidas mais a vontade, com shorts, vestidinhos soltos e sapatilhas. Tem coisa melhor nesse mundo que dançar a madrugada toda de sapatilha e short jeans.

  46. #69
    21.11.2013 - 22:01

    A que mais odeio, sem dúvida, é balada que não conhece o número de lotação e vai colocando gente lá.
    Não dá pra dançar, não dá pra caminhar, não dá pra respirar. CHAAAAATO!

    Nem sou velha mas depois de ir em muita balada, prefiro minha casa, um restaurante, um cineminha e até um barzinho bem musicado!

    http://www.blogcoisaetal.com

  47. #70
    Bethania
    21.11.2013 - 22:24

    Ai Cony, vou ter que deixar o meu comentário só porque não vi ninguem comentar isso!!!… Menina, eu O-DEI-O ir em boates. Mas assim, na vida de jovem temos que ir para agradar as amigas que gostam! Então, tomo todas sempre antes de ir (mesmo porque ficar bebada na balada é uma fortuna) e quando chego lá quero dançar como se não tivesse amanha (hahahahaha). Moro em Vitoria ES, e o povo aqui, principalmente feminino, é muito de figuração (a gente usa essa gíria para indicar pessoas que ficam na balada com cara de blase, sabe…). Então, o povo aqui é muito figuração e quando vê um grupo de pessoas se divertindo e dançando loucamente ficam fazendo aquelas caras de reprovação! Não aguento o povo da figuração!!!

  48. #71
    21.11.2013 - 22:26

    kkkkkk chorei de rir!
    Tem anos que não vou a uma balada (nem sei se aguento ainda, apesar de amar). Ainda me lembro como era… kkkk
    É bem assim mesmo. A pior de todas, que eu acho, é a rabada de cabelo alheio na cara! Odeio!!!
    Antigamente, tinha outra (bem das antigas mesmo) muito chata: o pessoal que ficava fumando dentro da balada e vc morrendo de medo de ser queimada por uma folgada que quebrava o punho com cigarro para o lado, sem olhar se iria encostar em alguém.
    Nesta época do cigarro, tinha que chegar da balada e ir direto para o banho, lavar cabelo e tudo!
    Quando vc for de novo, me chama… rsrsrs Quem sabe eu consigo um vale night… quero dizer, quatro vales. kkk
    Bjos

  49. #72
    luciane
    21.11.2013 - 22:58

    odeio crianças em baladas! não se trata de ser velha, mas menor de 18 em festa é ilegal mesmo rs.
    eu odeio pessoas dançando loucamente de duplas quando começa o sertanejo… detesto, tudo apertado e os sem noção rodopiando lá e batendo em todos

  50. #73
    Priscila
    21.11.2013 - 23:08

    Cony eu nunca fui fã de balada, ia com as amigas pq tinha uma que íamos e amávamos, na minha época de balada tinha 2 garotas do ponto 3 (sim, gostei desse termo kkk) que ganharam o carinhoso apelido de Silvia Saint e Aretuza (pra quem não sabe, é o nome de duas atrizes pornôs), elas simplesmente rodaram em todos os nossos amigos da balada, e quando eles descobriram que era esse o apelido delas entre nós, ferrou: ninguém mais se referia as duas pelo nome (que por sinal, ngm mais se lembra, só se lembram de Aretuza e Silvia Saint).

    Fui a um tempo atrás em um balada e definitivamente não é um lugar que eu goste: a mulherada sensualizando, suor, barulho na minha cabeça… E o pior que, por eu ser solteira, todos me julgam que eu devo amar balada (quando de verdade, detesto)

    Bjs

  51. #74
    Joice
    21.11.2013 - 23:19

    Adorei!!! Concordo muito…acho q são os 30 (idade)!!! Mas quer que eu peça pra morrer??????????? Barzinho com MPB ao vivo kkkkkkkkkkkkk

    • #75
      Constanza
      22.11.2013 - 09:27

      “As vezes no silêncio da noiteeee” kkkkk

      • #76
        Ana..
        24.11.2013 - 15:17

        Desculpa quem gosta, mas MPB é meu calmante natural.. Se sair e tiver MPB na área, é 15 minutos e soono. Balada não tenho paciência, tá complicado para meu lado.

