01
Aug 2011
Sobre a “normalização” dos preços.
Cotidiano

Mais um post “falado”.

Pra quem me acompanha aqui, ou no Twitter (segue aê @futilish), sabe como tenho andado chata com esse lance de achar tudo caro. Não tô fazendo voto de pobreza nem tô indo pra debaixo da ponte, mas acho que o comércio está exagerando.

Acabei de voltar do Chile, onde tudo é muito barato. E é America do Sul, a 3 horas de vôo, aqui do lado! O pior, é ver produtos made in Brasil, serem vendidos lá mais baratos do que aqui. Marcas nacionais mesmo!! Outro exemplo são os carros. Tem uma montadora aqui na minha cidade, e o mesmo carro que ela vende pra mim aqui no Brasil, ela vende cerca de 40% mais barato lá no Chile. O mesmo carro. Que foi feito aqui e saiu para ser vendido lá.

Ok, daí que eu compro lá uma camisa de seda, na promoção e sai por uns R$ 18. Não tô mentindo gente, não teria porque e nem quero que o Chile sofra uma invasão de brasileiros (mais né?), mas é justamente para a gente ver como estamos DANDO dinheiro e as coisas não valem isso tudo que estão cobrando aqui. Não sou rica, mas também não sou pobre. Mas é coisa de ser inteligente e parar para pensar: porque aqui uma camisa de poliéster, em uma das 3 fast fashions mais famosas do Brasil, custa R$ 79 e uma de seda, no exterior, sai por R$ 18 (ok que estava na promo e tudo mais, mas mesmo assim né?). Nossa Zara, aqui vende tudo pelo dobro do preço que vende lá e pelo triplo ou mais do triplo do que vende no hemisfério norte. E quem tem mais dinheiro, os europeus ou os brasileiros? Cabe lembrar que Zara na gringa é FAST FASHION e aqui, sinceramente, tá virando loja de rico.

Impostos?? Ok, meio óbvia essa resposta afinal temos uma das maiores cargas tributárias do mundo, mas será que é só isso??? Não estão lucrando demais em cima da gente?? Mas por que? Porque a gente paga. E enquanto pagarmos, eles vão continuar cobrando. Se algo que vende a R$ 100, pode ser vendido a R$ 120, porque não? Ah, a de R$ 120 esgotou no mesmo dia, então vamos por R$ 180… e por aí vai.

E sabe o que é o pior?? É que infelizmente acostumamos com os preços.

Por exemplo, vamos simular uma compra.

Suponhamos que você queira uma camisa mais arrumadinha, que sirva para sair à noite, para uma festa, ou uma reunião importante, mas com um preço decente. Claro, que seja boa, afinal não é porque queremos pagar um preço mais econômico que nos contentamos com qualquer coisa.

A primeira loja sempre é uma das nossas fast fashion mais conhecidas. Tá lá uma camisa bonitinha, de tecido maomeno, talvez uma costura puxada ou meio tortinha. Atenderia bem ao propósito, mas digamos que você quer algo melhorzinho, mais exclusivo. Ah, a que você achou nesta loja está por R$ 79.

Daí vai pra onde? O meio termo chamado Zara. Opa, lá tem uma arara cheia de camisas interessantes. Vamos ver! Hum.. realmente, tem uma de tecido que parece seda (mas que na verdade é poliéster, o mesmo poliéster da loja anterior), mas tá mais bem feitinha, a gola tá bacana, não está lá a coisa mais perfeita do mundo mas tá boa, botões bonitos, e aí o preço R$ 199. Ui… Mas divide de 3 vezes e tá boazinha, mas já que vai pagar R$ 199, por que não uma mais fina? Aí você vê aquela camisa, coleção nova, MARA, semi perfeita, por R$ 259. Aí você pensa: ai, tá caro…

Bom, ficou balançada com a camisa de R$ 259, a de R$ 199 já ficou meio esquecida e a da primeira loja realmente era algo que não servia para seu propósito. Mas antes de pagar os R$ 199 ou R$ 259, já que está nessa faixa de preço mesmo, vamos ver uma um pouco melhor.

Daí você vai na Bô.Bô, Ateen ou outra loja do estilo, lojas boas, da moda, e vê lá, camisas de R$ 499. Pqp! R$ 499, esse povo tá louco, como assim, quase um salário mínimo, US$ 320!! Imagina o tanto de coisa que compro com essa grana lá fora! E você pensa: vou pegar aquela bacana da Zara mesmo, por R$ 259.

E pronto. O que era caro, ficou barato. E tudo o que passar pela sua frente e custar “módicos” R$ 300, tá com preço bom.

Lembrando que a mesma camisa da Zara que você pagou contente R$ 259, custa uns US$ 50 no exterior, algo cerca de R$ 79. Opa, o preço da primeira loja que você olhou e nem se empolgou.

E assim nos acostumamos com os preços, e no final do mês não conseguimos entender onde foi parar nosso dinheiro se afinal, nem compramos tanto.

Hoje em dia, comprar bem e barato, ou pelo menos com preços justos, virou uma arte.

Dá raivinha.

231 Comentários
  1. #1
    01 de August de 2011 - 15:25

    Perfeito Cony!!! Vc tem TODA razão!!!

  2. #2
    Patrícia Lisbôa
    01 de August de 2011 - 15:29

    Putz, põe raivinha nisso!
    O Brasil está muito caro, muito mesmo!
    Concordo com tudo que colocaste, e esta comparação não é só com Chile não, né? Infelizmente!
    Bjs

    • #3
      Constanza
      01 de August de 2011 - 15:35

      É como todo o mundo off Brasil Pati… é q tenho o Chile como experiencia recém vivida rsrs

  3. #4
    01 de August de 2011 - 15:31

    Sobre os produtos brasileiros serem mais baratos lá fora do que aqui dentro, acredito que seja devido aos incentivos dados à exportação. Existe um mecanismo chamado drawback através do qual o exportador não precisa pagar impostos sobre os insumos importados destinados à produção de bens para exportação. (Na verdade, acho que o pagamento ocorre e depois há uma devolução, algo assim. Não estou muito certa.) Assim, o mesmo produto, mas que fica no mercado interno, acaba tendo uma carga de impostos mais elevada, uma vez que os insumos para sua produção são taxados normalmente. Não sei se essa é realmente a explicação completa para essa situação tão esquisita, mas pode fazer parte dela.

  4. #5
    Kethlyn
    01 de August de 2011 - 15:32

    É exatamente isso que acontece, existem camisas na Zara que são indenticas a da Renner, mais eu não sei que catso, qdo eu olho parece que a da Zara é mais bonitinha, por incrível que parece as camisas da Renner tem melhor caimento em mim do que as da Zara, o problema é que é um absurdo, recentemente na Zara ainda vi uma camisa estampa animal print, o tecido acho que era algodão por R$ 189,00 OPA, como assim? R$ 189,00, o tecido era bem pior do que aqueles de passar pano no chão, outro dia vi uma Jaqueta perfecto bonitinha, por por por R$ 400,00 pilas, a ingênua aqui, pensou.. deve ser couro né… AAA Tá, que couro que nada, a de couro estava na PROMO pela bagatela de R$ 850,00 reaizinhus. Isso definitivamente é um absurdo. Por isso que eu adoro trocar um peça na Zara, compro e depois me arrependo de ter pago tão caro, ainda mais quando vejo em outra fast fashion (vide Renneer) algo parecido e pela metade ou menos do preço.

  5. #6
    Regina Petruceli
    01 de August de 2011 - 15:32

    Super concordo com vc! O povo perdeu a noção das coisas, e o mais interessante que essa elevação nos preços não acompanha a elevação dos salários. Bjos

  6. #7
    Erika Gaia
    01 de August de 2011 - 15:33

    Fato! Minha frase atual é: “Eu não sou rica, por isso compro no exterior!”

  7. #8
    01 de August de 2011 - 15:33

    Mas não tem segredo Cony, você mesma deu o caminho das flores: é só não fomentar, não comprar.
    Só vende porque tem quem compre.

  8. #9
    Natalia Bortoli
    01 de August de 2011 - 15:34

    Olha isso nao acontece so no chile, eu fui pra BOLIVIA conhecer a familia do meu namorado e lá produtos de belezes a preço de banana. Muito barato mesmo, comprei algumas bases da Maybelline que eram 50% mais barato lá. O imposto no brasil é absurdo. Tbm fico muito broxada com os preços aqui.

  9. #10
    01 de August de 2011 - 15:34

    Ai Cony…é deprimente mesmo!
    Ainda mais pra quem vai pra fora e vê coisas super boas e baratas pro lado de lá…
    Eu costumava comprar camisetas básicas por 3-5 dólares..e se alguém ver a malha delas, põe qualquer uma de 50-60 reais no chinelo! Mas no chinelo mesmo!!!
    Dá até tristeza de pensar em como as coisas aqui são muito mais caras e ainda assim, somos um dos países que mais gastam com bens desse tipo.
    Acho que o que tá valendo a pena é guardar um money, ir pra fora e se acabar!!! Triste…muito triste.

  10. #11
    01 de August de 2011 - 15:35

    Belo desabafo Cony…concordo plenamente com vc.
    As lojas perderam o senso das coisas.

    Parabéns.

    bj

  11. #12
    Constanza
    01 de August de 2011 - 15:36

    Gente, falei Chile pq estou voltando de lá… Mas é com qualquer outro país…

  12. #13
    Laura
    01 de August de 2011 - 15:37

    Adorei a reflexão… Acho que é bem isso que a colega aqui de cima falou: Não sou rica, por isso compro no exterior. Acho que vale mais a pena guardar uma grana para viajar e comprar fora… Fora que sempre é uma delícia viajar!

  13. #14
    Mariana Sousa de Castro Chaves
    01 de August de 2011 - 15:37

    Nunca viajei para o exterior, mas de tanto ler nos blogs os preços das coisas lá fora, me dá raiva ao ver o quanto pagamos aqui!

  14. #15
    Laura
    01 de August de 2011 - 15:37

    Ah, não sei se estou meio muquirana, mas estou achando a Renner meio cara…

  15. #16
    01 de August de 2011 - 15:38

    Uau! Você falou o que venho discutindo todos os dias… quase morro de raiva quando penso nos absurdos desse Brasil, lembrei aqui no carro Smart. Ao que dizem foi criado lá fora para atender quem quer um carro e não tem muita grana… Quando chegou aqui no Brasil, sabe-se lá o porquê! Virou carro bacana, nada de popular, está mais é para luxo. Infelizmente os brasileiros são consumidores burros, acham que só porque vem de fora é xik, só porque é caro é bom! Ai ai… deixo aqui meu total apoio a suas palavras rs.
    Bjos
    embonita.blogspot.com

  16. #17
    Cintia
    01 de August de 2011 - 15:38

    Esse é um ponto que eu tenho discutido bastante ultimamente.
    Qualquer pessoa que entenda um pouquinho de economia, ou que pare para ler sobre o assunto vai ver que não há imposto que justifique os preços praticados atualmente no Brasil. Temos impostos altos? Sim E temos lucros absurdos? Muito mais!
    Mas a mídia só fala nesses impostos, as pessoas tem preguiça de pensar e acham que o JN diz a verdade absoluta. Enquanto o brasileiro pagar, os preços vão continuar subindo sem parar.

  17. #18
    01 de August de 2011 - 15:39

    Eu sempre comprei MUITA roupa e sapato. Literalmente, tirando os móveis e eletrodomésticos da minha casa, todo o resto dos meus salários iam pra roupas, sapatos e acessórios.

    E aí faz mais de 1 ano que não compro absolutamente nada, nem 1 grampo de cabelo e te digo uma coisa: agora eu já até posso comprar pq as vacas já engordaram, mas acho um absurdo tão grande o preço de tudo, q ainda não encontrei nada que me fizesse realmente querer abrir a carteira. Antes, C&A e Renner eram lojas baratas, hoje em dia uma blusinha nessas lojas custa 100 reais e eu, sinceramente, tenho dó de dar esse dinheiro todo numa roupinha “Blue Steel”!

    Tô há meses namorando um Michael Kors e me sinto absolutamente lesada por me cobrarem no shopping 1500 reais por um relógio que lá fora custa 250 dólares. É passar atestado de idiota, assim como é, na minha opinião, comprar por R$80 uma maquiagem que lá fora custa $15. #prontofalei

  18. #19
    Tici
    01 de August de 2011 - 15:39

    clap clap clap … seu post ficou mara.. a gente tem que pensar mesmo nisso antes de comprar, essa coisa de conformismo pq os impostos são caros e bla bla bla, mas não é por isso que vamos deixar as lojas repassarem para nós consumidoras, além dos impostos, os lucros exarcebados. a zara no Brasil não a considero como fast fashion nunca, preços exarcebados em relação às zaras da europa e etc.. concordo plenamente com vc! adorei esse post.. bjos

  19. #20
    01 de August de 2011 - 15:39

    E sobre a sensação de “aceitação” de algumas coisas que inicialmente achamos caro, mas passamos a achar barato comparativamente, é EXATAMENTE como você descreveu. Fora que às vezes também penso em acréscimos como um montante e não como um percentual. Exemplo: Aceitar pagar 50 reais a mais numa determinada peça porque a considero melhorzinha (inha) que outra, de 150 reais. 50 reais pode não parecer tanto, mas, caramba, é 1/3 mais cara do que a inicial!!! Apesar de racionalmente conseguir pensar assim, no shopping o que vale acaba sendo o “ah, 50 (ou 30, 20, 40, 100) não é tão mais caro assim”. E isso piora quanto mais caro é o produto inicial, me levando a me importar menos com o acréscimo pelo alternativo melhorzinho. Zero consumidora racional.

  20. #21
    Gabrielle
    01 de August de 2011 - 15:39

    Suuper concordo!
    Apesar da carga tributária nacional ser um fator super imapactante, não é sustentável para nosso bolso e conta corrente pagar preços tão abusivos. E pior, o governo não qr reforma tributária de forma alguma.. daí nós vamos comprar fora e quebramos a economia têxtil daqui…

  21. #22
    Analu Milan
    01 de August de 2011 - 15:44

    Coberta de razão. Mas depois de ter morado uma temporada na Europa, estou muito mais rigorosa na hora de comprar. Quando eu lembro dos valores que pagava lá dá vontade de chorar. O jeito é guardar munição para se esbaldar e comprar moooooito quando vamos viajar.

  22. #23
    Thalita Soares
    01 de August de 2011 - 15:45

    Ei Cony, concordo com sua opinião. Fiz uma viagem ao Chile no ano passado e comprarei como as coisas lá são mais baratas. Cheguei a ver calças Ellus num preço muito baixo, me fazendo até duvidar se era original e no fim era 100% Ellus. Eu e meu namorado também ficamos impressionados com o valor dos carros. Notamos que nas ruas a grande maioria dos carros eram novos e por curiosidade perguntamos para nosso guia os valores dos modelos e até apartamentos em frente a praia de Vinã del Mar. Era tudo muuuuito mais barato que aqui. Não quero me acostumar com preços mais altos, não. Dá muita raivinha!

  23. #24
    Danielle Nóbrega Rocha
    01 de August de 2011 - 15:48

    O que acontece infelizmente, é que nós Brasileiros estamos acostumados e fomos “culturalizados” erroneamente que o que realmente é bom e tem qualidade são os produtos mais caros, as marcas mais caras e assim vai.
    E nesse caso, as empresas por sua vez, abusam dos preços, pois elas lucram muito mais em cima de nós, pois pagamos que eles querem e pedem.
    Diferente de americano por exemplo que por mais capitalista e consumista que seja, se recusam a pagar caro em certas coisas e ai eles tem que adaptarem aos consumidores. E não vejo que isso chegue aqui no brasil, sinceramente.
    Tem uma pessoa que conheço, é Brasileira que mora nos EUA e é naturalizada americana, a filha dela mora aqui no Brasil e a cada 2 meses ela vem para o Brasil, ver as filhas e netos e trás muita, muita, muita encomenda para as clientes e amigas dela aqui, inclusive ela vende para algumas lojas na Av. Paulista roupas como Tommy Hilfiger, ou seja, elas pagam um valor super barato pela peça sem imposto e cobram os míseros 200 e tantos reais em uma camisa dessa marca. Isso é apenas um exemplo singelo de como as marcas abusam de nós, porque sabe que pagaremos.

    • #25
      Constanza
      01 de August de 2011 - 15:56

      E o dólar a 1,55 e nada dos preços caírem… aí o dolar volta à “normalidade” digamos, R$ 1,65 e aumentam os preços, pq o dólar aumentou… à vá pra….

