13
Jun 2013
Conversinha Sobre o Fim…
Constanza, Cotidiano

Acabou. Depois de alguns anos juntos, chegou a hora da separação.

NÃO É BLOG QUE TÁ ACABANDO NÃOOOOOOOO hahahaha. Peguei vocês heim??

Bom, deixa explicar direito este post… Ia postar ontem mas achei meio sem noção falar sobre isso justo no Dia dos Namorados.

Acho que quase todo mundo sabe que no final do ano passado passei um perrengue danado. Namorei 14 anos e meio e terminamos em setembro. Durante dois meses fiquei feliz, aliviada, cheia de vida e querendo aproveitar tudo, mas em dezembro meu mundo caiu. Tive o tal “choque de realidade” e foi aí que abri o jogo com vocês lá no Facebook (já me segue por lá também néam?) e contei o que estava acontecendo. Não sou muito de falar da minha vida pessoal, mas o negócio tava tão feio e como eu não conseguia postar nada achei que seria legal dar uma explicação do porquê da paradeza do Futilish. Cês não imaginam o quanto pensei antes de falar lá, mas minhas amigas (suas lindas, se não fosse por vocês não sei o que teria sido de mim) me apoiaram e deram a maior força. Gente, durante esses quase 4 anos de blog foi a coisa mais emocionante que já me aconteceu. Achei que iriam aparecem milhões de haters me chamando de várias coisas mas não… nunca recebi tanto apoio, tanta palavra boa, tanta energia positiva! Ó, cês podem até não saber, mas me ajudaram MUITO! Fora os comentários que recebi por lá, choveram emails de gente que passou ou estava passando pela mesma coisa. Eu tava perdidinha, afinal nunca tinha passado por nada daquilo (foi meu primeiro namorado “firme”). Meu sofrimento durou cerca de um mês, até achei pouco. Mas foi intenso.

bitsoftruth180

E eis que chego na finalidade deste post: até hoje recebo emails de meninas/mulheres que estão passando por isso e querem conversar, desabafar, pedir ajuda, me perguntam como fiz para superar o término. Porque dói, e não é pouco. É dor física. Você acha que vai morrer, que vai infartar, não consegue respirar direito, tudo fica cinza, a cabeça fica vaziiiiiiiia, a gente perde o sentido de tudo! Nada mais tem graça, qualquer música te faz chorar, qualquer casal na rua dá vontade de pular da ponte. Normal. E acredite, passa. Quando me falavam “Cony, isso vai passar” eu pensava: que passar o quê, cê não imagina como estou, isso não vai passar vou morrer a qualquer instante. Aff, tolinha. Um dia você acorda e… passou.

Mas ok. Sofrimento a parte, como superar um término de namoro? Não virei PhD no assunto e nem quero (kkkkk tá locka né?) mas aprendi algumas coisinhas que podem ajudar quem está passando por esse pesadelo.

  • A mais importante de TODAS. NUNCA, JAMAIS, EM NENHUMA HIPÓTESE DEIXE DE SE CUIDAR! Tirando o fato que homem nenhum merece acabar com a auto estima de uma mulher, o amor próprio sempre deve vir em primeiro lugar, em qualquer momento de sua vida! Principalmente quando a gente sai de um relacionamento e fica se achando a última mulher do mundo, não deixe esse pensamento se apoderar de você. Muito pelo contrário, se olhe no espelho e se ame loucamente. Veja que mulherão você é. Use roupas lindas, faça as unhas como sempre, cuide da pele, do cabelo, perfume-se, passe creme no corpo e fique toda macia, malhe muito (que além de deixar seu corpo mais bonito você ainda vai produzir serotonina, o hormônio da felicidade), permita se apaixonar por você mesma. Resultado: todo mundo vai te falar “nossa, você ficou mais bonita depois que terminou com fulano!” E é. Tiro e queda. E ouvir isso faz um bem danado viu?
  • Saia de casa. Por mais difícil que possa parecer, crie forças, se arrume e vá dar uma volta. Mesmo sozinha. Shopping, tomar um sorvete, ir ao cinema (não assista romances ou dramas, prefira filmes de ação ou de suspense rs), faça caminhadas. Se tiver alguma amiga para te acompanhar, ótimo! Mas se não tiver, se vire. Lembre-se que a sua vida está nas suas mãos e como você é uma pessoa que se ama muito vai fazer o impossível para ficar bem logo.
  • Não se afunde em comida, doces, álcool (se bem que um porre homérico é necessário, mas um só. Ok, uns dois). Eu sou meio radical nesse ponto. Além de engordar e ficar triste com os kg a mais, acho que tudo isso só vai mascarar um problema que tem que ser resolvido. Lembre-se que os problemas deixam de existir quando encaramos e resolvemos. Desviar deles só vai adiar e estender mais seu sofrimento.
  • Tente não tomar remédios. Eu fui em psicóloga, psiquiatra, gastei uma nota preta com remédios para dormir, para acordar, para me manter acordada, pra ficar feliz e sabe que só tomei uns 3 dias? Eu ficava tão, mas tão lerda, fazia tudo tão mecanicamente que preferi sofrer a rodo do que ficar naquele estado letárgico. Se achar que só eles te ajudam, tente não tomar por um período muito longo de tempo. Vai malhar que o efeito é bem melhor.
  • Chore, esperneie, xingue a vida, peça colo, ligue para as amigas, dramatize muito. Mas só enquanto realmente existir drama. Depois a gente fica meio mimada com tanto carinho e apoio que acaba abusando do povo rs. Mas é muito importante conversar com alguém e OUVIR conselhos. E quando te falarem que vai passar, acredite. Porque vai passar mesmo. (obrigada mais uma vez para minha turminha…)
  • Corra pro colo da mãe. Do pai. Da madrinha. Da irmã ou irmão. Família é TUDO. Eles são sua base e saiba que amor de família não acaba nunca, faça o que você fizer. Sempre estarão lá pra você e por você. Não precisa falar nada, nem contar muita coisa. Eles entenderão.
  • Escute músicas felizes, alegres, animadas. Fiz a melhor playlist da minha vida enquanto eu estava na deprê. Até hoje escuto quando tô mais desanimada e levanta até defunto!
  • FUJA de filmes melosos e românticos, durante um bom tempo.
  • Paquere. Ahhhhhhhhhh essa é batata. Por um momento você vai pensar que nunca mais vai ficar com ninguém, não vai beijar nem fazer outras cositas. Ledo engano ma friend. Permita-se paquerar, olhar rapazes bonitos, dê bola messsssmo, deixe que te paquerem e não crie uma redoma. No começo é difícil (imagina eu que fiquei quase 15 anos fora do mercado?), a gente fica sem graça, não sabe mais como reagir frente a um olhar 43, não sabe se o cara tá sendo só gente boa ou se tá interessado… enfim. O importante é deixar ser desejada e acreditar que se alguém está te cantando, é porquê você está despertando o interesse alheio SIM!
  • Não se apaixone pelo primeiro carinha que beijar após o término. Não é o momento de transferir o amor ou tentar achar um substituto rápido. Antes disso você tem que encontrar sua paz, esvaziar seu corpo e cabeça de todo e qualquer resquício do relacionamento anterior e aí sim estará pronta para outra relação. Não se preocupe com o tempo, em quantos meses já está solteira. Quando tiver que acontecer, acontecerá naturalmente. Não force a barra!
  • Cuidado com relacionamentos “rebound”. Esse foi conselho do meu sábio irmão. Um “rebound” é um namoro que acontece logo após o término de um relacionamento longo e significativo. Geralmente acontecem para preencher o vazio que o ex deixou. Você entra nele cheia de vícios, tenta manter a rotina que tinha (e não tem mais) e tende a transferir todos os problemas para o novo companheiro. Fora as situações constrangedoras que acontecem, como chamar o atual do nome do ex, continuar indo aos lugares que ia, trata o atual com uma intimidade que não existe, a relação “rebound” é apenas uma distração para fugir da solidão e só vai adiar o sofrimento que uma hora você terá que enfrentar. Não tem muito futuro então não gaste sua energia nisso. A pessoa pode até ser bacanérrima, mas a antiga relação não resolvida irá atrapalhar, e muito, o novo namoro. Novamente, não se cobre e deixe o tempo agir. Ah, e meninas que se apaixonaram por homens que acabaram de sair de um longo namoro, cuidado. Se realmente você achar que o carinha vale a pena, espere um tempo até ele se resolver, não tente forçar um namoro e muito menos ser o ombro amigo. Geralmente eles acabam procurando a ex depois de um tempo de “curtição”. Para o homem é mais difícil esquecer uma ex de longa data que para uma mulher. Believe me.
  • Faça coisas que não fazia enquanto estava no cárcere (kkkk). Viaje, saia com aquele amigo que seu ex morria de ciúmes, faça festa com as amigas, use decote, entre para um grupo de patinação, faça um curso de vinhos, ligue para os amigos que não vê faz tempo, crie turmas e amizades novas, faça um retiro espiritual, vá para uma balada gay (são as melhores músicas!), compre lingerie sexy para você mesma, vá no show daquela banda que você ama e seu ex odiava, faça um curso no exterior… Foque nas coisas que te dão prazer e que traduzem quem você realmente é!
  • Leia livros de auto ajuda engraçadinhos. Bom humor é muito importante nessa hora. Eu li um bacaninha, não tinha muuuita coisa interessante mas uma lição ele me ensinou e deu super certo: ficar 60 dias sem contato nenhum com o ex. Nem mensagem, nem email, nem telefonema. Fiz isso e foi ótimo! Achei que não conseguiria, mas quando vi que já tinham se passado os dois meses, não senti falta nem necessidade de entrar em contato. Ah, e depois dos 60 dias não significa que está liberada para procurar o dito cujo, mas é o tempo necessário para não sentir mais falta. Você simplesmente não terá vontade de saber nem notícia do ex. O livro se chama “Quando Termina É Porque Acabou”. Quem quiser uma distração, rir um pouco da desgraça alheia (é cheio de exemplos), ver que isso acontece com TODO mundo e aliviar um pouco o momento, vai gostar.
  • Cuidado com o Facebook, tente não postar a todo momento frases de Martha Medeiros, Caio Fernando de Abreu, Tati Bernardi. Muito menos mande indiretas pro ex, pros familiares etc. Dependendo do “gravidade” do término e dos motivos, acho válido deletar o ex.
  • Ria da situação! Faça piada da sua solteirice! Quando alguém vier com “peninha” mostre que você está bem resolvida e tranquila.
  • Não pense que todo mundo que está namorando ou casado está melhor que você. Posso te garantir que pelo menos 50% é só aparência. Nas redes sociais (e vida real) todo mundo é muito feliz, rico e bonito mas a realidade pode ser beeeeeeeeem diferente. Boa parte tem tantos ou mais problemas que você e pior, muita gente só está acompanhado porque não sabe ser feliz sozinho. Quer infelicidade maior que essa? Foque na SUA felicidade sem comparar com a dos outros. Cada um sabe onde o sapato aperta (que pode ser lindo e maravilhoso por fora mas péssimo de calçar).
  • E para finalizar (tô falando demais rs) tem uma frase Osho que acho perfeita e reforça o que falei acima:  ”Se você é capaz de ser feliz quando você está sozinho, você aprendeu o segredo de ser feliz.” Se for para depender de alguém, que seja de você mesma! Não entregue a sua felicidade na mão de outra pessoa. Quem nasceu com você e estará com você até seu último dia mesmo??? E acredite, o melhor está por vir. Seja qual for a sua crença, pense que nada é por acaso e nunca recebemos um fardo maior do que podemos carregar. Vai passar e você será mais feliz do que imagina!

 

Só sei que foi assim. E tô bem, obrigada 😉

If-You-Arent-Happy-Single

388 Comentários
  1. #1
    13.06.2013 - 12:23

    Se tem uma coisa ótima que meus 4 anos de solteirice me ensinaram é essa: ”Se você é capaz de ser feliz quando você está sozinho, você aprendeu o segredo de ser feliz.” Se for para depender de alguém, que seja de você mesma!

    Eu amo meu marido profundamente, não quero ficar sem ele, mas sei que – por mais que sofresse com um fim de relacionamento – superaria. E isso me faz me entregar ainda mais a meu relacionamento e ser mais feliz nele, pq ele não precisa me completar, então ele me transborda!

    Beijos

    • #2
      Zeli
      13.06.2013 - 15:47

      Curti mil vezes seu comentário!! É bem assim que penso!

    • #3
      Letícia
      13.06.2013 - 16:37

      Genial!! Isso aí: se ele não precisa te completar ele transborda!! Amei!!

      Completa a gente tem que ser sozinha, pelas próprias pernas!!

    • #4
      14.06.2013 - 08:15

      Falou tudo! Também penso dessa forma =] Quem nunca passou por essa situação de término de namoro, não sabe o quanto dói e o quanto a gente aprende! Eu já passei, pensei que ia morrer, e me identifiquei com TUDO que você escreveu Cony, porque é bem assim que acontece. Mas, PASSA, passa mesmo! E quando passa a gente até agradece a DEUS por ter vivido aquilo, porque TUDO tem um lado bom, sempre pensei assim! E DEUS tem sempre algo MELHOR para cada um *–* E você Cony é uma pessoa muito especial e merece alguém muitooo especial do seu lado também! Beijo grande linda =**

  2. #5
    13.06.2013 - 12:24

    tbm terminei faziam 2 anod e meio, e fui vendo qua o lado ruim do relacionamento sobrepunha as coisas boas, me preparei uns meses antes de terminar, e um tempo depois ao ver a pessoa novamente nao senti aquele aperto, era como uma pessoa comum, fiquei muito fliz pois me senti livre :D, cony voce é linda e chic em breve aperece um principe pra ti *_______* ate a cinderela aqui é solteira rsrsrs

  3. #6
    Pri
    13.06.2013 - 12:26

    Ameeeeeeiii Cony!!! Você é uma mulher maravilhosa e merece toda felicidade do mundo. Beijooos

  4. #7
    renata
    13.06.2013 - 12:28

    Cony, vc é muito fofa! Quer ser minha amiga? hahaha

    eu namoro há um tempo considerável, mas já fui muito solteira e sempre muito bem resolvida. E vou te falar, eu amo meu namorado, mas eu tb amava a minha vida de solteira.

    e é isso ai meninas, se amem. É o primeiro passo pra alguém te amar e te admirar também.

  5. #8
    Djeine
    13.06.2013 - 12:30

    Uauuuu!!
    Por isso e por tantas outras coisas, que eu admiro vc!!
    Passou por tudo, sofreu, ergueu a cabeça e agora dá apoio para que está sofrendo.
    Melhor blogueira foreveeeeeer.
    Bjo

  6. #9
    Natália Almeida
    13.06.2013 - 12:31

    Que lindo Cony! Não estou passando por isso AINDA, mas tô naquele momento entre decidir ficar ou terminar com o namorado que já me magoou… Suas palavras me ajudaram muito! Que você seja feliz, lindona!

  7. #10
    Silvia
    13.06.2013 - 12:31

    Constanza, sem palavras para dizer o quanto amei esse post! Entro no fufu todos os dias, até mais de uma vez e quase nunca comento, mas dessa vez preciso deixar registrada a minha admiração por você, pela sua preocupação em ajudar mulheres que estão passando por essa situação, enfim… Por este olhar cuidadoso com as suas leitoras! Amo seu blog!!! Beijo!

  8. #11
    Dani
    13.06.2013 - 12:32

    Em primeiro lugar: isso nao se faz. Quase morri do coração com essa introdução.
    Futilish ainda tem muito pra render, e ficaram só dois blogs de moda na minha vida, esse é um deles.
    Quanto ao assunto, é tudo a pura verdade.
    Terminei um namoro há uns anos atras e achei que fosse morrer, serio.
    Uma dor insuportável, uma tristeza sem fim, inexplicável.
    Quando alguém me dizia que ia passar, eu tinha certeza que as pessoas nao entediam o tamanho da minha dor (fui traída pelo namorado mais possessivo e aparentemente apaixonado do mundo).
    Mas passa, sempre passa. As vezes demora, o meu caso, um ano, mas passou. E a dor ensina.
    Ótimo post, arrasou, beijos

  9. #12
    Djeine
    13.06.2013 - 12:32

    Eu lembro que quando eu levei um pé na bunda sofri muito: chorei, senti dor…. mas perdi 10 kg. Então, no final, saí ganhando. hahahahha

  10. #13
    Polyana
    13.06.2013 - 12:32

    Uau! Adorei o post! Muita gente (eu inclusive), como leitora assídua do blog, sente como se te conhecesse de perto! E sofre junto como amiga, e adora receber conselhos como amiga! =)

  11. #14
    Rayanne Sousa
    13.06.2013 - 12:32

    Bravo!! Sem mais…

  12. #15
    Karine
    13.06.2013 - 12:32

    Nossa, post mais perfeito do que esse impossível. Parabéns por ter conseguido superar essa fase tão difícil. Toda sorte do mundo pra vc!

  13. #16
    Milena
    13.06.2013 - 12:32

    Cony,
    você não imagina minha felicidade ao ler esse post!!
    Mesmo não nos conhecendo pessoalmente você é uma pessoa que eu tenho um carinho e uma empatia muito grande! Desde que conversamos me pego várias vezes pensando em como você está, se tá feliz, se passou… Graças a Deus que sim!
    Existem algumas variações (você conhece minha história kkk) mas é bem isso que você escreveu!
    Seja feliz, sempre!
    Beijos :**

    • #17
      Constanza
      15.06.2013 - 17:40

      Ah Milena, pois saiba que sua historia me deu muita forca viu?? Beijosss

  14. #18
    Polyana
    13.06.2013 - 12:34

    Ah! E se não for pedir muito, coloca a playlist da alegria na roda??

  15. #19
    zeli
    13.06.2013 - 12:34

    Adorei! Nunca passei por isso, mas fiz questao de lero post todinho!!
    Parabens, Cony!! Vc brilhou!
    <3

  16. #20
    Camila
    13.06.2013 - 12:34

    Fico feliz por tudo ter passado Cony, todas nós estávamos torcendo por vc!
    Alias que post maravilhoso, você é uma querida 😉

  17. #21
    Suzy
    13.06.2013 - 12:34

    Cony, deixa essa playlist pra gente 🙂
    Parabens pelo blog, eu acompanho varios por um app de RSS mas o seu é um dos pouco que eu vou no site ver o post inteiro pq só saiu uma parte no RSS.
    Beijao!

    • #22
      Constanza
      13.06.2013 - 20:10

      Sim sim, depois vou postar a playlist da alegria rs

  18. #23
    Luciana
    13.06.2013 - 12:34

    Adorei o post! Tbm passei por essa situação há alguns anos e não é mole!
    Posso deixar mais duas dicas que me ajudaram muito?
    1 – corte relações com o ex! Isso mesmo, deleta do face, bloqueia no skype, evite a mesma turma de amigos! No início pode ficar aquela esperança de volta ou de uma possível amizade, mas um belo dia o cara aparece com outra e o seu mundo cai! Pra mim
    cortar de vez foi a melhor saída!
    2 – procure pensar nos defeitos dele e colocar na cabeça que ele não servia pra vc! Todo mundo tem defeitos e as vezes num relacionamento a gente faz vista grossa pra isso. Mas nesse momento é essencial colocar na cabeça que ele não servia e pronto! Ou porque era ciumento demais, ou maltratava a mãe de vez em quando (ou vc mesma!!).. Sei lá! Defeito sempre tem e lembrar bem de cada um deles ajuda muito na hora de superar! A vida guarda algo muito melhor pra vc!
    Espero que ajude! 😉
    Beijos
    Ps: quase surtei pq achei que era o fim do
    Blog no início do post.. Hahahahah

    • #24
      Constanza
      13.06.2013 - 20:10

      Eu fiz lista de defeitos dele kkkkkkkkkkk toda vez que dava saudade, olhava a lista rs

  19. #25
    Danúbia R. Santos
    13.06.2013 - 12:35

    Cony,

    Passei por isso… ainda bem que faz tempo… Mas foi o meu melhor momento, descobri o que EU gostava, foi maravilhoso e, depois de tudo, soube reconhecer uma pessoa que realmente me merecia. E o melhor conselho é: Sofra mas não deixe que os outros sintam pena de vc, senão você tbm sentirá. bjo

  20. #26
    cris
    13.06.2013 - 12:35

    Nossaaa…vc é um amor!!!! Adorei o post!!!

  21. #27
    Milena
    13.06.2013 - 12:36

    ARRASOU!!! AMEI!!!

  22. #28
    Aretuse
    13.06.2013 - 12:36

    É bem isso mesmo Cony…a gente acha que vai morrer , no meu caso demorei 2 semanas até ” cair na real” e chorar por tudo , achar q ia morrer com a dor , isso que fui eu que acabei…e , como todos falam, mas que é muito real , com o tempo PASSA!!E é melhor estar sozinha do que com alguém que a gente sabe que não vai dar certo… e eu ainda voltei…mas só p/ me magoar mais…
    Texto lindo , parabéns!!Bjsss

  23. #29
    Cristina A.
    13.06.2013 - 12:37

    É isso aí,sem tirar nem por!!

    ps.prevejo recorde de comentários…se prepare!!rs

  24. #30
    Paula
    13.06.2013 - 12:37

    Cony, mulher guerreira!! Parabéns pela atitude e por dar seus conselhos muito sábios a pessoas que passam pela mesma situação. E quanto aos remédios, acho que sua melhor atitude foi não tomá-los mesmo, isso não é uma doença que precisa ser curada, é um processo que precisa ser passado e superado, com choro mesmo e todo drama que for preciso, mas se for anestesiado com remédios será uma coisa nunca superada, terá sempre uma pendencia consigo mesma. Mas acho terapia super válida..hehe. Bjos

  25. #31
    Tati
    13.06.2013 - 12:38

    Passei pela mesma situação que vc, praticamente na mesma época. Meu namoro de 8 anos tb chegou ao fim mas acho que já estava tão sobrecarregada que me senti aliviada e não foi difícil seguir em frente. Até já comentei aqui que depois do término eu não mudei nem a cor do cabelo, mas como me abri pro mundo apareceram vários caras legais e vivi a solteirice de forma que eu nem imaginava! Mas acabei ficando com um cara, passamos uns 5 meses saindo e curtindo, mas sem rotular a relação. Por certas diferenças, acabamos nos distanciando e falávamos bem raramente.. até que 1 mês atrás soube que ele foi assassinado! Fiquei em choque e com muitas culpas, arrependida de não ter respondido msg, de não ter aceitado convite, de não ter ligado. Enfim.. aprendi (estou aprendendo, na verdade) a lição da pior forma possível: da vida só restam as lembranças boas!

    Desculpa o desabafo, mas acho que essas situações nos fazem pensar um pouco na vida. Também havia cortado o contato com meu ex depois do fim do namoro, e depois disso, não tive drama de ligar só pra saber como ele estava, até pq a amizade fica. A gente nunca sabe o dia de amanhã..

    Beijo

    • #32
      Constanza
      13.06.2013 - 20:09

      Credo! Sim, depois que a gente esta bem dá pra ligar de vez em quando para saber como esta. Mas só depois que estiver tudo resolvido!

  26. #33
    Cláudia
    13.06.2013 - 12:38

    É isso aí!!!!!

  27. #34
    Camila
    13.06.2013 - 12:39

    Só sei que achei linda a sua iniciativa de falar sobre sua experiência pessoal pra ajudar quem esteja precisando! Parabéns Cony 😉

  28. #35
    13.06.2013 - 12:39

    Adoreeeei!
    Términos são sempre difíceis.. passei por isso com o meu primeiro namorado!
    Sofri, trocava o dia pela noite.. chorava a qualquer momento.. a parte boa foi que eu emagreci! hahahahaha
    Meu luto foi curto, 1 mês também.. mas foi intenso. Dói de verdade, fisicamente.
    Na época eu era novinha.. tinha 18 anos e o que me ajudou muito foi a faculdade, aquele mundo novo, correria, estudos, festas, novos amigos!
    O importante é que passa e o melhor de tudo, você se torna uma pessoa melhor e mais forte com isso.
    Então, minha gente, bora ser feliz! 🙂

  29. #36
    13.06.2013 - 12:40

    Por isso que adoro seu blog. Vc escreve como se estivesse tendo uma conversa com as amigas. Namoro 7 anos e às vezes penso que se um dia vier a terminar vou ficar assim( a parte da melancolia)… ahahha… Fico muito contente em vc está bem e quer saber mais? Vc está cada dia mais linda e magérrima… bjãooo!!