  52. #77
    Daiane
    22.11.2013 - 00:52

    Tem outro, vc chegar com uma roupa bafo e encontrar alguém igual affff

    odeiooooo…!!!

  53. #78
    Kelly Siqueira
    22.11.2013 - 01:00

    Morri de rir com o post!! Me identifico muito!! O que me mata é muitas vezes ficar horassss na fila, e quando consigo entrar vejo que o lugar esta super vazio, ou seja, estavam segurando a fila pra “fazer de conta” que tava bombando, e mais gente querer entrar!! Odeio isso, é uma falta de respeito!!rss. Tb quero matar as pessoas que passam se esfregando, aff.. quase me arrastam. Sabe Cony, tenho a sensação que sempre fico num local de passagem, não é possível!! kkk Outra coisa é o banheiro feminino, que sempre tem fila, enquanto o masculino tá lá vazio!!

  54. #79
    Vivi
    22.11.2013 - 01:20

    Espero que eu ainda encontre alguma festa/balada que eu possa ir em paz com o namorado e as amigas, dançar, curtir… sem essas chatices todas. Principalmente sem a parte sobre as ~piriguetes~ peladas se achando e os caras metidos a babaquinha que se acham o dono do lugar (e das garotas). rs Só em filme, né?

  55. #80
    marlize butzki
    22.11.2013 - 07:50

    muito bom me identifiquei em tudo,e quase morri de tanto rir,kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk,adoro seu blog,e o único que ainda sigo……….

  56. #81
    Priscila
    22.11.2013 - 08:19

    AHAHAHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHAHHAHA Sempre falei a mesma coisa da 10.

    Quando estava solteira,ia só pra não ficar em casa sem fazer nada, mas a parte que mais gostava era comer depois e chegar em casa! Nunca curti muito por causa desses motivos, gosto de dançar mas sou muito mais um bar ou restaurante (com uma música de fundo é legal tbm)

  57. #82
    Luisa
    22.11.2013 - 09:00

    Odeio tudo isto… mas o que MAIS me apavora é gente sem paciência para alguma das coisas acima que resolve BRIGAR! Ai sei que já passou da hora de ir embora.

  58. #83
    Amanda
    22.11.2013 - 09:02

    Gente tem DUAS coisas que irritam ao extremo:
    1.Cabelo de creme! Pelamor! Mulher que bate cabelo de creme na balada é uó!
    2. Vc vai no banheiro retocar o batom ou gloss e uma sem noção te pede emprestado… Da vontade de falar “ta loca fia? Achei meus beiço no lixo não!” ao invés do simples “vai rolar nao”.
    kkkkkkkkkk

  59. #84
    Camilla
    22.11.2013 - 09:37

    HAHAHA morri de rir. Acho que concordo com tudo!
    Mas a mulherada folgada é de matar mesmo. Pior ainda é a mulherada folgada derrubando bebida :/ sempre tem uma. hahaha

  60. #85
    Tóia
    22.11.2013 - 09:47

    Adorei todas e concordo plenamente…faz séculos que não vou pra boate, mas fiquei meio traumatizada das últimas vezes…
    Primeiro, a vez que fomos numa boate, com fila gigantesca, um frio do cão até que conseguimos entrar…o lugar era lotado de gente, mas o mais incrível era que as paredes dos corredores entre os ambientes era toda acolchoada, pois o pessoa ia se empurrando pra passar e assim ninguém se machucava.
    A segunda e pior lembrança de todos, fui num Planeta Atlântida aqui no RS, uma senhora que devia ter a idade da minha mãe simplesmente vomitou nas minhas costas e saiu caminhando. Não sei nem explicar o nojo que eu senti. Sorte que eu tinha cabelo curto e pegou mais na blusa. fomos de camarote (pensa o nível da galera) e queríamos assistir o exaltasamba que nem tinha começado – caos total. Cheguei em casa e joguei a blusa no lixo – kkkkk
    beijos Cony, adoro teus posts