  24. #26
    Patti
    01 de August de 2011 - 15:48

    EXCELENTE POST!
    As marcas Nacionais estão exagerando nos preços, desanimador! Dá vontade de só comprar fora e de quebra a gente passeia, conhece lugares novos e pagamos preços justos. A cotação do dólar está ajudando :o)
    bjo bjo Cony!

  25. #27
    Ana Carolina Carvalho
    01 de August de 2011 - 15:49

    FATISSIMO!

    Eu ainda tenho pena do meu suado dinheirinho…
    Não saio comprando nada a esmo. Mas também não me importo se eu gostar muito de uma roupa que é bem mais cara que tem outras parecidas… Quando eu me apaixono mesmo não meço esforços.HAHAHAHHA

    Mas agora pagar 300 numa blusinha de malha vagabunda que tem em milhões de outras lojas já é demais.

    Mas eles só colocam esses preços porque tem gente que paga, né? Fica a reflexão pra NÓS CONSUMIDORAS.

  26. #28
    Paula
    01 de August de 2011 - 15:51

    Eu fico indignada com isso também Cony… Pq no Brasil tudo é mais caro?? Pq Meodeos? Parece até que aqui só tem gente muito rica né? Muita gente deixa de gastar aqui pra gastar lá fora, porque o $ rende muito mais… o $ tá fugindo daqui, empresários!! Wake up!
    E pior que não é só no consumo, na minha cidade a passagem de bus municipal custa 2,50. O salário mínimo é R$545,00. Para ir e voltar de um único lugar, a pessoa gasta R$5,00 reais, ou seja: 10% do salário. Um absurdo trasporte público custar isso! Lá fora é muuuito mais barato.
    Eu até nem ligaria de pagar imposto caro no Brasil, isso se houvesse algum retorno… mas não! Pagamos escola particular, plano de saúde, pedágio em rodovias e etc… é uma extorsão sem tamanho!! O leão tem fome… e é lamentável.

  27. #29
    01 de August de 2011 - 15:55

    Fui a Lisboa em maio desse ano, comprei uma camisa na Zara por 35 reais (uns 16 euros). Esses dias a tal camisa chegou na loja aqui no Brasil, por “módicos” 119 reais. É mole?

    E não acho que essa diferença toda é por conta só de impostos, não. É bem como vc falou Cony, as pessoas vão se acostumando a não achar tão caro assim, afinal, tem coisa mto mais cara. Vide as promoções na Zara. Por que uma sandália pela qual paguei 129 reais no início do ano agora tava na liquidação por 49? E a de 189 tava por 59? E é lógico que mesmo cobrando 49, a loja tá tendo lucro.

  28. #30
    Milena
    01 de August de 2011 - 15:56

    Concordo plenamente!!! Eu acho que se a gente pagasse altos impostos e ainda tivesse um retorno, OK, mas todo mundo sabe que as coisas não são bem assim. Temos que pagar plano de saúde suplementar, passamos horas no transito pois o sistema publico de transportes além de caro é ineficiente, temos que passar no farol vermelho à noite por falta de segurança, passamos horas no aeroporto por falta de infraestrutura… poderia ficar enumerando zilhões de problemas! Tenho ficado cada dia mais assustada com a situação economica nos USA e Europa… E que história é essa de que o mundo esta em crise e aqui tudo as mil maravilhas? Espero estar muito errada mas estou contando os meses pras coisas ficarem feias do lado de cá também! Desculpe o desabafo, mas tive esses pensamentos no sábado, durante o sorteio da copa…Fiquei imaginando o quanto está sendo gasto e será que vai mesmo haver algum retorno? Para que construir outro estádio na cidade de São Paulo com ajuda do dinheiro público (nosso dinheiro!!!)? Já não existem estádios suficientes? Para que construrir estádio em Manaus? Nada contra a cidade, muito pelo contrário… mas existe um campeonato importante lá para que ele seja utilizado depois? Ou vão continuar despejando nosso dinheiro na manutenção de um elefante branco? Mais uma vez, desculpe pelo comentario loooooongo e pelo desabafo!!! Beijo e parabens pelo blog!

  29. #31
    01 de August de 2011 - 15:58

    Pois é, o chamado Lucro Brasil acaba com nós consumidores. Li essa matéria sobre e cheguei à mesma conclusão que você, é tudo caro pois nós pagamos, pra quê baixar o preço, então?

    http://www.webmotors.com.br/wmpublicador/Mercado_Conteudo.vxlpub?hnid=45643

    Por isso que eu viciei total no Ebay. Compro H&M, Zara e pago o frete e ainda sai mais barato que comprar aqui!
    Bjos, Cony!

  30. #32
    Cacau
    01 de August de 2011 - 16:01

    Post perfeito… é bem isso mesmo, pagamos pq nos acostumamos. Eu hj em dia compro td oq posso em sites gringos. Roupas ainda não tive coragem, mas cosméticos quase nem compra mais aqui, nem das marcas nacionais mais “pobrinhas”.

  31. #33
    Paula
    01 de August de 2011 - 16:03

    Quanto a razão da Zara ser mais cara aqui do que lá fora: não é só má-vontade não, minha gente…
    Muitos dos produtos vendidos na loja vem de fora, já viram qual o percentual incide sobre eles? O imposto de importação é altíssimo! Quase o mesmo valor que o produto custa.
    Então vamos lá. Zara declara à Receita que a blusa custou 30 dólares (48 reais).
    Então a Receita taxa a blusa em quase mais 30 dólares de imposto.
    Preço de custo da blusa ano Brasil: 60 dólares.
    A Zara quer lucrar 30% sobre a venda. Então vai vender por: 60 + 18: 78 dólares = 124 reais.
    Relembrando, lá fora sairia por 48 reais.
    É de chorar!

  32. #34
    Ketyane
    01 de August de 2011 - 16:03

    Eu há muito tempo que só faço minhas comprinhas na internet ou em viagens, quando preciso de algo urgente fico assustada com os preços praticados aqui, principalmentre com os preços das roupas, qualquer vestidinho de malha, malha é R$ 300, para mim isso é um absurdo, e a alternativa é comprar fora, porém entendo que a carga tributaria é alta e não só os impostos diretos, temos também os impostos indiretos e ainda um custo altissímo para manter uma loja, empresa…. Fica difícil para as empresas brasileiras concorrerem com os preços praticados fora então “Eu não sou rica, por isso compro no exterior.”

  33. #35
    Liliane Neves
    01 de August de 2011 - 16:05

    Querida Constança… não poderia concordar mais com vc, já que acabo de voltar de uma viagem ao exterior, num país de primeiro mundo, com coisas beeeem mais baratas que aqui… Os impostos aqui são piada!!!! Creio que isso encarece as coisas mesmo! Mas tb, as pessoas pagam… isto inflaciona, lógico!
    Parabéns pelo post, bem politizado por sinal!!! beijos!!

  34. #36
    Renata Oliveira
    01 de August de 2011 - 16:07

    Amei o post!! Vc falou TUDO!!!É revoltante!!
    Já tinha desistido de comprar cosméticos aqui no Brasil e estava começando a me revoltar com roupas!!
    Tô guardando meu dinheirinho, comprando em renner, Mercatto, pra qdo eu viajar comprar por um preço justo!
    Amei a frase da Erika!!

  35. #37
    Juliana
    01 de August de 2011 - 16:09

    as coisas estão mesmo muito caras, beleza que o país tá crescendo e se fortificando mas,…tá ficando absurdo já, acho q nada justifica.

  36. #38
    Gi
    01 de August de 2011 - 16:12

    O post está ótimo, pagamos horrores por roupas que usamos muito pouco, tudo é passageiro. Para quem tem a oportunidade de viajar, ótimo, guarda e compra lá. Somos reféns dessas lojas caras, pagamos um preço muito alto , para andarmos com uma roupicha bacana. Vale pesquisar muito. Eu agora, estou mandando fazer roupa na costureira, não fica igual , mas aí eu coloco uma bolsa boa e um sapato legal. No final das contas, ando bem vestida com a minha roupa da costureira, e melhor, pago bemmmmmmm mais barato.

  37. #39
    Thalita Domingues
    01 de August de 2011 - 16:13

    Li tudo e concordei em 100% dos seus argumentos!

    Tô há 1 mês de uma viagem pros EUA e tudo que provei+gostei na Zara, ficou no provador porque tive coragem de olhar a etiqueta e lembrar dos preços que vi no e-shop deles (olhei de Portugal e mais algum país). É mesmo absurdo o contraste de valores. Sei que existe a ‘desculpa’ dos impostos, mas não consigo entender como há mais imposto pro brasileiro comprar um carro feito aqui do que pra um chileno comprar o mesmo carro…

    Confesso que gasto grande parte do meu salário com a Zara e isso acontece mais porque gosto bem mais da variedade de tecidos, estampas e cores de lá do que as da c&a, renner, etc. Acho que é esse o motivo, pelo menos.

    A ideia de ver o preço da Bo.Bô, Animale, Mixed e afins não me faz achar que a Zara é mais barata, só me faz ter certeza de como as coisas andam mega valorizadas e caras!

  38. #40
    luciana
    01 de August de 2011 - 16:15

    Ola Cony, fico aliviada de saber que não sou apenas eu que estou achando tudo absurdo. Aqui em São Paulo recentemente abriu uma loja da Dudalina no Shopping e na vitrine tinha camisa exposta por R$ 399,00 em liquidação. Oi???? esta marca até pouco tempo atras era do Bras, so porque apareceu em algumas jornalistas da Globo ja virou sensação. E sabe do que mais, as camisas são estilo Renner total, nada de mais pra justificar este preço. Outra loja que tem por aqui é a Brooksfield Donna… meu Deus que preços são aqueles por roupas que bem garimpadas achamos similar na Jose Paulino(comercio popular, que alias tambem ja não é mais tão popular assim, tem roupas la com preços de shopping)Enfim estamos sem saida… na verdade a saida ´para quem consegue seria economizar alguns meses e fazer pelo memos duas viagens por ano para USA com a ecominia nas roupas pagamos a passagem tranquilamente.

    Abço

    Luciana

  39. #41
    Ana
    01 de August de 2011 - 16:18

    Cony … Perfeito o Post !!!
    Isso é revoltante .. !!!
    Enquanto houver pessoas que paguem, a coisa vai continuar . . . foi bem dito, nos acostumamos !!!

  40. #42
    Mariana
    01 de August de 2011 - 16:18

    Vc tem toda razão! E como dou muito valor ao meu dinheiro, sempre que vou as compras, acabo voltando na maioria das vezes frustada. Aprendi a andar e pesquisar preços, mas o que me mata é ver roupas de pessima qualidade vendidas a preço de ouro… muita das vezes apenas porque tem uma etiqueta famosa.
    Voltei da argentina no inicio de julho e com apenas R$ 250,00 comprei tres blusas de cashmere lindissimas. Aqui no Brasil, com esse valor mal compraria uma blusa de tão boa qualidade como as que comprei lá. Cansei disso!!!!

  41. #43
    01 de August de 2011 - 16:20

    Dá raivinha nada
    Dá ODIO mesmo.
    Por isso não dá para ser fashion nesse pais sem deixar seu nome ir para o SPC ou ficar pagando JUROS absurdos do cartão de crédito.
    Cada escolha uma renuncia. Como acabei de entrar no meu apartamento(reforma e mobilia), não estou comprando NADA……

  42. #44
    Michelle Sousa
    01 de August de 2011 - 16:21

    Nossa, perfeito o post.
    Colocou para fora, tudo o que eu queria dizer há um tempo.
    Os preços brasileiros são abusivos. É impressionante.
    Parabéns pelo post!
    Bjs

  43. #45
    Camila
    01 de August de 2011 - 16:31

    Nossa, você sintetizou meu pensamento dos últimos dias, as coisas estão caras demais, ainda bem que não sou só eu a indiganda, esta tudo um absurdo, e os preços exorbitantes! tava fazendo comparativo de peças no brasil e nos eua para ver se vale a pena em comprar lá, quase tudo que vi .. esta quase metade do preço la fora (quando não é mais)

  44. #46
    Loli
    01 de August de 2011 - 16:33

    É por isso que mesmo podendo não piso na Zara aqui no Brasil. Não gosto de ser feita de otária, pagar por uma peça que lá em cima ou no Chile é um quarto ou menos do preço. E é isso mesmo, tá, tem a carga de impostos, mas só isso não justifica. As marcas cobram o que cobram porque tem quem paga. As ricas, as deslumbradas, as que se endividam pra pagar uma blusa de 500 reais. Mas tem. Eu ganho por mês uma quantia muito boa, mas dou valor ao meu dinheiro. Desculpa, não dou 500 reais numa blusa. Não dou 1.000 reais em um vestido. E a gente se acostuma meeeesmo com os preços… até pouquíssimo tempo eu achava um absurdo um vestido de 300 reais (normal, nada de seda ou de festa, um vestido NORMAL), hoje acho que tá na média… olha que absurdo! A única solução é deixar pra comprar nas promoções mesmo, com o preço mais justo.

  45. #47
    01 de August de 2011 - 16:37

    Só tenho uma coisa pra dizer: concordo plenamente!

  46. #48
    leticia
    01 de August de 2011 - 16:39

    oie!
    eu estava pensando sobre isso no fds… vc tem razão! gostaria de sugerir uma nova coluninha no seu site! pq vc não cria uma coluna de administração do dinheiro? saí da casa dos meus pais há 3 anos e tive que aprender a administrar o $, pagar contas, poupar, fazer compras e principalmente fazer ESCOLHAS! pq só se eu fosse milionária pra poder ter TUDO o q vejo e desejo! :) acredito q vc possa ter vááárias leitoras com esse perfil, pq vc não escreve sobre isso?
    bju

  47. #49
    Loli
    01 de August de 2011 - 16:40

    Ah sim, e no caso da Zara piora porque no exterior ela é tipo RENNER mas aqui as patricinhas todas idolatram…. se tivesse preço de Renner aqui, te garanto que essa idolatria não existiria. Tem isso também, o custo final da roupa pode ser 100 reais, mas a loja cobra 600, 700, 1000, pra valorizar a marca e atrair o público deslumbrado.

  48. #50
    patricia gomes ricardo
    01 de August de 2011 - 16:41

    Cony eu tb ando muito desiludida com os preços por aqui, só tenho comprado coisas qdo são essenciais a minha sobrevivëncia ou são futilidades mas estão mega baratos !!!
    Qto a tudo q vc falou sobre eles irem aumentando o valor enquanto os otários vão pagando, é a mais pura realidade !! Outro dia vi uma reportagem sobre isso mas que falava sobre os carros, tem carro q importamos e o valor lá fora é 1/3 do daqui !!
    Absurdo total !!!
    E se antes a galera ia pros States fazer enxoval de bebê, agora pode fazer de qq coisa e não só nos States mas no Chile, na Argentina …

    Tb fico mto indignada e é bom saber q não sou a única !!!

    bj

  49. #51
    carol
    01 de August de 2011 - 16:46

    Nao tem como nao comentar! Muito bem colocado seu ponto de vista, Cony! Que por sinal, acho que a maioria se nao for todo mundo vai concordar! Esta de fato tudo absurdamente caro no Brasil! E´ DESANIMADOR! Depois tem gente que critica quando a gente fica a maluca das compras nas viagens! Tem como nao pirar???

  50. #52
    Priscilla Melo
    01 de August de 2011 - 16:59

    É, essa é a realizade do Brasil. Acabei de ler uma matéria que tem brasileiro comprando metade de um novo empreendimento em Miami. Tamo se achando né? Mas o que voce falou é a mais pura verdade. Os preços só são assim porque tem pessoas que pagam, e é isso que acontece com tudo..carros, roupas, sapatos..tudo, tudo mesmo. E daí voce cai na real depois de fazer uma viagem ao exterior. Mas até que isso aconteça, já estamos com o cartão com dívidas de 5x que não acabam mais. É o nosso Brasil!

  51. #53
    Alessandra J. Almeida
    01 de August de 2011 - 16:59

    Estou com a mesma indignação e opinião que você. Acho tudo muito caro aqui no Brasil. Desde que comecei a viajar para a Argentina e neste ano fui ao Chile, desanimei total de comprar no Brasil. Vou aos shoppings p/ passear, olho as vitrines e acho tudo muito caro. Não compro! É muito absurda a diferença de preços e, sinceramente, as empresas aéreas tem feito várias promoções bacanas que vale a pena juntar dinheiro p/ fazer compras fora do Brasil. :)
    Abraço!