  30. #37
    Beatriz
    13.06.2013 - 12:42

    tin tin
    Bindemos a felicidade!!!
    que bom te ver assim, Conita!!! Amei suas dicas!! Vou repassar p minhas amigues!
    bjinhos!!

  31. #38
    Rayssa
    13.06.2013 - 12:43

    1. Querendo te matar por pensar que o fufu ia acabar hahaha
    2. Sua lindaa, que post amorzinho! O blog reflete muito sobre você, sabia? Nós percebemos o seu estado de espírito só pelas publicações e eu estou felicíssima porque ultimamente ele ecoa felicidade.
    3. Só tenho coisas lindas pra falar desse blog e principalmente desse post que foi como um afago na alma. Como retribuição, sinta todo o carinho que nós te mandamos 🙂
    Beijão!

    • #39
      Constanza
      13.06.2013 - 20:07

      Owwwwnnnn assim meus ói enche dágua rsrsrs. Beijos!

  32. #40
    Camila
    13.06.2013 - 12:43

    Passei por um término traumático no fim do ano passado também… e concordo com tudo que você falou, graças a Deus na vida tudo passa e a cada novo dia, vem a oportunidade do recomeço. Estamos juntas!rs Abrços.=)

  33. #41
    Rafaella Mariano
    13.06.2013 - 12:44

    Pois é. Terminei um namoro de dois anos recentemente, e estou super bem.
    Já passei por términos horríveis, mas esse eu tomei a decisão de terminar com tanta certeza, que até hoje nunca tive nenhuma dúvida de que fiz a coisa certa.
    Nenhuuma falta do namorado, só do namoro, né?
    Dá saudade de ter pra quem ligar antes de dormir, de ter companhia pro cinema.
    Mas nisso a gente sempre dá um jeito! Adoro ir pro cinema sozinha!
    Bjo
    Tuuudo passa!

  34. #42
    Karine
    13.06.2013 - 12:45

    Apesar do susto que tomei no início kkkkk… Cony, vc arrasou!!! Parabéns!!! Seja muito feliz!

  35. #43
    Kenya
    13.06.2013 - 12:46

    Nossa…..post show!!!!! É isso aí!!!!!

  36. #44
    13.06.2013 - 12:46

    Parabéns Cony! “Sambou na cara da sociedade” e passou por tudo isso muito bem! Seja feliz!

  37. #45
    Carlal
    13.06.2013 - 12:47

    É verdade o tempo cura mesmo!
    Sobre ir paquerar ou dar bola por aí, eu ainda estou perdida, nem me “toco” se tem alguém me olhando, estou super distraída ainda e ó que faz tempo hein.

    Sozinha no dia dos namorados? Me dei presentes, sem erro e que nenhum ex acertou em me dar.

  38. #46
    Pollana
    13.06.2013 - 12:48

    Cony, excelente post! É exatamente assim que acontece mesmo! Passei por isso ano passado e realmente PASSA! Beijos

  39. #47
    Giuliana
    13.06.2013 - 12:48

    Cony, perfeito seu post, tomara que ajude muitas leitoras!!

    bjão

  40. #48
    13.06.2013 - 12:48

    Acabo de ter mais um motivo para te admirar. E que bom que uma pessoa como você, que influencia maneira positiva, optou por contar sua experiência sem ser vulgar, sem se expor em demasia e oferecendo conselhos realmente válidos. Tenho um livro semi-escrito sobre o comportamento feminino que fala sobre o tema que você, tão bem, explorou neste post. Felicidade sempre, garota!

    • #49
      Constanza
      13.06.2013 - 20:05

      Obrigada!

  41. #50
    Melissa
    13.06.2013 - 12:48

    Conyyy! Que bom ver vc assim feliz e até fazendo piada do q passou! Vc é linda e unica! Com certeza, algum dia, vai rolar um arrependimento no seu ex! Bjoo

  42. #51
    Monique
    13.06.2013 - 12:49

    Amei, bem assim mesmo Cony! Estou passando por isso e o pior q o ex é do trabalho. Mas estou conseguindo sobreviver. Rsrs

    • #52
      Constanza
      13.06.2013 - 20:05

      Vish! Nao deixe isso atrapalhar seu emprego heim? Boa sorte 😉

  43. #53
    Isabel
    13.06.2013 - 12:51

    Bão demais Sô! Sou casada, não to passando por crise, ja passei, óbvio, mas curti demais suas dicas Cony!!

  44. #54
    Narielle
    13.06.2013 - 12:51

    Post maravilhoso já passei por esse momento e vi que no tempo que fiquei só pude primeiro aprender a me amar,pra depois achar um amor e o mais importante quando a gente se ama de verdade não é qualquer coisa que te satisfaz não é qualquer coisa que te atinge!!E como você repetiu varias vezes,paaaassa pode até demorar mas passaaa!!

  45. #55
    Josy
    13.06.2013 - 12:51

    Outro dia estava pensando em te escrever.. rs.. justo termino mal resolvido.. mas enfim.. adorei o poste … realmente posso dizer que ajudou um pouco clarear as ideias . Obrigada Cony..

  46. #56
    13.06.2013 - 12:53

    Olá!!!
    Que post perfeito… Eu tb estou passando por uma fase um pouco complicada. Terminar realmente não é fácil, principalmente quando vc ainda gosta da pessoa.
    Adorei suas dicas e realmente vc está certa… a felicidade só depende de nós mesmas… não devemos depositá-la em ninguém! Vamos nos amar acima de tudo!
    Grande bjo e sucesso sempre!!! 🙂

  47. #57
    Tamara
    13.06.2013 - 12:53

    Que post lindo Cony
    Uma bela lição!
    Nunca passei por isso, mas imagino a barra que deve ter sido.

  48. #58
    Rosana Barbosa
    13.06.2013 - 12:56

    Simplesmente Adorei!
    Bjs!

  49. #59
    Manu Alves
    13.06.2013 - 12:56

    Aih Cony parece que voce advinha os melhores momentos para os melhores posts!

    Só de ler suas dicas, já me sinto mais preparada para enfrentar o período depre do término!

    Além de ótimos conselhos de moda sinto que tenho a melhor amiga do mundo!
    Obrigada por dividir essa experiência com a gente!

    Beijos

  50. #60
    Ju Freitas
    13.06.2013 - 12:57

    Lindeza demais esse post!
    Felicidades sempre!

  51. #61
    Malu
    13.06.2013 - 12:57

    Posso indicar um texto que AMEI assim que terminei? (Olha que faz pouco mais de uma semana)

    http://www.radioactiveunicorns.com/2013/06/04/quando-voce-menos-esperar/

    muito bom pra quem tá passando por isso!

    E Cony, muito obrigada pelo post!! Você realmente ajudou muitas meninas :))

    • #62
      Constanza
      13.06.2013 - 20:04

      Vou ler!!! tks e bjao

  52. #63
    Paula K. Inoue
    13.06.2013 - 12:59

    Ai, chorei… Minhas amigas estão rindo de mim… (kkkkk) adorei! Briguei com o love (ex love?), apto comprado, ai Jesus, estamos mal nem sabemos como ficaremos… Difícil!
    Buáááááá!
    Você não conversa mais com seu ex? Ele nunca mais te procurou pra tentar de novo? Que tonto… Não te conheço pessoalmente, mas você parece ser tão bacana, divertida… Poxa…

    • #64
      Constanza
      13.06.2013 - 20:03

      Ih, mas aconteceu muuuuuuuuuuuuuuuuuuita coisa rs

      • #65
        Paula K. Inoue
        14.06.2013 - 08:04

        hmmmmmmmmmm, tomara que ele tenha se arrependido!!! Por que vc é mt legal! Bom, desejo de coração que o próximo gato seja uma cópia do Adam Levine, ai Gzuizzzzzz!!!

        • #66
          Myla
          14.06.2013 - 12:57

          Torço pra que seja o original, porque de cópia já bastam as do ebay ahahahahhh

    • #67
      Angela
      15.06.2013 - 13:43

      Não entendo porque seria tão interessante assim “ele estar arrependido”. Talvez “ele” é que não estivesse a altura da Cony!..#prontofalei

  53. #68
    Polliana Kelin Varoni
    13.06.2013 - 13:01

    Sensacional… não estou passando por isso (e espero não passar..kkk), mas li cada palavra e concordo com tudo!!!

  54. #69
    Carol
    13.06.2013 - 13:06

    Olá!!
    Realmente tudo passa!! e Bola pra frente!
    Ah.. passa a playlist que vc mencionou no texto!!!!

  55. #70
    Grasiela
    13.06.2013 - 13:06

    Cony, você não tem ideia do quanto me ajudou.
    Obrigada, de verdade, de coração!

  56. #71
    Marcia
    13.06.2013 - 13:08

    Que linda!! Realmente todos passam por essa fase. E realmente é uma fase!
    O que me ajudou muito foi ir mais à igreja, desenvolver minha espritualidade.
    Toda vez que ia, parecia que tinha uma mensagem especialmente pra mim.
    Hoje estou namorando, apaixonada e feliz.!! Mas não deixo de ir a igreja pra fazer minhas orações!!

    Beijos Cony!! Adoro você!!

  57. #72
    celia
    13.06.2013 - 13:10

    amei, lindooo!!

  58. #73
    Daniely Paulino
    13.06.2013 - 13:13

    Cony sua doida…quase morri infartada aqui ahuauahuhahua… ficou ótimo o post, já passei por isso e sei que é barra, viu! mas é isso mesmo, o tempo cura tudo, hoje estou casada e fico pensando, aonde meu marido andava que demorou tanto pra me encontrar …rsrsrrsrs… vc vai ver, daqui a pouco encontra um que te dar tanto valor que nem vai lembrar daquele mixuruca e vai pensar “gente! porque chorei tanto” ahhhahahha…

  59. #74
    Vanessa Azevedo
    13.06.2013 - 13:13

    Vejo o blog todos os dias,mas nunca comento. HOJE eu tenho a obrigação de comentar pq foi simplesmente incrível a sua capacidade de sintetizar com um excelente texto o que de verdade se pode fazer quando se passa por este momento! Quisera eu ter tido a oportunidade de ler algo do tipo algum tempo atrás. Acredito que ajudará muitas pessoas! Amei. Parabéns gata!

  60. #75
    Edi
    13.06.2013 - 13:14

    Simplesmene perfeito esse post…

  61. #76
    Ticiana
    13.06.2013 - 13:16

    Cony, amei o post!! Estou há 6 anos solteira e todos os meus paqueras e possíveis futuros namorados me deixam pra começar a namorar com outra. Até brinco, quer namorar? Fique comigo antes!! kkkkk.. Mas acredito e sempre vou acreditar que o melhor estar por vir e o que não foi é porque foi livramento mesmo.. rsrrs.. Te adoro e força ae que eu estou me esforçando aqui também!! Bjos

    • #77
      Constanza
      13.06.2013 - 20:02

      Olha só… se acontece isso com todos, vc ja parou pra analisar o que pode estar fazendo errado???

  62. #78
    vania machado
    13.06.2013 - 13:18

    Linda.

  63. #79
    Priscila
    13.06.2013 - 13:19

    Me ajudou muito também, obrigada

    Meu namorado justo ontem disse que não tem certeza se quer continuar ou quer terminar, disse que 50% diz pra terminar e 50% diz que não

    Meu mundo caiu, ele me pediu um tempo de um mês

    Estou na vala

    (O desgraçado não podia ter escolhido outro dia?)

    bjo Cony

    • #80
      Flávia Dias Moreira
      13.06.2013 - 16:47

      Idem (HOJE)

    • #81
      Constanza
      13.06.2013 - 20:01

      Moleque ne? Me desculpa, mas isso nao é atitude de homem nao…

    • #82
      ana paula
      14.06.2013 - 00:52

      Um mês… até ele pegar quem ele tá de olho, aproveitar bastante pra ser solteiro no tempo dele, e te manter ali quietinha em banho maria na expectativa esperando ele… não sinta tanto por ele, e se voltar perdoe mas registre esse comportamento na sua cabeça

    • #83
      Marissa
      14.06.2013 - 09:39

      Desculpe-me pela intromissão mas, se ele tá nos 50%, você entre nos 100%…

      Se pediu isso, sinceramente, ele não gosta de você mas você é o “porto seguro” e se não for agora lá na frente ele vai terminar com você.

      Minha querida, não se deixe passar por isso, pois no fim quem vai sofre mais e mais é você. Não faça isso com você mesma.

      Você não merece viver isso por ninguém.

      Te digo isso pois sou uma sobrevivente de um carinha assim que tento me manter como os 50% durante 2 anos e meio, depois terminou oficialmente comigo e me manteve 1 ano extra-oficial. Esse carinha destruiu muito do que eu era pois ele acabou com meus sonhos e meu amor próprio, e você não se amar ai sim é o fim. Para você ter uma ideia, para ele e todas suas mentiras saírem da minha vida tive que ir a delegacia fazer uma denuncia e ele e o pai dele responderam um processo básico e foram durante muito tempo proibidos de me encontrar e quando acabou a proibição ele ainda veio me procurar como se eu tivesse que viver por ele…

      Minha linda, como a Cony já citou aqui “Vai passar”, sim e pra mim passou. Foi difícil, sim muito, pois fui ameaçada, era difícil sair de casa, fui perseguida e foi tudo muito difícil mesmo até que passou… E eu depois de 5 aninhos, quem eu achei que não existia apareceu! Meu amor verdadeiro!

      Hoje sou a mulher mais feliz do mundo, eu que jurava depois de tudo morrer solteira, estou a 2 anos e 8 meses com o homem que sempre sonhei e como eu já disse pra ele: eu te amo mas se não der certo eu to pronta pra isso também.

      Sim, ainda tenho medo de tudo que aconteceu, sim foi tudo muito pesado mas superei e sou feliz e não importa tudo mas tudo mesmo na vida passa e cabe a você fazer valer. Hoje eu sou recebida todos os dias com palavras de amor que valem tudo que eu passei e que valem tudo que ainda vem pela frente. Hoje a mensagem do dia foi: “Obrigado Senhor Deus por ter guardado a melhor namorada do mundo para mim…!!!”

      Então não se permita passar por isso, saia dessa coisa maluca de 50%, decida por ele já que ele não tenha coragem, decida por você. Seja 100% você e seja muito feliz pq você tá no mundo é pra isso!!!

      Beijos e desculpe pela grande intromissão e pelo enorme texto! =D

      • #84
        Constanza
        14.06.2013 - 10:10

        Sábiaaaaaaaaaaaaaaa

      • #85
        Priscila
        18.06.2013 - 03:09

        Muito obrigada Marissa, mas o amor dói demais

  64. #86
    thereza gama
    13.06.2013 - 13:21

    vc como sempre muito atenciosa com suas leitoras…. 🙂

  65. #87
    Chrystiane
    13.06.2013 - 13:22

    Constanza, sua linda!

    Seu post vei super a calhar comigo, lembro-me quando você postou no face sobre o que você estava passando, coincidentemente na época eu estava na sua terrinha, em Pto Montt, visitando meu noivo chileno, e fiquei super sensibilizada com a sua situação. Em minha vida já tinha passado por términos, mas nada sério… enfim… infelizmente assim que voltei para o Brasil, no incio de janeiro meu mundo caiu, fui “demitida” do meu cargo de noiva, melhor amiga, companheira… fiquei totalmente sem chão, com tudo preparado e planejado para me mudar de país, começar uma nova vida, com alguém que eu já amava, antes mesmo de saber o que era amar(historia longa, começou quando tínhamos 17 anos, temos 28 agora), 6 meses depois ainda não estou 100% e tenho que confessar ontem não foi nada fácil, mas a vida segue.

    Vou imprimir suas dicas, colar no meu mural e nunca esquecer de segui-las.

    Obrigada Cony

    • #88
      Constanza
      13.06.2013 - 20:01

      Poxa Chrystiane, que chato 🙁 E que grande FDP que ele foi heim? Quando tiver um dia difícil, permita-se chorar, sofrer, mas sempre se lembre que amanha tudo pode mudar. O destino é mt certeiro menina… o que é seu ta guardado. E se nao foi com ele, foi pq tem coisa mt melhor pra vc. Bjs e fica bem

      • #89
        Chrystiane
        14.06.2013 - 17:03

        FDP, sim, de todas as formas que ele poderia me sacanear ele conseguiu a proeza de faze-las, destruiu muitos dos meus sonhos. Mas, ontem algo aconteceu, depois que li seu post Cony, e também um texto ótimo da Oprah, que uma leitora postou, eu que depois de 6 meses havia engordado mais de 6kg, estava numa vibe “baranga total”, tenho que admitir desleixo era meu sobrenome, e o pior, vergonha total, ainda mantinha a aliança em meu dedo(terrível, confesso). Ontem quando cheguei em casa, guardei a aliança num baú, tomei um longo banho, arrumei cabelos, unhas, escutei musicas alegres e dormi, muito e muito bem, coisa que não acontecia a bastante tempo. Hoje acordei super bem, e resolvi “acordar”, meu dia tem sido ótimo, e por fim, decidi dar um mini passo,farei algo que sempre quis mas a vergonha impedia: me matriculei na aula de Dança do Ventre! começo hoje!

        Você me ajudou muito Cony, mais uma vez obrigada por existir sua linda!
        Desejo o melhor para ti!
        Fique com Deus

        • #90
          Constanza
          14.06.2013 - 17:50

          Ah… chorei… Isso aí menina! Força que vc consegue e vai se maravilhar com a mulher fantástica que é! E se esse carinha te procurar (o que nao duvido) por favor, resista! Beijos! (PS: eu escondi tão bem minha aliança que nunca mais achei kkkkkkkkkkkkkkkkkkk)

          • #91
            Chrys
            17.06.2013 - 16:52

            Mais uma vez: obrigada Cony!
            depois de tanto, tanto tempo, posso enfim dizer: minha vida começa agora!
            Mil beijos

  66. #92
    ana luisa
    13.06.2013 - 13:22

    Que lindo post, Cony! Acho que toda mulher, de diferentes idades e personalidades, já passou por essa dor. E vê, passou!
    É bom sempre pensar que o amor por si mesma é sempre o mais puro e maior!
    Beijos!

  67. #93
    Joicy
    13.06.2013 - 13:22

    PARABÉNS!!! Tinha curiosidade em saber como tu estavas após o término, pq acompanhei teu desabafo tmb. Fico mega feliz que tenhas superado e ainda tido a grandeza de compartilhar conosco essa superação. Tu tens uma ferramenta muitoo poderosa nas mãos e pode ajudar muitas meninas com ela, e foi o que fizestes agora. Ninguém é vítima do destino, tudo acontece porque precisava acontecer. Depois de um “tombo” como esse, caimos para cima!!! Não nos sentimos mais fracas e indefesas, tendemos a ser mais seletivas, menos dramáticas, até mais realistas. A questão é equilibrar essa nova mulher que nasce, toda leoa, poderosa, bem resolvida, com a mulher divertida, carinhosa, que se entrega e quer ser protegida, características inerentes ao nosso sexo. “Hay que endurecerse, pero sin perder la ternura jamás.” Felicidades mil!

    Beijos Joy

  68. #94
    Jacqueline
    13.06.2013 - 13:23

    Quase moriiii com o início do post, achando q o blog ia acabar! Ufa!
    Mas que post ótimo! Tô solteira vai fazer 2 anos, e agora q to me acostumando com essa vida e essa coisa de aprender a ser feliz sozinha. Vc aprendeu mto mais rápido que eu!

    Agora um momento meio “tiete” tá? Acompanho o blog há algum tempinho e cada dia q passa, acompanhando aqui, o face e o insta, acho você uma pessoa mais bacana e carismática, daquelas que eu queria que fosse minha amiga… Inteligente, sincera, sensata, mas divertida, espontânea e sem mimimi. Que você seja muito feliz e realizada, hoje e sempre!

    • #95
      Constanza
      13.06.2013 - 19:56

      Ai obrigadaa! To me “achando” agora rsrs

  69. #96
    Daniela Firmo
    13.06.2013 - 13:23

    Amoo o Futilish, mas esse post em especial veio na hora certa! Obrigada Cony!!! Beijo!!

  70. #97
    Vanessa Maria
    13.06.2013 - 13:24

    Fiquei sem palavras diante do seu post!

    Cony voce ainda vai ser convidada para escrever alguma coluna em uma revista ou jornal, voce definitivamente tem o dom!

    • #98
      Constanza
      13.06.2013 - 19:56

      Nao seria nada ruim heimmmm

  71. #99
    Milene
    13.06.2013 - 13:25

    Clap, Clap, Clap! Parabéns Cony, palavras sábias de quem amadureceu e aprendeu que tudo aquilo passa! Agora é aproveitar a vida e ser feliz!!! 🙂 Beijo!

  72. #100
    Rejane
    13.06.2013 - 13:27

    Esse é o post perfeito, concordo com tudo! parabéns por ele e por ter superado e ter voltado pra nós, tuas leitoras!

  73. #101
    Luciana
    13.06.2013 - 13:29

    Amei o post Cony!
    Já passei por situação parecida e posso te dizer que realmente as coisas que você falou faziam parte da situação na qual eu me encontrei. Ter pessoas para sair e conversar são de grande valia para ajudar a superar essa fase. E ouvir o santo conselho de que “TUDO PASSA” e depois constatar isso com o dia a dia é a melhor coisa.
    Sou de Betim tbm e já te vi algumas vezes na academia (não tive coragem de te tietar!). Quando tiver se sentindo sozinha ou com vontade de conversar, marca um encontrinho com as leitoras, vou adorar participar!
    Beijos e que Deus te ilumine!

    • #102
      Constanza
      13.06.2013 - 19:55

      Ah páaaaaaaaaaaaara! Ninguem fala comigo em lugar nenhum kkkkkkkk me chama qdo me encontrar, vou adorar conhecer leitora de Betim! bjss

  74. #103
    Maira
    13.06.2013 - 13:29

    Concordo com tudo o que vc disse.

    Lembro que na época que vc postou comentando sobre o seu término, logo pensei…CACHORRO, NAMORA COM A MULHER 14 ANOS, NÃO CASOU COM ELA E AINDA DEIXOU A DANADA SOFRENDO…HOMEM!!!! OH RAÇAAAAAAA!!!!
    Pois é…confesso, pensei isso viu, acho que é pensamento de amiga né, que toma as dores da amiga sofrida, acaba com a raça do cara e fala coisas impublicáveis aqui…rs

    Já passei por tudo isso lindona…choreiiii horrores, falei que nunca mais ia gostar de homem nenhum, pq tudo era raça ruim, falei que ia usar essa cambada do mesmo jeito que tinha sido usada, mudei de ideia de novo, me apaixonei de novo, chorei muito depois, mas depois passou,e é assim que tem que ser.

    Eu sempre falo que numa situação dessas, a pessoa tem que chorar mesmo, ir no fundo do poço (pq a gente vai galera), mas que esse sofrimento não pode ser eterno.

    Fica aí a dica; levou o pé na bunda fia? Pode chorar ate desidratar e ouras coisitas mais, mas não deixe nunca que seja eterno; afinal de contas, quem vive de passado é museu. Tudo passa, até uva passa, ferro passa (affe, péssimo essa..rs)…mas passa.

    E levanta, bate a poeira e vamu que vamu que a vida não nos espera.

    Bjocas

    • #104
      Constanza
      13.06.2013 - 19:53

      Maira, concordo com o chorar! Eu segurei enquanto pude e foi pessimoooo! Tem que desabar mesmo, é necessario!