    • #86
      Constanza
      22.11.2013 - 10:12

      Ecaaaaaa kkkk

  61. #87
    Francine
    22.11.2013 - 09:57

    Está certo que já não tenho mais 18 faz tempo aí a gnt vai ficando enjoada…
    ODEIO quando,do nada, a moça encosta do meu lado e pede meu batom ou escova emprestado no banheiro, não empresto, não conheço…
    ODEIO copo de plástico, vc paga uma fortuna nas bebidas e vem em copo de plástico?
    ODEIO ar-condicionado que não dá conta do recado… (levei 2 horas me maquiando!!!)
    ODEIO quando o estacionamento do local é longe…
    ODEIO acordar de ressaca e descobrir que comprei gato por lebre no bar do local…
    Deve ter mais um monte de coisas que ODEIO…
    Suspeito que está na hora de eu ficar em casa… kkkkk
    Obs. Odeio todas as coisas que vc relacionou tbém!!! kkkk
    Um beijão, adoro seu blog, indico para todo mundo aqui no sul!!!

    • #88
      Constanza
      22.11.2013 - 10:13

      Obrigada!!! Saraivas unidas rs

  62. #89
    Cássia Lopes
    22.11.2013 - 10:10

    Balada? O que é isso?!!!
    KKKK… Depois que tive meus tesourinhos fico acordada de madrugada mas é pra dar de mamar!!!! kkkk….
    Só pra descontrair e pra você saber que as mamis, velhas e não baladeiras também te curtem muito!!!
    Beijos Cony!!!

  63. #90
    Eliza
    22.11.2013 - 10:16

    Eu não gosto há algum tempo dessas baladas por todos esses motivos que vc enumerou. Adoro um barzinho ou restaurante. Até para shows ando meio fresca: só vou se tiver lugar marcado, rs…
    Beijos

  64. #91
    Lívia
    22.11.2013 - 10:48

    Uma coisa que eu sinceramente detesto é o gelo seco… perfumado ainda por cima! Entendo a necessidade rsrs… mas detesto mesmo assim.

  65. #92
    Tatiana
    22.11.2013 - 10:56

    Cony, concordo com tudo e tb estou na fase de barzinho ou restaurante… rs!! Só gostaria de fazer um complemento no item do banheiro, odeio fila!! Como pode a mulherada demorar tanto para fazer um xixi?? Acho impressionante… kkkkkk… E fico muito irritada quando estou apertada (rs!), acho que deu pra perceber… kkkkkk… Beijos…

  66. #93
    Caroline®
    22.11.2013 - 11:20

    Uma coisa que eu odeio em balada: atualmente, a própria balada! Já fui de curtir a náitchy, mas há um bom tempo isso perdeu a graça pra mim. Todas essas coisas chatas mencionadas no post estão pesando mais na balança do que as coisas legais que eu gostava. Junte-se a isso o fato de que a música da moda agora é sertanejo universitário – que eu ABOMINO – e esse bate-estaca que me dá dor de cabeça.
    Uma coisa curiosa é que as mulheres (TODAS, sem exceção)viram super baladeiras quando acabam um relacionamento mais sério. Até as mais low profile vão bater ponto nas boates de saltão, vestido colado e olho preto. Mas essa fase passa, é só acabar o momento dor de cotovelo que todo mundo volta ao normal…..

    • #94
      Constanza
      22.11.2013 - 12:08

      Acho que na é dor de cotovelo, é sair pra se divertir mesmo… Eu era mt baladeira antes de namorar e deixei de fazer isso durante o namoro…

    • #95
      Verônica Almeida
      22.11.2013 - 13:00

      Também acho que geralmente quem termina um relacionamento longo acaba aproveitando ao máximo depois. Passei por isso. Mas, não era dor de cotovelo até pq fui eu quem terminou e não gostava mais da pessoa. Acredito que por querer aproveitar o que não fez e fazer justamente as coisas que gosta sem precisar abrir mão de nada. Mas, no alto dos meus 31 anos hehehe não to a fim de balada não. Aqui tb é igual vc disse: sertanejo e eletrônico, às vezes, tem uma disco anos 80. Acredito que depois de uma certa idade a gente se torna mais seletiva, até enjoada e não se permite certas coisas.