  52. #54
    Renata F.
    01 de August de 2011 - 17:00

    Um absurdo 400 numa “blusinha”. Sinceramente, ainda bem que estudei, passei num concurso bom e ganho muito bem, mas não consigo pagar esse valor pq acho caro. Nem entro na ANIMALE, BOBO e cia.

  53. #55
    01 de August de 2011 - 17:03

    parabéns cony, sem tirar nem por! resumindo, somos otários! bjao!

  54. #56
    Ana Paula de Aguiar
    01 de August de 2011 - 17:03

    Falou e disse Cony!!! E pra quem, como eu, mora no interior do interior… qdo vai pras “capitar” acha td o máximo, pq aqui é bem pior (se é que isso é possível)! Ultimamente tenho virado “rata de promoções”… só compro na promoção (e ainda tem coisas que continuam caras)! Sempre digo que se eu não fizer o meu salário render, quem fará? Sei que na minha conta bancária só vai ter o meu rico salarinho… que eu trabalho todos os dias pra ganhar! Não há milagre que faça o saldo esticar (mas bem que eu gostaria… hehe)! Consumidoras sim, mas inteligentes! Parabéns Cony!!!

  55. #57
    Juliana
    01 de August de 2011 - 17:06

    Eu concordo tbm que as coisas estão bem caras (além do mais pro meu bolso de estudante) mas confesso que quando vejo uma peça barata demais eu desconfio depois que vi um documentário e parei pra pensar num assunto.
    Sua blusa de seda mesmo, por 18 reais, posso estar errada, mas dependendo da seda esse valor n paga nem o tecido. Tem mão de obra + transporte etc. Enfim, não to falando que justifica os preços altos, mas o que acontece em muita loja fast fashion de fora é que as peças são produzidas na India, China, onde os trabalhadores tem condições super precarias, as fábricas são clandestinas.. o que quero dizer é que como consumidoras deveríamos pensar tbm de onde procede o que compramos… vou procurar o link desse video caso interesse a você ou a alguém.
    Só sei que ultimamente vivo nesse dilema de muito caro X muito barato. u-ó

  56. #58
    Aline
    01 de August de 2011 - 17:07

    Semanas atrás, li reportagens comparando os carros que são fabricados aqui e vendidos lá fora, praticamente, pela metade do preço. E um dos executivos disse o seguinte: Para que vamos abaixar o preço se tem quem paga? E o pior que é deste jeito msm! Moro em Brasília e as coisas aqui são aburdamente caras e só são assim pq tem gente com grana para bancar. Quem não tem, vive como dá.
    Beijos!

  57. #59
    Letícia Gomes
    01 de August de 2011 - 17:10

    Nossa! Acho que chega a ser triste o tanto que as coisas sao caras aqui! TRISTE pq a gnt quer andar bem vestida, isso eleva nossa auto-estima. Tá dificil. Nosso dinheiro nao rende nada aqui. A gnt acha tudo no exterior baratérrimo pq aqui é td CARO! Esses preços abusivos nos fizeram perder a noçao!

  58. #60
    Andréa Sabbá
    01 de August de 2011 - 17:26

    Raivinha não! dá ódio! estou numa fase tão revoltada com os preços que só compro roupa em fast fashion! a qualidade é inferior? sim….mas prefiro isso do que ser explorada!

  59. #61
    Ana Lucia Machado
    01 de August de 2011 - 17:27

    Oi, Constanza e meninas… atualmente tô achando que mais vale a pena economizar o ano inteiro e não comprar nada para viajar no fim do ano e fazer compras no exterior…isso é o que andei fazendo!
    Bjs!

  60. #62
    01 de August de 2011 - 17:27

    Da uma raivona isso sim.
    Grrrrrrrrrrrrrrrrrrrr

  61. #63
    Vitoria
    01 de August de 2011 - 17:30

    Bom vou dar a cara a tapa e entrar nessa seara….
    Sou logista há um ano e meio, deixei um emprego sólido, no maior banco do mundo pra montar meu negócio, uma loja de roupas femininas. Quando fui abrir a loja nem pensei em fazer pesquisa do preço de custo das roupas, pensei que compraria uma blusa por exemplo por 29,90 e conseguiria remarcar 200% na peça e vendê-la por 99,00 Pra começo de conversa NUNCA achei uma peça de roupa neste preço pra comprar e NUNCA consegui remarcar 100% numa peça. Se eu comprava uma blusa considerada barata, seria por no mínimo 49,00 e se caso eu pensasse em remarcar 100% o que daria 99,00 não vendia de jeito nenhum. Portanto, a blusa que comprei por 49,00 era vendida por no máximo 79,00. Aí tem aluguel, funcionários, impostos que variam de 4 a 6% do valor da mercadoria, frete e por aí vai pra não citar tudo. Bem, tem dois lugares pra logistas comprarem, Bom retiro-SP que é o preço acima e BH. Agora BH, a coisa complica, os preços são extremamente abusivos. Não vou citar marcas pois seria de mau gosto, mas tem blusinha estampada sem nenhum adereço sendo vendidas PARA O LOGISTA por 99,00!!!! E a margem do logista? 100%???? Acredito que não! Fast fashion vendem CAMISAS DE SEDA por 79,00, porém por motivos de produção em escala 1000, 2000 peças pagam 9,00 pela peça feita e faturam 70,00 EM CADA CAMISA. Não sei qual a margem de lucro depois disso pois aluguel de shopping é facada e tem os 200 funcionários e impostos e etc. Mas a diferença é enorme! Não estou aqui defendendo ou acusando isso ou aquilo. Mesmo porque depois de penar um ano e meio , estou abandonando o barco e fechando minha loja. O Ramo de roupas não é isso tudo que eu achei que fosse e estou priorizando minha paz acima de tudo…
    Bom espero que entendam minhas colocações.
    beijos à todas!

  62. #64
    marcela moreira
    01 de August de 2011 - 17:35

    nunca comento em blogs, apesar de ler diversos. mas estou passando por isso. antes, eu achava a zara cara – aí me apaixonei pela farm, que vende vestidos por 500 reais, e os 300 reais que a zara cobra por um vestidinho qualquer, não me assusta mais.

    antes eu precisava digerir certos preços. tomar coragem, pedir opiniões, dar uma pensada em casa. hoje, compro sem pestanejar por receio que o item desejado não esteja mais disponível caso eu pondere demais.

    diante de preços absurdos de novas marcas – que AMANHECEM grifes – o caro virou pagável.

  63. #65
    Lívia Duarte
    01 de August de 2011 - 17:44

    Rapaz, muito bom. O melhor post q eu já li nesse blog de todos.

  64. #66
    manuela conduru
    01 de August de 2011 - 17:48

    Concordo plenamente!Tá difícil comprar qq peça de roupa decente por menos de 200 reais…e cada vez que há troca de coleção, os lançamentos chegam ainda mais caros.
    Muito acima da inflação! Vale mais a pena juntar dinheiro e abastecer de roupas no exterior, por que até liquidação tá cara demais….

  65. #67
    01 de August de 2011 - 17:50

    Adooooooro seus posts e conocrdo com tudo que vc disse !

    Hoje no Blog: Look do dia (Noite)
    http://www.blogolharfashion.blogspot.com

    beeijos

  66. #68
    Gleyda Cordeiro Aragão
    01 de August de 2011 - 17:51

    Concordo. E o mesmo vale para uma série de outros produtos!

  67. #69
    01 de August de 2011 - 17:58

    É verdade, comprar no Brasil tornou-se um absurdo, tudo aqui é beem mais caro! e vivemos de pagar impostos…

    Bjks.
    @michelegimenes

  68. #70
    Ilana Kohl
    01 de August de 2011 - 18:04

    Cony! Ameeeiii esse post!! Pareceu que vc estava conversando comigo no telefone hahahah eu lia e ia respondendo alto, até minha mãe veio aqui no quarto ver se tava tudo bem ahahaha
    Pois é amiga! Fico passada! Não compro roupa nem cosmético nesse país, ja chega o que pago de imposto. O jeito é economizar todo mes e pegar o avião! Vamos p/ NY? Posso ir p/ Chile com vc? ahahahahaah
    AMEIII a frase da Erika, vou adotar. “Não sou rica, por isso só compro no exterior”
    Beijos!

  69. #71
    carla Bohnert
    01 de August de 2011 - 18:09

    O Brasil realmente é um roubo. A culpa disso é a impunidade. Pq o governo cobra impostos altíssimos para desviar para seus próprios bolso e ficarem cada vez mais tempo no poder.

  70. #72
    Gabriela
    01 de August de 2011 - 18:10

    Tá tudo um exagero mesmo e não está valendo a pena a qualidade, nem em lojas de grife. Até compra internacional pela internet está melhor do que na rua, mesmo com o eventual pagamento de imposto (II) na alfandega. Acabei de receber uma capa de lã da Asos de £30, sem frete e sem imposto (acho que pelo valor ser baixo). É lã mesmo, NÃO É DA CHINA (é feita na Romênia) e é para durar anos. O único porém foi ter demorado a chegar e terem extraviado a primeira remessa lá mesmo em UK. Fora isso estou super satisfeita e duvido que não custaria aqui uns 500-600 reais, pelo menos. Já comprei na Inglaterra um trenchcoat por £69 na liquidação cujo preço inicial era £299(Ou seja uma diferença de ser quase mil reais para cerca de 180 reais). Quando uma loja aqui faz uma promoção dessas? Nunca, só se for porcaria que não entrou na moda e encalhou feio (Tipo uma roupa xadrez que apareceu aqui no “Tem Jeito?” e não tinha jeito…).

  71. #73
    Virginia
    01 de August de 2011 - 18:13

    Cony querida!

    Super PARABENS pelo post! O brasileiro precisa mudar essa mentalidade de aceitar tudo tão pacificamente – e como muitas leitoras disseram – de achar que preço alto eqüivale a boa qualidade, status e todo esse bla bla bla…

    MEninas, olhem o absurdo já vi em duas reportagens que o custo de vida em São PAulo êh mais caro que o de NY ou Londres… Inacreditável!

    Cony, sempre adorei seu site, que fala de ‘futilidades’ que nos mulheres amamos, sempre com um olhar maduro e critico- no bom sentido- de tudo!

    Bjoks a vc e a todas as leitoras do Fufu!!!

  72. #74
    Natascha poletto
    01 de August de 2011 - 18:15

    Olá Constanza! Adorei o post, concordo em genero, numero e grau rsrs! Sou engenheira Textil, sei mto bem o quanto custa fazer uma camisa de seda (oi?) que as vezes ta la na etiqueta 100% e na verdade eh uma mistureba de poliester junto, sim isso acontece e muito, com todos os tecidos. Somos feitas de idiotas em todos os quesitos em relacionados a moda. Amo seu blog, entro todos os dias….e no twitter tbem to lá te seguindo!! grande beijo Nats @natspoletto

  73. #75
    01 de August de 2011 - 18:16

    Ai meninas, deprimente mesmo é ler que vcs podem pagar 300 numa blusinha, só “não querem”. Eu que uso calça jeans quase todos dias, nunca paguei esse valor por uma, mto menos por uma camisa :)
    Dizer tbm que não é rica e por isso compra no exterior, por favor!
    Bjs

  74. #76
    Carol Moreira
    01 de August de 2011 - 18:21

    Amanda pereira me diz qual o vendedor que vc compra H&M no ebay. Eu vou fazer uma feirinha na forever21 e minha amiga que mora nos eua vai me mandar, mas H&m nao vende online e é pedir demais pra menina ir lá escolher pra mim!! heheheheh Coisa de 25 peças custa cerca de 300 dolares, nunca por esse preço a gente comprar 25 peças aqui!! As coisas da forever eu sei que a cony não acha de boa qualidade, mas aqui é assim tb e muuitoo mais caro!
    Então, me manda o link desse vendedor que eu adoro H&M!

  75. #77
    Nathalia RJ
    01 de August de 2011 - 18:21

    Assino emabixo!!!!!!!!!
    Por isso que temos que parcelar tudo, essa cultura eh coisa de brasileiro mesmo. Nos EUA nao existe isso pq os precos sao dignos!Sinceramente?! So compro em liquidacao agora!!!!!!!!!!!!!!

  76. #78
    Renata Marbella
    01 de August de 2011 - 18:24

    Concordo, concordo, concordo! E quando a gente vai pros States então? Independente do cambio, é muito mais barato e lá eles realmente dão muito mais valor por cada dólar ganho! Mas ainda acho que aqui um dos maiores vilões sao os impostos! Bjs!

  77. #79
    Kelly
    01 de August de 2011 - 18:29

    Muito propicio o post.
    Você colocou a questão de forma bastante inteligente e nao fugiu do “mote” do blog.
    Mas tidas nós sabemos que essas cobranças excessivas nao acontecem apenas nessa área têxtil ou calçadista.
    Cony, aproveitando seu exemplo do Chile, vc já deve ter percebido a diferença de valores entre automóveis vendidos lá e os vendidos aqui.
    No Chile pode-se comprar um carro COMPLETO com cerca de U$8.000 e naquele pais não existe NENHUMA montadora de automóveis. É TUDO importado.Quando aqui temos montadoras vindas do mundo inteiro distribuídas por todo território nacional e nos cobram os “olhos da cara” por um modelo básico e “pelado”.
    Não cOnsigo compreender, sinceramente,o que acontece com o Brasil. Mas é uma pena que isso aconteça e que nossos governantes saibam disso e continue acontecendo e explorando a população.

  78. #80
    Ana Paula Chacon
    01 de August de 2011 - 18:36

    Falou tudooo!!! Realmente se a gente parar pra pensar um pouquinho, fica revoltada com os preços por aqui!!! Bjos! AMO seu Blog!!!

  79. #81
    Fran P.
    01 de August de 2011 - 18:37

    Cony, vc disse tudo. Estava pensando nisso hoje! Bobô, Thelure, Ateen, Animale, etc. têm coisas lindas, mas não valem o que pesam. R$ 400 numa camiseta de malha não é normal. Mas são assim pq nós pagamos. Hoje mesmo entrei numa le lis blanc e a vendedora te olha como se vc fosse uma leprosa pq vc acha que uma calça de alfaiataria de r$ 800, mesmo bem cortada é um absurdo. Assim como tem vendedoras que te olham estanho se vc SÓ está interessada nas peças da promoção, que hoje em dia não tem nada barato, mas pelo menos o preço é justo. Quando era mais nova, ficava envergonhada com essa situação, me sentia a ultima das pobretonas, hoje tenho muito amor ao meu dinheiro, acho os preços absurdos e prefiro ficar sem comprar. Aboli o “tem que ter” da minha vida, embora muitas vezes eu até passe uma vontadinha, que passa logo… Rs. Claro q cada um tem um padrão e o conceito de caro/barato pode ser subjetivo, mas não podemos nos sentir subordinadas ao lucro dos lojistas, até porque, convenhamos, comprar no exterior nunca esteve tão ao nosso alcance.
    Fica aquela reflexão: precisamos mesmo nos submetermos aos preços abusivos? Quem precisa mais de quem: nós dos lojistas ou os lojistas de nós?

  80. #82
    Márlova Dutra Câmara
    01 de August de 2011 - 18:42

    Parabéns Cony! Post tipo utilidade pública…
    Gostamos de coisas boas mas não somos bobas,estamos de olho!!

  81. #83
    Ju Aquino
    01 de August de 2011 - 18:43

    Concordo plenamente com vc!!
    E ri mto com a historia do poliester… Ja reparou que antigamente as blusas eram praticamente todas feitas de seda ou algodao na zara?? E agora ta um mar de poliester? Cara.. POLIESTER… material que usam pra fabricar ABADÁ pro carnaval. E o preco?? 199… E por ai vai. Pqp. Praticamente o mesmo preco das de seda.
    Eu olho a etiqueta de todas as blusas que penso em comprar. Se tiver 1% de poliester eu ja largo!! Mas deve ter muita gente que acha que ta abalando e compra sem saber…
    Alias outro dia vi uma blogueira dessas riquinhas que so sabem postar “look do dia” com uma blusa 100% poliester da Zara, falando assim nos creditos: ” Blusa de seda: Zara”
    Haha tonta.