  75. #105
    Camila
    13.06.2013 - 13:30

    Cony, sou leitora fantasma, nunca me manifesto, porém desta vez senti uma necessidade absurda.
    Passo por essa situação há 4 anos em um relacionamento de mais términos do que qualquer outra coisa.
    Me sentia sugada, como se energia me faltasse pra qualquer outra coisa, abandonei minha vida, estudos, família e me achava a pessoa mais corajosa do mundo por isso.
    Ainda me sinto muito presa a esse relacionamento, ainda o vejo, falo com ele, ainda não me desliguei sabe?
    Mas já dei alguns passos em direção à luz! rsrs
    Voltei a viver pra mim, exatamente da forma como você citou, me cuidando, me amando, me dedicando as coisas que eu gosto. Voltei a ser o centro do meu mundo e talvez até um pouquinho egoísta rsrsrs
    Obrigada por compartilhar mesmo que só um pouquinho sua experiência conosco, leitoras ávidas por suas dicas. É bom te ver assim, cada dia mais linda e sentir que estou indo no mesmo caminho. O do amor próprio. Obrigada!

    • #106
      Constanza
      13.06.2013 - 19:51

      Isso Camila, o importante é saber como agir e vc já sabe. Tenta os 60 dias longe… é otimo!

  76. #107
    Jeniffer Arcuri
    13.06.2013 - 13:32

    Cony,

    Me dá um autógrafo???

  77. #108
    Izabela Mansur
    13.06.2013 - 13:33

    Amei o post Cony! Tb li o mesmo livro quando terminei um namoro de 6 anos e foi ótemooo, trouxe boas risadas e me fez perceber que pode acontecer com qualquer pessoa o que eu estava passando….

  78. #109
    Viviane
    13.06.2013 - 13:33

    Um texto desses, depois de um dia nos namorados onde todos estavam postando com seus felizes com seus amores perfeitos, foi muito bem vindo. E acreditem passa..

  79. #110
    Thaís
    13.06.2013 - 13:34

    Ah, passei por isso também… Demorei pra perceber que não sentia falta dele em si, mas de um namorado! Aí me apaixonei por outro, me apeguei tanto nesse cara que veio “depois” desse ex sofrido que tô sofrendo pra esquecer agora de novo kkkkkk faz parte… 🙁

    • #111
      Constanza
      13.06.2013 - 19:47

      kkkkk faz parte msm. Eu cai na bobagem de me apaixonar rapidinho depois, mas passou rapidinho tb rsrsr

  80. #112
    Juliana
    13.06.2013 - 13:36

    Nossa Cony! Que post lindo. Até me emocionei. Vc escreve tão bem… Bjs

  81. #113
    Maíra
    13.06.2013 - 13:37

    Quase tudo o que você escreveu serve para as mulheres que namoram também.

  82. #114
    dayna
    13.06.2013 - 13:39

    Cony!
    Nossa! Eu entro todo dia,faz parte da minha rotina e eu acho,pelo que me lembro…que nunca tinha comentado antes!
    Mas hoje me pegou… esse seu post poderia virar uma Cartilha pós términos hahaha, mas sério, brincadeiras a parte…passei por isso, completou 1 ano e hoje to bem, to feliz, to viva,to linda…amando e sendo amada!
    Uma frase que eu repetia pra mim mesma sempre era:
    “Isso também passa!” e passa mesmooo!
    Obrigada por dividir suas experiências conosco…isso nos aproxima mais ainda =)
    Beijos grandes e boraaa ser FELIZ!

  83. #115
    Bruna
    13.06.2013 - 13:40

    Cony sensacional esse post..me vi em você com as coisas que disse do começo ao fim, tudo tudo até na parte dos remédios que só tomei por uns 4 dias e depois vi que não precisava daquilo..e conseguimos e hj estou sim MUITO BEM OBRIGADO 🙂

    Parabéns
    ps: Amo o Blog
    beijos

  84. #116
    Camila
    13.06.2013 - 13:43

    Ahhh que vontade de te dar um ABRAÇO!!!!!

    bjoooooooooo

  85. #117
    Vânia
    13.06.2013 - 13:43

    Constanza você é sucesso minha querida. Linda, coerente, autentica, bem resolvida, enfim, poderia listar mais qualidades pois me sinto intima de tanto ler seus posts, mais já deu pra entender né..rs E agora uma piadinha que rodou a net ontem, e fez o meu dia melhor…

    Madona tem 55 anos e seu namorado 22.
    Jennifer Lopes 43 e seu namorado 26.
    Mariah Carey 44 e o seu namorado 32.
    Se você está sozinha, fique tranquila, talvez seu homem ainda nem tenha nascido. 😀

    • #118
      Constanza
      13.06.2013 - 19:43

      Eu viiiiiii kkkk morri de rir!

  86. #119
    Ana
    13.06.2013 - 13:44

    Muito bom o post, bom mesmo! Vou encaminhar agora prá alguém que está precisando muito! Parabéns pelo blog e pelo ótimo texto!

  87. #120
    Carol Borges
    13.06.2013 - 13:48

    Obrigada por tudo, Cony! Vou ler e reler, e reler e reler…

  88. #121
    Larissa
    13.06.2013 - 13:49

    Eu estava precisando desse texto. Obrigada! 🙂

  89. #122
    Josiane
    13.06.2013 - 13:52

    Aplausos para a sua atitude e sinceridade!!!
    Bjs

  90. #123
    Franciéle
    13.06.2013 - 13:58

    PERFEITO!!! Mto obrigado, não poderia ter sido publicado em melhor ocasião (para mim pelo menos rsrs)..Parabéns pela força que tens e por estas palavras.
    Beijos

  91. #124
    Priscila
    13.06.2013 - 13:59

    Adorei esse post, adorei suas dicas, achei tudo muito verdadeiro e já falei muito para minhas amigas a respeito. Já terminei vários namoros, já passei diversos dia dos namorados sozinha (aliás só passo dia dos namorados solteira kkkk), mas hoje vejo tanta vantagem em ser solteira, passei por alguns problemas de saúde e solteira e consegui superá-los de tal forma e também em dias de facebook, onde todo mundo quer mostrar uma falsa felicidade nas redes sociais e quem conhece de verdade sabe que não é bem desse jeito. Essa frase do Osho eu não conhecia, mas resume bem meu estilo de vida.

    Parabéns (e por favor, nem pense em acabar com o Fufu!!!)

    • #125
      Constanza
      13.06.2013 - 19:43

      Nao, o Fufu ainda tem mais um tempo de vida rs

  92. #126
    Simone Ferreira
    13.06.2013 - 14:03

    Cony,que post maravilhoso….Não devemos NUNCA deixar nossa vida nas mãos de outra pessoa.Somos responsáveis pela nossa plena felicidade.
    Um beijo e um abraço imeeeenso!

  93. #127
    Ana..
    13.06.2013 - 14:04

    É Cony.. O tempo.. Esse é o remédio, mas demoro atravessar “lutos”, mas aprendi que passam mesmo. O tempo pode até roubar o viço da minha pele, acumular gordurinhas, celulites, cabelos brancos, mas a capacidade de superação que ele(tempo) proporciona é impagável.
    beijos Coony.
    Ah.. Normal as vezes a gente se pegar com lembranças, mas é diferente, vira saudade das boas coisas e convicção de que foi muito melhor virar a página: Próximo!rsr..

  94. #128
    Aline
    13.06.2013 - 14:05

    Guria do céu, me identifiquei muito. Já passei por um término de namoro que me deixou assim, há uns 5 anos. Fiquei de cama mais de 1 mês, não tinha animo para nada, não conseguia ficar sozinha nem um minuto. A dor parecia que me corroía por dentro, parecia que tinham arrancado um pedaço meu sem anestesia (dramática, mas era o que parecia mesmo haha). Depois desse mês comecei a sair com umas amigas, fiz novas amizades, e fiquei assim por dois anos. Nesse tempo aprendi a ficar sozinha, a passar um sábado em casa sem fazer nada e achar isso ótimo, aprendi a me amar acima de qualquer coisa. Agora namoro a 3 anos e meu namorado é um amor, fofo, carinhoso. Mas se um dia não der certo, sei que vou conseguir passar por essa situação com muito mais facilidade. Todas as situações que passamos na nossa vida temos que tirar o melhor, tudo tem algum sentido para acontecer. Beijos

    • #129
      Constanza
      13.06.2013 - 19:42

      Graças a Deus que a gente aprende né? Acho que se existir mais um episodio desse na minha vida, sera bem mais facil.

  95. #130
    Rita
    13.06.2013 - 14:05

    Parabéns pela coragem de expor seus sentimentos e sua vida assim na internet!
    Ano passado eu passei pr uma situação barra pesadissíma no meu casamento…uma situação que poucas mulheres suportariam, mas que serviu para eu avaliar muitas coisas na minha vida…seriviu para de repente eu me ver tomandando uma decisão, que antes da “boca pra fora” eu nunca tomaria…
    serviu para eu rever conceitos e atitudes e que o pedrdão embora dificil não é impossivel…

    Mas de tudo o que vc falou aí em cima o mais dificil para mim foi e é manter a auto estima em dia…todos os dia de manhã eu acordava, me olhava no espelho e dizia para mim mesma que eu não era um lixo, que eu era boa sim…

    Hoje eu estou bem…talvez eu esteja melhor amanhã e por aí vai!
    Parabéns e obrigada por dividir seus sentimentos conosco…vc não sabe o bem que faz!

    • #131
      Constanza
      13.06.2013 - 19:41

      Rita, cada dia é um dia. Faça de HJ o seu dia mais feliz. Escute sua musica preferida, use seu sapato mais caro, passe aquele batom que só usa em ocasioes especiais, coloque um roupa que vc sabe que te deixa mais bonita, paquere na rua (o bofe nao precisa saber e nao vai fazer mal a ele), se encontre! Fale uma bobagem qualquer e depois morra de rir de vc mesma. A vida é tao curta pra gente perder um dia… Amanha vc vai estar BEM melhor sim!

  96. #132
    Dry di Moraes
    13.06.2013 - 14:10

    Faço parte do grupo que mandou e-mail contando “o momento” que estava passando =’). Cony, eu nem sei como agradecer por suas palavras naquele momento. Sim, senti tudo isso descrito acima e senti um conforto tããããããão grande ao ler sua resposta! Gente, como pode uma pessoa conseguir abraçar e acariciar outra com esse texto? Menina, vc é um tesouro para nós, leitoras! Espero que vc também possa sentir nosso carinho aí do outro lado. Pois nos ajuda, e muito, em várias situações dessa vida. É um look, um comportamento, um momento difícil, uma viagem, uma decoração, um produto de cabelo, pele ou maquiagem… uma compra. Cony, 1001 utilidades! (Cony – Bombril —no melhoooooorrr sentido, claro! hihihihihihi) Conita, que Deus te abençoe e que vc tenha inspiração e paciência para continuar com esse blog por muuuuuuuitos e muuuuuuuitos anos… pois esse cantinho aqui.. porra… é sensacional!).

    Um grande abraço, daqueles beeem apertado!
    Dry

    • #133
      Constanza
      13.06.2013 - 19:38

      Ô Dry, fico feliz de ter te ajudado de alguma forma. Tenho grande carinho por vc, mesmo sem te conhecer! Retribuo o abraço 🙂

  97. #134
    luciana
    13.06.2013 - 14:11

    lindo o post constanza. e parabéns pela superação. realmente nessa vida tudo passa.

    gostei especialmente do item “Não pense que todo mundo que está namorando ou casado está melhor que você”.

    realmente na rede social é fácil ser 100% feliz, as pessoas só postam o lado bom da coisa né, momentos felizes, etc. mas na rotina do dia-a-dia da vida real, a coisa complica, ainda mais depois de anos numa mesma relação, com filhos então…às vezes fico me perguntando e achando que só eu que tenho problemas no meu relacionamento, mas acho que no fundo toda relação passa por altos e baixos. o negócio é saber contornar e “curtir ao invés de gritar” em meio a essa montanha-russa!

  98. #135
    polianna
    13.06.2013 - 14:13

    só perfeito. As melhores palavras q eu precisa ler nesse momento. Melhor post ever…

  99. #136
    Daiane
    13.06.2013 - 14:14

    Tem nem o q falar! Texto lindo!

  100. #137
    Daniela F.
    13.06.2013 - 14:15

    Esse post só mostra como você é uma pessoa sensível e atenciosa com suas leitoras, você merece todo sucesso que tem e que a vida sempre lhe traga coisas boas =)
    bjos

  101. #138
    Germana
    13.06.2013 - 14:18

    Cony! Definitivamente, a fofura impera em você! Hahahahah! Adorei tudo que você falou… tento todos os dias seguir por esse caminho, e (acho) que tenho me saido bem… rs.

    Ontem no tensooooo dia dos namorados, uma amiga me encaminhou um texto de outro blog que achei que super se encaixa com esse seu momento “sou mais eu”…

    Para as interessadas de plantão: http://www.juliafaria.com.br/carta-para-as-solteiras/

    Continue assim Cony, feliz! 🙂

  102. #139
    Vivian Tavares
    13.06.2013 - 14:21

    Cony, sua lindaaaaa!!!! Amei seu post! Me remeti à minha fase de solteirice (now) e vi que, se hj estou beeeeem melhor (ainda não 100% curada), é pq fiz exatamente isso ue vc propõe no post. Sei que dias melhores virão pq eles sempre vem. E sei que sofrimento nenhum no mundo nos mata. Mas nos fortalece pra toda vida!!! Sou sua fãzoca e vou te dizer, é mto legal saber q vc optou por escancarar o sentimento, li certa vez que qto mais falamos do assunto mais diminuímos a importância que damos pra ele. Bjos

  103. #140
    Heloisa
    13.06.2013 - 14:22

    Você é diferenciada e seu blog é o melhor e mais completo. Parabéns!

  104. #141
    13.06.2013 - 14:27

    Muito legal o que você escreveu Cony, apesar de eu estar namorando serio ha quase três anos, acho que algumas dicas são validas para se colocar em prática durante o namoro, principalmente a de se cuidar. Mas agora fiquei curiosa para saber a playlist da alegria, posta ai hahaha!

    E mais uma coisa (um texto enorme por sinal) que lembrei ao ler seu post, uma dica da Oprah Winfrey para as mulheres, vale a pena ser lido e relido!

    “As pessoas não vão querer pisar em você, a menos que você se deite”.

    Leia o que Oprah Winfrey tem a dizer sobre os homens:
    – Se um homem quer você, nada pode mantê-lo longe.
    – Se ele não te quer, nada pode faze-lo ficar.
    – Pare de dar desculpas (de arranjar justificativas) para um homem e seu comportamento.
    – Permita que sua intuição (ou espírito) te proteja das mágoas.
    – Para de tentar se modificar para uma relação que não tem que acontecer.
    – Mais devagar é melhor. Nunca dedique sua vida a um homem antes que você encontre o que realmente te faz feli z.
    – Se uma relação terminar porque o homem não te tratou como você merecia, “foda-se, mande pro inferno, esquece!”, vocês não podem “ser amigos”. Um amigo não destrataria outro amigo.
    – Não conserte.
    – Se você sente que ele está te enrolando, provavelmente é porque ele está mesmo. Não continue (a relação) porque você acha que “ela vai melhorar”
    – Você vai se chatear daqui um ano por continuar a relação quando as coisas ainda não estiverem melhores.
    – A única pessoa que você pode controlar em uma relação é você mesma.
    – Evite homens que têm um monte de filhos, e de um monte de mulheres diferentes. Ele não casou com elas quando elas ficaram grávidas, então, porque ele te trataria diferente?
    – Sempre tenha seu próprio círculo de amizade, separadamente do dele.
    – Coloque limites no modo como um homem te trata. Se algo te irritar, faça um escândalo.
    – Nunca deixe um homem saber de tudo. Mais tarde ele usará isso contra você.
    – Você não pode mudar o comportamento de um homem. A mudança vem de dentro.
    – Nunca o deixe sentir que ele é mais importante que você… mesmo se ele tiver um maior grau de escolaridade ou um emprego melhor.
    – Não o torne um semi-Deus.
    – Ele é um homem, nada além ou aquém disso.
    – Nunca deixe um homem definir quem você é.
    – Nunca pegue o homem de alguém emprestado.
    – Se ele traiu alguém com você, ele te trairá.
    – Um homem vai te tratar do jeito que você permita que ele te trate.
    – Todos os homens NÃO são cachorros.
    – Você não deve ser a única a fazer tudo… compromisso é uma via de mão dupla.
    – Você precisa de tempo para se cuidar entre as relações. Não há nada precioso quanto viajar. Veja as suas questões antes de um novo relacionamento.
    – Você nunca deve olhar para alguém sentindo que a pessoa irá te completar… uma relação consiste de dois indivíduos completos. Procure alguém que irá te complementar… não suplementar.
    – Namorar é bacana, mesmo se ele não for o esperado Sr. Correto.
    – Faça-o sentir falta de você algumas vezes… quando um homem sempre sabe que você está lá, e que você está sempre disponível para ele – ele se acha…
    – Nunca se mude para a casa da mãe dele. Nunca seja cúmplice (co-assine) de um homem.
    – Não se comprometa completamente com um homem que não te dá tudo o que você precisa. Mantenha-o em seu radar, mas conheça outros…
    – Compartilhe isso com outras mulheres e homens (de modo que eles saibam), você fará alguém sorrir, outros repensarem sobre as escolhas, e outras mulheres se prepararem.
    – Dizem que se gasta um minuto para encontrar alguém especial, uma hora para apreciar esse alguém, um dia para amá-lo e uma vida inteira para esquecê-lo.
    – O medo de ficar sozinha faz que várias mulheres permaneçam em relações que são abusivas e lesivas:
    – Você deve saber que você é a melhor coisa que pode acontecer para alguém e se um homem te destrata, é ele que vai perder uma coisa boa.
    – Se ele ficou atraído por você à primeira vista, saiba que ele não foi o único.
    – Todos eles estão te olhando, então você tem várias opções. Faça a escolha certa.

    • #142
      Paula K. Inoue
      13.06.2013 - 14:53

      adoreiii!!!

    • #143
      Constanza
      13.06.2013 - 19:36

      A DO REI esse texto! Amanha vou postar no face kkkk. Obrigada Luiza!

      • #144
        13.06.2013 - 21:51

        Ah! Que legal, não vale a pena ser lido e relido? E só para constar eu A DO RO seu blog, não tem melhor, te acho um exemplo bom a ser seguido =) que toda energia boa que você passa para suas leitoras volte em dobro pra ti :*

  105. #145
    Edne Nogueira
    13.06.2013 - 14:28

    Essas dicas valem para toda a vida! Perder a auto estima não vale a pena por NINGUÉM nunca!
    Gosto de me ajeitar para mim pq aprendi com os “fins” da vida que se eu não amar a mim primeiro, ninguém me acompanhará!
    Dói, a gente se lasca, pede pra morrer! Mas aí não morre e acorda mais viva do que nunca com a sensação maravilhosa de ser feliz!!!!!!
    Fiquei feliz por vc! 🙂

    • #146
      Constanza
      13.06.2013 - 19:32

      Exatamente! Auto estima é item primordial numa mulher!

  106. #147
    Tatiana
    13.06.2013 - 14:30

    Nossa, Cony! Você está de parabéns de ter coragem de expor a sua intimidade assim com a gente, prova mais uma vez que é “gente como a gente”, por isso todas as leitoras assíduas se sentem tão próximas de ti, sinto vc como uma amiga, apesar de ter descoberto o seu blog do início do ano pra cá, já li seus posts antigos, visito você todos os dias, apesar de não comentar tanto… Você pode ter certeza que tem a minha admiração, assim como tem de várias meninas, você é um exemplo de mulher forte e corajosa, exatamente como temos que ser em qualquer campo de nossas vidas!! Beijos!!

    • #148
      Constanza
      13.06.2013 - 19:29

      Obrigada!

  107. #149
    Pati P Lisboa
    13.06.2013 - 14:31

    Que lindo Cony!
    Só vc mesmo pra escrever tantos conselhos (dos bons!) e ser tão querida com tuas leitoras.
    Fico feliz que a frase deprê tenha passado…tu sabe o quanto te admiro e torço por tua felicidade (mesmo que aqui, bem de longinho!).
    Bjo grande, parabéns, e mais e mais felicidades!

    • #150
      Constanza
      13.06.2013 - 19:28

      Sim Pati, vc é uma das leitoras que eu quero pertinho de mim rs

      • #151
        Pati P Lisboa
        13.06.2013 - 20:18

        Quem sabe um dia a gente não se encontre de verdade, né?
        Tu é especial guria! <3
        Bjao e abraço muuuiiitoooooo apertado! :*

  108. #152
    Tatiana
    13.06.2013 - 14:32

    Ah!! E você quase nos mata com o início do post, hein… Não faz isso com a gente não!!! kkkkkk….

    • #153
      Constanza
      13.06.2013 - 19:28

      Nao podia perder a chance rsrsrs

  109. #154
    Fernanda
    13.06.2013 - 14:35

    Parabéns pela sinceridade !! Me enxerguei em vários parárafos !!
    Lindo você ter a coragem de se expor assim !!! Arrasou !!

  110. #155
    Suzy
    13.06.2013 - 14:38

    Eu só posso acreditar que foi Deus que fez você publicar esse texto hoje. Estou passando por isso e ainda estou na pior fase, a de estar perdida. Então muito, muito obrigada por dividir isso e mostrar que tem jeito.

    • #156
      Constanza
      13.06.2013 - 19:27

      Calma, vai dar tudo certo. Acredite em vc.

  111. #157
    Ju Santnaa
    13.06.2013 - 14:39

    Cony, logo que terminei meu namoro fiz um comentário aqui e você muito fofa e lindamente respondeu. Fiquei tão feliz. Nele vc dizia que “sofrer, sofrer meeeesmo foi um mês”. Isso me deu muita esperança. Confesso que sofrí mais que isso. Sentí essa dor toda que vc falou, fui parar no hospital com ataque de panico jurando q tava morrendo, enfim… fundo do poço define. Mas no momento que eu resolví encaixotar tudo pro ex, mandar por sedex, bloqueá-lo nos emails, celular, sms, face, instagram e o cacete, minha vida começou a andar. Fiz tudo isso com uma dor absurda no peito, mas FIZ!!! E agora, coisa de duas semanas, tudo mudou. To num astral muito melhor. Obvio que depois do meu sumiço, agora é ele quem tá me procurando. Mas sigo firme e forte no propósito de não falar, não querer saber, não ouvir. Obrigada pelo post. Vc é demais!!!

    • #158
      Constanza
      13.06.2013 - 19:27

      SEMPRE é assim Ju! A gente sofre enquanto eles curtem, quando a gente começa a curtir, eles sofrem kkkk. Eu sofri um mes mesmo, do final de dezembro até final de janeiro mais ou menos, daí conheci uma pessoa que me ajudou MUITO. Hj é um bom amigo, mas foi essencial no meu processo de recuperacao. Talvez se eu nao tivesse dado a chance de conhecer outras pessoas, teria sofrido mais 😉

      • #159
        Isa
        14.06.2013 - 11:22

        E vai dizer que não é o melhor momento da recuperação? No meu caso, vê-lo sofrer por mim só me deu forças para continuar e me amar mais ainda!

  112. #160
    Gabi
    13.06.2013 - 14:40

    Eu tenho apenas 18 anos e sofri do mesmo jeito que você e na mesma época.
    Eu havia feito um ano de namoro e uma semana depois ele terminou comigo, eu nunca senti uma dor tão horrível na minha vida. E o pior de tudo é que trabalhamos no mesmo lugar e eu ainda o vejo todos os dias, e ja faz 6 meses que terminamos.
    Acho que ainda não superei totalmente, mas cada dia que passa vejo que vou ficando mais forte e que minha vida vai muito bem sem ele, fui feliz enquanto estavamos juntos, mas agora sinto que sou mais feliz ainda.
    De vez em quando eu ainda fico triste e não sei direito o que fazer, pelo fato de ver ele todos os dias. É uma situação chata.

    Mas eu fico muito feliz que você tenha superado, e lendo tudo isso que você escreveu, sinto que tambem sou capaz 🙂

    • #161
      Constanza
      13.06.2013 - 19:20

      OBVIO que vc tb é capaz Gabi! Isso de trabalhar junto é tenso e infelizmente nao ajuda em nada. Mas foque em vc, no seu trabalho e no seu bem estar. Ache ele horrivel e enumere todos os defeitos que ele tem, daí quando vc encontrar com ele vai pensar: ecaaaa, ele tem chuleeeee kkkk. Boa sorte!