  67. #96
    Pati P Lisbôa
    22.11.2013 - 11:31

    Rindo mto…tu é d+ guria!
    Não frequento mais balada só barzinhos (vida de casada), mas lembro que odiava balada que tinha muitas escadas…na chegada era tranquilo, agora depois de um drink ou outro, com aquelas luzes, salto alto, muita gente subindo e descendo (rapido) ao mesmo tempo…afff…só agarrando firme no corrimão torcendo pra nao despencar. Já presenciei cada tombo, uó! kkkk
    bjao =)

  68. #97
    Débora
    22.11.2013 - 11:42

    Cony,
    Gostei da idéia da amiga, de fazer um post sobre roupas legais para ir pra balada. Eu já tô meio fora do “mercado”… casada e tal… mas de vez em quando rola uma baladinha para um níver ou outra comemoração e sempre vem a dúvida: como me vestir decentemente, sem pireguetear, mas também sem cara de quem tá indo pro trabalho!!
    HELP!!

  69. #98
    Germana
    22.11.2013 - 11:45

    E aquela galera bêbada que resolve cantar bem alto as músicas num inglês super tosco? Adorooo! Me divirto horrores! Se brincar, canto junto! Hahahaha!

    Morri de rir com suas “Saraivisses”! “Tamo junto”! rs

    E sim, Adam pode tudooo!

  70. #99
    Thatiana
    22.11.2013 - 12:19

    Cony, tudo é questão de momento… SE o Adam Levine estivesse na balada, tenho certeza de que você nem levaria em conta os 12 tópicos hahahahaha

  71. #100
    Verônica Almeida
    22.11.2013 - 13:06

    Odeio lugares super abafados que ar condicionado não da conta ou nem existe e as pessoas começam a suar e passam te encostando; aqueles carinhas que quando vc passa fazem rodinha e vc fica presa lá no meio; e banheiro químico ( what the hell is that kkkkk).

  72. #101
    Sandra
    22.11.2013 - 14:17

    e aquelas meninas que acham que o namorado dela é o mais lindoo de todos os homens da balada, e acham que TODAS as mulheres estão desejando seu baixinho, gordinho e mal vestido namorado e por isso brigam com qualquer uma que passa perto???

  73. #102
    Polyana
    22.11.2013 - 14:44

    – quando os bebados começam a querer brigar
    – pisam no meu pé
    – Fazem aquele bicão pra te agarrar sem seu consentimento
    – gente suada
    – perfume demais
    – quando não tem um suco , refri decente , uma garrafinha de agua (não tomo alcool)
    – gente feia kkkk
    – música ruim ou dj péssimo .

    • #103
      Renata
      22.11.2013 - 18:15

      O bicão é péssimo mesmo!!

  74. #104
    Marcelle
    22.11.2013 - 14:54

    Eu ODEIO ver as pessoas vestidas uniformizadas, as mulheres estão de vestido colado, cabelo escovado, olho preto, salto alto e bolsa transpassada. Se fosse homem certamente as confundiria

  75. #105
    Drika
    22.11.2013 - 14:56

    Fufu, eu O.D.E.I.O a fila pra pagar a comanda. Final de noite já não nos aguentamos o salto e tem aquela fila enooorme. Fora que ainda tem garçom que ganha um “por fora” pra pagar a conta de algum cidadão e entram lá na frente1 Fico possessa! rs

  76. #106
    Ana Claudia
    22.11.2013 - 15:04

    Me irrita quando te dão uma conta inflacionada com vários itens que vc não consumiu. Tipo um “se colar colou”, sabe? Acho que pensam que se vc estiver suficientemente bêbada vai cair e pagar pelo que não consumiu. Odeio e sempre pego briga no final.

  77. #107
    Iraci
    22.11.2013 - 16:04

    Lembrei de um ponto que eu odeio DEMAIS: Casal se pegando na balada. GENTE, vai pro motel, pro escurinho, sei lá! Já vi casal que o cara pegou na bunda!!!!!! da menina na frente de todo mundo e ela nem aííí. Como assim? Cadê valor?
    Tem uns que além se pegarem level hard ainda fazem uns contorcionismos que só faltam deitar em cima de quem tá do lado. ODEIO!!!