  82. #84
    Bia
    01 de August de 2011 - 18:46

    Caramba, você disse tudo! TUDO!!!
    Eu concordo 200% com você. Não, eu não acho normal pagar dois mil reais numa jaqueta de couro, nem mesmo sendo de uma marca legal (veja, legal, não incrível como Chanel ou Balmain).
    Mas eu acho que o Brasil é assim pq brasileiro parcela, e não pensa que a camisa da Zaracusta R$259,00… mas sim que em três vezes (que é o quanto eles dividem) ela custa R$85,00… e R$85,00 é barato!
    Eu me revoltou, eu não acho normal e eu não acho que moda deve ser só pra quem tem dinheiro.
    Te entendo, eu trabalho, ganho bem e não quero deixar 70% do meu salário em loja de roupa, só pra estar na moda.
    Tô contigo no manifesto “preços baixos”.
    bjos

  83. #85
    Karen Baez
    01 de August de 2011 - 18:55

    Oi Cony!
    Mês passado viajei pra BsAs e na volta,passamos pelo Paraguai.Eu tinha um pouco de vergonha de ir,sei lá,ouvi a minha vida inteira que as coisas lá não tinham qualidade.Mordi a língua bonito!Comprei muitaaa coisa lá que aqui no Brasil não rola,tipo o Dust it da Osis por $22,um Michael kors(originalissimo) por R$398 reais!Vi o mesmo modelo aqui no centro do Rio por R$1849,00!É muito absurdo!Antes via gente falando,assim como vc e não levava muito a sério,mas agora vejo que é a mais pura verdade…e é muito triste saber que no nosso país as coisas são desse jeito.
    Bjus mil!

  84. #86
    Natália
    01 de August de 2011 - 18:58

    Concordo!! Parabéns pelo post!! Disse tudo o que eu penso! Também fico revoltada com os preços praticados por aqui…

  85. #87
    sil
    01 de August de 2011 - 18:59

    Não é de hoje que fico chocada com os preços praticados aki no Brasil e mais chocada com quem os paga. ta certo que se a pessoa não viaja regularmente não pode fazer muito, mas se viaja que seja uma vez por ano, vale a pena comprar tudo que der lá fora. É sempre mais vantagem. Até calcinha só compro fora, a ultima vez peguei uma promo na VS e paguei U$ 12 por 4 delas. Mas o problema vai além da taxa tributária, engloba tb a imensa ganancia dos que atuam no nosso mercado, é lucro certo e astronomico em cima de “prestações” que cabem no bolso. É por esta mentalidade dos brasileiros que os comerciantes deitam e rolam. Mas acredito que assim como nós, muitos estam percebendo que aki só devemos comprar comida e presentinhos de última hora e com o tempo as coisas tendem a mudar.

  86. #88
    01 de August de 2011 - 19:24

    Fiz um post sobre isso em fevereiro do ano passado!
    Pelo jeito nada mudou mesmo, os absurdos continuam os mesmo! =)

    Dá uma olhada http://coisasqueamamos.com/2010/02/10/cade-os-precos-justos/

    Beijos

  87. #89
    Daiane Coutinho
    01 de August de 2011 - 19:26

    kkkkk, Adoruuu!

    É a mais pura verdade, bom que você tem a mesma opinião, pois tem blog que dá até preguiça de olhar, os looks, quando chega nos preço da vontade de chorar bem alto

  88. #90
    Janaina João
    01 de August de 2011 - 19:26

    Eu concordo total, e olha meu dindim é muito, mas muito suado,e simplesmente nem que eu queira muito, não consigo pagar tanto por roupa não, ja estive na Italia, e a comparação e bem essa que vc coloca ai, não tem como não comparar, pq aqui ta uma absurdo, eu ja comprei, juro, uma blusa linda nas lojas que estão em sale, pasme, por 2 euros, acredita? Por isso, eu sempre com dor no coração sempre me nego a pagar o que eles pedem aqui.
    beijos

  89. #91
    Cintia de Assis
    01 de August de 2011 - 19:27

    Constanza, também estive no Chile recentemente, e quase caí para trás quando converti os pesos para reais. Da primeira vez, achei que tivesse errado na conversão, mas não. Comprei casacos maravilhosos por 60,00 (na zara compraria por uns trezentos e tra-la-la).
    O problema é que no Brasil é tudo na base do crédito, e o brasileiro não quer saber o preço final, quer saber apenas se a parcela cabe no bolso, ou melhor, no cartão.
    E o pior é que é quase tudo “made in china”. A origem e a qualidade é a mesma. Aqui em São Paulo, há um tempo atrás o Bom Retiro vendia barato, agora…tudo caro, fora a muvuca. Acho que a questão não é ter ou não dinheiro. O fato é que o consumidor brasileiro há muito tempo está sendo explorado em todas as áreas de consumo. Pagamos caro por produtos e serviços de má qualidade (vide serviço de energia elétrica: apagão direto).
    Ah, e tem mais, os livros no Chile não são imunes a impostos (no Brasil há imunidade), mas estavam mais baratos que aqui!!!Esse é um ótimo exemplo que demonstra que não são só os impostos que pesam no preço. Cobram caro, porque pagamos!

  90. #92
    Ludy
    01 de August de 2011 - 19:29

    Cony, adorei o post!
    É bom ver que até vc, q é super “Becky Bloom”, acha isso… rs Eu me achava pão-dura, mas já vi que não estou sozinha. rsrsrs
    Tô quase decidida a parar de comprar por um tempo e quem sabe não rola uma ida ao Chile nas minhas próximas férias? rsrs
    Bjo!

  91. #93
    Gra
    01 de August de 2011 - 19:37

    Triste mesmo…e de pensar que Ellus é bem mais barata no Chile que aqui…por quÊ?? É bom lembrar tb que, na Europa, além da querida Zara ser mais barata, tb contamos com o tax refund! Vale a pena economizar nosso suado dindim pra gastar lá!

  92. #94
    Valeria
    01 de August de 2011 - 19:38

    Ai, Cony! Cada vez mais gosto do seu blog! Parece que vc adivinha nossos pensamentos.
    Realmente é o que acontece aqui…

  93. #95
    fernanda
    01 de August de 2011 - 19:41

    O negócio é não comprar. Esperar super promoções q valham a pena. Comprar só o necessário e não por impulso e, os mais clássico[q se possa usar em vários anos]. Saber combinar é muito importante, daí vc tem várias roupas diferentes.
    Até a princesa está repetindo roupa em casamento. A realeza tb está economizando para dar o exemplo.

  94. #96
    Ma SP
    01 de August de 2011 - 19:52

    Oi Cony! Primeiro gostaria de dizer q sou viciada no seu blog, adoro! Entro todos os dias! Concordo plenamente com o q vc escreveu, os preços estão absurdos, da Zara então, nem se fala, e eles sao assim só pq as pessoas pagam, se as vendas diminuírem, os preços abaixam, tenho um amigo q trabalha com isso q disse q as roupas chegam super baratas aqui, não e taxa não. Já fui varias vezes para o Chile q e muito lindo, mas sinceramente não acho boa a qualidade do corte e do tecido das grandes lojas de departamento, os preços sao ótimos mas duram pouco já que ficam feias rápido. Desculpe, mas e minha opinião. Boa semana Cony! Parabéns pelo blog e por esse texto q ta show de bola!

  95. #97
    Gabriela
    01 de August de 2011 - 19:56

    Para a Vitória que tinha loja: Você só pode estar doida comprando roupa para revender a esse preço. Moro na região serrana do RJ, polo de Moda que atrai gente do Brasil inteiro e tenho certeza que o que é para revenda não chega perto desse preço…Estou falando pelo que vejo nas vitrines do polo aqui, não tenho nada a ver com essa área. Talvez não seja o nível de roupas da sua loja, aí a diferença de preço.

  96. #98
    Marcela Moraes
    01 de August de 2011 - 19:57

    Sabe o que é pior, Constanza? Elas são caras não é por culpa dos impostos, só. É o lucro, que tá pra mais de 120%. Pessoas que trabalham com lojas me contaram isso. E ninguém precisava contar, é só fazer as contas mesmo. É ganância demais. Não era melhor ganhar no volume?…

  97. #99
    Jess
    01 de August de 2011 - 19:59

    Seu post deveria ser publicado em um veiculo de grande circulacao sabia?! Pois ele eh muito pertinente e descreve exatamente o que esta acontecendo a milhoes de brasileiros dia-a-dia.. Isso, claro, à parecela que, pelo menos ainda pode entrar nessas lojas para desejar os produtos. Nao esquecamos que a maioria da populacao ainda recebe, hoje, um salario minimo por mes. O preço de uma calca mediana de uma grife qualquer.. Parabens!! É por vermos que vc nao omite a realidade, que seu blog continua interessante, ao contrario de muitos outros, que falam em produtinhos de moda em promocao (roupas de 950 por 520) como se fossem o achado do seculo!

  98. #100
    Juli
    01 de August de 2011 - 20:00

    Olá!também ando indignada, as roupas estão cada vez piores!Não duram nada, os tecidos cada vez mais vagabundos, inclusives nas lojas de grife pois as vezes são o mesmo tipo de tecido mesmo! Olha eu sou super cuidadosa e mesmo assim roupas que usei 1 ou 2 vezes , nem passei ou lavei já estão com bolinhas, fio puxados, e ora bolas eu paguei 100, 200, 300. Pior um vestido lindo que eu comprei de uma grife e custou 450 ! E usado uma vez só já apresentou defeito! E pior quando olhamos a etiqueta e produto é da China e da India, mas custa caro na loja(R$300,00). Adorei o post!

  99. #101
    Juli
    01 de August de 2011 - 20:03

    Esqueci de falar tem coisa que eu deixou para comprar quando viajo para o exterior mesmo(maquiagem e cremes de todos os tipos, perfumes e etc). Também compro quando vou para a Capital, pois onde moro (no interior) tem coisas mais caras ainda.

  100. #102
    Liza Alcantara
    01 de August de 2011 - 20:05

    Também me encaixo na categoria das não ricas, mas tb não pobres mas não compro nada no Brasil a não ser calcinha soutien, minhas amigas falam que sou metida pq compro tudo fora do Brasil, eu respondo que sou esperta.
    Compro tudo pela internet, vou ao Chile, Peru, Colombia, Argentina… e compro novidades por um terço do preço daqui. Posso ir nos USA ou na Europa 2 ou 3 vezes por ano? não, mas dá pra viajar pela América do Sul por preços mais baratos do que viajar pelo Brasil e ainda abastecer o guarda roupa, pelo menos umas 2 ou 3 vezes por ano tem promoção de passagens com ida+volta desses países pro menos de R$400.
    Aí alguém me fala que estou indo contra a economia do meu país… estaria de o IR não fosse recolhido na fonte, ou até se usufruísse de algum serviço gratuito oferecido pelo governo, mas já que até meus estudos eu tive que pagar o IR na fonte já está bom demais.

  101. #103
    Vania
    01 de August de 2011 - 20:10

    Cony, aprovadíssimo tudo o que vc falou, concordo com vc, dá raiva, muita, mas muita. Tem um problema grande, nós esbravejamos e não tomamos uma atitude. Eu sou como vc.

    Bjos,

  102. #104
    karin
    01 de August de 2011 - 20:12

    Oi Cony,
    o festival de gastança e compra no Chile foi simplesmente fantástico. E mais, tomei uma decisão: a não ser que esteja realmente precisando de algo, vou guardar o dim dim para a viagem anual a Santiago e me esbaldar por lá. Doravante, me recuso terminantemente a pagar os preço exorbitantes cobrados no Brasil.

  103. #105
    Liza Alcantara
    01 de August de 2011 - 20:12

    Sobre as pessoas aceitarem pagar caro concordo totalmente, quem paga R$120 paga R$150… me lembro de um dia ter ido trabalhar com uma blusa verde comprada no Bom Retiro e uma colega chegou com uma igual, só que preta, a minha na época tinha custado uns R$25 e da minha amiga custou do R$70 poucos, mas embora gêmeas separadas no nascimento na cabela dela a blusa dela era melhor, pq era da Clorofila (nunca esqueci a marca) e a minha era pior pq era do Bom Retiro… então não é só tem gente que aceita, tem muita gente que gosta de pagar mais caro, e não é mais caro por blusa de grife, de seda, de qualidade incontestável, é como vc falou, paga caro por fast fashion e poliester.

  104. #106
    Helen Horta
    01 de August de 2011 - 20:19

    Adorei o coment da Paula Soares, achei super interessante o desabafo da Vitoria, e genial a Juliana, ao debochar daquelas que esclarecem que podem, mas nao pagam 300 reais em uma camisa rss.. Qto a mim? Bem, ja gastei mto, qdo ganhava mto, agora, em tempo de vacas magras, aprendi a dar valor no dinheiro. Na falta de melhor opção, pq nao acho q viagem ao USA ou europa seja taooo em conta assim, só compro em promoção!! Se deu, deu, senao, fica o adeus! Beijos Cony, demais como sempre!!

  105. #107
    01 de August de 2011 - 20:30

    Concordo em gênero, número e grau com tudo que foi dito. Infelizmente no Brasil os preços praticados são absurdos. Excelente seu post.

  106. #108
    Mariana
    01 de August de 2011 - 20:31

    Toda vez que viajo volto jurando que nunca mais compro nada aqui….
    Mas falando em roupa cara, Gostaria de fazer uma sugestao de pauta…
    Como voce cuida das suas roupas? Voce manda tudo na lavanderia?
    Eu mando todas as roupas finas na lavanderia para evitar que elas sejam destruidas pela minha secretaria do lar…. Mas as vezes fico pensando que, principalmente com esses super achados (tipo uns vestidos de seda que comprei por 25 dolares, e obviamente comprei um de cada cor) a lavanderia acaba saindo mais cara que a roupa….
    Como voce faz?? Tambem comprei umas blusinhas de seda por 18 dolares e essas eu to lavando e, casa mesmo…. Mas ja to me arrependendo…..
    Que tal um post falando sobre como cuidar das roupas???

  107. #109
    Mônica
    01 de August de 2011 - 20:40

    Acho que deveríamos nos unir, e fazer um boicote as grandes lojas brasileiras! =))

  108. #110
    Liza Alcantara
    01 de August de 2011 - 20:52

    E sobre roupas feitas na China, mão de obra barata, etc… eu trabalho no bairro Belém em SP onde vivem os bolivianos, que são os que costuram em SP… já tive oportunidade de entrar na casa de alguns e é difícil disfarçar a cara de espanto de como pessoas saem de seu país pra se sujeitarem ao tratamento que recebem aqui, e eles não costuram só para o Brás, costuram pra tudo que é lugar, não tem brasileiro que se sujeita às mesmas condições, então mão de obra não é a razão dos preços altos e boliviano não tem melhores condições de trabalho aqui em SP que chineses tem na China.

  109. #111
    Cintia
    01 de August de 2011 - 20:56

    Concordo plenamente e esse abuso dos preços está tudo ao nosso redor, o custo de vida do Rio de Janeiro e São Paulo está sendo comparado com grandes capitais do mundo só que RJ e SP não oferecem metade da qualidade de vida desses lugares. Quando viajo pra fora uma das coisas que reparo eu como carioca, como somos maltratados.

  110. #112
    Naty
    01 de August de 2011 - 21:25

    Eh cony leio tantos os blogs q acaba virando habito compras todas as tendencias porem acho o cumulo ficar esbanjando!!vc falou tudo que eu achava!!Cony achei o maximo sua interpretacao!!

  111. #113
    Dani
    01 de August de 2011 - 21:30

    Tem outro fator também: Pra mim, quem comprar roupa no lançamento das coleções é idiota. Porque as coleções estão entrando em liquidação quando a estação começa (ex: final de junho, começo do inverno, as lojas já estavam em liquidação de inverno!), então se puder esperar mais um pouco as coisas ficam pela metade do preço. E é aí que vende mesmo, então esse preço seria o “normal” e quem compra antes paga um preço absurdo!!!
    A gente tem que se ligar também que internet afora tem umas blogueiras contratadas pelas marcas (ou donas de multimarcas) que têm por objetivo plantar a semente do consumo sem consciência… Pode reparar, é um tal de look do dia só com peças caríssimas, sem nunca repetir uma peça, quando você vai ver, a pessoa vive de quê? Não teria nunca condições de bancar aquilo, é tudo patrocínio…

  112. #114
    Natalie
    01 de August de 2011 - 21:31

    Palmas para vc por este post! Muito Bom.

  113. #115
    Lili
    01 de August de 2011 - 21:47

    Cony, isso não é “chatice” só sua (vide todos os comentários né). Esses dias mesmo eu tava pensando isso! Tá tudo muito muito caro! Eu acho que a gente tem que segurar um pouco sabe… é igual vc falou, o preço tá assim pq tem gente pra pagar! Enquanto tiver esse consumismo desenfreado, tudo vai subir. Acho que a gente tem que comprar com consciência, e sempre perguntar se aquilo realmente vale o que custa! Por exemplo, posso citar umas bolsas que eu vi na arezzo, algumas custando 700 reais!!! Tipo, sinceramente, pode ser o couro que for, eu acho que nao vale isso e pronto! Fiquei na vontade, pq estavam lindas, mas nao pago mesmo, nem se dividisse de 10 vezes!