  113. #162
    13.06.2013 - 14:43

    Olá Cony,Gostei muiito do seu post =) já venho acompanhando vc ah tempos … meu dia só começa quando vejo seu blog.
    Então Cony, estou um pouco na depre, pois à muito coisas errada no meu relacionamento pois hj em dia em tenho um pouco de medo de terminar com ele pq eu so tenho ele na minha vida afff …. minha história é um pouko complicada … mas já sei onde ocorrer quando toma coragem (olha esse post lindo que vc publicou). Bjo Cony e obrigado ….

    • #163
      Constanza
      13.06.2013 - 19:18

      Não, vc tem a pessoa mais importante do mundo perto, VC MESMA! Se vc tem medo de terminar pq diz que so tem ele, olha a dependencia menina! Aprenda a viver sozinha, permita-se aprender, crescer, amadurecer! Força que vc consegue!

  114. #164
    13.06.2013 - 14:43

    Nossa todo término de namoro é difícil né?! Imagina então quando se namora quase 15 anos…
    Realmente é do jeitinho que vc descreveu!! Adoece seu corpo e sua alma! Quando terminei meu namoro com meu primeiro namorado sério depois de 2 anos e meio, pensei que era o fim, sofri demaissss!!!! Mas, assim como você falou tudo passa e passa mesmoo!
    Tenho certeza que nada acontece em vão! Então se não deu certo é porque uma coisa muito melhor ainda está por vir!!

    beijO!

    http://achadosdabrunna.com.br/
    instagram: @achadosdabrunna

  115. #165
    Giorgia
    13.06.2013 - 14:44

    ADOREI! JÁ PASSEI POR ISSO TAMBÉM A DOR É FÍSICA E PARECE QUE NÃO VAI ACABAR NUNCA…SÓ QUE PASSA! ACHEI MEU PRINCIPE 2 MESES DEPOIS, NAMOREI E CASEI…HOJE TEMOS UMA FILHA LINDA DE 3 ANOS E UMA HISTÓRIA JUNTOS DE QUASE 15 ANOS…
    MINHA MÃE SEMPRE ME DISSE PRA ME VALORIZAR, ME COLOCAR EM PRIMEIRO LUGAR!
    VC É UMA QUERIDA E ACHO QUE O SEU POST É MUITO LEGAL, NEM TODA MENINA TEM UMA MÃE OU AMIGA PRA ACONSELHAR CORRETAMENTE…BEIJOS E FIQUE BEM, SOZINHA OU ACOMPANHADA!

  116. #166
    Ananda Costa
    13.06.2013 - 14:45

    Oi Cony, tudo bom?
    Acho que nunca comentei no blog, apesar de lê-lo todos os dias (e te seguir em todas as redes sociais hehe).
    Há um mês terminei meu primeiro namoro sério, com o cara que tinha certeza que casaria e seria pai dos meus filhos e acho que agora chegou essa fase em que a ficha cai.
    No início tava toda felizinha, na balada de segunda a segunda, curtindo tudo que não aproveitei durante o tempo que estávamos juntos.
    Mas agora bateu aquela bad, ontem inclusive já mandei uma mensagem quilométrica e passei o dia todo chorando com a certeza de que nunca passaria.
    E aí, por uma coincidência do destino (ou foi o Papai do Céu, como prefiro pensar), hoje, quando abro o blog, vejo esse post.
    Só posso te agradecer, de todo meu coração, muito obrigada. Acho que estava precisando “ouvir” essas coisas, tava precisando que alguém, que não conhece nadica da minha história, alguém de fora MESMO e que já passou por tudo isso, dissesse: não se preocupa, vai passar.
    Então, obrigada, muito mesmo!
    Um beijo e parabéns, pelo blog, pela sua superação, por tudo.. Te admiro muito viu?

    • #167
      Constanza
      13.06.2013 - 19:15

      Ananda, tudo vai ficar bem! Acredite e queira SEMPRE o melhor pra vc! Boa sorte 😉

    • #168
      ana paula
      14.06.2013 - 01:35

      Escreva as mensagens e envie pra vc mesmo ou pra uma amiga de confiança, ou escreva sem enviar para continuá-la depois de um ou dois dias, vai te dar taaaanto alivio depois de um tempo por nao ter enviado!!! E se algum dia voltar a lê-las (pq o interesse te juro que desaparece) vc vai rir de si mesma!

  117. #169
    Tatiana
    13.06.2013 - 14:46

    Cony, não queria, mas vou comentar!!! rs… Namorei uns três anos com um carinha que nunca me fez feliz, foi uma paixão maluca que cada vez que terminávamos eu voltava com aquele velho pensamento: “Dessa vez vai ser diferente!” Até que cheguei a um ponto que cansei, é cansei! Cansei de ser humilhada, cansei de sofrer, cansei de chorar, cansei de ficar sem dormir… E sabe qual foi minha tática para ele não me procurar mais (pq era sempre ele que me procurava quando terminavamos)foi provoca-lo… mandei durante uns três dias mensagens dizendo que ele não iria aguentar e iria me procurar de novo… não é que funcionou!!!! Mexi com o orgulho dele e fiquei sem saber noticias meses… Tive um momento meu e fiz exatamente o que vc falou… Cuidei de mim!!! A ponto de falarem comigo na rua por educação, pq nem me reconheceram!rsrs… (Calma, não estava tão mal assim, só radicalizei!) Com toda experiência que vive com ele, aproveitei tudo para não repetir os mesmos erros e hoje estou casada a 6 meses depois de 6 e meio de namoro, sem nenhuma briga ou termino. Não escondi nada do meu novo relacionamento para ele não ter surpresas e falei para ele que não queria me apaixonar por ele, que eu iria transformar minha admiração por ele em amor, sem passar pela paixão. E assim fiz! Pois percebi que uma pessoa se torna muito vulnerável apaixonada, não pensa, não raciocina, e muitas vezes deixa de ser saudável. Hoje sete anos depois o “encosto” ainda me procurou umas três vezes em intervalos de anos e precisei coloca-lo no lugar dele. Percebi que não é tão bom se mostrar dependente, insegura… não, pelo contrário! É preciso mostrar que vc é sim capaz de viver sem ele e por mais que vc o ame, vc ama a si primeiro. E garanto que trabalhando essa alto confiança vc aprende a se gostar mais e isso passa a refletir de forma absurda na sua postura, despertando sim o interesse e admiração do parceiro por vc. Mas cuidado! Se mostrar alto confiante mas sem deixar a feminilidade de lado, tudo em doses homeopáticas. É isso, ufa!Acho que falei d+!!! Bjinhos

  118. #170
    Natália Salles
    13.06.2013 - 14:46

    Cony!
    Palmas e palmas pra vc!
    Que lindo… amei !! Fico muito feliz por ver que vc ‘superou’, lógico que ainda deve sentir falta, saudade, mas o importante é estar forte ! rs
    E olha é isso mesmo, não é nem um pouco fácil sair de um namoro..
    Mas nós mulheres somos fortes o suficiente pra superar qlqr coisa!!

    E realmente, essa história de ‘sou feliz, tenho a vida perfeita’ é a coisa que mais me irrita, em casais, solteiros, qlqr um que finge pra si mesmo que a vida esta maravilhosamente bem, isso não existe, o ser humano sozinho, já é difícil, imagina junto?

    Eu tenho 22 anos, e faz duas semanas que estou morando com meu noivo, ele tem 30 anos, e em agosto vai fazer 6 anos que estamos juntos.. e olha, tá legal, tô feliz, mas fácil não está, por mais que nós já tivéssemos uma vida de ‘casados’ antes, muda tudo, é muita responsabilidade, é muito diferente, e nessa hora que realmente vemos onde aperta o calo, as briguinhas bobas se perdem, aparecem outras por outros motivos que até então não existiam, e agora que tenho que ter mais jogo de cintura pra lidar com o noivo, pq é muito difícil, e agora que vamos juntar o amor e cumplicidade de verdade e ver se vamos nos entender a partir de agora, pq até então isso tudo era em proporções completamente diferentes !

    Enfim, nós mulheres temos que ter muita paciência, ser muito forte pra qualquer situação !!
    Parabéns pelo post!!
    Bjs

    • #171
      Constanza
      13.06.2013 - 19:03

      É, nao é facil mas ainda bem que minha vida é MUITO corrida entao nem tenho tempo de me lamentar mt rs.

  119. #172
    Tita
    13.06.2013 - 14:49

    Perfeito o post !!!
    Assim a gente segue amadurecendo, tendo mais rugas mas sabendo ENFRENTAR a vida !!!
    Isso é suureal de bom, saber q vc tem todo o controle da vida nas suas mãos, momentos tristes e felizes vão existir pra todos mas é muito melhor sabendo q é vc quem está decidindo isso, sempre focando nos momentos felizes !!!

    Já leu isso???
    http://saocoisasnossas.blogspot.com.br/2006/09/texto-de-arnaldo-jabor-sobre-as.html

    Bjssssss,

    Tita

    • #173
      Constanza
      13.06.2013 - 18:55

      Tita, e o conselho da família foi vc quem me deu. Te agradeço eternamente <3

  120. #174
    paula
    13.06.2013 - 14:49

    Happy… é isso ai.. bjks

  121. #175
    Paula Nogueira
    13.06.2013 - 14:51

    Uuuuuaaaaaaaauuuuuu, vc realmente me surpreende. Adoro o jeito que escreve e sua coragem! Te acompanho nestes 4 anos. Me manifesto pouquíssimo. Mas me identifico demais com vc. Parabéns pela coragem e pela sua postura, sempre muito educada, discreta, realmente uma lady e o mais importante engraçada/ bem humorada. Te adoro! Te amamos! Cony, Cony, Cony Cony Cony! Bofes nao te faltarão! Bjus fica com Deus.

    • #176
      Constanza
      13.06.2013 - 18:54

      hahahahaha adorei rsrs

  122. #177
    Juliana
    13.06.2013 - 14:52

    Cony, esse post caiu como uma luva para o momento que estou vivendo… obrigada!
    Bjs

  123. #178
    suellen
    13.06.2013 - 14:56

    Cony, te curto muito!!

  124. #179
    Natália Salles
    13.06.2013 - 15:01

    Cony, digo mais !!!
    Como vc mesma disse, as leitoras super te ajudaram e tal, porque não cria um tag de ‘ ajuda às leitoras’, onde as leitoras podem te mandar email ‘contando uma situação’ que esteja passando, e tal, vc filtra, lê, posta com sua opinião, e as suas leitoras comentam dando seus conselhos e tudo mais…
    Por mais ‘trabalhoso’ que possa ser, já disse e repito que você é a blogueira mais pé no chão, mais vida real em relação as outras, e problemas são tão comuns nas nossas vidas que seria legal, poder ter opinião das outras leitoras.. sei lá.. é só uma sugestão, claro que se virar palhaçada como o CNE vc corta, mas pense nisso !
    As vezes nós mulheres não temos com quem conversar, as vezes somos tímidas e temos vergonha de se ‘abrir’ pessoalmente.. as vezes pode ser uma forma de as leitoras de ajudarem..
    bom é isso!
    AHH
    nem precisa aceitar esse coment ! 😉
    Bjs

  125. #180
    Dani
    13.06.2013 - 15:04

    Cony, achei o máximo seu post! Quando você contou que terminou o seu longo relacionamento, fiquei realmente torcendo pra que a tristeza e a dor naturais nessa situação passassem logo. Você transmite uma energia maravilhosa pra gente aqui no blog e merece essa energia de volta.
    Eu nunca namorei por tanto tempo assim, mas antes do meu atual namoro, que me faz muito muito bem, fiquei enrolada com um cara por quem fui cega e absurdamente apaixonada durante alguns anos. Só que era uma situação absolutamente complicada, e tomei a atitude de terminar tudo quando vi que a complexidade da coisa era tamanha que me mudou completamente: me tornei uma pessoa triste, deprimida, estressada, até fisicamente cansada…outra pessoa, completamente diferente do que sempre fui e do que sou hoje.
    Acho fundamental estarmos atentas a armadilhas como essas. Nunca podemos nos esquecer que a nossa felicidade só depende de nós, e que ninguém, por mais intenso que seja o sentimento que a gente tenha, é insubstituível. E quando a gente percebe isso, e age nesse sentido, acaba atraindo alguém que nos faça só bem.
    Beijo grande!

    • #181
      Constanza
      13.06.2013 - 18:54

      Quando a gente deixa de ser o que é por causa de outra pessoa, o sinal vermelho GRITA! Tá td errado!

  126. #182
    kk
    13.06.2013 - 15:04

    Cony,
    Vc é 10! Sem mais…

  127. #183
    Flávia
    13.06.2013 - 15:10

    Que susto! Pela introdução pensei que o blog ia acabar! Não quero ficar orfã de blog!
    Parabéns pela superação! E é isso aí mesmo, a vida segue!

  128. #184
    Dany Reis
    13.06.2013 - 15:11

    Esse post veio na hora certa, estava precisando TANTO ler essas coisas, meu caso foi quase um namoro de 5 meses, pouco tempo, mas foi uma história intensa e conturbada, e eu ainda estou na fase “sofrida” pois ainda nem faz 1 mês q acabou…E tenho a mesma sensação que não vai passar, mas eu sei que passa! Não é fácil, dói muito, a cabeça fica ruim. Parabéns pela sinceridade e por ajudar tantas pessoas que estão passando por essa fase com essas palavras de conforto…

  129. #185
    Paloma
    13.06.2013 - 15:12

    Amei esse post!!!!
    adorei a as dicas
    bjao

  130. #186
    Shirley Santos
    13.06.2013 - 15:13

    Eu disse, eu disse …
    E continue acreditando :
    Quem não te ama, não te merece, e
    O MELHOR ESTÁ POR VIR !!!
    E mais :
    VOCÊ É UMA PESSOA MARAVILHOSA.

    • #187
      Constanza
      13.06.2013 - 18:52

      Obrigada Shirley!

  131. #188
    Laísa
    13.06.2013 - 15:13

    Amei o post. Acompanho sempre e nunca postei um comentário. Mas esse post merece. Realmente quando terminamos em relacionamento, a tendência é achar que essa dor nunca passará. Como o tempo é realmente o melhor remédio, passa sim!! E o que é melhor, vc sabendo se valorizar e se amar, em breve perceberá que vc é muito boa pra ficar deprê por quem não te merece!! Passei por isso (acredito que todas nós passamos ou passaremos e no auge de minha descrença em qualquer coisa relacionada a sentimentos, um amigo me disse: Nada disso é culpa sua! Se ele não foi capaz de te amar e retribuir todo seu amor, é um coitado, esquece, que vc não merece uma alma tão pequena!! E aí foi meu momento de levantar!! SEJA FELIZ!!!

    Bjooo

  132. #189
    Laura
    13.06.2013 - 15:17

    O mais louco é que quando a gente some do mapa e está bem, eles vem atrás e daí não faz mais diferença… esse dia é libertador! Sentimento de Beyoncé batendo cabelo… hahaha

    • #190
      Constanza
      13.06.2013 - 18:52

      E é viu? rs

  133. #191
    Pamela
    13.06.2013 - 15:23

    Parabéns pela sua coragem, nesse momento estou passando por algo semelhante,estou me divorciando, fazia 8 anos q estavamos juntos…Vou tentar a dica dos 60 dias…valeu bjos!

  134. #192
    Lidy
    13.06.2013 - 15:31

    Nuss tomei um susto… li rapido pensei que o blog tinha chegado ao fim..ufaaa..kkkk..amei o post Cony..é bola pra frente..tudo na vida passa..beijos

  135. #193
    13.06.2013 - 15:37

    Menina, perfeito! Passei pelo mesmo depois de loooongos 9 anos de namoro, e toda dor que vc sentiu,de morte mesmo,também senti. Até febre eu tive! Mas passou, e passou…Mas passou bem passado!!! hahaha.
    Tomara que seu post ajude a muitas meninas!

  136. #194
    Isabelle
    13.06.2013 - 15:39

    Just Perfect!
    Sem palavras…

  137. #195
    Fernanda
    13.06.2013 - 15:41

    Cony, agora não vou conseguir contar a mha história pq vc me deixou chorando alto aqui. Depois, com calma, eu sento e escrevo o livro pq talvez sirva pra alguém. Mas olha…depois desse post: te amo, viu? De coração, hj te vi como uma pessoa que além de um bom gosto indiscutível, tu tens um coração que merece ser preenchido pelo melhor!

    • #196
      Constanza
      13.06.2013 - 18:51

      Ownnnn, fica bem tá? bjss

  138. #197
    Flavia
    13.06.2013 - 15:47

    Que post fantástico!

    E vamos combinar: que sensação maravilhosa é aquele dia do estalo, o dia que você percebe que passou, que não tem mais nada, que você tá livre! Nó! E quando depois de um tempo você esquece as datas que eram significativas: só lembra do aniversário dele por causa do Face, ou só lembra que seria aniversário de namoro no dia seguinte à data…

    Nós, leitoras, percebemos que alguma coisa estava “errada” na época do fim. E agora, eu já estava percebendo como suas postagens estavam mais alegres, leves… Felicidade é transmitida até pela web!

    Bjo, Cony!

  139. #198
    Aline
    13.06.2013 - 15:50

    Ai Cony, amei demais! Li quase todos os comentários e me emociono por ti, por saber que você faz um bem danado pra gente escrevendo esse blog, animado, divertido, sincero!
    Beijos sua gata, vem pra SC que te apresento vários boys magia!

    • #199
      Constanza
      13.06.2013 - 18:50

      Opa, vou mesmo rs

      • #200
        Aline
        14.06.2013 - 14:18

        Então vemmmmm 😀 Já conversei com teu irmão no instagram, ele disse quem ver vir pro brasil e conhecer uma cachoeira que tem aqui pertinho da minha cidade! Vemmmmmmm vcs dois pra cá! Vou levar vcs nos melhores barzinhos e restaurantes da cidade (se bem que minha cidade é pequena) hahaha bjsssssssss vem mesmo!!!

  140. #201
    13.06.2013 - 15:51

    ADDOOOOOOREEEIIII! Eu acredito que existem dois tipos de mulher: as que já sofreram com o término de um relacionamento e as que vão sefrer. Inevitável. Eu, claro, entro no primeiro grupo. Passei por tudo que você passou e mais um pouco ( principalmente porque não consegui esses 60 dias de detox do ex pois a convivência foi inevitável no pós pé na bunda….)emagreci (quase anorexia), me descabelei, desesperei… e um belo dia tudo passou. Subi no salto, linda , leve e fui a luta. Acabei conhecendo meu marido e hoje dou graças a Deus do pé na bunda que tomei rsrsrsr. O tempo é realmente o melhor remédio.Tem uma música que diz assim : ” Vai passar, esse seu mal estar, esse nó na garganta, deixe estar, o proprio tempo dirá, água demais mata a planta…”

    • #202
      Constanza
      13.06.2013 - 18:46

      Adoro esses relatos de gente que passou por isso e hj ta super bem!

  141. #203
    Nathalia
    13.06.2013 - 15:52

    Nossa Cony terminei um namoro de 6 anos e é bem isso que vc escreveu em cima!Belo resumão pós término!Vc é demais!!Bjossss

  142. #204
    Aline
    13.06.2013 - 15:53

    Cony,
    Me emocionei com este texto, vc realmente sabe expressar sentimentos em forma de texto, leio seu blog religiosamente todo santo dia. Estou passando por uma situação difícil no meu relacionamento, comecei a namorar ele com 17 anos, casei com ele com 22 anos, e hoje tenho 24 anos, e descobri q ele me traiu quando estávamos namorando, como descobri? o skype dele estava aberto e eu instintivamente (6º sentido) olhei as ultimas conversas dele, e me deparei com um conversa com uma ex-colega de trabalho, o problema não foi eu descobri q ele ficou com ela quando eramos namorados, o problema foi q ele estava querendo ficar com ela de novo. meu mundo caiu, tudo o q eu imaginava q ele era desabou, me senti um lixo de mulher, e olha q n sou feia (já fui mis da minha cidade)mas independente de beleza,vc fica destruída, parece q vai infartar, é horrível, tirei satisfação com ele, e ele admitiu o erro e pediu perdão. resumindo o fato, isso aconteceu a um mes, eu decidi dar a ele uma nova chance, mas por dentro estou insegura, me sentindo um lixo, e realmente n sei se esse casamento vai durar. Sempre achei q ele fosse o homem da minha vida, com quem eu iria ficar velinha ao lado, mas depois deste choque de realidade, n consigo ser a mesma, estou fria, seca, e o q eu mais queria era q isso n tivesse acontecido, o seu texto me faz chorar de soluçar e me ajudou. Obrigada, desculpe pelo desabafo…

    • #205
      Constanza
      13.06.2013 - 18:45

      Olha, se vc ja esta cheia de duvidas sobre o casamento, melhor separe. Peça um tempo, ajeite sua cabeça, seu coração. A presença dele nesse momento só vai te ferir mais e a cada vez que olhar pra ele vai lembrar da traiçao. Vai doer, mas vc precisa pensar se perdoa MESMO de coraçao ou se vai pra sempre ficar desconfiada e insegura, e isso irá matar seu relacionamento. Beijos e boa sorte.

  143. #206
    Indira
    13.06.2013 - 16:00

    É por essas e outras que seu blog faz parte da minha leitura diária! Você é gente como a gente! não é um personagem patético que vive no país das maravilhas! Agora que você “quebrou as correntes”, vá curtir a vida e ser mais feliz que antes! você merece, pois é linda, bem humorada, super fashion, inteligente e parceira…kkkkkk….amo o seu blog! Isso aqui realmente tem cara de blog e não de canal de propaganda! Beijo enorme!

    • #207
      Constanza
      13.06.2013 - 18:43

      Beijao! 😉

  144. #208
    Tatiana Sant´Ana Marques
    13.06.2013 - 16:04

    Cony, vc e linda, inteligente, chique, quando vc menos esperar Deus vai colocar no seu caminho um cara muito bacana, para ser seu companheiro!!!!

    Beijo, seu blog e o meu preferido!!!

    • #209
      Constanza
      13.06.2013 - 18:42

      Deus, ouve a Tatianaaaaaaaaaaaaaa kkkk

  145. #210
    Camila
    13.06.2013 - 16:05

    desculpe o palavrão, mas…

    CONY VOCÊ É FOOODAAA!!

  146. #211
    Gláucia Camargo
    13.06.2013 - 16:19

    Quem nunca sofreu de amor que atire a primeira pedra né? solteira a 4 anos também amadureci muito depois de tantos anos sozinha, o duro é que conforme os anos passam a gente se torna mais e mais independente de homens e achar alguém fica mais difícil, pelo menos no meu caso, a decepção fez meu coração se fechar é difícil eu conseguir me apaixonar, e qdo eu começo a curtir alguém, logo vejo que a pessoa não esta na mesma vibe… =(
    Mas de tudo o que vc escreveu, tudo me identifiquei…
    Mas a vida de solteira também tem seus encantos e suas delicias rs, liberdade é bom demais…
    E sou realmente a cada dia mais sua fã, por sua força e determinação, coragem, enfim… mesmo sem te conhecer parece que vc é minha amiga kkkk….

    Beijos

  147. #212
    Marcela
    13.06.2013 - 16:29

    q texto legal, você entende mesmo do universo feminino. Adorei!

  148. #213
    Martha
    13.06.2013 - 16:34

    Que legal, Cony! Vc realmente tem aparentado estar ótima, e como faz tão bem ouvir, repito: está melhor agora!! hehehe bjoo

  149. #214
    Dani
    13.06.2013 - 16:36

    gente, só tomemos cuidado com isso ó: Eu fui em psicóloga, psiquiatra, gastei uma nota preta com remédios para dormir, para acordar…
    psicólogos não receitam remédios! aliás, psicoterapia é maravilhoso, é uma uma profissão e um trabalho maravilhoso, muito melhor do que qualquer livro de auto ajuda, que oferece fórmulas de felicidade, sendo que as pessoas são únicas, então cada uma deve descobrir seu caminho…
    autoconhecimento é o maior presente que alguém pode ter nessa vida, então vamos ter um pouquinho de cuidado com os estigmas em torno disso… acho suuuper válido procurar sim uma ajuda profissional qualificada num momento de fragilidade, ou em qualquer momento na vida.

    e fim de relacionamento, todo mundo passa mulherada, não tem jeito, mas a gente se descobre muuuito mais forte depois! que bom que está bem Conny!

    grande beijo a todas!!