    • #108
      Ana..
      24.11.2013 - 15:32

      kkkkk.. Pior eu que ontem( sim ontem, 23/11) estava em um shopping( Pátio Savassi, Cony), tinha um casal na loja “Outonos”, a moça era mais velha e o rapaz um gordinho meio nada a ver ficava tascando beijo na boca da senhora fazendo barulho ao beijar e pasmem: tacando beliscões no bumbum dela! Peraí, que que isso Brasil? Nunca imaginei uma cena dessa no Patio Savassi! Sério, fiquei de cara! Sorte que na hora só tinha o casal e eu na loja.. Sinceramente, foi tosco, tudo em seu devido lugar. Ah! A moça comprou bastante e ganhou amostrinha Loccitane, o rapaz disse: Você vai me dar né.. Calma gente a amostrinha! kkk.. Ela disse: não! Aí o rapaz: ai como você está pão duro.. Dai meus pensamentos já tomaram outro rumo: o bofe é gay? Bi? Muito bizarra a cena, pena que estava sozinha e as vendedoras mantiveram a fleuma qdo o casal foi embora..kkkk.. Isso pq vou a BH as vezes hein?! Na balada depois dessa, até aceito uns “grudes” alheios. kkkkk…

  78. #109
    Thainara
    22.11.2013 - 16:52

    Oi Cony, pode me tirar uma dúvida?
    No Aliexpres a gente pode comprar qualquer coisa ou é parecido com o mercado livre (depende do fornecedor)?
    Obrigada!
    Beijos

  79. #110
    Dani
    22.11.2013 - 17:00

    hahahaha muito bom! Cony, e quando o ar condicionado não dá vazão e o lugar tá cheio?? As pessoas se acabando na pista de dança e esbarrando em você mega suadas, eca!
    Sou zero fã de noitada, nem quando era solteira e tinha disposição eu era de frequentar…a fila pra entrar e a impossibilidade de conversar sem ter que berrar também me irritam MT!

  80. #111
    Renata
    22.11.2013 - 18:13

    Adorei. Morri de rir com o post. Vômito, onde quer que seja, não dá pra suportar. Pegar no cabelo é phogo. Mas, banho de chopp eu DOU na Gretchen quando elas me empurram. A cara de tacho da infeliz é impagável!!! Recomendo!!!

  81. #112
    22.11.2013 - 18:29

    Concordo com tudo!! haha
    Então não venha para Suécia, viu…
    ou se não, terias que acrescentar o fator “empurra-empurra” na tua lista….
    As baladas aqui são legais, mas fiquei impressionada como os jovens suecos empurram, abrem espaço com o cotovelo mesmo, tão nem aí…. fiquei passada!! 😡

    Porééém… ossos do ofício… e bora conhecer essa cultura aqui 🙂

  82. #113
    Sandra Fernandes
    22.11.2013 - 21:35

    Sabe aquela familia de lutadores Gracie,(Kyra Gracie) eles tem uma irma que luta tb e ela ensinou uma vez no Amaury Jr um golpe para os caras que chegam na balada pegando na gente pelo braco.

    Nao e daqueles golpes de MMA nem nada parecido e so uma pegada no antebraco do camarada que ele ate mija na calca rsss

    Vale a pena pesquisar no Youtube este procedimento.

    • #114
      Constanza
      23.11.2013 - 09:16

      Hahahaha que legal! Vou olhar.

    • #115
      luciane
      23.11.2013 - 17:26

      não achei nada no youtube..

  83. #116
    Marina
    22.11.2013 - 21:45

    hahaha concordo com quase tudo! nossa lembro do início da faculdade de ir pra balada em BH de segunda a segunda… agora, se saio um dia tenho que dar umas duas semanas de descanso pelo menos… Não acredito que aguentava ir na swingers, mesmo não curtindo a música… Hoje no máximo vou pros bares “do rock”, lord, jack etc. Lembrei de outra coisa que odeio: casais “get a room” te empurrando na pista… Um dia estava no Garage d’caza e tinha uma casal tenso na pilastra do meu lado, eis que o cara levanta a blusa da mulher e ela estava usando uma cinta nude, dessas pós-lipo hahaha a cara de susto dele valeu a noite.