  114. #116
    Monica
    01 de August de 2011 - 21:47

    Adoreiiiii o post!!!
    Eu pensava nisso sempre desde que uma amiga que trabalha como assistente de design em uma marca feminina brasileira famosa (q eu nao vou citar o nome), me disse q o preço fixado é 6x o valor do custo de produção. Ou seja, qdo vc compra um vestidinho 50% off por R$300 e acha q tá fazendo um grande negócio, a loja ainda está faturando… e muito!!!
    E concordo q uma das razões dos preços estarem absurdos, é q SEMPRE tem gente disposta a pagar. De carro a roupa, de apartamento a alimentação.
    Eu moro no Rio, mas estou me mudando para a Alemanha para estudar. Acredita que o valor q eu pago aqui de aluguel em um quarto e sala, lá eu alugo uma casa de 4 quartos, duas salas, duas vagas e um jardim???
    Aff… não sei se volto…
    Bjssss

  115. #117
    Renata
    01 de August de 2011 - 21:49

    meninas, tudo perfeito !!!!!! concordo com tudo !!!!! nao da para ser otaria, ne ?!

    Para as meninas que curtem Forever XXI, tenho varias pecas para vender pois comprei muito mesmo qdo fui agora em julho e estou vendendo algumas pecas. Fiquem tranquilas que nao estou colocando preco maluko nao, so uma margem pequena , iof , impostos dos eua e conversao. Se quiserem ver, me mandem email no recaruso@uol.com.br
    Bjks

  116. #118
    Erika Machado
    01 de August de 2011 - 21:51

    Nossa Senhora….leu meu pensamento! Compro tudo fora tbm…não eh a toa que o governo aumentou o IOF na tentativa de frear os gastos dos brasileiros no exterior. Não tem como comprar aqui….fico indignada com essa consumismo desenfreado e com a sensação de que sempre a gente esta precisando de algo!! Faço duas viagens internacionais por ano e trago tudo o que posso. Não sou rica, por isso compro no exterior!! E ainda assim da para fazer turismo, conhecer novos lugares, passear e ainda economizar! Vc acaba pagando sua viagem com essa econimia.

  117. #119
    01 de August de 2011 - 21:56

    Post excelente! É realmente um absurdo os preços que as lojas estão cobrando hoje em dia. Até a Renner, Riachuelo e C&A que por alguns são consideradas lojas de “povão” já estão com seus preços começando a ficar salgadinhos.
    Quero ver onde vamos parar.

    Beijinhos

  118. #120
    Alice Silveira
    01 de August de 2011 - 21:58

    Questão muito bem colocada. Certamente, a culpa não é só dos impostos.

  119. #121
    Joana C.
    01 de August de 2011 - 22:11

    Parabéns pelo post!Estava comentando sobre isso nesse fim de semana com meu marido e ele me explicou essa história de “custo brasil” que alguém comentou. Aqui em Brasília é pior que em todos os lugares que conheço, até o anticoncepcional é mais caro!

  120. #122
    Larissa Queiroz
    01 de August de 2011 - 22:21

    Excelente post, Cony! Fico revoltada com esses preços aqui do Brasil também. Aqui em Goiânia tem muita feira livre e muitas vezes é melhor comprar roupas nessas feiras pra economizar $$$$.

  121. #123
    Vivian
    01 de August de 2011 - 22:57

    Seu post ficou fantástico! Além das compras, hj em dia sai mais barato até jantar fora em NY do que em São Paulo, por exemplo…

  122. #124
    Thaís Fernandes
    01 de August de 2011 - 23:09

    Cheguei agora do trabalho, to exausta, mas precisava comentar que amei muito seu post! Bjj!

  123. #125
    Marielle
    01 de August de 2011 - 23:13

    Concordo com os desabafos! Está muito difícil fazer as compras… haja tempo para fazer pesquisas de preços e de qualidade tb! To ficando mega atenta com a qualidade das roupas, não dá pra escolher entre as mais baratinhas e que vestem bem, há de se analisar a qualidade tb. meninas, gostei de ler o descontentamento de vocês, gostaria de aproveitar e sugerir que cada uma quando tiver uma boa alternativa de driblar este situação, seja com dicas de lojas que trabalhem com produtos de qualidade e preço justo ou com soluções para encurtar os gastos, repassem as dicas à Constanza para que ela possa analisar e dividir as sugestões com todas estas leitoras inteligentes. Parabéns, Constanza! Bjos a todas.

  124. #126
    bruna
    01 de August de 2011 - 23:13

    é por isso que só compro roupa/sapatos no brasil quando realmente há necessidade, pq compro td em viagens.

    esses dias passei na frente de uma loja de rua beeeem vagabunda com um cartaz na frente: promoçao! moletom só 50 reais! errr… oi? cinquenta reais? o preço de um moletom da abercrombie nos eua? HAHAHAHA ta bom, posso esperar a proxima viagem…

  125. #127
    Priscilla Santos
    01 de August de 2011 - 23:17

    Um absurdo mesmo. E essa desculpinha de imposto não cola faz tempo.
    Ótimo post.
    Bjs

  126. #128
    Rubia
    01 de August de 2011 - 23:26

    E bem isso mesmo, o mercado cobra o preco que o consumidor esta disposto a pagar.
    Um jornalista do Uol fez uma materia otima, na qual ele colocou PRETO NO BRANCO que os altos precos cobrados no Brasil nao se dao APENAS pelos altos tributos (que a titulo de informacao, nem sao os maiores do mundo, estao entre eles, mas os impostos da Noruega, por exemplo, sao bem maiores que os daqui, a tributacao la e diferente, quanto mais $$ a pessoa tem, mais impostos ela paga, mas enfim…) o que encarece MESMO e o famoso LUCRO BRASIL.
    Sabia que os maiores lucros das grandes como Volks, Peugeot, Renautl Citroen e etc sao no Brasil?
    As lojas brasileiras praticamente sustentam as de fora.
    A mesma coisa acontece com os bancos, o Santander Brasil e o que mais lucra no mundo (provavelmente so nao quebraram na Espanha pq o $$ dos brasileiros estao mantendo o banco la).

    Agora, se a galera fica nessa de “ai, gente, chegou colecao nova na Zara, TEM QUE TER” estimulando o consumismo a qualquer preco, fica dificil querer que a galera pare de comprar ne? (nao estou dizendo que e o seu caso, mas basta uma volta pela blogosfera que a cada dois dias aparece mais um item “indispensavel e nao da pra viver sem”.).

    E todo mundo tem que ter consciencia que existem pessoas que leem o blog como forma de inspiracao, que realmente nao tem condicoes de sair do Brasil pra “ir ali em Miami” comprar no Outlet premium (mais uma vez nao estou falando de voce).

  127. #129
    01 de August de 2011 - 23:41

    Dá raivinha não… da MUITA raiva pela falta de respeito né… Mas na boa Cony, a gente perde pra nós mesmas.. e pq? Pq vc acaba de falar isso aqui, dar essa lição de moral.. 120 pessoas comentam no seu post.

    Mas essas mesmas 120 pessoas, amanha ta fazendo isso tudo ai que vc disse de novo!!!!
    Dorme com esse barulho… foda!!!

    Beijos

  128. #130
    Priscila
    01 de August de 2011 - 23:54

    #precojusto já!

  129. #131
    Virgínia Soares
    02 de August de 2011 - 00:25

    Constanza agora vc tocou meu coração..ahuahauha…. adoro moda e vivo olhando sites, vou nas lojas e tal, quando chego lá e me deparo com a peça em si e o precinho rola aquele disappoint total, entendo tem impostos e tal, mas acredito mesmo que o custo para produção de algumas peças mais a margem do lucro do lojista somado ao valor agregado da marca não vale o que algumas lojas andam cobrando. chega a ser absurdo!!!

  130. #132
    Pri Morad
    02 de August de 2011 - 01:42

    Mto digno esse seu post, Cony!

    Concordo em n°, grau e gênero!

    (palmas!)

  131. #133
    Eduarda Oliveira
    02 de August de 2011 - 03:25

    Palmas pro seu post, vc tem toda a razão! A gente se escandaliza com os preços, mas ‘se não tem pra onde correr’…se tem, corre! Vamo viajar!!
    Beeijo, Cony!

  132. #134
    Luciana Froes
    02 de August de 2011 - 04:00

    Concordo 100% com o post Cony. É mesmo uma reflexão que precisamos fazer. Eu já não consigo comprar mais nada no Brasil e a cada vez que vou praí fico horrorizada com os preços. E não é só de lojas não, de tudo. De estacionamento de shopping à restaurante, passando por água de coco no quiosque da praia. Sem noção mesmo, tudo absurdo!
    Lembra que antigamente os preços à vista eram mais baratos que o parcelado? Ou seja, hoje os juros estão embutidos, pague você à vista ou em 500x. Isso é muito injusto e abusivo.
    Aqui na Holanda, e Europa em geral, não existe venda parcelada. Ou você paga à vista ou volta mês que vem. Os preços são mais justos mas ainda assim maiores que nos USA. Comparando o preço de um vestido que você postou como alternativa de um Marc jacobs, na Zara dos USA por 40 doletas aqui custa 68EUR.
    Vamos promover a COMPRA INTELIGENTE! Chega de abusos!

  133. #135
    Carolina
    02 de August de 2011 - 05:08

    Eu teria gostado muito mais do texto se não tivesse o “invasão de brasileiros” no meio. Parece que você esqueceu que é uma chilena no Brasil. =/

    • #136
      Constanza
      02 de August de 2011 - 06:33

      Carolina, mas nao menti. O Chile (assim como Argentina ou Ny) sofrem sim invasão de brasileiros ávidos por compras. Eu moro aqui, é beeeem diferente e qdo vou p la sou mais uma brasileira no shopping. Que pena q vc nao tenha entendido o texto. Bjo

  134. #137
    Julia
    02 de August de 2011 - 05:57

    Todo mundo sabe que os preços na europa e eua são baixos porque as fabricas são na china, india, blangadesh, vietnã, paises onde s direitos trabalhistas são quase zero e se paga muito mal os funcionarios. Eu preferia pagar um preço maior, desde que fosse justo.
    O problema no Brasil é que da no mesmo, os produtos são feitos nesses mesmos paises e são carissimos, ou seja, os safados das grandes marcas ganham em cima dos funcionarios e depois em cima dos brasileiros.
    E é exatamento isso que você falou! a gente acostuma com os preços!

  135. #138
    02 de August de 2011 - 06:09

    Constanza!

    Adorei o post, muito bem escrito! Estou em viagem no momento, na cidade que já foi mega cara (londres) e fico pensando nisso o tempo todo! Dá muita raiva dos preços brasileiros…

    Se te interessar fiz um post sobre a loja Primark, que vende roupas mega baratas por aqui, com e explicação deles para os preços baixos….acho que tem bastante a ver com seu post!!!

    http://i-lovi.blogspot.com/2011/08/i-primark.html

    beijos

  136. #139
    Letícia S. Costa
    02 de August de 2011 - 07:33

    É, gente, a coisa não tá fácil não… Ontem vi num shopping aqui de BH uma rasteirinha de tecido, nem era couro, por 130 reais! Fala sério! Acho que o comércio perdeu a noção mesmo, tão explorando sem dó nem piedade! Mas o povo continua comprando mesmo assim, então não vejo saída pra isso não… O jeito é a gente ficar esperta e não cair nessas armadilhas. Observar bem se o produto vale mesmo o preço que está sendo cobrado.

    Beijos! Mais um post que vc fala tudo o que tá engasgado dentro de mim! :-)

  137. #140
    Carol Fontes
    02 de August de 2011 - 07:42

    Você esta certíssima Cony, temos que abrir o olho!!!!
    Outro dia ouvi uma repoetagem que os brasileiro(acredito eu uma pequena parte) tem preferência por guardar dindin e viajar fazendo GRANDES compras em outros países, o que é muito mais vantagem, não é mesmo?!?!?!
    Gosto muito dos seu posts!
    Sucesso sempre!

  138. #141
    Alessandra
    02 de August de 2011 - 07:50

    Cony, nem me fala! eu moro em Brasilia, a capital da república e dos preços absurdos! Aqui, é tudo fora da realidade, roupas, sapatos, serviços caros e pessimos.
    Sabe qual é outra enganação, o preço é exorbitante, mas “a gente divide em 6 vezes sem juros menina!” Isso é um perigo. Depois que o dolar ficou “bonzinho” desse jeito eu simplesmente faço poupança outlet. Faço assim: fiquei tentada por uma roupa linda, cara e que eu nao estou realmente precisando, coloco pelo menos a metade do valor dela na numa poupança, no fim do ano me mando para os Isteites ( como vc diz kkk)e arraso nas lojinhas. Aqui no Brasil só na necessidade de uma roupa ou numa liquidacao boa. Cansei de fazer papel de idiota. Vamos fazer um movimento! Vamos iniciar uma greve! Consumistas revoltadas jamais serão vencidas.kkkk
    beijos
    Alessandra

  139. #142
    Lyanna
    02 de August de 2011 - 07:50

    Cony quase dava um ctrl C + ctrl V no comentário anterior que fiz, num post recente aqui do blog sobre preços x produtos. Pagamos uma alta carga tributária? Sim, é verdade. Mas essa não é a única razão para pagarmos tão caro por tudo, tudo mesmo, roupas, sapatos, cosméticos, combustíveis, relógios, bolsas, eletrônicos, automóveis, a lista é tão grande.
    E na minha opinião a culpa é, primeiro do empresário brasileiro, ganancioso e especulador, e, depois vem a nossa culpa. Talvez a nossa culpa de consumidores venha até mesmo em primeiro lugar, pq nós nos sujeitamos a isso inertes.
    Aqui em Natal houve uma revolução através das redes sociais que ganhou as ruas, contra o aumento dos combustíveis e a margem de lucro abusiva dos proprietários de postos. Deu certo, o valor foi reduzido pq obviamente era plenamente possível cortar o excesso, sem que houvesse a “quebra” daquelas empresas.
    Espero, francamente, que o(a)s consumidore(a)s brasileiros, que estão invadindo o exterior, percebam o assalto que sofremos aqui no nosso país e deixem pra comprar apenas em suas viagens.
    Não é pedantismo afirmar que só compra roupa/cosméticos/perfumes/etc fora do país. É o custo benefício do lazer, viajar, conhecer outras culturas e ainda renovar seu guarda-roupa sem ser extorquido.
    É preciso dar um basta e isso cabe a nós!!!

  140. #143
    monica
    02 de August de 2011 - 07:51

    A “invasão dos brasileiros” não é mais uma questão de opinião.É UM FATO.Basta ler as reportagens nas revistas ou ver as pesquisas nos programas de tv,segundo a revista VEJA,lá fora eles estão contratando mais pessoas q sabem falar português e os brasileiros já estão entre os q mais consomem lá fora.É isso aí…

  141. #144
    02 de August de 2011 - 07:53

    o que me impressionou quando comprei roupas em Orlando (em outlet mesmo) é a qualidade do material, comprei uns casacos perfeitos com um preço justo, aqui eu pagaria o mesmo preço por uma qualidade muito ruim.

  142. #145
    Natalia Rebeque
    02 de August de 2011 - 07:54

    Falou TUDO Cony!!!!!! Tb penso assim.. E não pago absurdos nas lojas, mesmo quando tenho aquele valor, sei até onde as coisas valem…

  143. #146
    Natalia Rebeque
    02 de August de 2011 - 07:59

    Ah, lembrei de uma camisa de seda linda que vi há uns 3 meses atrás numa loja multimarcas que costumo comprar, e estava custando 300,00!!
    Mesmo tendo amado, me recuso a pagar esse valor!!

  144. #147
    Lidiane
    02 de August de 2011 - 08:39

    Eu Adorei o texto tbm, show de bola. Parabéns!!

  145. #148
    Laila Oliveira
    02 de August de 2011 - 08:45

    SALVE, SALVE… Alguém precisava falar sobre isso… ter um ato de sanidade nessa blogosfera. Fiz questão de postar o link no meu facebook. Concordo em gênero, número e grau. A gente quer sim estar bem vestida… mas as lojas estão um verdadeiro assalto a mão armada. Os blogs de moda (que amo) vão incentivando o consumo, divulgando as marcas e as leitoras vão enlouquecendo e perdendo a noção. Esses dias vi um vestido bonito com uma amiga numa loja na minha cidade… sabia q a loja era fina e tal… fui perguntar o preço quando deixamos a loja e ela respondeu… “ah…preço normal de vestido de festa… R$3.500,00″ Geeeente… quase tive um ataque… normal? Sinceramente… pensei… acho que to fora de órbita, pq não acho isso normal não!!! Eu adoro produtos importados e vivo pedindo Deus e o mundo pra trazer as coisas pra mim… os preços no Brasil também me revoltam!!! Parabéns pelo post!!!