    • #215
      Constanza
      13.06.2013 - 16:49

      Foi o psiquiatra q passou os remédios

  150. #216
    Sonia
    13.06.2013 - 16:36

    Isso não se faz, viu !??? Quase infartei na primeira frase achando que o blog ia acabar!!srsrsr
    Vc arrasa sempre !!!

  151. #217
    Dani
    13.06.2013 - 16:37

    PS: azar dele, perdeu prayboy!

  152. #218
    Adriana
    13.06.2013 - 16:41

    Ótima inspiração para quem ainda está na fossa… espero que todas tenham razão e que essa dor realmente passe um dia…
    OBS: eu amo o Futilish!

    • #219
      Constanza
      13.06.2013 - 18:41

      Ô se passa! Tenho CERTEZA rsrs

  153. #220
    Bruna Filgueira
    13.06.2013 - 16:49

    Constanza, é muito bacana tudo o que vc escreveu, sobretudo sobre os relacionamentos rebound. Passei por isso, é tenso demais. Um beijo e tudo de bom!

  154. #221
    PAULA CATHARINA
    13.06.2013 - 16:49

    Oi Cony, também passei por uma situação dessas. Namorei 8 anos com meu primeiro namorado por 8 anos, quando ele resolveu terminar. Fiquei arrasadaaa por um bom tempo e pra esquecê-lo de verdade mesmo, “vixe”, demorou viu?? Hoje em dia tudo mudou… Vi uma frase legal no Face essa semana que retrata bem a fase pós-superação: “Namoro é igual moda. Depois que acaba você para e pensa: ‘Como pude sair na rua com aquilo??'”. Rsrsrsrs… É bem assim!! Então, bola pra frente!! Tudo de bom!! Bjos!!

  155. #222
    Letícia
    13.06.2013 - 16:51

    Primeiro, queria te dizer que já vinha reparando sua melhora!! Dava para ver não só pela frequência dos posts, mas também pelo conteúdo. O seu humor havia voltado e sua criatividade igualmente =) Bom para você e para nós rsrs

    Quanto ao seu post achei genial!! Tantaaaaaa gente precisa ouvir os seus conselhos… Já reparou como muitas vezes a gente condiciona nossa felicidade: vou ser feliz quando estiver namorando; vou ser feliz quando casar; vou ser feliz quando me promoverem; vou ser feliz quando mudar de emprego; vou ser feliz quando tiver filhos, etc. A gente tem que ser feliz agora!!! Casada, solteira, divorciada!! Não é que a gente não sofra ou não possa sofrer… Pelo contrário, acho que um passo para a felicidade é sentir a dor em toda a sua amplitude, chorar, pedir colo porque assim ela passa mais rápido. O que não dá é para colocar a vida e a felicidade em modo de espera. Pior: colocar em modo de espera por causa de outra pessoa!!
    E ainda acho mais: ninguém quer alguém dependente para ficar ao lado (a não ser uns doentes, mas aí é a gente que não quer). Não quero que meu marido precise de mim, quero que ele me queira. Precisar a gente precisa de comida, água e ar!! Amor, como disse outra leitora, é para transbordar a gente…

    Finalizando, sempre fui independente, quando eu era solteira, minha vida era toda planejada sozinha. Quando me perguntavam (e mulher pergunta cada coisa besta) como seria meu casamento, eu respondia: Não sei, não tenho noivo. Ou: você quer ter filhos quando, e eu: Acho que com uns 40 entro com o processo de adoção. E todo mundo: adoção?? E eu: é, não tenho marido para ser o pai… Ou seja: nunca achei que eu dependesse de alguém para com as minhas perninhas ir atrás do meu caminho e da minha felicidade!!

    Força sempre!!!

    • #223
      Constanza
      13.06.2013 - 18:39

      Mulher alfa é isso aí!

  156. #224
    Patricia
    13.06.2013 - 16:54

    Sensacional!!!!
    Até mandei pra um amigo que está tendo dificuldades em superar um término!!
    Vc é maravilhosa!!
    Parabéns pela força e superação!!
    Grande beijo!!

  157. #225
    Maria Clara-
    13.06.2013 - 16:56

    Top esse post. Parabéns!

  158. #226
    Lele
    13.06.2013 - 17:03

    Cony, adorei esse post. E é isso mesmo que vc falou. Euzinha aqui, comecei a namorar com 15 anos, me casei sete anos depois com ele, ficamos casados por 12 anos e um dia ele chegou e me disse que estava cansado e queria ir viver a vida. Foi meu único namorado, meu marido, tínhamos uma filha pequena, e ele me deu um belíssimo pé na bunda. Pior, já tinha outra.

    Vou dizer que foi fácil? Óbvio que não, mas sobrevivi, cresci muito nesses últimos cinco anos, sou uma mãe porreta, arrumei um emprego melhor e… vingança! estou mais jovem, arrumei um emprego melhor e agora ganho mais que ele! kkk

    Estou feliz comigo mesma, mas… sinceramente, não posso nem pensar em arrumar outro. depois dessa, não confio mais nos homens… :/

    • #227
      Constanza
      13.06.2013 - 18:38

      Isso aí! Tem que dar a volta por cima! Agora, nao desconfie de todos os homens, tem mt canalha, mas tem mt homem bacana tb 😉

  159. #228
    Lana
    13.06.2013 - 17:09

    Nunca passei por esse tipo de situação, mas achei o post MARAVILHOSO!

    O Fufu já é uma rotina para mim, sempre me deixa meu dia mais animadinho. Continue sendo essa pessoa ótima que fala de moda, beleza e VIDA não apenas digitando com os dedos, mas também com o coração!

  160. #229
    Lídia Maria
    13.06.2013 - 17:11

    Cony do céu, perfeito esse post pra uma amiga minha!!! Caiu como uma luvas!!! E tudo q vc falou é a mais pura verdade…todo mundo já passou por isso e só mudam os CPF´s das pessoas!E eu acho q oq atrapalha mto tb, como vc falou, são as redes sociais…neste momento é bom esquecer q elas existem!! Ajuda e mto! Beijos e força para todas que estejam passando por isso! E um especial pra Cony

  161. #230
    Rita
    13.06.2013 - 17:12

    O sofrimento é opcional…já dizia o ditado.
    Eu optei por não sofrer…mas sofri e muito…ainda sofro e choro, mas menos e por aí vai…
    Um dia após o outro…
    Lentamente…
    E quando a gente vê, já passou!! 🙂

    • #231
      Constanza
      13.06.2013 - 18:35

      “A dor pode ser inevitável, mas o sofrimento é opcional”. Mentalizei mt essa frase rs.

  162. #232
    Karin Pimentel
    13.06.2013 - 17:14

    Linda!

  163. #233
    Priscilla
    13.06.2013 - 17:39

    Cony, simplesmente, amei!! Estou passando por esse momento agora, e esse seu relato tão comoventemente verdadeiro e inspirador, me fez enxergar os fatos que estou negando, e me deu forças pra permanecer firme, numa decisão que certamente, daqui a pouco, vai me fazer bem mais feliz!
    Então, a você, o meu muitíssimo obrigada!! Muitas felicidades! Bjs

    • #234
      Constanza
      13.06.2013 - 18:34

      A gente nega muita coisa e só lá na frente a gente percebe o quanto estava se sabotando! Força e firmeza 😉

  164. #235
    Suzana
    13.06.2013 - 17:41

    Vc Jah pensou em escrever um livro sobre o universo feminino? Se um dia for publicado eu compro!! Fico feliz que vc esteja em paz consigo mesma, agora eh bola pra frente porque sim a vida eh bela!!

    • #236
      Constanza
      13.06.2013 - 18:32

      Sabe que já? É um dos meus projetos 😉

      • #237
        luciana
        13.06.2013 - 20:03

        na torcida pra que esse seu projeto um dia se torne realidade! leio diariamente o fufu há uns 4 anos e posso dizer que vai muito além de um blog de “futilidades”. e poder se tornar um livro só mostra o grande conteúdo por trás! te adoro cony, e AMO o fufu! amo demais! sucesso sempre! 😉

      • #238
        Marcela González
        13.06.2013 - 22:33

        EU COMPRO!!! *-* E pode vir pra Campinas assinar meu exemplar! kkkkkkkkkk

        Te adoro, Cony :}

  165. #239
    13.06.2013 - 17:49

    ARRASOU! all the single ladies
    all the single ladies
    all the single ladies
    all the single ladies

  166. #240
    luciane
    13.06.2013 - 17:52

    é por isso que Adoro cada vez mais o blog!

  167. #241
    Thaísa Queiroz
    13.06.2013 - 17:53

    Eu acho que eu era mais uma das milhares de leitoras que ficava pensando como você tava depois disso e torcendo que melhorasse justamente por já ter passado por coisa parecida.

    O importante é que você tá magra, linda e feliz!!! O fdp do meu ex nem pra me emagrecer serviu! kkkkkkkkkkkkkk

    bjão, Cony!

  168. #242
    Paula
    13.06.2013 - 18:27

    Cony, sua linda!!!
    Muito bom o post!
    Bjo!

  169. #243
    Karina Dantas
    13.06.2013 - 18:37

    Constanza, você é uma pessoa rara: iluminada, de alma grande, tanto que consegue tocar de maneira profunda as pessoas sem precisar estar fisicamente.

    Engana-se quem pensa que seu blog serve apenas como “personal stylist”. Ele – aliás – você é MUITO mais que moda, sapato, maquiagem e dicas de viagem. Porque até mesmo nos posts sobre esse assunto, você consegue engradecer e ensinar suas leitoras. Parabéns!

    • #244
      Constanza
      13.06.2013 - 20:15

      Ai Karina obrigada… Faço com mt carinho sempre pensando que posso ajudar alguem. Fico feliz que consiga transmitir isso. beijos!

  170. #245
    Amanda
    13.06.2013 - 18:41

    Cony, adorei as dicas! Foi exatamente isso que fiz quando terminei um relacionamento longo ano passado. Ainda sofro um pouco, principalmente por ter sido enganada, mas estou bem melhor agora. Me cuidei, me internei na academia, renovei meu armário, me dediquei a minha faculdade, tudo isso deu um upgrade na minha auto estima e me ajudou muito. Claro que hoje sou diferente, tenho um certo medo de me envolver, mas o tempo vai cuidar disso.
    Beijo grande!

    • #246
      Constanza
      13.06.2013 - 20:13

      Pior que dá medo mesmo, mas acho que quando aparecer a pessoa certa, esse medo vai sumir. Espero!

  171. #247
    Eliza
    13.06.2013 - 18:45

    Muito bom, Cony!!!
    É isso aí mesmo!
    Beijos

  172. #248
    Azurea Marques
    13.06.2013 - 19:07

    Ola, Cony! Hoje vc se superou, seu texto esta maravilhoso, todos os dias tenho que visitar seu blog. Já passei por isso, acho que ainda nao estou totalmente curada, e já faz 7 meses que terminamos, para mim os primeiros 4meses foram insuportáveis, senti essa dor física que vc tão bem descreveu, parecia que ia morrer, nao queria fazer mais nada na minha vida. Realmente tudo passa, alguns desses passos eu tb segui e realmente funciona . Felicidades!

  173. #249
    Andrea
    13.06.2013 - 19:12

    Delícia de texto!

  174. #250
    Isabelle
    13.06.2013 - 19:40

    Não tem um comentário de hater, e estou estudando pra concurso, não perco tempo com nada, mas com vc, ganho tempo. Nunca forever and ever repita a piada de acabar o fufu, espaço de abraço cibernético e de uma BFF real, verdadeira e única não tá fácil pra ninguém. Cony, to negando coisa, to praticamente aquela pessoa dentro da cabine do megafone de um programa sabe? “não ouve a pergunta e tá lá respondendo siiiiiiiim, nããããão, mas logo logo acordo e vai ser o meu post de cabeceira. sua linda!

    • #251
      Constanza
      13.06.2013 - 20:12

      hahahaha adorei! Tb me sinto numa mesa cheia de amigas!

  175. #252
    Thaís Tomé
    13.06.2013 - 20:15

    Lindo seu texto, tenho certeza que servirá de exemplo para muitas leitoras… Parabéns!! Bjos!

  176. #253
    Eliana Rodriguez
    13.06.2013 - 20:15

    Adorei e quero que meus filhos leiam. Tenho 52 anos e tive uma história parecida e só tenho a agradecer, 1 ano e meio depois conheci meu marido com quem sou casada e muito bem há 27 anos, tenho uma vida maravilhosa em todos os sentidos… um futuro muito feliz te aguarda com certeza
    bjs

    • #254
      Constanza
      13.06.2013 - 20:30

      Senti firmeza nas suas palavras, tomaraaaaa! bjss

  177. #255
    Anna Mari
    13.06.2013 - 20:39

    Alegria pra vida, sempre!!!

  178. #256
    Vera
    13.06.2013 - 20:42

    Constança,
    agora qd você fôr ao karaoke tem que cantar as musicas I will survive da Gloria Gaynor e I’m a survivor das Destiny’s Child. Pq vc agora ´´e uma sobrevivente!

  179. #257
    Nathália
    13.06.2013 - 21:06

    Conyzita, que beleza de post.
    Eu nao te tenho no face, alias nem face eu tenho! HAHA
    E não sabia da sua historia.
    Estou namorando a 4 anos, e me sinto muito dependente dele.. quero nossa felicidade, mas com as brigas sinto que quando podemos nos separar vai ser terrivel. Tomare que eu não passe por isso!
    Mais se eu passar certeza que volto aqui para ler esse texto todinho de novo.

    Beijo Grande.
    Nati =)

  180. #258
    Nathália
    13.06.2013 - 21:08

    “vamos viver o que há para viver, vamos nos permitir!!”…
    já dizia Lulu Santos 😉

  181. #259
    Sarah
    13.06.2013 - 21:10

    Cony, sigo o Futilish ha anos, mas nunca tinha comentado. Depois de ler seu texto fiquei com vontade de dizer que minha admiração por você só aumentou.
    Gostei muito da dica de continuar se cuidando e acho também que as mulheres não devem nunca deixar de estudar, de ler, de buscarem crescer intelectualmente. Tem mulheres que gastam tempo e esforço demais com relações, com os homens, e deixam de lado essas coisas, que tanto nos ajuda a ter confiança, a sermos interessantes para os outros e para nós mesmas!
    Felicidades pra voce sempre!

  182. #260
    Laíse
    13.06.2013 - 21:13

    Cony, sua lindaaaaaaaaaaaaaaaa!
    Logo, logo vai aparecer um bofe lindo, gente boa, inteligente, que compra brindes para sortear entre as leitoras! Kkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Beijosss

  183. #261
    Clarisse M.
    13.06.2013 - 21:29

    Cony, me identifiquei horrores com esse texto! Até publiquei no meu face, hahahaha…. Terminei um relacionamento de quase 7 anos e uma semana depois o desgraçado já tava com outra. Sabe qual foi o resultado? Perdi 22kg e estou mega feliz… tem até “amigo” dele dando em cima de mim atualmente, kkkkkk… A parte chata? me apaixonei pelo primeiro carinha que beijei! mico total!!! hahahahaha… e pra quem tá vivendo isso, só uma conselho: PASSA, gata! Tem 1 ano que isso aconteceu e eu nem lembro mais da existência dele!!! bjssssssss…

  184. #262
    patricia santos
    13.06.2013 - 21:36

    Parabéns pelo post Cony!
    Quem nunca passou por isso?! Realmente quando menos percebemos, a dor passa… Tá certo que no meu caso não precisava durar mais de um ano para superar, mas ok! hahahaha
    Um futuro MARA te (nos) aguarda, amém!

    • #263
      Constanza
      13.06.2013 - 21:54

      Hahahaha aí nao ne? Tem q batalhar pra nao sofrer mt rs

  185. #264
    Jess
    13.06.2013 - 21:45

    Que post gracinha… Parabens pelas palavras sinceras! bjos

  186. #265
    Luciana
    13.06.2013 - 21:53

    Parabéns pela lucidez e maturidade. Vc vai ser mt feliz, nao tenho a menor duvida.

  187. #266
    Michele G.
    13.06.2013 - 21:54

    Mais uma nesse barco… já faz quase 1 ano e meio, e ainda não posso dizer que estou 100%. Como disse alguém antes, não sinto falta do namorado, mas do namoro; sinto muita falta de ter alguém, mas infelizmente não apareceu ninguém até hoje e o restante da minha vida ainda não ‘deslanchou’. Meu emprego não tem futuro, tive que voltar a morar com meus pais, vida social é algo praticamente inexistente e até voltar a estudar e tentar uma pós está complicado. Confesso que ainda estou completamente sem rumo. Quero acreditar que vai melhorar, mas tem dias que bate um desânimo… qdo crescer quero ser que nem vc Cony! Um beijão e obrigada pela inspiração diária, não só de moda e beleza mas de vida mesmo.

    • #267
      Constanza
      13.06.2013 - 22:26

      Michele, animo aêeeeeeeeee, vc tem que querer melhorar as coisas fia. Se ta morando com os pais, aproveite o colo deles, agradeça que eles estao vivos e com vc. Uma hora tudo melhora, acredite 😉

  188. #268
    Juliana
    13.06.2013 - 22:03

    Lindo post

  189. #269
    Vanessa A.
    13.06.2013 - 22:06

    Cony, já te disse que você é minha amiga de infância? (imaginária, é lógico!)
    Pessoas boas só merecem coisas boas. Na dificuldade que a gente cresce! Estamos com você!

  190. #270
    Brenda
    13.06.2013 - 22:21

    Incrível como essa dor física acontece. Eu já senti e tem uma frase que diz: “é uma dor que dói no peito”, que acho que explica isso tudo, porque dói no peito MESMO e dói muito. Mas, como tudo na vida, passa.

    • #271
      Constanza
      13.06.2013 - 22:27

      Dói, parece que tem uma mão esmagando o coração ne? Credo

  191. #272
    Cássia Lopes
    13.06.2013 - 22:45

    Cony,vc é uma fofa. Conseguir tirar do seu sofrimento coisas boas é tuuuudo. Passei por uma separação muito dolorosa também. Sofri muito… Mas ó… esse negócio de relacionamento rebound deu certo comigo!!! Comecei a namorar um pouco depois da separação e estou casada há 7 anos… com dois filhos lindos e um casamento feliz!!!!

  192. #273
    Nayanne
    13.06.2013 - 22:46

    Falou tudoooo! Vai ser feliz!!

  193. #274
    Margareth
    13.06.2013 - 22:53

    Oi Cony! O susto só não foi maior porque havia uma tag antes se não tinha achado que era o fim do fufu…. Então feliz por você ter superado. Por você falar sobre isso e dar conselhos sem sofrer. Adoro a verdade que você coloca na sua escrita. Você é uma pessoa muito especial para todas nós. Passei por uma situação dessas faz muito tempo e o que posso dizer é por maior que essa dor seja Ela passa! E amanhã você vai ver que pulou uma grande fogueira. Na época eu escrevi uma carta sobre como seria meu marido, minha família , meu casamento e lia todas as noites. Hoje depois de quase 10anos ao relêva carta, vejo como sou abençoada por ter realizado e hoje continuar escrevendoa minha história. Fica a dica. Deu certo também pra algumas amigas. Ps.: não é só escrever a carta e ler . É também se permitir ser feliz. Ficar esperando o homem do lixo não vai adiantar. (( uma amiga casou com uma pessoa que conheceu quando foi colocar o lixo pra fora do ap e cara tava esperando o elevador…) . Bjssss

    • #275
      Constanza
      13.06.2013 - 22:58

      Wowwwwwwww, que legal o caso da sua amiga! Adoro essas coisas! Sei de uma moça que tava brigando com o namorado e ele começou a jogar as coisas dela pela janela. Ela saiu pra pegar as coisas na rua, morrendo de vergonha e aos prantos quando passa um cara num carro importado (ela era mega humilde) e ficou com dó e ajudou ela a catar as coisas. Se casaram e hj ela mora numa bela mansão em SP. Quando é pra ser, É!

  194. #276
    Nicole
    13.06.2013 - 22:56

    Olá Cony,
    Já era sua fã, mas, este post me emocionou. Para mim, você é a melhor blogueira! Seu blog tem alma. Parabéns!!! Você escreve muito bem. Desejo que realmente consiga superar esse problema e siga num caminho de sucesso.

  195. #277
    Ju Queiroz BsB
    13.06.2013 - 23:22

    Ah, tô muuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuito feliz por você!!!! Você nem faz ideia de como!! Eu passei por um término punk tb… A pessoa teve depressão e de repente todos do lado dele se voltaram contra mim me culpando. Eu estava perdida no meio do furacão,não sabia o que fazer, tentava ser a melhor que podia naquele momento e ninguém entendeu… Nem meus amigos entenderam porque todo mundo ficou tentando culpar alguém e não havia culpado algum pq ninguém tem culpa de ter depressão… Fui julgada por tentar ajudar e foi uma época difícil, mas que passou! Ufa! Quando vc postou no face no começo do ano, só deu vontade de te colocar no colo pq imaginei que estava sendo difícil para vc! QUE BOM QUE ESTÁ BEM! Vc é uma fofa e merece toooooooooooooooooooooooooooooda a felicidade! Em Brasília tem torcida, viu?! Bj e sucesso, madame!

  196. #278
    De G.
    13.06.2013 - 23:35

    Tirando o nome do dito cujo agora do Skype! Depois de quase dois anos de termino… Não quero mais, sei disso mas, sinto falta dos bons momentos. Como todas as melhores amigas casaram quando terminei me afundei em casa e não sai, e nao vivi. Triste, pois nem para estudar tinha força. Hoje ja estou formada em outro curso superior, bem melhor mas ainda tinha ele no skype! TINHAAAA! Foi-se! Agora é ter foco para arrumar um bom e feliz emprego primeiro! Minha avó dizia” Case-se com seu emprego primeiro e não dependa de homem nenhum”.

  197. #279
    Ka
    13.06.2013 - 23:39

    Nossa Cony! Seu post caiu como uma luva pra mim. Estou passando por um momento muito dificil que jamais imaginava passar. O bom e que nessas horas a gente sabe quem realmente gosta de vc ne? Me surpreendi com pessoas que jamais pensei que fossem me dar apoio e apareceram para conversar e me dar a mao. E como isso faz diferenca!!!! No trecho que vc fala que isso vai passar, ainda acho que nao vou superar…mas depois dessa, vou acreditar sim!rsrs
    Muito obrigada por este post Cony, de todo coracao. Posso dizer ate que a blogueira Cony do Futilish me ajudou, alem de dar um up no guarda-roupa!!!
    Vc merece todo sucesso viu?
    Bjs

  198. #280
    Renata
    13.06.2013 - 23:55

    Adorei esse post, tão verdadeiro e bem escrito. Estava “de mal” de você porque vc foi mal-educada comigo no facebook… Mas vez ou outra volto aqui. Talvez vc estivesse num dia ruim, sei que vc é gente boa. Estou noiva, apaixonada e feliz. Mas já passei por isso e fiquei 1 ano sozinha, foi tão bom. Fiz tudo isso que vc falou e aprendi a conviver comigo. Que bom que está bem. Beijos!

    • #281
      Constanza
      14.06.2013 - 07:39

      Eu tenho gênio forte. Admito…

  199. #282
    Lu
    14.06.2013 - 00:03

    Que ótimo ler esse post!! Engraçado que passei pela mesma coisa que você praticamente na mesma época e graças a Deus hoje tá tudo super fluindo e me sinto até mais feliz que antes 🙂 inclusive, cheguei a comprar aquele livro que você comentou e nem precisei ler até o final pq consegui superar a “fossa” antes. E olha, nunca pensei que fosse capaz, pelo tanto que chorei dias e dias. Chorava no consultório do médico. Chorava na hora do almoço no trabalho. Chorava na rua. Olha, não sei como não desidratei, viu?! rs

    Maaaaas, como você mesma disse…é incrível como PASSA! 😀
    E depois a vida ganha um sentido novo, outro gosto, outro tudo; independente de você estar com outro namorado/marido ou solteira.