    • #117
      Constanza
      23.11.2013 - 09:17

      HAHAHAHHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA

  84. #118
    ana paula
    22.11.2013 - 23:01

    E o povo que solta pum, não entendo ou!!!

  85. #119
    Tatiana
    22.11.2013 - 23:41

    Excelente!! Ri muito na luz branca piscando, mas o meu mais odiado é:
    2 – Que mexam no meu cabelo

  86. #120
    Danielle
    23.11.2013 - 00:50

    Oiiii!!!

    Morri de rir!

    ODEIO TUDO! coisaas da idade meeeeeeessssmoooooo…não se conversa, não se anda, não se daça, é roubado em cada item do cardápio….aff!

    coisas da idade! rs

    bj

  87. #121
    Rodrigo
    23.11.2013 - 08:15

    Então vc não gosta de nada na balada ! fica em casa !

    • #122
      Constanza
      23.11.2013 - 09:21

      Balada se resume a isso então? To fora

    • #123
      luciane
      23.11.2013 - 17:24

      vai ver as baladas do “rodrigo” sim rs

    • #124
      Nicole
      24.11.2013 - 01:51

      aff, tinha que vir um mala. ainda bem que não vou mais em balada pra ter que aguentar esses mongolão.
      gente, como eu sofria. hahah lendo teu post minha memória voltou com tudo. e definitivamente, não encaro mais. fofocar numa mesa de bar é muito mais gostoso. <3

  88. #125
    Michele
    23.11.2013 - 14:02

    Cony,

    Essa luz branca me faz sentir linda e que danço muito bem! Eu amo!!! Faço cada caras e bocas e só no passinho…rsssssssss
    O que é insuportável mesmo é quando você está andando e os caras te seguram pela mão.
    Outra coisa que eu odeio é a mina difícil. Ela não fica com ninguém e fica te atrapalhando colocando defeitos em cada carinha que te olha. Só para não voltar para casa sozinha.
    Nas minhas vidas de choppada, eu já vi mina fazendo xixi no ralinho do banheiro e toda na pose. Cruzes!

  89. #126
    Silvia Macedo
    23.11.2013 - 17:56

    hahahhaha… amei concordo com tudooo.. e eu também passaria dos 12 exemplos =)

  90. #127
    Dulce
    23.11.2013 - 21:13

    A pior coisa da balada é a concorrÊncia desleal: Vc faz a make dos sonhos, ensaia em casa vários looks, vai com a roupa mais linda do pedaço e quando chega lá, um escuro de doer, ou seja, se for de pijama não faz a mínima diferença pois o que vale são as “periquetes” quase nuas e escalando os pescoços masculinos…. Eu mereço…

  91. #128
    Bárbara Lopes
    24.11.2013 - 09:42

    Sou leitora fantasminha, mas TIVE que comentar! Você descreveu exatamente tudo que eu odeio em balada, parecia eu falando hahahah.
    E o trem de mexer no cabelo então… Tenho cabelo cacheado e costumo usar ele assim, até pra sair as vezes, mas eu não posso dar um passo no meio da multidão sem um cara sem noção mexer no meu cabelo. ÓDIO define! Hahaha. E fora o meu medo das várias mãos fazerem o meu cabel inflar! As vezes eu até desisto de usar o meu cabelo ~ao natural, porque quando eu faço chapinha menos gente pega nele hahah.
    Indica uma baladinha boa em BH (sou dessas que odeia várias coisas mas não desiste de ir pra night hahahah.
    Bjaum Cony! Adoro o Fufu!

    • #129
      Constanza
      24.11.2013 - 11:18

      Ontem fui Na Sala e tava bem bom viu

  92. #130
    Bia
    26.11.2013 - 15:51

    Cony (estou me achando sua BFF… kkk abafa!),

    Adoro o fufu, leio sempre e nunca comento. Dessa vez não me aguentei calada, porque também odeio todas essas coisas da balada!