    • #149
      Constanza
      02 de August de 2011 - 09:18

      É isso mesmo meninas… Não é que a gente não queira comprar, pelo contrário, queremos comprar sim e MUITO mas realmente eles que não querem vender pra gente. Dessa forma, acabamos dando nosso “jeito” e mesmo sem viajar acabamos comprando maquiagem, oculos, bolsa, roupa, bijoux de outras fontes que não as usuais. Por isso me delicio a cada descoberta de loja online estrangeira, se pudesse eu comprava TUDO fora do Brasil, o ruim é ainda ter que sofrer com a possibilidade de ser taxada, e novamente, ter que pagar para o governo que não se contenta em nos ver comprando com preços justos.

      E alguém comentou aí pra cima que estamos reclamando que não “queremos” comprar uma blusa de 300 reais, ou que viajamos para o exterior… “Amiga”, quem viaja pro exterior fazer compras é classe média! Os ricos vão para resorts no nordeste, ou será que vc nao sabe que viajar a turismo dentro do Brasil é muito mais caro do que ir pra fora???

      Do jeito que for, estamos destinadas a passar vontade vendo vitrines brasileiras e tentando não cair em tentação e deixar nossa viagem pro exterior ir pro espaço…

  146. #150
    ANA PAULA MACHADO CORDEIRO
    02 de August de 2011 - 08:47

    Constanza,

    Excelente e inteligente Post!
    Sou especialista em finanças e todos os dias discutimos este “Custo Brasil” que nao podemos fomentar.
    Estou saindo de Férias na próxima semana e vou para onde?? Orlando e Miami para renovar meu guarda-roupas…
    E só fazer uma reservinha e viajar ou pra América do Sul ou do Norte ou talvez Europa, que além de passear, utilizamos nosso suado dinheirinho de forma inteligente!!

    Bjss e ate +

  147. #151
    02 de August de 2011 - 08:52

    Cony esse post falou tudo que eu também queria falar e fica engasgado. E inaceitável essa situação no brasil, não pode ser só a carga tributária pois cada vez mais os empresários estão sendo desonerados de vários encargos para que propulsione o comércio e fomente a exportação!
    Acho absurdo esse alma especuladora do comércio….um passeio no shopping nos leva fácil 1000reais …(uma rasteirinha, calça jeans, vestido e uma blusa) e lá fora o quanto que não rende!???

    Escuto muitas críticas por sempre viajar pra fora e comprar tudo lá etc…mas será que o povo não vê o óbvio?Estou apenas economizando e tentando fazer render meu rico dinheirinho e como disseram as outras meninas que comentaram todas nós ainda passeamos..comemos bem e ainda compramos muito…chega a ser 1/4 a diferença do brasil para fora…infelizmente me desanimo de sair por aqui em busca de pechinchas porque elas não existem!
    No máximo no bom retiro e mesmo assim não encontramos tudo que queremos lá!
    Enfim acho super pertinente esse post e queria que fosse lido numa Revista Exame …Veja…Folha e tomasse proporções que fizessem os lojistas escutarem nossas reclamações, será que eles não se dão conta que perdem clientes dia a dia???
    Cadê a época de sandália de 130,00 150,0 na arezzo???eu sinto falta dessa época agora é tudo 250,0 280,00 300,00 ..rasteirinha 170,00 ..irreal!!!
    Cony sua sensata arrasou no post..queria falar mais ..mas se pudesse gastava logo minha saliva no ouvido do Mantega e da corja classista dos lojistas!rs

  148. #152
    02 de August de 2011 - 08:55

    Concordo com vc em gênero, número e grau!!! Eu só compro aqui no Brasil em liquidação, fora disso é surreal!!!Não compro mesmo!!!Um absurdo!!
    Ex: Comprei uma blusinha de malha na Atroz semana passada com 70% de desconto saiu por uns quarenta e poucos…da ATEEN. Quer dizer, eles ainda estão ganhando encima desse valor que é 70% mais barato que o preço que era antes! E o pior, usei a blusa 02 vezes e encheu de bolinha…é triste!!!

  149. #153
    Priscilla
    02 de August de 2011 - 09:09

    Realmente é um absurdo. E te digo mais, aqui no Rio está ficando tudo de pernas pro ar… Nao só as roupas estao caríssimas… Tivemos um boom imobiliário q vc nem imagina… Com essa coisa de Copa e Olimpíadas, qualquer apartamento de dois quartos na Zona Sul tá saindo por um milhão e meio de reais. E sabe de uma coisa? Acho q dinheiro está sobrando por aqui… Estão vendendo tudo, mercado super aquecido!! A venda de automóveis disparou. Todo mundo de carro bom por aqui. Lista de espera na Audi e na Mercedes, tá? Pena q só nao sobra dinheiro aqui em casa… rsrs

    • #154
      Constanza
      02 de August de 2011 - 09:23

      Priscilla, vc tocou em um ponto que também me deixa indignada, os valores dos imóveis. Há uns 3 ou 4 anos atrás os preços eram 1/4 do que cobram hoje!! Aqui em Belo Horizonte, um apto novo, mais ou menos, sem luxo, de 3 quartos, banheiros minis, em um bairro de classe média, sai por R$ 400 mil pra cima. Como assim???????? Desde quando que classe média paga meio milhao de reais para morar “bem”? Pq os aptos de luxo, custam R$ 800 mil, um milhão, milhao e duzentos… Isso falando de aptos médios, o que dirá de grandes.

      E tem gente comprando… e sorte de quem comprou 3 anos atras um apto por 150 mil, hoje ele vale mais que o dobro. E quem procura casa agora se ferra, e se endivida pro resto da vida apenas para ter um teto.

  150. #155
    C. L.
    02 de August de 2011 - 09:11

    Conie
    Acho que brasileiro tem complexo de pobre e quando compra uma coisa que custa caro fica “se achando”. Somes bestas mesmo, trabalhamos que nem camelo para dar dinheiro para gente que especula no comércio. Ultimamente só tenho comprado em promo ou por necessidade (como algumas leitoras já disseram acima). A gente tem que dar VALOR AO DINHEIRO (e ao nosso trabalho). Voces já notaram que não existe calçado por menos de R$150,00; o que é isso? É a mais pura verdade que a gente acostuma com os preços. VAMOS USAR A CABEÇA, MENINAS, boicote nestes exploradores. Vamos invadir NY sim, é daí?

  151. #156
    Thaysa
    02 de August de 2011 - 09:13

    Antes de ler os comentário, preciso te parabenizar, Cony!
    Excelente “artigo”! Falou tudo!

  152. #157
    laysa ramos
    02 de August de 2011 - 09:16

    sempre penseii assim!

    se paramos de comprar… o prçeo tem que cair… continua alto pq continuamos comprando!

  153. #158
    Renata Y.
    02 de August de 2011 - 09:27

    Concordo com você, Constanza!
    Mas não podemos esquecer que nossos impostos são caros, por falta de consciência política de todos nós! Quem votou em algum candidato que prometeu reduzir carga tributária? Pois é, quem os coloca lá somos nós.
    E quem tem poderes pra reduzir e aumentar esses valores são justamente eles! E a maioria não tem o menor interesse em reduzir, claro!
    Além disso, se o dinheiro que nós investimos no país fosse usado de forma adequada, a insatisfação seria quase zero. Como nos países escandinavos, por exemplo, onde a arrecadação é muito maior, mas ao abrir sua janela, você vê cada centavo que pagou sendo utilizado para o bem comum!
    Bacana você levantar essas questões no blog!
    Bjo

  154. #159
    Liliane Cavalli
    02 de August de 2011 - 09:45

    Cony eu simplesmente adoro o jeito como vc escreve em seu blog. Vc consegue com muita delicadeza, inteligencia e de fácil entendimento nos passar informações gerais a respeito de tudo. Aqui neste post vc uniu economia com moda em uma linguagem fácil e clara. Gostaria de parabeniza-la pelo excelente blog e por nos auxiliar e levantar tantas questões uteis. Amo moda, mas infelizmente meu bolso é limitado e confesso-lhe q nunca entrei em uma Zara…. Mas uso suas dicas, fotos e tudo mais para me vestir bem com preços que possam estar dentro do meu orçamento atual. O quero dizer é que vi neste post tudo o que penso, que devemos valorizar cada vez mais o nosso tão suado dinheirinho e que nem por isso nos devemos contentar com coisas baratinhas e sem qualidade. Bjs da sua leitora fiel rsrsrsrs

  155. #160
    02 de August de 2011 - 09:53

    [...] deixar o LINK aqui pra vocês desse post e espero que ele possa começar a mudar o pensamento de cada uma de nós sobre esse [...]

  156. #161
    Suzi Vieira
    02 de August de 2011 - 09:54

    Achei o post mto interessante,nossa carga tributaria eh absurda, mas acho q esse problema eh mais de cultura msm, brasileiro tem vergonha de falar que paga barato em algo, linka o fator preço ao fator qualidade, coisa que nao acontece aqui na Europa, aqui realmente, as coisas sao mto acessiveis, pq se nao forem, as pessoas simplesmente nao compram, independente se sao ricas, pobres, classe média, e qualidade eles esperam de todas as peças independente de preço ou marca. Alias brasileiro tem vergonha de dizer que eh pobre, e acaba pagando mto juros em cartao de crédito, para ostentar um padrao de vida q nao eh o seu. Aqui trabalho em area de produtos de blz, e qdo estourou a crise, nas primeiras semanas ja sentimos a queda nas vendas, as pessoas realmente nao compram nada, que nao esteja totalmente de acordo com seu padrao! Mas apesar de tdo, morro de saudade do Brasil!Bjosss

  157. #162
    Marcela
    02 de August de 2011 - 09:59

    Concordo totalmente! Uma pena que seu desabafo seja o retrato de uma realidade que nós mesmos (as) construímos. Como dito acima pela Renata, os brasileiros não têm consciência política alguma, é um povo imediatista e acomodado, que não enxerga que educar-se é essencial. Claro que economizar para comprar em viagens é a melhor estratégia para gastar de forma justa e racional nosso dinheiro, mas que isso venha acompanhado de garbo e elegância no decorrer da viagem. Sorry pra quem se ofender, mas tenho vergonha com “V” de muitos dos brasileiros que vejo durante minhas viagens, não respeitam ninguém, gritam, furam fila, acham que porque estão gastando têm o direito de passar por cima de tudo e todos. É um colapso de civilidade dentro e fora do País, o que me leva a ratificar que cada povo tem o governo que merece, mesmo. E vamos lá pagar estádio dos outros! Beijos Cony, parabéns pelo post!

  158. #163
    Ana
    02 de August de 2011 - 10:04

    Olá
    Gente, tenho fábrica, fabricamos para várias marcas, e realmente as coisas ficam caras por causa dos impostos. Um funcionário custa pra gente em média 3x o valor do salário dele, imaginem! Sem contar que não há mais funcionários para trabalhar em fábrica, tudo isso implica em um custos elevadíssimos. Se vocês compararem, na India, China as pessoas ganham uma miséria não tem benefício algum, não precisam dar alimentação,plano de saúde, etc etc…como podemos competir com um pais assim? Eu falo isso quanto às fábricas de roupas, lojistas etc…O Brasileiro se acostumou a pagar caro pela coisas, e talvez está pagando caro mais uma vez por ter chegado nesse ponto!

    • #164
      Constanza
      02 de August de 2011 - 10:07

      Ana, mas a maioria das coisas das grandes lojas, essas que falei no post, são made in China… o mesmo chinês que costura pro americano que vende barato, costura pro brasileiro que quadruplica o valor da peça…

  159. #165
    leticia nogueira
    02 de August de 2011 - 10:24

    Concordo com voce. Neste fds fui passear no shopping e quase cai de cara com os precos, sao muito caros.
    Essa realidade de precos aplicados no Brasil estao muito fora da realidade do nosso bolso.
    Entrei na e-farm ontem e fiquei chocada com os precos, achei a colecao linda, mas como assim uma blusa por 200 reais?
    Ultimamente eu ando mandando fazer roupas, um vestido que custaria uns 200 reais, estou pagando uns 70 reais(tecido+mao de obra+aviamentos).

  160. #166
    Lailah Lucchini
    02 de August de 2011 - 10:25

    O Post bombou hein Cony? acho que todas concordamos com você! Sou consultora tributária e enfrento diariamente dificuldades em explicar para gringos o absurdo que é nossa carga tributária…algumas legislações para empresas/industrias aqui fazem realmente multinacionais pensarem se vale a pena fazer negócio no Brasil…mtas vezes não!

    é mtoooo revoltante o preço de roupa aqui no Brasil!!

  161. #167
    Francine
    02 de August de 2011 - 10:27

    Parabéns pelo post, Cony! E parabéns pra Marcela aqui de cima tb… falou tudo! É triste assumir, mas cada qual só tem mesmo aquilo que merece e permite.
    Bjks!

  162. #168
    Marijane
    02 de August de 2011 - 10:31

    Infelizmente os brasileiros só se dão conta disso quando viajam para o exterior. Eu fui para Estocolmo, e todos diziam: lá é caro pra caramba. Caro pra caramba é o Brasil, comprei roupas, acessórios e até comida foi mais barato. Será que ficamos ricos ou estamos sendo roubados na cara dura? Tá na hora do Brasil tomar jeito!

  163. #169
    Daniela Araujo
    02 de August de 2011 - 10:33

    Cony,
    Amei o seu post! É justamente assim que me sinto: roubada pelas lojas brasileiras. Economizo durante o ano e quando viajo para o exterior faço a festa. Voltei há um mês de Orlando e já comprei minhas roupas pro verão. Os preços no Brasil só cairão quando nós deixarmos de comprar! Eu já estou fazendo a minha parte. bjs!

  164. #170
    Muryel
    02 de August de 2011 - 10:49

    Realmente são absurdos os preços praticados no Brasil, só nos resta boicotar as lojas caras né.. enquanto não deixarmos de comprar essas coisas caras, eles vão continuar vendendo, e aumentando os preços cada vez mais.. isso é revoltante! bjos e parabéns pelo post!

  165. #171
    02 de August de 2011 - 10:57

    Perfeito! As pessoas realmente se acostumam com o caro. Eu fico perplexa toda vez que volto ao Brasil com os precos das roupas.
    Realmente a Zara e extremamenta cara no Brasil, meio a meio nos EUA e super barato na Espanha.
    Eu adoro Zara, sempre compro as roupas deles na promo…e claro que voce corre o risco de nao encontrar seu numero, a cor enfim. Mas mesmo sendo uma marca bacana ainda acho ela “carinha” aqui em USA comparando com outras marcas genuinamente americanas!
    xoxo
    Helena
    http://www.thehoneyflowergirl.blogspot.com/

  166. #172
    Helen Horta
    02 de August de 2011 - 11:37

    O post ficou demais e os comentário IDEM!! Então, p dar o que falar, acrescento: trabalho no judiciario mineiro, e nunca vi uma enxurrada tao gde de ações que baseiam-se na inadimplencia do consumidor. Gente a coisa anda assustadora. Coincidencia ou nao, tal realidade se agravou de uns anos p cá..notadamente no segundo governo Lula. Sinceramente, no MEU ponto de vista, todos os problemas relatados acima, assim como os que eu enfreto no meu trabalho, advem da mesma fonte. Cuidado com aqueles que escolhemos para nos representar. O resultado tem sido catastrófico, e supera, em muito, o problema de produtos de consumo a preços aviltantes.

  167. #173
    Renata
    02 de August de 2011 - 11:41

    Nos EUA a porcentagem de impostos sobre produtos varia de 6% a 12%( a média da carga tributária é de 25%), no Brasil pagamos 69,13% de impostos em um perfume e 38,53% em uma calça jeans.Outros exemplos,energia elétrica 48%, remédios 34%, gasolina 53%, xampu 52,33%. A carga tributária no Brasil é de quase 40% (média) e a do Chile ,por exemplo, é de 18%. É um absurdo, acho que a solução é mudar para o Chile.