    Acompanho teu blog toooodo santo dia e sabe, já “te conheço tanto” que nem precisava ler isso pra saber que você tá muito bem, obrigada. Tudo que vc escreve reflete isso (ah, os looks lindos também, claro rs).

    Parabéns por isso tudo: por ser uma blogueira maravilhosa e escrever textos ótimos como esse, que tenho certeza, acalma vários corações neste exato minuto.

    É por essas outras que nós amamos o Fufu!!!
    Por isso, por favor, nunca deixe o blog acabar…queremos tuas dicas de moda até a 3a idade!! rsrs

    Beijos, Cony!!

    • #283
      Constanza
      14.06.2013 - 07:39

      Lu, na pior fase, eu chorei 9 dias seguidos. Contei. 9 dias sem parar kkkkkk hj consigo rir disso rs. Pode deixar q vou tentar manter o blog ate qdo puder. Beijos!

  200. #284
    Isabela
    14.06.2013 - 00:29

    Musiquinha de término de namoro:
    Closing Time – Semisonic
    https://www.youtube.com/watch?v=xGytDsqkQY8

    “Closing time, every new beginning
    Comes from some other beginning’s end”

    • #285
      Constanza
      14.06.2013 - 07:40

      PQP viu, eu AMO essa música! Tocava no Friends rs

  201. #286
    Bruna
    14.06.2013 - 00:45

    Nossa, me identifiquei muito. Há alguns anos eu terminei com o namorado que eu tinha. A gente tinha uma relação péssima e eu cansei. Fiquei bem por um mês, enquanto ele tava atrás de mim. Comecei a sentir falta dele, quis voltar e adivinha? Ele não quis! Eu achei que ia morrer, infartar. Tudo! Mesmo eu sabendo que a relação era péssima, eu sentia falta. Dá pra entender? Foi aí que eu reli um livro muito bom que tenho (A Paixão Segundo G.H, da Lispector), num trecho ela escreve o seguinte:

    “Perdi alguma coisa que me era essencial, e que já não me é mais. Não me é necessária, assim como se eu tivesse perdido uma terceira perna que até então me impossibilitava de andar mas que fazia de mim um tripé estável. Essa terceira perna eu perdi. E voltei a ser uma pessoa que nunca fui. Voltei a ter o que nunca tive: apenas duas pernas. Sei que somente com duas pernas é que posso caminhar. Mas a ausência inútil da terceira me faz falta e me assusta, era ela que fazia de mim uma coisa encontrável por mim mesma, se sem sequer precisar me procurar.”

    Esse trecho me marcou muito! Como somos bobas, né? Era exatamente isso que ele era pra mim: Uma terceira perna inútil!
    Em suma… Sofri por uns 5 meses, me humilhei pra ele e ele não queria nada, só me esnobava. Foi aí que numa dessas festinhas que fui com as amigues, conheci meu atual namorado. Estamos juntos há 3 anos e estou muito feliz. Já posso dizer que me livrei há muuuuuito tempo dessa terceira perna maldita e já ando com as minhas duas 🙂
    Adorei teu texto,, Cony. E recomendo esse livro que falei. É ótimo!

    (Ah, e adivinha o que meu ex fez quando soube que eu estava com outro? Correu atrás que nem um louco, ligava de madrugada e tudo hahaha possso com isso?)

    Beijos!

    • #287
      Constanza
      14.06.2013 - 07:43

      Típico Bruna! Homens são mt previsíveis, aprendi isso tb rsrs. Adorei esse trecho… Vou ler esse livro. Bjos!

  202. #288
    Amanda
    14.06.2013 - 01:02

    Cony….amei te “conhecer” mais a fundo hj. Seu post foi lindo! Vc abriu o coração para nós, suas leitoras e o que vimos foi uma troca muito grande de carinho!! E quanta consideração da sua parte em responder quase todos os comentários (que, diga-se de passagem, não foram poucos!). Amei td…só isso que tenho pra te dizer! Continue sendo assim, pra mim já é a nossa Carrie Bradshaw!!!

    Ah, só mais um comentário pra tds as amigas que chegaram ao fundo do poço com os “fins”….esse é o melhor lugar pra se dar um belo impulso!!

    Bjosss…longa vida ao Fufu!!!

  203. #289
    Mirza Câmara
    14.06.2013 - 01:12

    “De pé com punhos!” Mulher tem que ser sempre assim! Cony já sabe também que passei por tudo isso e hoje eu sou tão feliz (SOLTEIRA!!!), apesar dos problemas do dia-a-dia minha vida é tão mais leve, meu sorriso é tão mais espontâneo, o medo de viver foi embora e levou a insegurança junto, adoro sábado à noite comigo mesma, me acho tão linda, tão diva! Então eu penso: “poxa devia agradecer muitooooo ao meu ex, obrigada porque senão fosse pelo seu desvio de caráter eu ainda estaria na mais pura infelicidade” hahahahaha!!! Nós, pessoas de bem, merecemos toda a felicidade do mundo!!! Conita muita, muita, muita luz para tu! Cheiroooooooo

    • #290
      Constanza
      14.06.2013 - 07:46

      Gente, a Mirza foi uma das leitoras q trocou experiências comigo na época!!! Virou leitora amiga. Vc me ajudou mt viu? Nao sou mt boa em marcar presença mas saiba q nao esqueço quem me fez/faz bem. Cheiro!

  204. #291
    Thais Neves
    14.06.2013 - 01:26

    AMEEEEEEEEEEI o post! Me deu um chá de ânimo daqueles.
    As vezes chego a pensar que só eu sofri desse mal, que só eu achava que tinha uma relacionamento de m….! Muitos casais são só aparência mesmo. É confortante saber que mais gente passa pelas mesmas dificuldades…. e o mais importante, que superam todas elas!

    BEIJÃO, E CHUVA DE FELICIDADEEEEEES PRA VC CONYTA!

  205. #292
    Raquel Brigantini
    14.06.2013 - 02:42

    Não lembrava que essa frase era do Osho, mas, há muitos anos, ela é o slogan da minha vida.
    Seu post está incrível (como todos os demais), de uma sinceridade muito bonita!
    Não só concordo em gênero, número e grau com a conduta que tomou naquele momento difícil, como também, há anos e em situação semelhante, agi de forma idêntica.
    Parabéns pelo post…

    • #293
      Constanza
      14.06.2013 - 07:48

      Obrigada 😉

  206. #294
    Mari FP
    14.06.2013 - 07:18

    Cada um vive uma coisa né Cony… Meu ex me largou quando nossa filha fez 3 meses, mas o pior do fim nem foi isso menina, foi o depois. Quando ele entrou com a policia federal na minha casa pra tira-la de mim… Aí sim fiquei mal, tomei remedio durante um ano, até ele perder na justiça, foi um suplicio…. E hoje, dois anos depois o que mais quero é poder ser feliz com alguem que saiba amar de verdade… um beijo

    • #295
      Constanza
      14.06.2013 - 07:51

      Mari do céu, q desespero q deve ter sido! Ainda bem q conseguiu a guarda de volta, imagino o sufoco q vc deve ter passado 🙁

  207. #296
    Tatiana
    14.06.2013 - 07:39

    Cony, desculpa a indiscrição, mas lembro de vc ter comentado que trabalhava junto com o seu namorado. Essa convivência diária obrigatória não deve ter facilitado as coisas né? beijo!

    • #297
      Constanza
      14.06.2013 - 07:51

      Ele saiu da empresa meses antes da gente terminar, ainda bem…

  208. #298
    Vivi Araújo
    14.06.2013 - 08:36

    Cony, sua linda, so cute este post! Assim que terminei a leitura, lembrei de uma canção que uma amiga escreveu num bilhetinho para mim há séculos, quando eu amargava uma mega fossa (muito antes de encontrar meu lindo maridão). A letra é assim:
    “Chorei
    Não procurei esconder
    Todos viram, fingiram
    Pena de mim não precisava
    Ali onde eu chorei
    Qualquer um chorava
    Dar a volta por cima que eu dei
    Quero ver quem dava
    Um homem de moral (MULHERES DE MORAL, COMO NÓS!)
    Não fica no chão
    Nem quer que mulher (HOMEM? EX? SAI FORA!)
    Lhe venha dar a mão
    Reconhece a queda
    E não desanima
    Levanta, sacode a poeira
    E dá a volta por cima”
    Feliz demais pela sua “Volta por Cima”. Coragem meninas! Grande bj!

  209. #299
    14.06.2013 - 09:09

    Eu casei com meu primeiro namorado, foi primeiro tudo. Casei e o relacionamento de 9 anos terminou com 2 anos de casados.
    Pedi para sair, cansei de fazer de tudo e só ter migalhas, e durante muito tempo estava mais iteressada em fazê-lo feliz somente. Sempre busquei conversar, escrevia, chorava explicando que faltava um retorno … mas isso não se cobra. Éramos jovens demais e nos perdemos.
    Resolvi parar de chorar e voltei a atenção para mim, foi aí que ele percebeu que estava me perdendo. Mas aí já era tarde demais.
    Pedi para sair, liguei para o meu pai e foi só nesse momento que eles souberam que havia algo errado. Meus problemas eu resolvo sozinha, a ajuda vem depois.
    Mas é isso Cony, concordo com muito do que vc escreveu.
    Na minha inexperiência eu acreditei que casando ficaríamos mais próximos e que os problemas existentes ficariam menores, só afastou e os problemas só aumentaram.
    Dói, a rotina faz falta, vc lembra que além dos problemas tb tinha o lado bom. Mas não dá para ter mini momentos de felicidade, isso é muito pouco.
    Depois de 6 meses comecei a me relacionar com meu atual marido, completamente diferente do anterior e cheguei a achar que não daria certo por sermos bem diferentes. Cony, nunca fui tão feliz! Já são 7 anos juntos, felizes, sem acordar com vontade de sumir do mapa. Brigas e diferenças existem, resolvemos tudo e seguimos em frente.
    Espero que encontre a tampa da sua panela dona Cony 😉

    • #300
      Constanza
      14.06.2013 - 10:12

      Amei isso “não dá para ter mini momentos de felicidade, isso é muito pouco.” Perfeito.

  210. #301
    Kamila
    14.06.2013 - 09:20

    Se já tinha 1.000 motivos para visitar o blog todos os dias agora tenho 1.100, porque esse post vale muito mais.. rsrs
    Adorei!! Quem passa por essa situação se identifica bastante e eu como a maioria me identifiquei muito… Meu período de reclusão foi bem maior, porque me culpava muito pelo término… Mas hoje, vejo que tudo foi do jeitinho que tinha que ser e me deu a certeza de que, nada nem ninguém pode tirar minha alegria de viver.
    Te admiro muito. Muito sucesso na sua vida pessoal e profissional.
    Bjos.

  211. #302
    Raquel
    14.06.2013 - 09:40

    Oi Cony.
    Leio se blog todo santo dia, e cada dia te admiro mais.
    Parabéns.

  212. #303
    Magaly
    14.06.2013 - 09:43

    Nossa! Quanta sabedoria, nem os meus mais de 50 diriam isso com mais propriedade. E não serve só para fim de namoro. Vou imprimir e colar na parede. Besitos

  213. #304
    Flávia
    14.06.2013 - 09:43

    Qdo o chega o fim, realmente parece que vamos morrer, nos sentimos sozinhas, sofremos sem parar, mas ainda bem que passa, e depois de um certo tempo conseguimos até rir da situação. Só não podemos esquecer de nos cuidar sempre, seja qdo estamos nos relacionando ou qdo estamos solteiras, pq tem muita gente que fica relaxada qdo começa a namorar e acaba deixando de se cuidar.

  214. #305
    Ana Paula Silva
    14.06.2013 - 09:57

    De longe o melhor blog de todos!!
    Lindo texto Cony!!!

    Sou casada fazem 5 anos…quase 14 anos de relacionamento…
    Sou feliz mais sempre é bom ouvir/ler esse tipo de comentário…gostei: EU ME COMPLETO E COM ELE A FELICIDADE TRANSBORDA…

    Bjos.

  215. #306
    daniela borghi
    14.06.2013 - 09:58

    Cony, entro no blog diariamente, e vc não imagina o bem q nos faz…aqui é auto ajuda mesmo, sinto carinho por vc…pelo blog, pelas meninas daqui, escrevo pouco , mas participo sempre…torço por vc!
    Passei por isso tbm em 2011, tive a euforia de ficar sozinha e depois fiquei mal, perdida no mundo dos solteiros…e mais difícil eh pq tenho duas filhas, com 30 anos, me sinto na flor da idade e hj estou feliz solteira, mas penso que merecemos ser feliz com alguém um dia sim, mas mais felizes com nós mesmas!!!
    Parabéns, desejo a vc toda felicidade do mundo!!

    gde bjo!

  216. #307
    Raquel
    14.06.2013 - 10:07

    Oi Constanza…sou uma leitora antiga sua..é estranho como a vida traz certas coincidências pra gente…no dia dos namorados havia combinado de ir comer uma pizza e tomar um vinho do Diamond com ele…eis que eu sainda da Farm dei de cara com você entrando…fiquei com vontade falar com você…o quanto adoro o blog e você… mas fiquei sem jeito e acabei indo embora…no meio do jantar, meu namorado terminou comigo por uma briga boba…namoro de mais de 4 anos…chorei e continuo chorando, desabei e ontem nem consegui levantar da cama, mas hoje tive que vir trabalhar… eis que a primeira coisa que fiz aqui no trabalho foi abrir o Futilish…e me deparo com seu texto… e cada palavra que eu li me fortaceleu um pouco…ver que você terminou um relacionamento de quase uma vida e está aí bem, otimista…sei que um passo deve ser dado de cada vez, mas ainda estou passando da fase de conseguir me levantar para depois caminhar. Muito obrigada pela ajuda indireta dada a mim e a tantas outras através deste texto. Beijos

    • #308
      Constanza
      14.06.2013 - 10:17

      Poxaaaaaaaaaaaaa pq nao falou comigo?? To começando a achar que tenho cara de brava kkkk Fica triste nao, se ele terminou por uma briga boba é bem provavel que vcs ainda conversem sobre o assunto. Mantenha a tranquilidade e espere a poeira baixar. Enquanto isso, pense bem se vc esta num relacionamento que te faz bem e se ele é o homem que vc imagina passar o resto dos seus dias. Bjs e boa sorte.

  217. #309
    14.06.2013 - 10:12

    Nossa! gostei muito do post, tem 4 meses que terminei um namoro de 7 anos, e estou super leve, tranquila acho que foi a melhor coisa que me aconteceu. E estou seguindo a maioria das dicas que a Cony deu.

  218. #310
    Ana Cristina
    14.06.2013 - 10:23

    Constanza,
    Quem já passou por isso sabe como é, né? Um horror!! Uma vez cheguei a sentir uma pontada no coração (dor física mesmo) qdo sonhei com a pessoa… Pedi a Deus prá não sonhar mais com ele e fui atendida… Qdo aconteceu de novo (sonhar), depois de anos, já nao fazia cosquinha mais. Nessa época, me indicaram 2 livros: Mulheres Que Amam Demais e Mulheres Inteligente Escolhas Insensatas… o primeiro é bem punk, nao achei que tivesse a ver comigo, mas sempre dá prá tirar algo que se aproveite; o segundo é bem legal… tem coisas tipo ´o ferido ambulante´, que descreve o cara que se comporta desta forma e a dica importante: fugir disso 🙂 Já tem tempo q eu li, não consigo lembrar de muitos detalhes mais … coisas da vai-idade como vc disse outro dia 🙂

    Meu atual relacionamento tinha ido pro brejo um mês antes do meu aniversário… Eu estava um caco… é um relacionamento de 13 anos… Depois de ficar solta = pinto no lixo, vem o tal choque de realidade… Já estava resolvida q nao iria voltar e resolvi passar meu aniversário sozinha em Trindade-RJ (se vc não conhece, vale a pena!!)Foi um divisor de águas… descobri nao é bicho de sete cabeças viajar sozinhA, que muita gente faz isso e q a gente fica mais livre prá fazer amizade… Foi ótimo.. além do apoio de duas amigas fofas e lindas, Bárbara e Jeniffer :)Estamos juntos de novo, mas me sinto mais segura, tipo, se der m., sei q não morro 🙂

    Bjo
    Ana 🙂

  219. #311
    Bianca Brag
    14.06.2013 - 10:23

    Lindo e sincero o post, Conny! Adorei e assino embaixo! Beijão!

  220. #312
    Diana
    14.06.2013 - 10:24

    Cara Constanza, acompanho o Futilish todo dia, mas nunca comento… Porem, hoje, não teve como deixar passar em branco, mexeu demais comigo.
    Apesar de estar com meu amor há quase 17 anos, e estarmos bem, vi que as dicas do post são muito “eficientes” não só para fim de relacionamento, embora tenha dicas específicas. Elas servem para QUALQUER situação em que perdemos o chão, lindinha… Nos cuidar, nos amar, nos tratarmos com carinho, pedir colo aos amores (namorado/marido, família, amigos), chorar/se desesperar, mas não se entregar, procurar coisas que nos fazem bem, ainda que sem aquela vontade… Tudo isso ajuda a superamos situações difícis, sejam elas quais forem!
    E quanto ao novo amor… Tenho certeza que logo encontrarás uma pessoa especial! Afinal, mereces! Obrigada pela atenção e carinho que nos passa com esse blog!
    Beijos e fica bem!

  221. #313
    A
    14.06.2013 - 10:29

    Nossa muito bom o post! Mais maravilhoso é saber q superaste! Eu terminei um namoro de 6 anos e quatro meses e ainda não é fácil. Estou desintoxicando aos poucos, aprendendo a andar com as próprias pernas, em fim, a viver de forma mais independente possível e a saber vivenciar este período de dor. Nossa como dói! Mas também acredito q vai passar e que, “antes só q mal acompanhada’ Os caras tão muito perdidos e mal acostumados, pois tem muita mulher q está sendo permissiva e se submetendo a tudo! Deus nos livre! Valeu! Felicidades, gostei muito das dicas. Vou fazer meu play list! Bjs.

  222. #314
    Eva A. Santos
    14.06.2013 - 10:38

    Cony,
    O último parágrafo define tudo o mais que você escreveu. Foi a melhor parte do post.Demonstra crescimento como pessoa, emocional e principalmente espiritual…administrar a solidão é essencialmente gostar de estar com você mesma…se a pessoa não gosta de ficar com ela mesma, como poderá outra pessoa gostar? Parabéns pela conquista, quem consegue sair das frustrações sem se deprimir (neste mundo onde a depressão foi assumida como normal); merece ser parabenizado e aplaudido em pé!
    beijos.

    • #315
      Constanza
      14.06.2013 - 10:46

      Exatamenteeee! Tá aí uma coisa que nao consigo falar, nem explicar. Hj em dia, depressao é coisa normal. Eu nao admito isso, nao gosto que se entreguem a remedios para mascarar os problemas. Acho que nunca tive depressao mesmo, por isso tenho medo de falar sobre o assunto, mas como gostaria que as pessoas tentassem ficar feliz por conta propria e sem ajuda de drogas… Fico triste com a “orkutizacao” da depressao. Dias tristes todos temos, mas isso nao significa que estamos doentes, significa que estamos vivos e quer coisa melhor do que isso?? Sei la, nao me sinto confortável para falar sobre isso pq sei que existem casos e casos.

      • #316
        Cristina A.
        14.06.2013 - 12:34

        Também me permito apenas alguns dias deprimida.Aqueles que nem vontade de tomar banho a gente tem,não se olhar no espelho e nem ter NADA no mundo que te dê tesão em fazer.Quem nunca se sentiu assim?Mas eu penso que a gente tem que se esforçar e não se entregar a esse sentimento negativo,porque só vai aumentar.
        E uma coisa FUNDAMENTAL:ter alguém pra desabafar,sabe vomitar tudo?tudinho!
        Depois de falar tudo,até a vontade de morrer passa e aquele problemão já vira um nada.
        Estar deprimida sim,em depressão nunca!!

  223. #317
    Cléia Torres
    14.06.2013 - 10:40

    Cony sua linda vc é ótima!

    Tinha acabado de conhecer o blog quando vc relatou o momento que estava passando e tenha certeza fiquei com ódio do carinha, kkkkk, louca!
    Tb já passei por isso. Primeiro namorado “sério” sabe? Aquele que apresentamos a familia, blá, blá, blá… Então certo dia ele disse que não dava mais e acabou! Literalmente meu mundo desabou, e pior como contar a minha mãe pois achava que ela ira falar: “viu falei que vc era nova para namorar”, coisas desse tipo, mas que nada ela me surpreendeu dizendo: “chore minha filha, chore muito, desabafe, mais saiba tudo isso vai passar”, nossa foi um apoio, sem palavras! Sempre me emociono quando lembro – TE AMO MÃE! E foi isso mesmo que aconteceu – nos primeiros dias dormia e acordava chorando e o tempo foi passando e passou… Hoje estou muito bem, tenho uma família maravilhosa, meus dois omizinhos são meus amores – esposo e filho.
    Parabens por mais um post perfeito, realmente como disse uma leitora do blog já já vc vai ser convidada para escrever em revista, afinal vc escreve muuuito bem.
    Te admiro muito, adoro como o blog é conduzido, mundo real sabe? Por isso que a visita diária ao blog e ao face é sagrada. E nesse momento digo ao esposo “peraí tô vendo minha amiga Cony”. É assim que ele te conhece, kkkk. Lembro que uma vez te mandei um email e qd vc respondeu dei pulos de alegria e liguei logo p ele p avisar que “amiga Cony” respondeu, ele sorrio muuuito.

    Nossa sou leitora fantasma, mas dessa vez me superei. Escrevi muito. Bjão e vida muuuuuito loooooooooga ao blog.

    Obs.: Nossa adoraria ter a sorte de te encontrar, iria analisar a situação e a depender me jogaria na tietagem, kkk.

    • #318
      Constanza
      14.06.2013 - 10:48

      Own fofa!! Obrigada pelo carinho! Beijoss

  224. #319
    Bel
    14.06.2013 - 10:45

    Bem, que quero uma playlist animada. Manda aí,bjos

  225. #320
    Dárika
    14.06.2013 - 11:39

    “Porque dói, e não é pouco. É dor física. Você acha que vai morrer, que vai infartar, não consegue respirar direito”
    É assim mesmo. Mas PASSA.
    E eu cheguei a uma conclusão após terminar com meu primeiro namorado (apesar de casar com o segundo e ainda estar com ele e amando muito): a gente acha que vai morrer só na primeira vez. depois que aprende que tudo passa, nunca mais vamos sofrer tanto…

  226. #321
    Josiane
    14.06.2013 - 11:39

    Cony,

    Sua superação me fez lembrar a música Travessia (Milton Nascimento)… tem uma parte assim:
    “Vou seguindo pela vida
    Me esquecendo de você
    Já não quero mais a morte
    Tenho muito o que viver
    Vou querer amar denovo
    E se não der
    Não vou sofrer
    Já não sonho
    Hoje faço
    Com meu braço o meu viver.”
    Felicidades mil pra vc que ajuda tanta gente!
    Bjs

    • #322
      Constanza
      14.06.2013 - 12:02

      Ai que lindo…

  227. #323
    Juliana
    14.06.2013 - 11:53

    Esse post foi pra mim?? rs
    Estava casada havia 3 anos mas no total de nammoro e casamento eram 7 anos.
    Pela segunda vez descobri algo e acabei de terminar meu casamento! Isso foi dia 11 agora, 1 dia antes do dia dos namorados, ainda estou com a sensação ruim e achando que nao vou superar, mas vou em frente! Estou sofrendo, chorando achando que nao vou conseguir nada.. mas mesmo assim estou saindo fora! Acredito que Deus tenha algo melhor tanto pra vc como pra mim Cony!Achei otimo vc compratilhar isso conosco, muitas pessoas passam por isso todos os dias! Um beijo no seu coração!