    As vezes tenho a impressão que a mulherada compete entre si, sendo o objetivo deixar a maior quantidade de partes do corpo à mostra, usando peças que podem ser socialmente chamadas de roupas casuais.

    Esse falso moralismo da sociedade mineira é bem irritante.

    Beijos!!

  93. #131
    Luciana
    29.11.2013 - 14:25

    Adorei e concordo com tudo que vc enumerou Cony,sou mais uma leitora de longa data comentando pela primeira vez.
    Aqui em SP é odioso Vila Olímpia e adjacências as filas intermináveis onde as hostess são super antipáticas na hora de escolher quem entra na festa.Meu marido se recusa a ir nessas baladas da moda diz sempre que é mais negócio irmos em algum barzinho com música ao vivo e menos estresse e ele realmente está certinho rs.
    Fila interminável para bebidas, banheiro, gente non sense te agarrando, homem truculento que puxa seus cabelos, bebidas quentes, copos de plástico, Periguete confiada que tem a ousadia de cantar seu marido na sua cara, e nessa hora vc sente vontade de protagonizar aqueles barracos de filme e desfigurar a criatura, gente que arruma confusão tenho pavor e os pittyboys são bem comuns tb andam em bando e mexem com mulheres acompanhadas, a invasão do maldito Funk e Sertanojo Universiotário me recuso a ficar ouvindo isso.
    Enfim tb sou Saraiva e a essa altura me recuso a me arrumar toda linda para passar por tantos constrangimentos em buátchy, prefiro um local mais calmo e menos na moda onde possa comer, beber e dançar em paz #idosadetected
    Parabéns adoro o Blog leio todos os dias
    bjão

  94. #132
    Erivaldo Júnior
    03.07.2014 - 22:01

    Bom, to chegando de Marte mas vou tentar.

    Tava jogando no Google algumas justificativas para o meu desdém com baladas e achei esse site. Mas ó: não sou desses autores de auto-ajuda que escreve pra fazer cartaz com as mulheres. Vai aqui um relato de coração 😉

    Dá pra contar nos dedos as que frequentei, pois desde novo já cultivava um olhar suspeito para festas, bebedeiras, desce-até-o-chão, “gincana” de quantas pega. Pois bem:

    A moça que foi no Planeta Atlântida me moveu pra contar o que vivi lá: foi em 2006. Bah cresci endeusando o evento. Gravava os shows transmitidos pela rádio em fita k7. Até que chegou o momento de conhecer de perto. E aí é aquilo: uma pocilga! Os promotores disponibilizam banheiro químico, mas quem liga? Não reparei nas gurias, mas os caras mijam no murinho mesmo. E chove e se molha! Quase joguei fora minha camisa (pô, “pegar” quem assim!? hehe) E depois: sol e calor, muito calor!!! Daí chega o show do Charlie Brown Jr.: a cada verso do Chorão alguém perto gritava: Charlie Brown, porra! Charlie Brown, caralho! (ressaltando que até gosto da banda, certo?) Foi neste show que roubaram a carteira do meu melhor amigo, pra variar. SE alimentar? Claro, dé real o dog! Acabou que acabei com o Planeta Atlântida na minha vida.

    Mas pra não ser (mais) prolixo, lembro de outra festa. O mesmo amigo diz pra mim: “Ó, pega na cinturinha quando elas passarem…” Bah o tempo (e os posts acima) estão dando razão para a minha inércia na época hehehe.

    É engraçado que as gurias cujas postagens no Face (ou do moribundo Orkut) julgam-se “únicas”, “verdadeiras” se vestem padronizadamente. Quando volto da facul pra casa nas sextas (ok, podem me chamar de nerd) as tchangas (um designativo daqui do RS pra gurias “o ó”) usam, no inverso, a mesma blusa-manga-comprida-até-a-cintura-cobindo-pescoço… mas que oferece o mesmíssmo decote explosivo. Ah, junto com a microssaia mostrando o útero!

    Só fico pensando se eu não gosto de baladas ou fui nas erradas…

Comente