  168. #174
    bruna
    02 de August de 2011 - 11:57

    outra coisa que me RECUSO a comprar no brasil é maquiagem. Gente, como assim uma sombra da natura custando 60 reais?? tão de palhaçada mesmo…

  169. #175
    Loli
    02 de August de 2011 - 12:16

    Só não entendi uma coisa, falaram aí que “debocharam” das meninas que disseram que podem comprar mas não compram a tal blusa de 300 reais… não entendi mesmo. Eu fui uma das que fez um comentário parecido. Não entendi se o deboche é porque acham que a gente tá mentindo e posando de “rica” (entre aspas), ou porque a pessoa se pudesse comprar a tal blusa compraria sem pestanejar. Ter o dinheiro mas se recusar a dar em algo que consideramos hiperinflacionado é errado? É motivo de piada? Não entendi mesmo.

  170. #176
    Iraci Messias
    02 de August de 2011 - 12:17

    Concordo plenamente! É por isso que falam que brasileiro é rei em qualquer lugar, menos no Brasil. Depois o governo reclama do povo ir gastar la fora e ajudar a economia dos outros paises. Nao é maisfacil baratear aqui?
    Isso se fosse só com as roupas… Eletronicos! Um iPhone nos EUA custa certa de 300 dolares, no Brasil: 2000 reais! Absurdo!
    Fico revoltada em entrar em algumas lojas, principalmente nas multimarcas. Imagina pagar 120 reais numa regatinha de meia?
    Só de comparar os preços de outras regiões com São Paulo já dá uma raivinha, imagina com o exterior?
    E tem gente aqui em Manaus que vai no RJ , compra uma t-shirt na Zara e chega achando que tá abalando, da pra pensar até que tá usando uma peça da Versace.

  171. #177
    Loli
    02 de August de 2011 - 12:21

    E apesar de aparentemente o comentário de “posso mas não pago” ter irritado algumas, eu acho válido, porque mostra que não é só porque a pessoa não pode comprar que ela tá reclamando… deve ter muita pattyzinha metida achando isso “ah só sabe reclamar porque não pode comprar”. Ler que tem pessoas que podem e não querem mostra que a coisa vai muito além disso.

  172. #178
    Loli
    02 de August de 2011 - 12:25

    Por fim, não tenho motivo nenhum pra “pagar de rica” aqui, ninguém me conhece, não conheço ninguém, nem uso meu nome nem email verdadeiros!

  173. #179
    Iraci Messias
    02 de August de 2011 - 12:28

    Até as fast fashions abusam um bocadinho. Na coleçãoda Giselle para a C&A vi peças de tecidos – desculpe a palavra – bem vagabundos por mais de 100 reais. E muita gente comprando!
    As bijus da mesma maneira. No Bom Retiro, em São Paulo, compramos bijus lindas por 10,00 reais , 4 peças. Imagina o preço que elas não sairam lá da China? E essas mesmas bijus são vendidas nas lojas por mais de r$ 50!

  174. #180
    02 de August de 2011 - 12:39

    Cony,

    o negócio é o consumo consciente. Se eu vejo que estou sendo “roubada” eu simplesmente NÃO COMPRO!Outra coisa: usar tudo o que tem, até acabar, ou melhor ainda, cuidar de tudo direitinho para não acabar e passar pra frente, trocar com a mãe, irmã, amiga. Não é pão-duragem não, é inteligência mesmo!
    Beijos!
    Lu

  175. #181
    Marcela Flores
    02 de August de 2011 - 13:34

    Perfeito!!
    As novas coleções das lojas consideradas “de marca” estão absurdamente caras!!

  176. #182
    Mariana Alvarenga
    02 de August de 2011 - 14:13

    Concordo em tudo, em cada ponto do seu post!
    Adorei Cony, temos que pensar mais… dinheiro não dá em árvore…
    beijos

  177. #183
    lais
    02 de August de 2011 - 14:18

    Nunca fui alguem que so comprava marcas..compro uma coisa ou outra, um jeans que va durar mais, uma peça ou outra de qualidade melhor.. mas do resto era rennner, c&a, hering, ou qualquer outra em que eu pudesses escolher mais algumas blusinhas ao inves de pagar preços absurdos e poder so escolher uma(na minha cidade nao tem zara)!de uns tempos pra ta td muito caro.. antes eu comprava 3 blusinhas com 100 reais na hering, hoje Se vc conseguir comprar uma basiquinha branca é muito! saem por 79 ou mais e por ai vai.. basiquinha de algodao! eu falo com menos de 200 reais vc nao compra nada num shopping atualmente, com isso so perco a vontade de comprar seja o que for.. me da um preguiça de sair e ver a que ponto chegamos!

  178. #184
    02 de August de 2011 - 14:28

    Cony! Primeiramente gostaria de dizer que adoro de paixão o seu blog e que sempre estou por aqui.
    Bom, foram muitos comentários sobre o tema mas gostaria de deixar o meu aqui. Os preços no Brasil estão realmente ABSURDOS! Fiquei mais “revoltada” ainda depois que voltei dos Estados Unidos, aonde morei dois anos acompanhando o marido a trabalho. Lá, ganhando um salário regular, tínhamos uma vida que seria “de luxo” aqui no Brasil. Nosso carro, por exemplo, que é produzido no México, lá custava $30mil e aqui o mesmo carro, sendo básico, custa cem mil reais!! Hoje em dia temos que nos contentar com um gol mesmo! Mas deixando de falar de carro, por ser uma atuante na área, posso te falar que 99% desses preços são, sim, culpa dos tributos! Vou te dar um exemplo: se a mercadoria vier do exterior incidirá alguns impostos como o de Importaçao, o ICMS, as Contribuições sociais, o câmbio, além da altíssima carga trabalhista q são os impostos que o empresário tem que arcar para manter empregados na sua empresa e, é claro, ele vai embutir tudo isso no valor final do produto e ele tem q fazer tudo certinho porque senão Justiça do Trabalho aqui acaba com qualquer empresa. Além disso, estamos experimentando um “boom” imobiliário em que alugar um imóvel esta sendo muito caro. Tudo isso é repassado para o consumidor final. SEm falar de conta de enerigia que, se vc pegar a sua, mais de 50% é de impostos!! Inclusive contribuição para a UNICEF (não me achem uma bruxa mas critico que ainda doa pro criança esperança porque todo mes vc esta la pagando atraves da conta de energia eletrica)!! E, obviamente, depois de todos estes valores ele ainda poe o lucro dele. Isso, minha amiga e todas as leitoras, é para a gente prestar bem atenção em quem vota para governar o nosso país. Muito se tem elogiado desse governo, que economia do país cresceu, que aumentou o poder de compra, mas quer saber? Acho que o Brasil tá se afogando, pq a pessoa divide em 12 vezes sem juros e por isso não sente. As empresas locais nao tem condicoes de concorrer com as franquias, muitas vezes, e fecham suas portas. Se tudo isso que é arrecadado pelo Governo retornasse pra gente ficaríamos tranquilos, mas depois de tanto escandalo de corrupção e de perder as esperanças mesmo. Costumo dizer que é uma país que quer ser rico mas que ainda tem muito a caminhar. UMA PENA!

  179. #185
    C.L.
    02 de August de 2011 - 14:54

    Loli, o fato de terem achado engraçado alguém ter dinheiro e não comprar coisa cara, que não vale o preço, já é indício de que brasileiro gosta mesmo é de “mostrar que tá podendo” pagando caro. Ao invés da indústria vender coisa boa por preço justo e o consumidor ficar contente, aqui é o contrário, o consumidor paga caro por porcaria mas sai feliz, porque posou de “rico”.
    Tenho mais uma coisa a falar pra vocês: APRENDAM A COSTURAR, nem que seja só o basiquinho, com ajuda da MANEQUIM. Tem horas que dá para quebrar um galhão.
    Conie, você falou dos imóveis, pelo menos vocês estão na CAPITAL. Na minha cidade (120.000 habitantes), um terreno pequeno (400m2) no centro da cidade não é menos que 450.000,00. Os maiores que 600m2 acima de 1 milhão. TERRENO VAZIO! É mole? Só comprando em MIAMI!

    • #186
      Constanza
      02 de August de 2011 - 15:20

      C.L, meu sonho é aprender a costurar… sempre falo isso…

  180. #187
    Cibele Porto
    02 de August de 2011 - 15:14

    Essa questão de preço é mesmo revoltante!!!
    Achei um absurdo os preços no Br e fiquei ainda mais indignada ao ouvir na radio, a promo de Páscoa: ovos divididos em 10x!!!
    Ahhh fala sério!
    Falou e disse Cony, tá na hora dos brasileiros acordarem…
    hehehe

  181. #188
    02 de August de 2011 - 15:19

    Parabéns Luciana excelente explanação!!! Concordo em tudo! Cony que riqueza esses comentários! Isso é a indignação de algumas leitoras, imagina o resto??? Obrigada por ser um blog pioneiro a tratar desse assunto pois os outros só falam em deslumbre …deslumbre…motivando várias meninas a uma alavancagem financeira sem igual!! Enfim parabéns!

    • #189
      Constanza
      02 de August de 2011 - 15:32

      Lud, cada comentário precioso né? E eu achei que qse ninguém iria ler, pois todo mundo gosta mesmo é de ver compras, gastança… Delícia saber que as meninas estão super conscientes quanto ao preços abusivos.

  182. #190
    Débora
    02 de August de 2011 - 15:26

    Concordo mais que plenamente!!! Há muito tempo já nao compro mais cosmeticos e bolsas aqui… Sempre encomendo com parentes e amigos que vão viajar ou com as meninas que trazem de fora… Disso ja em livrei… hehe
    Agora roupas e sapatos, estou consegindo melhorar agora… Há uns 3 meses cortei meu cartão e sumi com os cheques, numa tentativa de tentar comprar menos, sem parcelado, pra ajustar o saldo bancário… (To qse!!!).
    Aí semana passada fui a Zara e me dei um limite de R$ 50,00 pra comprar alguma coisa da promoção! Sò tinha isso no bolso e só poderia gastar os R$ 50,00. Quem disse que eu consegui? Tudo que eu gostei era infinitamente mais caro, e as que custavam isso, absurdamente porcarias… FAto é que R$ 50,00 não vale mais nada…
    Espero que essa medida me ajude a ficar mais consciente dar mais valor ao suado dinheirinho…

    • #191
      Constanza
      02 de August de 2011 - 15:30

      Débora, tô com vc. Tb já larguei os cartoes em casa, pois justamente por passar vontade e sair dividindo tudo, estava perdendo o controle das contas. Se eu for comprar agora, só a vista. E só volto a pegar no cartao de crédito quando for algo que realmente eu esteja precisando ou para ir pra gringa.

  183. #192
    Iraci Messias
    02 de August de 2011 - 15:47

    Realmente vale muito mais a pena mandar fazer as roupas. Quem tem a sorte de encontrar uma boa costureira se dá muito bem, e no interior tem varias que cobram super barato. Já mandei fazer vezes vestidos copiados de famosas em prêmios e paginas da internet. Dior, D&G, Victor Dzenk, e até marcas brasileiras como Tutta por no máximo 100 reais. E o melhor, feito sob encomenda e ainda posso dar meu toque pessoal em Alguns detalhes.

    Ps: compro vestidos da Tutta na matriz de BH por 500, 600 reais. E em Manaus já vi lojas venderem por 3000 reais e a vendedora ainda tentar me enganar dizendo que é uma marca reconhecida na Europa. Pra você ver como os preços são absurdos só em mudar de cidade.

  184. #193
    Priscilla Lima
    02 de August de 2011 - 15:54

    Sou muito radical, acho que deveria ter tipo uma revolução a lá francesa pra tudo nesse país. É trânsito péssimo, todo mundo estressado, liga a tv só tragédia, política que não funciona, valores abusivos para imóveis, carros, roupas, comida!!! Aff… E o pior disso tudo, (acho) é todo mundo só reclamar, ninguém fazer nada. VAMOS NOS UNIR E NÃO COMPRAR! Igual aquela vez que teve aumento abusivo de combustível (de uma semana pra outra) se todo mundo não abastecesse eles iriam recuar. Mas tem que ser todo mundo, UNANIMIDADE… mas isso não funciona aqui, no país que como comentaram aí estádio em Manaus, com dinheiro público? E as pessoas morrendo na fila de sus? Desculpe o desabafo e post giga. Um bj Cony …

  185. #194
    Samira Horta
    02 de August de 2011 - 15:55

    Concordo plenamente Cony!!!
    Precisamos parar de achar normal pagar esse absurdo principalmente nas fast fashion!!! Se cada um fizer a sua parte quem sabe mudamos essa prática! Todo mundo vai sair ganhando… E parabéns por abordar o assunto e colocar o dedo na ferida!
    Bjinhos

  186. #195
    Sílvia
    02 de August de 2011 - 16:00

    Cony, vc está certíssima, por isso praticamente não compro roupas, tenho a grande sorte da minha mãe ser costureira, e por muitas vezes, constatamos que peças nas lojas com tecidos de péssima qualidade custam um absurdo, se comprar o tecido e mandar fazer, do seu jeito e com suas exatas medidas sai bem mais em conta, ou melhor, EM UM PREÇO JUSTO!!! Abraços e parabéns pelo Blog, sempre ótimo

  187. #196
    Ma_SP
    02 de August de 2011 - 16:23

    Esqueci de escrever no último comentário que na minha opinião as roupas da Hering são uma ótima opção, eu sinceramente não acho caras e são de melhor qualidade que a maioria das roupas vendidas em fastshops gringas, inclusive dos Estados Unidos que são o paraíso para quem quer fazer compras, uma amiga voltou agora e falou que tem Lacoste por 10 dolares no outlet e tommy por 30, um sonho. Eu gosto da Hering e não vou fazer boicote, não acho que seja cara uma calça jeans super linda com um corte lindo por 90 reais que foi o que paguei no último sabado e uma camiseta de algodão por R$19,90. Como uma passagem de ida e volta para os Estados unidos está saindo por cerca de 1.500 reais, como vc escreveu Cony, sai mais barato que ir para o Nordeste, sem contar que os Estados Unidos são também o paraiso das makes e cosméticos. Bjs

  188. #197
    Asrai
    02 de August de 2011 - 18:04

    De longe,o melhor post desse blog,que eu adoro(pois de Futilish,não tem nada,né???).Minha sugestão:196 comentários(197 com o meu),bora guardar dinheiro,fretar um vôo e invadir o Chile(ou seja lá qual país)para fazer comprinhas,ha,ha,ha,ha!!!!!!!

  189. #198
    02 de August de 2011 - 18:38

    Concordo com tudooo que vc escreveu… pensando bem ta tudo muito caro mesmo e o pior é que a gente acostuma e “nem sente”. E adorei a dica no comentario da leitora que sugeriu a coluna administrativa, acho que vc escreveria de um jeito super bacana! Eu adoraria!! :)

    beijooos

  190. #199
    02 de August de 2011 - 18:47

    Super concordo, sem contar que as coisas de fora geralmente sáo MUITO mais bonitas e sofisticadas, vocë vai comprar o que la fora com 260 reais? Uma saia, com casaco, blusa e talvez ainda até de para a sua sapatilha. Poderia postar esse post no meu blog, mas com créditos seus? Obriagada

  191. #200
    02 de August de 2011 - 19:02

    Oi, vc tem toda a razão porém enquanto houver pessoas dispostas a pagar esses preços abusivos nada mudará.

    Nós brasileiros estamos anestesiados porque não lutamos por mais nada, só nos conformamos.

    Bjs

    Dani

  192. #201
    Carol
    02 de August de 2011 - 19:36

    AMEI!! Tem horas que me sinto até mal qndo vou pro shopping e fico achando tudo um absurdo!!! Parece que eu que sou pão dura…mas não…tá tudo um absurdo mesmo!!!!

    Se for colocar na ponta do lápis, pra quem não viaja muito, é melhor juntar $$ e ir comprar roupa fora…se bobear ainda se gasta menos!!!

    Dá raiva!!!!

  193. #202
    Gabriele
    02 de August de 2011 - 19:46

    Concordo MUITO com tudo dito!
    voltei recentemente dos EUA, e agora acho tudo caro por aqui, um verdadeiro absurdo.
    La conheci lojas como a Forever 21 onde consegui comprar blusas de inverno de linha por meros 4 doláres! 4!!! eu fiquei muito chocada! além de jaquetas de poliester por 20 dolares! aquelas que aqui você nao acha por menos de 200 reais.
    vergonha desse pais.

  194. #203
    Juliana
    02 de August de 2011 - 19:47

    Ah Cony…seu post disse tudo!!
    Fui viajar há 3 meses para os EUA e comprei muita roupa barata, bonita…e aqui tudo MTO MTO MTO caro…péssimo.