    • #324
      Constanza
      14.06.2013 - 12:03

      Vai passar Ju, tenha certeeeeeeeeza! bjs e fique bem :-*

  228. #325
    Vanessa Raymond
    14.06.2013 - 11:59

    Buuu (leitora fantasminha hehe),

    Constanza, sempre te de admirei muito, tanto pelo estilo (casual mas rycho) quanto pela forma de encarar a vida. Não sei quanto às outras leitoras, mas quando tu postastes no face que estavas mal etc, fiquei preocupada contigo, e há tempos esperava por um post como esse, pra saber se tinhas dado a volta por cima, e ele veio! To muito feliz porque eu sei como é passar por um término quando temos expectativas de futuro com o bendito. Passei por um término super complicado, namoro de 5 anos, e demorei 1 ano pra sair do luto! Talvez se tivesse lido seu post antes, não teria perdido esse tempão, enfim, espero de coração que se alguma mocinha daqui esteja passando por uma fase difícil se anime, assim como eu me animei. Se tu estivésses aqui do meu lado, com certeza te daria aqueeeele abração do tipo “te entendo amiga, mas retoca a make e vamos partir pra night!”.

    Porque o choro pode durar uma noite, mas a alegria vem de manhã.

    Te adoro muito, não nos deixe! Super beijo.

    • #326
      Constanza
      14.06.2013 - 12:09

      Obrigada Vanessa, tinha que dar um feedback depois de tanto apoio e carinho que recebi ne? Beijos!

  229. #327
    Jacqueline
    14.06.2013 - 13:10

    Cony, sei bem o que você está passando e te digo uma coisa, a parte libertadora vem com o tempo mesmo, um dia você acorda e tem a sensação que a pessoa nem existiu. Bola pra frente e seja feliz sempre!

  230. #328
    Mayara
    14.06.2013 - 14:25

    Oiiii Cony!
    Amei seu texto! Estou passando exatamente por isso…Estou perdida, sem vontade de levantar da cama, e com raiva do mundo! Mas acredite, fui eu quem deu o pé na bunda! Sabia que aquilo que eu estava vivendo não era para mim, que eu merecia mais, que eu sonhava com mais… Mas mesmo assim está sendo difícil, pois ainda o amo e sempre fica aquele sentimento de que a pessoa pode mudar. Infelizmente sei que não muda, já tentei 2 vezes…mas nosso coração às vezes é tapado e não entende! Finalmente minha cabeça entendeu, mas espero que com o passar do tempo o coração se aquiete e encontre uma nova luz, uma nova esperança, uma nova magia! Obrigada pelo imenso carinho e por ajudar-nos sempre com qualquer assunto! Você é iluminada e merece toda a felicidade do mundo! Uma estrelinha brilhante! Beijos e foco, força e fé!

    • #329
      Constanza
      14.06.2013 - 14:27

      Olha, e infelizmente nao muda… Nao é nada bom ficar esperando que um dia tudo irá melhorar… melhor sofrer e partir pra outra mesmo. Boa sorte

    • #330
      Bruna
      16.06.2013 - 23:57

      Amei esse post. É estranho, mas é sempre bom perceber que outras pessoas passam as mesmas coisas que nós.
      Quero dividir contigo Mayara e, principalmente com você Cony, uma frase que me incentivou muito a terminar o namoro que não estava legal: “estou abrindo espaço para o futuro desconhecido encher minha vida com surpresas que estão por vir…”.
      Mas que não é fácil não é. Podíamos combinar uma balada das leitoras do fufu… Beijos

      • #331
        Constanza
        17.06.2013 - 07:40

        Ôooo, seria ótimo rs

  231. #332
    Rayssa
    14.06.2013 - 14:41

    Vc é uma fofa Cony! Não é atoa que bato ponto aqui todos os dias e recomendo você pra todo mundo que eu posso.. até meu namorado ja tem o futilish nos favoritos dele pra eu entrar..
    torci muitooo pela sua felicidade, afinal, pra mim, você é como uma amiga pois estamos “juntas” todos os dias. Fico muito feliz que tenha superado, vc merece toda felicidade desse mundo! Obrigada por compartilhar tanta coisa boa, e deixar a gente fazer parte da sua vida tb!
    Sem duvidas vc vai ser cada dia mais feliz! Mil beijos

  232. #333
    FatimaX
    14.06.2013 - 14:41

    Cony,
    do fundo do meu coração fico muito feliz por vc estar bem!
    No inicio do post levei um susto pq pensei q era o fim do blog,graças a Deus em era.
    Além de inteligente , esse post demostra o quanto sensível, guerreira e generosa vc é com suas leitoras, pois depois de passar por tal situação hj vc tah contando sua experiencia aqui pra ajudar outras pessoas.
    Olha vou copiar e colar esse post, pois nunca sabemos o dia de amanha..obrigada…rsrsr
    bjo e q vc seja muito feliz!

    • #334
      Constanza
      14.06.2013 - 15:51

      Obrigada Fatima!

  233. #335
    FatimaX
    14.06.2013 - 14:42

    ops..não era o fim do blog

  234. #336
    Thaise
    14.06.2013 - 14:58

    Cony,
    Tô suplicando a playlist da alegria!
    Tô numa fase ruim, precisando de algo pra me animar.
    Bjos

    • #337
      Constanza
      14.06.2013 - 15:16

      Vou tentar postar amanha ta??

  235. #338
    Maísa
    14.06.2013 - 15:05

    Ah não, que fofinha que você é! kkkkkkkkkkkk adorei! Me identifiquei tanto com esse texto. Um namoro de quatro anos, a única pessoa que tinha ficado na vida. Coitada da minha amiga, me viu chorar por um mês inteirinho! Eu não podia ficar quieta em um canto que já me escorriam lágrimas. Sou a rainha do drama! Um ano depois acho que posso dizer que isso realmente me fez muito bem. Me descobri como uma pessoa bem mais divertida, alegre e que faz amizades facilmente. Saio pras baladinhas gays (as melhores mesmo! kkkk) e não tem ninguém pra ficar me regrando, é ótimo, e agora saio sempre com minhas amigas. É claro que naquele domingão dá vontade de ter aquele cobertor de orelha, mas fazer o que, um dia Deus manda um bem caprichado. Esses dias eu tava nessa crise de ‘tá todo mundo namorando e eu não’, mas pensando bem, realmente tem gente namorando que tá passando por maus bocados, e eu estou aqui, sem problemas, podendo cuidar de mim mesma. Enfim, adorei seu texto, adoro seu blog, seu instagram, tudo lindo. Você é uma gracinha! *-*

  236. #339
    Myla
    14.06.2013 - 15:07

    Adorei o post! E como já falaram, vale pra qualquer época da vida, relacionamento, não só pro término!!
    Lembro quando descobri que você tinha terminado e tal, fiquei triste, mas quis logo te mandar mensagens positivas, já que você sempre transmitiu uma alegria, sempre foi tão divertida, tanto que me sinto super íntima, como se te conhecesse! Deve ter ainda msg minha por dm lá no twitter hahaha pode olhar!!
    E eu adoraria te conhecer pessoalmente, acho que eu ia ficar tímida pra falar com você, mas depois ia me soltar hahahaha sempre acho que vou te ver em algum freeshop ahahahah
    AH, e sou do time que apóia você como escritora, escreve bem mesmo, gostoso de ler. Outro dia filosofando no ônibus (melhor lugar pra filosofar hahahaha), fiquei pensando em como você escrevia bem, em português, sendo que nem brasileira você era!
    É isso! Saiba que gosto muito de você e torço para que muitas coisas boas aconteçam com você!
    Beijos e um ótimo final de semana!

    E pras leitoras que estão numa fase difícil, com certeza vai passar!! Tudo de bom pra vocês tb!!!

    • #340
      Constanza
      14.06.2013 - 15:50

      Ai Myla, minha eterna funcionária do SAC do Ebay rsrs, saiba que o carinho é recíproco! Grande beijo!

  237. #341
    Luana Degrande
    14.06.2013 - 15:09

    Oi Cony,

    eu sou sua fã, sem exageros, quanse nunca escrevo aqui mas adoro seu bolg, sua ironia e bom humor que nos mostra em cada post.
    Adorei o post, passei por isso em 2010, foi barra pesada.
    Mas como vc disse passa!! Na época eu li este texto, uma amiga (graças a Deus por elas) me enviou.
    é muito bom!!

    Se um homem quer você, nada pode mantê-lo longe.
    Este texto é da Oprah Winfrey, apresentadora conceituadíssima dos Estados
    Leiam , e arrepiem-se também.

    Se um homem quer você, nada pode mantê-lo longe;
    Se ele não te quer, nada pode fazê-lo ficar.
    Pare de dar desculpas (de arranjar justificativas) para um homem e seu comportamento.
    Permita que sua intuição (ou espírito) te proteja das mágoas.
    Pare de tentar se modificar para uma relação que não tem que acontecer.
    Mais devagar é melhor. Nunca dedique sua vida a um homem antes que você encontre um que realmente te faz feliz.
    Se uma relação terminar porque o homem não te tratou como você merecia,”foda-se, mande pro inferno, esquece!”, vocês não podem “ser amigos”.Um amigo não destrataria outro amigo.
    Não conserte.
    Se você sente que ele está te enrolando, provavelmente é porque ele está mesmo. Não continue (a relação) porque você acha que “ele vai melhorar”.
    Você vai se chatear daqui um ano por continuar a relação quando as coisas ainda não estiverem melhores.
    A única pessoa que você pode controlar em uma relação é você mesma.
    Evite homens que têm um monte de filhos, e de um monte de mulheres diferentes. Ele não casou com elas quando elas ficaram grávidas, então, porque ele te trataria diferente?
    Sempre tenha seu próprio círculo de amizade, separadamente do dele.
    Coloque limites no modo como um homem te trata. Se algo te irritar,faça um escândalo.
    Nunca deixe um homem saber de tudo. Mais tarde ele usará isso contra você.
    Você não pode mudar o comportamento de um homem. A mudança vem de dentro.
    Nunca o deixe sentir que ele é mais importante que você. mesmo se ele tiver um maior grau de escolaridade ou um emprego melhor.
    Não o torne um semi-deus.
    Ele é um homem, nada além ou aquém disso.
    Nunca deixe um homem definir quem você é.
    Nunca pegue o homem de alguém emprestado.
    Se ele traiu alguém com você, ele te trairá.
    Um homem vai te tratar do jeito que você permita que ele te trate. Todos os homens NÃO são cachorros.
    Você não deve ser a única a fazer tudo.compromisso é uma via de mão dupla.
    Você precisa de tempo para se cuidar entre as relações. Não há nada precioso quanto viajar. Veja as suas questões antes de um novo relacionamento.
    Você nunca deve olhar para alguém sentindo que a pessoa irá te completar.
    Uma relação consiste de dois indivíduos completos, procure alguém que irá te complementar, não suplementar.
    Namorar é bacana. mesmo se ele não for o esperado Sr. Correto.
    Faça-o sentir falta de você algumas vezes. quando um homem sempre sabe que você está lá, e que você está sempre disponível para ele, ele se acha.
    Nunca se mude para a casa da mãe dele. Nunca seja cúmplice (ou co-assine qualquer documento) de um homem.
    Não se comprometa completamente com um homem que não te dá tudo o que você precisa. Mantenha-o em seu radar, mas conheça outros.
    Compartilhe isso com outras mulheres e homens (de modo que eles saibam).
    Você fará alguém sorrir, outros repensarem sobre as escolhas, e outras mulheres se prepararem.
    O medo de ficar sozinha faz que várias mulheres permaneçam em relações que são abusivas e lesivas: Dr. Phill
    Você deve saber que você é a melhor coisa que pode acontecer para alguém e se um homem te destrata, é ele que vai perder uma coisa boa.
    Se ele ficou atraído por você à primeira vista, saiba que ele não foi o único.
    Todos eles estão te olhando, então você tem várias opções.
    Faça a escolha certa.

    Beijos!!!!!!
    Luana

    • #342
      Constanza
      14.06.2013 - 15:16

      Ótimo texto!

  238. #343
    Renata
    14.06.2013 - 15:11

    acabou de se consagrar MUSA.

  239. #344
    Jaqueline Oliveira
    14.06.2013 - 15:28

    Obrigada Cony, o seu post me ajudou muito!!! Eu.estou passando por uma situação de termino muito ruim, foram oito anos de relacionamento, sendo que que desses três foram de casados e digo com propriedade: doi, doi muito, a dor as vezes parece física, mas sabe que em meio a esse turbilhão de emoções negativas é muito importante o apoio da família e amigos, mas acima de tudo é muito importante saber que não somos os únicos a sofrer desse mal e que passa, que outras pessoas passaram por sso e superaram. Então mais uma vez obrigada pelos conselhos, eu adoro o futilish, sou fã mesmo e como eu estava meio deprê desde o dia dos namorados suas palavras me ajudaram bastante!!! Beijos!!!

  240. #345
    Maria
    14.06.2013 - 16:25

    Cony, adorei o post! Acho que estou precisando bastante dessa tua playlist de músicas… para nos animar! Por favor, teria como divulgares ela em algum lugar?! Beijos

  241. #346
    Drica
    14.06.2013 - 16:37

    Oiii Cony adorei o seu post, é eu tbem terminei um namoro de 6 aninhos morávamos longe uns 300km e nós víamos de 15 em 15 dias e sempre ficamos um período de uma semana ou feriados juntos, quase uma união informal..e no decorrer do ultimo ano de relacionamento eu me desilude do namoro e ele não me transmitia segurança de ter uma família ao lado dele sabe e como eu já estou chegando aos 3.0 essa vontade de ter uma família aflora na gente, e então eu fui e terminei. A primeira semana foi mto confusa, perdí o apetite, chorava mto..mas na segunda semana já tava convicta do que eu queria. Só nós falamos uma vez depois que terminamos porque ele me ligou, Mas acredita que eu não fiquei solteira menos de um mês?!! No inicio foi muito confuso e eu juro q fiquei ate com medo da intensidade que as coisas estavam acontecendo foi uma paixão avassaladora e ficamos assim sem ao menos ter rolado um beijo, e quando aconteceu foi maravilhoso e já estamos juntos a 04 meses e a cada dia que passa to mais envolvida na relação.Lendo seu post parei e pensei se eu estava tentando substituir o ex mas sinto que não, meu atual namorado é totalmente diferente em atitudes, comportamento, a rotina dele…to mto bem, agora uma coisa que ainda me grila é que eu ainda me pego fazendo comparações silenciosas da minha atual relação com a ex, não tenho saudade da minha antiga relação nem do meu ex, mas eu ainda lembro, isso é normal??Estou mto feliz agora, é uma experiencia totalmente nova em relação ao que eu já vive antes.Mas como vc disse Cony, nossas crenças ajudam muito nestes momentos e foi Deus que preparou tudo isso. Eu tinha medo da solterice no inicio, sabe, mas quando tomei a decisão de terminar já tinha superado tudo isso. E de uma coisa tenho certeza dor de amor não mata, doi mas passa. Eu recebi ate mto elogios por ter tido coragem de ter terminando a relaçao que aos olhos dos outros era feliz, mas aprendi que temos que nos amar, e como você disse, ser feliz sozinhas, com nós mesmas. Prabens Cony, admiro mto você !!!Bjkas Drica

  242. #347
    Ana
    14.06.2013 - 16:48

    Olá Cony!! Sou mais que fantasma até porque acompanho seu blog desde o principio,rs. Bom, me indentifiquei demais com seu post até porque enquanto lia revi tudo o que vivi até nos detalhes e você está bem certa viu, o caminho é esse mesmo, quando já estava balzaca, solteira e feliz comigo mesma, surgiu alguem que hoje (5 anos depois) é meu marido..E te afirmo outra coisa: O melhor está por vir mesmo e essa cabeça boa que voce tem certamente encontrará alguem bacana para ser pra sempre! Pode apostar! Tudo de lindo na sua vida sempre. Ana

    • #348
      Constanza
      14.06.2013 - 17:50

      Obrigada Ana!

  243. #349
    Mari Blaski
    14.06.2013 - 17:56

    Já passei por isso também e mesmo quando reconhecemos que é melhor ficar sozinha do que com a pessoa, que já desandou…a gente sofre, pelo costume, pelos sonhos que não se concretizam. Mas uma coisa é certa, o único amor garantidamente eterno é o nosso próprio e o de nossa família. É muito bom encontrar alguém especial, ser feliz, mas garantia não existe, até quando vai durar, ninguém sabe. Adorei os conselhos, fico muito feliz que hj vc esteja bem, pq com o tempo a gente entende as coisas e acaba encontrando alguém com quem nos sentimos muito mais a gente mesmo. Vc é linda e vai encontrar. Lembro que um dia estava comprando um note com meu namo e não sei pq cargas d’água falei do seu blog e até entrei nele…o cara da loja falou: “Meu, que mulher gata…q cabelo” hahaha De vc Cony! Pena que é um fã de longe, de Curitiba.
    Uma coisa que sempre falo tb pra quem conheço que passa por isso é: “Na primeira semana parece que vc vai morrer, na segunda semana parece q vc vai morrer e de repente, vc acorda e vê que tá VIVA!”. Não desejo sofrer por amor pra ninguém, mas faz parte. Agora tô sofrendo por outra coisa, mas é só olhar pra trás e ver com o aprendizaado que TUDO PASSA!
    bjoo

    • #350
      Constanza
      14.06.2013 - 18:00

      Oi Mari! Gostei do elogio kkkkk Espero que vc consiga, em breve, resolver o problema q te aflige. Torço por vc 😉 Beijos!

  244. #351
    Mariana
    14.06.2013 - 18:49

    Cony, sua linda! Quase cortei os pulsos na hora que li e achei que fosse o fim do blog! kkkkk ainda mais porque acabei de brigar com meu namorado.. não ia ter nem você de consolo! rs. AMEI o post. Muito! Muito maduro, muito positivo.. amo o jeito como vc escreve – me faz viajar e resgatar momentos (e sentimentos) passados exatamente da maneira que você descreve, amo isso em você. Eu passei por uma situação muito chata há 2 anos atrás, com um gringo (novinho! eu também sou, tenho 23..) que conheci enquanto morava fora. Tentei evitar no início, mas me apaixonei.. e o pior.. meus dias estavam contados no exterior. Ficamos pouco tempo. Disso tudo resultou muita dor, muita. Uma dor que nunca senti até hoje e me pergunto daonde vem! Jesus, como é ruim, né? Me senti incapaz. Senti que desisti do que eu mais queria no mundo e foi duro superar. Não digo que superei completamente, porque não teve um “fim”. Hoje ele namora e tocou a vida, né. Eu também! No meu caso os 60 dias não funcionaram, porque acho que a distância me fazia ficar mais angustiada ainda (a impossibilidade de ver… botar os pingos nos “is” e encerrar a história), mas fica o aprendizado. That’s life!

  245. #352
    Jéssyca
    14.06.2013 - 18:54

    Cony,
    Leio seu blog a muuito tempo e é a primeira vez que to comentando aqui. Eu não poderia deixar de comentar! Seus conselhos foram maravilhosos. Em agosto do ano passado decidi tomar um rumo na vida. Namorava a quase quatro anos e percebia que ele não me valorizava. Não que houvesse baixaria nem nada, só falta de ateñção, carinho, de dar prioridade sabe? Vivia infeliz, e com a auto-estima lá embaixo. Minhas amigas viviam me questionando porque ainda tava com ele. Até que um dia um amigo me perguntou: “Jéssyca, porque você tá infeliz? Você é linda, inteligente, tem uma família maravilhosa, só tem motivos pra ser feliz. Não sei porque vc tá asssim.” E aí com essa tomei coragem e acabei o namoro. Ele endoidou, viu a besteira que tava fazendo e passou 5 meses correndo atrás de mim, me valorizando como nunca antes. Enquanto isso eu estava cuidando de mim, fazendo novas amizades, saindo, percebendo que muitas pessoas me davam valor. Por fim voltei o namoro e hoje ele eh outra pessoa. Morre de medo de me perder e sempre que vejo aquela antiga pessoa querendo voltar dou uns avisos, mostro a ele que sei me valorizar e pronto! Ele vira um amor de novo! kkkkkkkkkk
    Resumindo, aprendi que se a gente não se valoriza, ninguem vai nos valorizar. Hoje sou muito feliz e não me arrependo de forma nenhuma de ter acabado aquele relacionamento infeliz e recomeçar hoje de uma maneira muito mais madura. 😉
    Antes de terminar, tenho que dar aquela velha tietada! haha
    Adoro o seu blog, trata de qualquer assunto de uma maneira tão leve e natural que me sinto sua melhor amiga! kkkkkkkk
    Beijos e obrigada por esse blog maravilhoso!

  246. #353
    Claudinha Bento
    14.06.2013 - 21:07

    Vc foi nota dez…copiarei os seus conselhos pois eles servirão pra tudo não só para relacionamento amorosos, mas sim com as decepções que a gente vai tendo ao longo da vida! São aprendizados, coisas dolorosas de passar, mas que te fazem crescer. Passei isso em função de algumas amizades que eu achava que eram verdadeiras e daí veio uma profunda decepção. E cometi diversos erros listados no blog, mas quando deixei de me sentir coitadinha e ver que o mundo oferece outras coisas e bem melhores, pude perceber que tudo já havia ficado pra trás e passei a me valorizar. E vc sabe que os OUTROS COMEÇARAM A SENTIR A VIBE NOVA E NOVAS AMIZADES SURGIRAM…então atesto que vc foi dez..um milhão eu diria !! Parece que vc escreveu pra mim…Obrigada pela lição !! Bjks

  247. #354
    Manoela
    14.06.2013 - 21:48

    Cony, me atrasei um pouquinho para comentar, porém cá estou eu 😀
    Eu lembro que comecei a acompanhar o blog diariamente em julho/2012 e percebi sua mudança quando você ficou mais tristinha naquela época, e atualmente nota-se o quanto você está diferente. Está feliz, iluminada, tranquila, mais bonita do que era antes, com a auto-estima e o humor em alta e fico muito feliz com isso. Você nos ajuda diariamente com seus posts e quando foi você quem precisou, realmente não seria jamais deixada de lado por suas leitoras.

    Tenho um carinho enorme por você. Lhe mantenho em minhas orações sempre.
    Bj.

    • #355
      Constanza
      14.06.2013 - 22:22

      Fico mt feliz e agradecida com suas palavras Manoela! Beijo grande 🙂

  248. #356
    Amanda
    15.06.2013 - 16:07

    Olá Cony, também me identifiquei muito com o texto, pois já namorei por oito anos e não deu certo. No começo, confesso, não conseguia ser feliz sozinha..graças a Deus isso passou, e hoje, me sinto tão bem que para agora para namorar é que vou pensar duas vezes…temos tantas coisas maravilhosas para fazer nessa vida, como vc mencionou, viajar, aproveitar as amizades, estudar, se tornar uma pessoa melhor, que não tem sentido gastar tempo e energia com quem não merece. Um grande beijo, sou sua fã! ;*

  249. #357
    Andressa
    15.06.2013 - 19:19

    Cony, meu conselho é: Arrume um cão. Melhor coisa pra superar qualquer dor é ter um amigo por perto. Geralmente, quando se tem muito tempo de namoro, perdemos nossa vida social; quando o fim chega percebemos que estamos sozinhas, e que amigas do passado se foram.
    Foi assim que superei minha dor. Ele ( meu cachorro) sabe quando estou triste e logo vem me lamber, pegar o brinquedinho pra mim jogar… Isso me faz sentir bem melhor,

    Abraços

    • #358
      Constanza
      15.06.2013 - 20:52

      Mas eu tinha um cão, e com pouco meses. Só que foi presente do ex kkkkkkkkk. Mas sabe que nem associo ele ao antigo namoro? Ainda bem ne?

