Moda
Personal Stylist, Tem Jeito?
30 set 2010, 181 comentários

Um Tem Jeito Diferente…

Esse Tem Jeito mexeu comigo. Imprimi o mail com o pedido já tem muito tempo e estava com ele dentro da agenda esperando ter o tempo, dedicação e a inspiração suficiente que essa moça merece.

Chegou sua vez Carol.

“”Querida Constanza,

Gostaria de propor a você um Tem Jeito diferente. Minha pergunta é: Tem Jeito de começar do zero? Meu nome é Ana Carolina, mas, por favor  me chame de Carol (….) Bom, o meu problema é o seguinte, sou de BH, tenho 24 anos, sou casada, trabalho à tarde e estudo à noite, vou direto do serviço para a aula (vou andando) e, por isso, só uso roupas mega básicas, jeans + blusinhas+ tênis + mochila. Quando vou às compras, sempre acabando levando peças que se encaixem na minha rotina diária. Resultado: meu armário está cheio de peças básicas, mega surradas, das quais estou saturada e, na hora de sair, não tenho NADA, visto as mesmas roupinhas surradas do dia-a-dia e fico MUITO DEPRÊ!!!!!

Estou sentindo a necessidade de começar do zero, investir em peças-chave para montar (aos poucos) um novo guarda-roupas observando as tendências de moda, desde sapatos até acessórios e NUNCA MAIS me deprimir e chorar (sim, eu choro) porque tenho que sair!

Pequenos detalhes aos quais tenho que me ater:

  • como disse lá em cima, sou casada e estudo, portanto, meu orçamento é BEM comprometido…rs…. por isso tenho que ir aos poucos!
  • Meço 1,77m e peso 70 kg (meu peso na verdade são 63 Kg,  dei uma boa engordada, mas já estou começando a voltar ao normal) portanto, (por enquanto) corro das blusas justinhas…rs….

Conto (desesperadamente) com a sua ajuda!!!!

E aí, Tem Jeito?

Beijos de sua leitora diária,

Carol”

Ô Carol, claro que tem!

Vamos lá. Antes de mais nada você é bem alta e não achei que você está tão acima do peso assim. Também não gosto de nada muito justo, nem em pessoas magras então já entramos em um consenso. Sobre sua combinação “jeans + blusinhas + tênis + mochila”, eu faria algumas modificações. Substituiria o tênis por uma sapatilha e a mochila por uma bolsa grande. Acho que fica mais arrumadinho.

Escolhi algumas peças bem básicas que você pode achar na Renner, Marisa, C&A, Riachuelo. Eu sempre prefiro a Renner para roupas mais básicas e gosto das peças em jeans da C&A.

Para quando for comprar, esteja atenta a algumas dicas:

  • Peças básicas são aquelas sem detalhe nenhum. Só desta forma para você montar looks mais chiques (com acessórios) ou neutros, sem nada. Então escolha um jeans em lavagem uniforme, de preferência escuro e boca reta e por favor, sem brilhinhos, paetês ou tachinhas nos bolsos. Camisas e blusas sem nenhum tipo de bordado, linha diferente, babado em local estratégico, muito justa ou muito grande, bolsos costurados. Pense sempre no básico.
  • Fuja de modismos. Para começar um novo guarda roupa, não compre nada que seja a cara da estação. O tempo de vida dessas roupas é curto e bem limitado.
  • Cores neutras. A princípio, preto, branco e caramelo. Depois, cinza, marinho e nude. Em outro momento, rosas, amarelos, verdes, vermelhos…
  • Escolha sempre modelos mais clássicos. Pense que você poderá usá-lo por muito tempo e em ambientes e ocasiões diferentes. Atemporalidade, lembra?
  • Experimente a roupa SEMPRE. Nada de preguiça. O bom dessas lojas que citei, é que ninguém vai ficar no seu pé te empurrando modelos que você não precisa ou não são de seu agrado. Aproveite isso e carregue tudo o que você gostar para o provador, em diferentes tamanhos.
  • Vá sozinha ou com uma amiga de extrema confiança. Nada que te apresse ou que dê dicas que fogem ao seu estilo.
  • Vá pela manhã. As lojas estão mais vazias e o corpo mais enxuto rs.
  • Apaixone-se pela roupa. Se ela não te agradou muito, ou tem alguma coisinha que você pensa “se isso fosse assim seria um pouco melhor”, não compre. Prove outras. Nada mais chato que comprar roupa e depois ter que mandar arrumar, fora que ela pode cair na lista de espera e ficar pra sempre no seu armário aguardando a vez de ser reformada.
  • Para sapatos, prove, ande, sente, levante, ande de novo.

A turma dos pretinhos. Acho que toda mulher deveria ter esses itens no armário. “Poxa, mas tudo preto?” É a base da elegância, é a prova de erros, emagrece, não sai de moda nunca.

Um cardigan, um casaquinho, uma saia (vai do seu gosto, saia lápis, tulipa, reta…), um blazer, um vestido sem nenhum detalhe, uma calça social e uma calça legging.

A turma dos básicos must-have. Camisa branca (sem ser justa, mas certa no corpo), calça jeans, regatas preta e branca, short jeans mais larguinho, jaqueta jeans (escolha seu modelo preferido, eu acho o modelo da foto super atemporal), camisetas brancas e pretas, de preferência mais compridas e de boa malha.

Os sapatos. Uma sandália de salto preta, um scarpin preto (básico, liso, sem ser de bico ultra fino), sapatilha preta, scarpin ou peep toe nude, rasteirinha em cor neutra, sapatilha caramelo (ou nude), bota montaria preta e um tênis sem ter cara de tênis (para sair, não para malhar tá?).