    Bjs

  195. #204
    Evla Sá
    02 de August de 2011 - 20:15

    Amei Cony! Vc tem toda razão e isso serve para quem é rico ou pobre… vamos comprar as coisas com o valor que elas realmente merecem… não me submeto a exploração também não! Parabéns pelo post!

  196. #205
    Michelle Andrade
    02 de August de 2011 - 20:52

    Vou imprimir isso numa folha de papel, fazer um envelope com ela e guardar meu cartão de crédito dentro. Pra nunca mais fingir esquecer essa grande verdade.

  197. #206
    Ju Queiroz BsB
    02 de August de 2011 - 21:08

    Ah, porque eu NEM te conheço e gosto tanto de vc, hein?!
    Cony, se vc usa como base os preços do Chile em comparação com BH, NÃO VENHA À BRASÍLIA, vc vai querer morrer! Meio milhão para um apt aí?! Aqui vc nem sente o cheiro do apt com esta grana! Pq pra mim meio milhão é muito, mas para estas bandas, não vale nada… E adorei o post! Não dá para ser feita de babaca. Sim, esta é a palavra. Eu compro o que eu puder, longe daqui. Eu topo o boicote para ver se alguma consciencia surge!
    Gros bisous!

  198. #207
    Renata
    02 de August de 2011 - 21:08

    Galera, so mais um exemplo : a Avon que eh uma multinacional americana ainda continua praticando precos bacanas mas leva a fama de ter todos os seus produtos ruins…. O que nao eh verdade . Ja comprei MUITA coisa boa…
    Ja outras empresas q fazem questao de colocar seus $ la em cima sao vistas com outros olhos…. Dizem q. Classe c e d brasileira quer pagar mais caro para mostrar q “pode” ….
    E assim a gente continua se ferrando…

  199. #208
    02 de August de 2011 - 21:42

    aproveitando o post, vou fazer meu jabá!!! rsrsrs tenho um blog-bazar, vendo roupas, makes, acessórios, sapatos, novos e usados, com preços super bacanas! e logo mais terá ZARA, MANGO, H&M e makes a preços beeem amigos! meu irmão mora em milão, tá vindo pro brasil semana que vem e vai trazer algumas peças pra eu anunciar no blog, garanto que valerá a pena! acho que na semana do dia 14 já começo a anunciar. já vi as fotos e tem muita coisa linda agora pro verão! o blog é http://www.guardaroupadalu.blogspot.com
    bjos!!

  200. #209
    Lizz
    02 de August de 2011 - 22:08

    Desculpem se alguém já comentou isso (esse post deu o que falar!), mas vcs viram que a soma dos gastos dos brasileiros no exterior só esse ano já é maior do que no mesmo período do ano passado, mais de 40%, se não me engano? Os brasileiros nunca – nunquinha – gastaram tanto no exterior. O governo aumentou o imposto sobre gasto no cartão de crédito no exterior, mas nem assim conseguiu freiar os gastos lá fora. Mas também, o que eles querem? Muitas vezes comprando em sites estrangeiros, pagando frete e impostos, ainda assim o produto fica mais barato… ! Não somos só nós que estamos achando os preços abusivos, acho que a classe média toda está começando a acordar… PS: adoro seu blog! Bjs!!

  201. #210
    Lizz
    02 de August de 2011 - 22:17

    Outra coisa: os impostos altos não justificam os preços cobrados, pois vcs já repararam nos preços na liquidação? Comprei uma camisetinha estampadinha superfofa na C&A por R$ 5,90 (sim, cinco reais e noventa centavos), e, retirando as etiquetas de remarcação vi que o preço original era R$ 49,90! Se eles podem vender na liquidação a R$ 5,90, porque já não começaram a vender por uns R$ 19,00, mais ou menos? Ou uma calça jeans na Siberian, que no começo do inverno era R$ 149,90 e eu paguei R$ 79,00 na liquidação. Ou uma blsa na Zara, de R$ 159,00 por R$ 69,00… Eles não estão tendo prejuizo vendendo por menos da metade do preço… então por que antes era tão caro??? Eu me recuso a comprar por preços que considero abusivos, mesmo que eu possa pagar. E não é só roupa, não: me nego a pagar R$5,00 por uma dúzia de ovos brancos simples, ou R$ 9,00 por 500g de café Melitta, por exemplo. Não me considero pão-dura (muito pelo contrário, sou megaconsumista), mas só eu sei o quanto eu trabalhei pra conseguir meu dinheiro. Se acho o preço abusvo, boicoto mesmo. Se todos fizessem o mesmo, acho que iriam ter mais respeito por nós, consumidores. Bjs!

  202. #211
    Jaque
    02 de August de 2011 - 23:20

    Oi Cony, vc está coberta de razão me revolto com este fato que, no meu caso, é ainda mais acentuado.Moro em Cuiabá, cidade de 280 anos, cujo comércio tem a tradição de cobrar pela “distância” dos polos produtores.
    Já até enviei uma reclamação para a Arezzo, pois os produtos de dois franqueados daqui não seguem a tabela do site e tão pouco mantêm uma local.Por exemplo,em maio do ano passado comprei um peep toe que era R$149,00 no site por R$179,00 e no franqueado do outro shopping estava por R$189,00.Mandei a nota e só recebi uma promessa de que iriam verificar. Quando eu reclamo nas lojas locais, escuto a mesma ladainha: é o imposto e o transporte.AH!Tá! Deviam nos dar de troco um narizinho de palhaço, para sairmos da loja combinando com a nossa cara de bocó. REVOLTADA!!!

  203. #212
    Tati Mitchell
    02 de August de 2011 - 23:22

    Adorei! Super apoiada!
    BjoS

  204. #213
    Flavia Cardoso
    02 de August de 2011 - 23:58

    Nossa, tirou as palavras da minha boca!

    É por isso que todos devemos assinar a petição: PREÇO JUSTO JÁ! Vamos lutar contra os impostos:

    http://precojustoja.com.br/

    beijos

  205. #214
    Dayane Rocha
    03 de August de 2011 - 02:51

    Ai Cony, tava aqui navegando na insônia e vir ver esse post, e li alguns comentários, é bom saber que tem gente que tá dando valor ao suado dinheirinho né? E saber que vc que mesmo já disse, nem é rica e nem é pobre, também fica indignada! Eu sou classe média baixa baixa hehehe, moro num prédio antigo e vivo minha vida do jeito que posso e do jeito que meu pai tenta melhorar, tentamos comprar um ap novo e desistimos na hora, além do preço aqui em Recife está nas alturas, tem também o condominio a ser pago né? tem um que cobram 800 reais por mês, putttttttts, pagamos 100reais no nosso. Uma vergonha! E o que eu mais vejo aqui na cidade é gente assim, tem ap, carro novo, roupa cara mas num tem dinheiro na carteira pq o dinheiro que ganha é pra pagar a aparencia. Tenho uma cliente(sou maquiadora), que tem abudância em dinheiro, e tbm em problemas, não quero ser assim nunca. Me peguei esses dias achando um vestido de 350 LISO, “barato” e me envergonhei pq nunca dei isso, achei tão sem valor e lógico não levei. Percebo que mt gente dá valor as promoções(logico, se não elas não existiriam) e que blogs como o seu mostram a realidade de muitas brasileiras, pq vc fala mesmo o que acha, gente como a gente, e tem tanto blog que é só abuso mesmo do dinheiro. Falei muito! Mas seu blog vai ganhar muito sucesso ainda por você ser realista!

  206. #215
    03 de August de 2011 - 12:32

    Bah, acho que tu tem total razão. Ando bem indignada com os preços brasileiros há muito tempo… E sobre a Zara, ainda tenho a acrescentar que não é só mais caro que lá ela traz pra gente o que sobrou por lá… bj.

  207. #216
    Ana M
    03 de August de 2011 - 13:33

    Perfeito. Um post deste me obriga a fazer o meu 1o comentário.
    A maioria dos blogs de moda tem uma visão de mundo tão quadrada e alienada. Vivemos no Brasil, adoramos look do dia e tals mas por favor um pouco de realidade não faz mal a ninguém. Desejar peças de 1000 reais é não saber o real valor do dinheiro.
    Que bom que voce e suas leitoras são exceçoes.

  208. #217
    03 de August de 2011 - 14:25

    Nossa,,,adori o post e concordo plenamente, a esses preços “baratos” daqui da Bobô, Ateen, e por aí vai, eu compro lá fora na D&G, Issa, Miu Miu e outras tantas brands com preços altos, e que ficam no mesmo valor da Talie NK, Thelure entre outras!! beijos

  209. #218
    Cristiane
    03 de August de 2011 - 14:39

    Estava falando disso ontem com meu marido.
    Comprei em abril na Zara de NY uma saia de couro por U$99,00, meu marido quase me massacrou, achou um absurdo.Mas quando entrei ontem na Zara daqui e vi lá como coleção nova custando R$ 399,00 chamei ele na hora para ver o que era um absurdo. Mas é isso ae, agente paga mesmo…então por que não aumentar o preço. Até Bom Retiro está carissimo…

  210. #219
    03 de August de 2011 - 15:50

    Nossa, AMEI o texto!!!
    E é a mais pura realidade brasileira, infelizmente!

  211. #220
    Julia Oddone
    03 de August de 2011 - 16:12

    Um amigo meu uma vez me falou que brasileiro que é rico se formos comparar o quanto gastamos aqui e o quanto se gasta no exterior na mesma coisa.

  212. #221
    Julia Oddone
    03 de August de 2011 - 16:23

    obs: eu fico é impressionada como aqui no Brasil as coisas aumentam de preço numa velocidade ABSURDA!! a cada momento que eu acho uma loja legal de roupas e ela vira a “minha loja”, logo na coleção seguinte as roupas vem com uma valores ABSURDOS e eu penso “ok, deve ser só ESSA coleção” mas não! as lojas a cada dia mais amanhecem SE ACHANDO GRIFES! e botam pra F*** nos preços na maior cara de pau!! e o pior é que quando vem a liquidação eles abaixam 50% 60% 70%… por que não começam a vender nessa faixa de preço de uma vez????

  213. #222
    Camila Spina
    03 de August de 2011 - 18:00

    Faco das suas palavras minhas tb! Realmente esse Blog e o melhor Blog de moda do Brasil!!. Uma coisa e gostar de moda e gostar de acompanhar, outra bem diferente e ser uma estupida e fechar os olhos para o absurdo que estamos vendo aqui nesse pais. Quer dizer que quem gosta de moda tem que ser milionaria? Eu defendo a ideia de parar com esses parcelamentos absurdos pois isso estimula o povo a comprar caro e ignorar os abusos. Os precos estao abaixo da critica e quem compra esta estimulando essa pratica.
    (sorry a ausencia de acentuacao, baixei o Lion e ta dando pau!)

  214. #223
    Camila Spina
    03 de August de 2011 - 18:02

    Gente, alguem ja entrou no site ” o que vestir” ? Precinhos ammmmmmigos…rsrsr da onca!!! kkkkkk. Chega a ser ridiculo!

  215. #224
    Ana
    03 de August de 2011 - 20:51

    Concordo em T-U-D-O, primeira vez que me animo a comentar um post..ueaheoiuhaeo mas é que isso é mt verdade
    Tava me achando uma estranha, pq pensava “só eu que acho os preços um absurdo” pq leio alguns blogs onde as gurias não valorizam o dinheiro, sei lá compram peças carissimas e ainda postam “olha que preço bom”…what?!
    Pior é quem mora em cidade pequena, que não tem fast fashion, dificilmente achamos algum produto mostrado nos blogs e quando tem um loja multimarcas as coleções são antigas e os preços altissimos…Brasil é o pior país pra fazer compras!

  216. #225
    Elly
    03 de August de 2011 - 21:48

    Cony, mto bom o post… eu sou mais “contida” nas minhas compras… meu marido até diz que tenho o dom de comprar coisas boas e baratas… mais tb sou rata da José Paulino (moro perto) aí já viu… conheço todas as lojas e sei onde comprar coisa mto boa… mais isso que vc comentou sobre os preços no Brasil é Realmente um abuso, que não se dá só por causa de impostos não… mesmo pq. como se explicaria os produtos fabricados internamente… cujo o encargo é super justo…o imposto abusivo estaria mais ligado a importação mesmo, o que não justifica em seu total o abuso como da zara por ex…. Mais tem uma explicação: Isso se chama “Lei da Oferta e da Procura” se tiver curiosisade Cony dá uma lida básica lá http://pt.wikipedia.org/wiki/Lei_da_oferta_e_da_procura e outra isso não está só acontecendo nos bem cosméticos e de vestuário não… estamos vivendo tb um Boom Imobiliário nas grandes capitais do Brasil… imóveis caríssimos… super valorizados… Igual diz meu marido… estamos no fim dos tempos… ahahha beijosss

  217. #226
    Cindy
    03 de August de 2011 - 23:23

    Post maravilhoso Cony! Achei legal sua iniciativa!
    Os preços no Brasil sao um absurdo mesmo! Vejo em sites e fico chocada pq aqui no Japao q o custo de vida eh alto, as roupas e makes ainda sao mto mais baratas do q ai! Na forever tem vestidos lindos por 20,30 dolares… No Brasil nao da pra comprar nem uma blusinha decente por esse valor!
    Sapatos a maioria q compro sao na faixa de 15,25 dolares! Eh claro q existem outros bem mais caros e mais bonitos, claro… Mas q sapato de boa qualidade e design lindo e na moda vc compra ai por esse valor?!
    Eh realmente um ABSURDO os impostos no Brasil…
    Bjs

  218. #227
    04 de August de 2011 - 15:52

    O problema é que aqui no Brasil ainda tem MUITA gente que prefere pagar caro pelas roupas. Já ouvi um profissional de marketing de uma loja famosa aqui do Rio dizer que as clientes PEDEM pra deixar o preço alto, pra terem exclusividade da marca e tal. E nem é marca de luxo não, viu!

    Com cartão de crédito tudo fica mais fácil também, vc divide a compra em mil vezes e aí as marcas colocam o preço lá em cima mesmo porque a gente acaba olhando o valor das parcelas e não o valor total da peça. Renner e C&A aumentaram consideravelmente os preços por isso. Alguém paga as compras à vista nessas lojas? Claro que não!

    Por tudo isso eu sempe opto por comnprar nas lojas gringas que entregam aqui. Mesmo tendo que pagar o frete um pouco mais carinho acaba saindo bem mais barato do que comprar aqui. E a qualidade é a mesma.

    bjs,
    Letícia
    @canalmoda

  219. #228
    04 de August de 2011 - 17:40

    vc disse TUDO Cony!
    e olha que nao acho 199,00 barato para uma camisa! kkkk
    pra mim 79,90 já tá caro!!
    esses dias comprei uma calça por 49,90 \o/
    o jeito é ser esperta e saber aproveitar as “promoçoes” ne?
    vc acredita que aqui na minha cidade tem lojas que fazer o seguinte: antes de entrar em promoçao, elas sobem os preços pra depois poder dar “descontos” de 40 ou 50%!

    ri-dí-cu-lo

  220. #229
    05 de August de 2011 - 11:12

    [...] Sempre que aparece eu posto aqui, sim, para vermos que é possível se vestir bem e barato, para dar idéias, etc. Adoro a H&M, todo mundo sabe, principalmente por ter um preço justo, afinal fast fashion não é mesmo para gastar, e fico inconformada com os valores de roupas praticados no Brasil, li um post que eu amei, aqui. [...]

  221. #230
    Patrícia
    05 de August de 2011 - 11:14

    Puxa Cony falou tudo! E que bom que essa falas vieram de você, alguém engajado nno mundo da moda, com total propriedade para falar, e divulgando aqui essa revolta para todas. Nós curtimos moda e ficamos loucas com os looks da nova estação, mas de fato tá na hora de revoltar. Tentar mostra que naaao, nos nao nos acostumamos com estes preços abusursdos, e não nos façam de trouxas! Tá dificil! A gente tenta fazer um favor p humanidade de ser uma paisagem elegante, e eles nos quebram assim…

  222. #231
    Ana Paula
    14 de August de 2011 - 22:35

    Finalmente alguém tem coragem de se posicionar sobre esta questão. Os preços subiram absurdamente nos últimos anos: roupas, sapatos, acessórios… Mesmo as jóias estouraram de preço: tenho algumas da Vivara que estão nas vitrines hoje e que paguei menos da metade do preço há quatro anos. Moro em BH e se nao tivesse comprado meu apartamento há quatro anos, agora seria inviável. Hoje só compro se acho o preço realista e preferencialmente em liquidação com pelo menos 50 por cento de desconto. Ou fora do Brasil. Por isto acho ótimo quando vocês dão dicas de opções na blogsfera.