  250. #359
    Raphaella
    15.06.2013 - 23:42

    Quanto mais dizem que eu tenho que ser feliz sozinha, mais eu deprimo. ó vida! na teoria é ótimo, na prática…

  251. #360
    Anita
    16.06.2013 - 01:44

    Cony, já pensou em escrever uma coluna fixa sobre comportamentos? Esses são os melhores posts do futilish haha Adoro o jeito como você escreve!

  252. #361
    Ilka
    16.06.2013 - 11:58

    Excelente post!!!!
    Quem nunca passou por isso, né?!
    E a alegria que dá qdo a gte percebe que finalmente está livre daquela dor que sufocava tanto, daquele sentimento que nos fazia refém de nós mesmas e que simplesmente não queremos mais o ex?! Nossa, não há palavras pra descrever o alívio.
    Qdo acaba dói msm e a dor é física como vc bem descreveu, parece que o mundo acaba, as pessoas dizem que vai passar a e a gte acha que é só pra consolar, mas de repente percebe que passa, que a gte consegue seguir sem o outro, e ser olhada, desejada, se divertir sem querer partilhar esses momento com o ex. Logo depois vem a cura.
    Não se aconteceu com vc ou alguma das meninas, mas no meu caso, cerca de três meses depois do término, eu consegui um emprego que eu não tinha qdo terminamos e que era um pouco condição pra podermos ficar noivos etc (embora esse não tenha sido o motivo do rompimento) e ele, qdo ficou sabendo, chegou na minha casa chorando, praguejando a vida e dizendo que se eu tivesse sido chamada três meses antes nós não teríamos terminado e teríamos ficado noivos, nos casaríamos como planejamos e agora poderíamos ser felizes.
    Eu, como estava saltitante de alegria pelo emprego, olhei pra cara dele, dei um sorriso e falei: “pois é, td tem seu tempo, vc fez a sua escolha e não hesitou em me dizer que estava mto feliz e não sentia minha falta, espero que continue feliz, pq eu me sinto mto bem.”
    Alguns meses depois disso, eu comecei a sair com um rapaz e fiz uma viagem com um grupo de amigos em que esse rapaz estava, meu ex me ligou diversas vezes durante a viagem (pq ficou sabendo pelo meu irmão, que era o melhor amigo dele) e qdo voltei me ligou diversas vezes até que conseguiu falar comigo reclamando a torto e a direito que eu não poderia ter feito isso com ele etc e tals. Foi mto hilário!
    Isso tudo pq ele já estava no mercado pegando todas e mais algumas.
    Na época, uma amiga me ensinou que isso se chama “síndrome do cachorro ruim”, ou seja, ele não quer a comida (vc), mas não permite que nenhum outro chegue perto.
    Então meninas qdo seu ex, ao começar a ver que vc está se recuperando do término aparecer de súbito todo apaixonado na sua porta te querendo de volta, tome muito cuidado, ele pode apenas estar querendo te seduzir e sabotar pra se autoafirmar. Depois vai te dizer que foi só uma recaída.
    Outra coisa que aprendi em dos tombos amorosos que levei na vida (infelizmente não foi só esse) me foi ensinado por minha sábia mãe: VC É E SEMPRE SERÁ A PESSOA MAIS IMPORTANTE DA SUA VIDA, HOMEM ALGUM PODE TE TIRAR ISSO!!!
    Cony, parabéns pela recuperação, que bom que sua dor passou, tomara que outras não tenham que vir, mas se vieram tenha em mente que também passarão e sempre passará (não importa o qto doa), continue bem, vc está linda.

  253. #362
    luana
    16.06.2013 - 20:40

    Nossa, queria ter tido algo assim pra ler quando passei por isso! Fiquei com o meu primeiro namorado 8 anos e quando terminou achei que ia morrer. Os dois queriam terminar, queríamos viver outras coisas, mas mesmo assim foi horrível. Emagreci horrores (fiquei com 47kg em 1,65, parte boa!). Não comia, não dormia, só chorava. Depois de dois meses assim, recebi uma super proposta de emprego em outra cidade (que não teria aceitado se estivesse com ele) e minha vida deu uma guinada. Fiquei dois anos solteira, mas não sozinha! Aí novo namoro, mais 6 anos, um término doloroso (mas com dor beeeem menor. O primeiro término, principalmente de namoro longo, é o pior da vida! Os seguintes a gente já sabe que é só esperar que passa e que há vida pós-término). Um mês depois do término, conheci meu atual namorado. Já estamos juntos há um ano e 2 meses e vamos ficar noivos mês que vem.
    Só tem uma coisa com a qual não concordo muito: isso de que a pessoa deve necessariamente passar por um período sozinha pra só depois engatar um outro relacionamento. Já vivi as duas situações e digo, para horror da maioria: é muito mais fácil virar a página quando há outra pessoa na sua vida.

  254. #363
    Amanda Narciso
    16.06.2013 - 22:46

    Fiquei uns dias sem entrar no “fufu” e quando li esse texto tive uma grata surpresa… Na verdade eu vou aproveitar a situação pra falar sobre texto maravilhoso que vc escreveu no início do ano: eu me emocionei e me identifiquei muito com aquelas palavras, mas na hora que fui comentar e agradecer, a mensagem não foi enviada… Já que vc escreveu algo no mesmo estilo dessa vez, decidi te parabenizar pelos dois textos! Muito obrigada pelas palavras e pela generosidade de dividir um pouco da sua história com a gente. Vc tem total apoio pra continuar fazendo esses posts de irmã, amiga, psicóloga… Bjos

    • #364
      Constanza
      16.06.2013 - 23:13

      Obrigada! Farei mais post assim sim 😉

  255. #365
    Michele
    17.06.2013 - 12:59

    Oi Constanza! Estou passando por algo muito parecido agora. Há cerca de um mês, meu namorado que esteve ao meu lado por 6 anos resolveu terminar o relacionamento. E pior, estou fazendo uma longa viagem de 6 meses, e ele fez isso, pasme, por Skype! Passei o mês todo chorando, e pedindo a Deus que a dor passasse. Nessas horas a gente fica se questionando por que estamos sendo castigadas, certo? Eu sei que nada na vida é por acaso, e confio em Deus. Eu sei que tudo vai dar certo, de uma maneira ou outra. Mas agora eu estou muito abatida. Eu amava muito aquele ‘cretino’ e não imaginava que terminaria dessa forma. Mas enfim, a vida segue! E nesse momento o apoio dos amigos e da família está sendo fundamental! Beijos para você e boa sorte na jornada de todas e todos que estão passando por este problema!! : )

  256. #366
    17.06.2013 - 15:43

    […] quando falei no post “Conversinha Sobre o Fim” que uma das coisas bacanas e animadoras para fazer após um término de namoro é comprar lingerie […]

  257. #367
    Flávia Almeida
    17.06.2013 - 17:29

    Vc é show… DEMAIS!!!

  258. #368
    Khrissya
    18.06.2013 - 14:09

    é engraçado como a vida pode te pegar umas peças, eu li esse post assim que vc postou.. te admirei por tudo mas nao via isso em mim. No mesmo dia viajei com meu namorado pra SP para passarmos o fds juntos (ele me deu de presente do dia dos namorados)e estava tudo bem até que brigamos no skol sensation e no dia seguinte ele terminou comigo durante nossa ida pro aeroporto, viajamos separados, mal nos falamos e mesmo assim ele veio me deixar em casa, falou comigo no outro dia, tudo normal, eu até tinha esquecido a briga.. dai eu perguntei se estavamos mesmo terminados e ele disse que sim, que nao queria mais me ver, nem falar comigo porque ia ser mais facil desse jeito.

    ainda to na fase de só chorar, até se o vento bater no meu rosto eu lembro dele.. ele não me disse extamente o porque do termino, nao conversamos, nao nos vimos, nem nos falamos.. ele so disse que nao quer mais, que nao da mais, assim, de uma hora pra outra. Entre uma crise de choro e outra eu lembro de vc e penso: “a cony conseguiu depois de QUATORZE ANOS eu to com ele só há 1, vou sobreviver” e isso me da forças até a proxima crise.

    to tentando seguir a regrinha de passar 60 dias longe, sem nenhum contato, o que nao vai ser dificil ja que ele nao quer nada disso e inclusive ja esta com viagem marcada pra ibiza com amigos.

    hoje quando acordei li o post novamente kkkkkkk parece totalmente diferente do que eu li ha uns dias atras. Obrigada por tudo cony, vc e o fufu já meus BFF’S <33

    • #369
      Constanza
      18.06.2013 - 14:18

      Khrissya “inclusive ja esta com viagem marcada pra ibiza com amigos”… quem tá de fora acho que ve melhor… posso estar MUITO enganada, mas sera que ele nao terminou pra curtir a viagem? Dou meia cara a tapa q ele ainda vai te procurar, talvez depois dessa viagem. Cabe a você pensar bem o q quer pra vc… fica bem. Beijos

  259. #370
    Bruka
    18.06.2013 - 16:58

    Oii, sendo sincera, acabei de descobrir seu blog e estava passando pelos posts e vi este. Pura coincidência e que caiu como uma luva para mim. Há exatos 2 meses meu namorado terminou comigo pois dizia que “não gostava de mim o suficiente para namorar”…na verdade foram consequencias de atitudes minhas meio chatas e de algumas brigas. Me culpo um pouco por td ainda…ainda choro mto, tenho a impressão de que me arrancaram um pedaço, sinto aquela pontada forte no peito quando imagino ele tendo a vida de solteiro…nos vemos as vezes e nos falamos quase todo dia (muitas vezes eu que mando msg, mas a maioria ele que manda)…mas ainda é mto complicado! Vejo ele em um dia, passa 2 acontece algo e eu já estou deprimida e chorando de nv…sabe aquela sensação de ir dormir chorando e acordar com o coração na mão e vontade de chorar de nv? Me pergunto tds os dias quando isso vai acabar pq eu não aguento mais! Me apeguei mto a Deus (sou catolica), peço demais para que a Sua vontade seja feita, mas peço tb para que ele me de forças para enfrentar td, pois não é facil…Talvez eu tenha alimentado esperanças, 2x pedi um sinal para Deus se voltariamos e entendi que sim , uma vez nos dois fomos na missa e pedi para Deus conversar com a gente e o padre praticamente descreveu tudo o que estavamos passando e sentindo…Claro que isso pode ser coisa da minha cabeça e como eu ainda gosto mto dele, eu ainda penso q podemos voltar, mas ainda tenho alguma esperança no fundo! Porém nesse fds ele foi super seco comigo e falou que temos que nos falar e nos ver menos pois acabamos tendo vontades de quando eramos namorados e não está certo isso e durante a semana também me falou coisas fortes, talvez para eu me tocar, sei lá! Concordo com ele, porém é dificil…quando a gente se vê nos tratamos como namorados mesmo, é td tão bom(ele mesmo diz isso)…mas é estranho no outro dia não nos falarmos. Sempre questionava ele quando dizia que tinhamos que nos afastar um pouco (pois msm pensando assim, nunca conseguimos), mas dessa vez resolvi não questionar e fazer isso!
    No domingo ele veio falar comigo normalmente, porém ainda estranho. Ontem também mandou msg e assim vai… penso que talvez ele só esteja confuso do que quer, que a gente um dia possa voltar, mas tb penso que devo dar um gelo nele, para ele se resolver…mas sabe qnd vc nao consegue? Não consigo deixar de responder uma msg dele, de ajudar ele qnd precisa…gosto demais dele!
    Mas para mim o pior de tudo é o fato de ele morar perto de casa, termos amigos em comum e eu smp saber o que ele faz (faot que eu imploro para que não me contem, mas sempre tem alguém..até já me afastei de mtos, principalmente de uma amiga pois ela smp conta algo msm eu pedindo para não contar) isso me magooa mto, pois fico pensando se ele vai sair, o que vai fazer…tô numa situação que prefiro que chegue a segunda do que a sexta…eu até saio vez ou outra, mas não consigo mto…penso nele, tenho poucas amigas, não conheci mta gente ainda, estou me sentindo extremamente sozinha (apesar de saber q qnd eu mais precisei meus amigos, pais e familiares estavam lá)…mas me doi mto saber que ele está seguindo a vida dele (já vi video dele na balada) e sem mim.
    Porém depois do fds, que eu resolvi não discutir e realmente evitar de falar com ele cm ele propos, estou me sentindo um pouco mais leve, sabe? Sai, ri, curti um momento sozinha, voltei a fazer dieta e academia, estou tentando não ter pensamentos negativos e viver minha vida mas é complicado..não vejo a hora de isso passar como todos dizem 😉

    • #371
      Constanza
      18.06.2013 - 23:39

      Bruka, enquanto vc tiver contato c ele, vc vai sofrer. Te falo por experiencia propria… Tente os 60 dias e qdo alguem vier te contar algo, nao ouça, saia de perto, peça pra te respeitarem. Boa sorte.

  260. #372
    Marcela
    18.06.2013 - 22:20

    Não sabia dessa sua história. O mais curioso é que comecei a ver seu blog em agosto/setembro, na época que também terminei e que estava mto mal, sem forças pra nada. Mas uma das primeiras coisas que me dei conta era que NUNCA, EM HIPÓTESE ALGUMA, DEVERIA DEIXAR DE ME CUIDAR. Seguir seu blog foi mto fundamental nesse processo (filminho rolando aqui na memória agora). Obrigada por seu depoimento e por toda essa futilishidade, às vezes tão necessária <3

  261. #373
    Leandra
    18.06.2013 - 23:18

    Passa e para mim foi forma que depois de um tempo você nem reconhece mais. Hoje quando eu o vejo eu paro e penso… parece que foi em outra vida e com outra pessoa.
    Agora confesso para você não consigo deixar de olhar rede social… sou fraca. Mas de certa forma isso me ajudou. A primeira vez que vi com a namorada na face… achei que morrer, chorei e tal. A segunda vez veio tristeza… isso permaneceu depois de um tempo. Até que um dia você já não sente nada. Já vi pessoalmente o casal e não foi impactante acho que o face nesse sentido me ajudou foi como ver qualquer conhecido. Na época eu tinha um amor tão grande e hoje é tão surreal que me sinto como na música de cazuza: O amor a gente inventa para se distrair e quando passa a gente pensa que ele nunca existiu.

  262. #374
    Lu Novaes
    19.06.2013 - 21:06

    Minha amiga me mandou ler isso…. demorei pra vir aki lerr… eu ja melhoreeeiii!!! mas vc descreveu como ng o qe se deve fazer!!!!!!!!! errepieiii
    e o melhor disso tudo eh saber que TUDO passa!!!!! UFAAAAAAAAAAAAAA

    • #375
      Constanza
      19.06.2013 - 23:44

      Passa sim!! Fica tranquila!

  263. #376
    camyla mendes
    20.06.2013 - 16:11

    Adoreiii a reportagem, estou passando por esta situação, terminei um relacionamento de seis meses que parece que está doendo mais que o anterior de 5 anos, mas também estou com problemas familiares, minha mãe está na UTI e estou super sensível (muito mais que já sou normalmente), e acredite o cara sumiu e mesmo sabendo que estou mal, não deu mais as caras, mas como se diz tudo é do jeito que tem que ser, ameiiii o post, me deixou bem mais animada…bjo bjo

  264. #377
    Raquel
    21.06.2013 - 13:42

    Muito bom o texto! Passei por um fim de relacionamento e achei que ia morrer! Mas uma hora essa dor passa mesmo! A única observação que eu tenho a fazer é sobre o relacionamento rebound. Conheci uma pessoa bem legal logo depois e ficava meio com medo de engatar outro relacionamento. Acabei criando coragem e investindo e hoje estamos juntos há 3 anos! Às vezes pode ser que surja uma pessoa legal logo depois e vc não deve jogar essa chance fora. Se analise e veja se está pronta pra um recomeço, sem transferir pro novo relacionamento as frustações do antigo! Beijão, Cony! Que você seja imensamente feliz! 🙂

  265. #378
    Tatiana
    23.06.2013 - 22:36

    Cony, não sei nem por onde começar! Terminei um relacionamento longo tem pouco tempo e o pior antes de namorar sempre fomos melhores amigos. Estava sentindo exatamente tudo isso que você falou, achava que ninguem entendia o meu sofrimento.. Uma amiga minha que está passando pela mesma coisa me mostrou o seu post, você acredita que em 10 dias esse post mudou a minha vida? Estuo super bem, me encontrei, e o mais engraçado que mostrei pra outras amigas que estão passando pela mesma coisa e ajudou todas! Muito obrigada e parabéns pelo post !
    Beijos

    • #379
      Constanza
      24.06.2013 - 00:17

      Ai que legal ler isso!!! Fico MUITO feliz em saber que ajudei de alguma forma!! Beijos e tenha certeza que cada dia vc ficara mais forte 🙂

  266. #380
    Luiza Bitencourt
    25.06.2013 - 19:51

    Cony, seguinte… Namoro há quase 7 anos, mas amei o post. Ah! Somos felizes, mas não perfeitos! Esse post é útil pra todas que namoram tb. A gnt se acostuma tanto que ler coisas mostrando que a vida vai além disso é um belo incentivo pra refletir sobre a vida!! Gostei… me estímulou!! Bjus

  267. #381
    Raíssa
    27.06.2013 - 15:57

    Conny, acompanho seu blog diariamente há 3 anos(apesar de nunca ter comentado, shame on me!), mas precisava comentar sobre esse post. Parabéns por ter tido essa iniciativa, muito corajoso da sua parte mesmo e suas dicas foram praticamente as mesmas que fiz na época que terminei um noivado. Mais uma vez parabéns pela iniciativa, e para as meninas que estão passando por isso agora: aproveitem a solteirice! Depois de um relacionamento longo, se bem aproveitada, essa fase é maravilhosa!

  268. #382
    Flávia Alves
    02.07.2013 - 22:30

    Queria ter lido esse post há uns anos atrás…rs. No meu caso, foi o término de um casamento, após 7 anos de namoro e 10 anos juntos. Meu maior erro foi continuar tendo contato com o ex, continuei saindo com ele por quase dois anos. Ainda mantenho raro contato com ele, pois até o mês passado ele ainda pagava meu plano de saúde, mesmo depois de quase cinco anos de separação. Posso dizer que demorei demais pra superar tudo, sei que manter contato com ele agravou a situação…mas no início você sente tanta falta que aceita qualquer migalha oferecida. Pra piorar ainda mais a minha situação, a primeira pessoa por quem me interessei depois dele foi um mentiroso…queria algo leve pra me libertar do ex, mas esse cara conseguiu derrubar alguém que estava começando a se levantar, e aí eu caí de vez. Posso dizer inclusive que essa situação me marcou até hoje, pois virei uma pessoa extremamente desconfiada de tudo e de todos. Posso dizer que hoje, após quase cinco anos de separada, me sinto mais forte, mas ainda tenho um longo caminho a percorrer. Continuo com problemas de auto estima, meu ex marido fez com que me sentisse a mulher mais desinteressante do mundo. A coisa boa da separação foi que pude me conhecer melhor…pois comecei a namorar com 19 anos…uma menina ainda…e acho que me anulei completamente durante todos esses anos, me coloquei demais como dependente dele, então ao me ver separada aos 29 anos me senti completamente perdida…não sabia do que gostava, não me conhecia realmente. Então hoje posso dizer com certeza que sei o que gosto, e o que sou capaz de suportar em um relacionamento. Gosto muito mais da pessoa que me tornei. Nesses quase cinco anos ainda não encontrei ninguém com quem quisesse namorar, e confesso que sinto falta de alguém. Todo mundo fica dizendo que sou uma pessoa maravilhosa e que vou encontar alguém que me mereça, mas sinceramente…não aguento mais ouvir isso, pois a realidade é bem diferente. Às vezes ouvir isso até me dá raiva…rs…parece um discurso ensaiado pra me animar…mas o tempo passa e nada acontece. Desculpe o desabafo e o texto enorme, mas esse é um assunto que mexe bastante comigo, só quem passou por isso é capaz de entender a dor de outra pessoa. Também sou leitora fantasma, mas dessa vez tive que me manifestar. Fico muito feliz que você esteja se recuperando em pouco tempo (perto de mim qualquer tempo é pouco…rs), e desejo tudo de melhor pra você, que é uma inspiração pra todas nós. Felicidades sempre!

  269. #383
    Giovanna Rocha
    03.07.2013 - 18:18

    Constanza, vc foi maravilhosa c esse post, eu li todinho enquanto namorava e imaginei, se um dia eu acabar essa vai ser a primeira coisa q vou ler, di to e feito, acabei hj no começo da tarde pq ele me traia e agr no final da tarde já estou lendo e sei q vai me ajudar mt.. muitíssimo obrigada e parabéns tbm por se abrir aqui.. adoro esse tipo de post! um beijão de uma grande fã sua! te desejo sempre o melhor! bjoos

  270. #384
    Marcela
    22.06.2014 - 21:10

    Terminei hoje e tive a sorte de ler seu texto no primeiro dia. Obrigada por gastar parte do seu tempo escrevendo coisas tão sinceras e comum à tanta gente. E a propósito, onde eu encontro o play list da alegria? rsrs

  271. #385
    Flavia
    24.07.2014 - 13:32

    Acabei de terminar um casamento com uma filha de 1 ano… muito mais coisa envolvida… por mais que hoje não concorde e nunca vá concordar com os motivos dele! Eu aceito… mas acho que tem duas coisas importantes que não disse que eh tentar resgatar seu casamento, para ter certeza q da sua parte tudo foi feito e tirar um aprendizado para não tentar repetir os erros do passado numa próxima relação! Seu texto me ajudou demais! obrigada!

  272. #386
    Camila
    19.11.2014 - 12:00

    Acho que já comentei aqui antes!
    Já acompanhava o blog há algum tempo e vc ‘me ganhou’ completamente com este post, veio em um momento muito providencial, recomendei a leitura p/ várias amigas… virei sua fã kkkkk não interajo mas estou aqui, insta e face diariamente!
    Enfim, infelizmente hoje voltei a relê-lo para acalmar meu coração novamente, não tenho dado muita sorte em relacionamentos…
    Só queria que você soubesse disso… obrigada por compartilhar, pela ajuda… beijos.

  273. #387
    Vivi
    25.12.2016 - 21:25

    Sempre que termino um namoro( O 2°rsrs, não foram tantos assim) eu volto neste post. E ele me lembra que tudo o que você diz é a mais pura verdade. Na primeira vez seu Blog que me tirou do fundo do poço. Pois deletei as redes sociais e era ele que me distraia. E de novo ele vem me lembrar que posso ser muito feliz sozinha!!!!!

  274. #388
    Janaina Oliveira
    29.05.2017 - 10:46

    Tenho 40 anos, 1 filho de 12 anos de idade, separada a um ano e meio, e arrumei um namorado de 46 anos que mora em outra cidade (uns 800 km de distância). Ele que já foi casado umas 4 vezes, tem dois filhos adultos e mora sozinho – sem animais domésticos em casa além dele mesmo. É hétero declarado, tem a profissão dele com boa estabilidade, independente, cuida das próprias coisas, ama ler, escrever e tocar violão (arranha algumas músicas que eu gosto, é esforçado rs). Ele me ama, é leal e companheiro: aprendeu a dançar forró só para me acompanhar e até consegui me divertir com ele – engana bem, é animado e inventa uns passos doidos, mas termina funcionando. Ele surfa e malha numa academia regularmente, e tem um corpo até em forma para a idade dele, mas não é desses vaidosos cheios de manias. Fuma cigarro e gosta de uísque. Curte motos (já me levou para alguns passeios em praias sensacionais), rock, e adora viajar (fomos para vários lugares turísticos, Foz do Iguaçú, Alagoas, Campos do Jordão, Ilhabela… inclusive, fizemos um cruzeiro maravilhoso um tempo atrás, e ele nunca me deixa pagar coisa alguma, sempre acerta tudo e eu vou na faixa rsrs). O problema é que ele é ATEU e eu sempre fui evangélica. Recentemente, revi minhas crenças e me afastei da igreja, mas o jeito dele se referir à religião – e o modo como defende seus argumentos, sempre um pouco de fúria – me faz sentir oprimida. Quero ser ouvida e cuidada. O que faço? Termino com ele por telefone devido essa falta de sintonia de valores ou negocio para ele ir melhorando esse jeito ogro de ser?

Comente