Acessórios must have. Uma bolsa grande preta pro dia a dia e uma clutch preta (ou nude) para baladas, festas, saídas mais formais. Um óculos grande para fazer carão (não tem mulher que não fique elegante com oclão). Um cinto preto e um caramelo, básicos, sem fivelas estranhas nem nada. Esqueci de por na foto, mas também é essencial ter um lenço ou echarpe neutra.

Esse é o tiro de misericórdia para arrematar seus looks. Acessórios. Carol, você mora em BH. Amiga, madrugue um dia e se jogue na feira. Compre colares poderosos, braceletes, anéis com pedras coloridas, brincos de vários tamanhos. Aqui você DEVERÁ escolher peças coloridas e de impacto. São elas que vão ditar se o seu look é para o dia ou para a noite, para balada ou para ir ao shopping. E convenhamos que os preços na feira são ótimos né? Aproveite e compre os cintos lá também.

Acessórios definem o look.

Em um segundo momento, você poderá escolher peças mais marcantes. Paetês, babados, cores, estampas, listras, tecidos diferentes. Primeiro o básico, depois um passo a frente.

Logo abaixo, montei alguns looks com as peças de roupa que indiquei. Repare que fiz um look mais arrumado e um mais casual. As combinações são grandes, mas aqui só tem algumas. Ensino a pescar o peixe, e não a pescar rsrs não dou o peixe pronto (consertei rs).

É isso Carol, espero que eu tenha te ajudado. Minha principal dica é investir em acessórios, com eles você transforma o visual. E separe suas roupas de sair das roupas de ir trabalhar e ir à aula. Mesmo que sejam parecidas ou que sirvam para ambos propósitos, não surre uma calça ou uma blusa que fique boa para sair à noite. Durante o dia seja básica + acessórios. Para sair, use suas melhores roupas. Mais acessórios.

Beijos, boa sorte e obrigada pelo mail carinhoso.

Must HaveCompras
Shopping Time
29 set 2010, 43 comentários

Desejos, oh desejos…

Por quê mulher nunca tá satisfeita? Sempre precisando de alguma coisa… Ou desejando.

Eis minha listinha de desejos, que a cada dia cresce mais, ou simplesmente deixa de existir, quando desencano de tudo que ando desejando no momento, e logo depois, começo tudo de novo.

  • #1 – Ray Ban vintage com a lente púrpura. Que show de sunglass é esse? Pena que por US$ 800 no Ebay não rola…
  • # 2 – Relógio Michael Kors, é um chique que considero barato (US$ 250), apesar de já estar vendo muito Michael Kors por aí e suas imitações sendo vendidas na Renner. Esse prateado com rosê tá lindo.
  • # 3 – Mas desejo mesmo é esse, Michael Kors quadradinho e dourado. Meio vintage. Esse é necessidade.
  • # 4 – Como não devo achar tão cedo o desejo #1, me contentaria facinho com esse Ray Ban Outdoorsman dourado e marrom.
  • # 5 – E o scarpin nude bico redondo perfeito. Louboutin. Desejão esse.
  • # 6 – Brinco da Maria Bijju estilo Jack Vartanian. Digníssimo.
  • # 7 – Uma bolsa Louis Vuitton grande e monogramada. Sim, com monograma. Achei que nunca iria desejar ver o LV estampado na bolsa, mas estou seriamente tentada com a Neverfull MM. Se eu puder desejar um pouquinho mais, optaria pelo modelo Artsy.

Aqui os desejos de beauté.

  • # 1 – Perfume Gucci Guilty. Já provei e amei! Já queria mesmo antes de sentir o cheiro, agora quero mesmo.
  • # 2 – Paleta Leopard Luxe da MAC. Na verdade queria apenas a sombra Notoriety (marrom escuro com partículas douradas). Maravilhosa.
  • #3 – Brick Shimmer da Bobby Brown na cor Pink mas já não sei se quero mais. Provei na loja e não fez nem cócegas na minha pele…
  • #4 – Esse é o certo! Makeup Dissolving da Clean and Clear. Só acha na gringa, se alguém quiser me presentear… é baratinho.
  • #5 – Fast Response Eye Cream da MAC. Diz que faz milagres. Esse eu já desejei algum tempo atrás, mas sabe quando você já não acredita em milagre nenhum? Pois é. Bom, esse produto promete efeitos instantâneos tais como desinchar, clarear as olheiras, suavizar, minimizar linha. Promete demais…
  • #6 – Tiss, demaquilante da Shiseido. Também foi dica de leitora, mas pelo que pesquisei só vende no Japão e também é baratinho.
  • #7 – A nova máscara de cílios da MAC, Haute & Naughty. Apesar de nunca ter gostado das máscaras de cílios da MAC, essa me chamou a atenção. Primeiro pela embalagem bonitinha e segundo porque também promete muito: ela é 2 em 1 (um lado dá um visual clean, no outro, dramático), define, aumenta e dá volume.
  • #8 – Esse tô doida atrás, esmalte holográfico da China Glaze cor FYI. Vi swatches por aí e achei a coisa mais linda!

Tô querendo muito?

Beleza
Eu Testei!, Maquiagem
28 set 2010, 80 comentários

Eu testei: Nova Linha Pro Longwear da MAC

Há muito que não me empolgava com alguma coleção da MAC. Nem a Venomous Villains me atraiu (talvez compre algo só por causa da embalagem fofa), a Fabulous Feline alguma coisinha, a da praia nem sei o nome direito… No fundo achei que estava desanimadona de maquiagem, afinal, passar por stands e lojas da MAC e nem olhar pro lado é porque tem coisa errada.

Até que… ouvi, li, vi, não lembro onde, dessa linha nova, a Pro Longwear, que promete longa duração nos seus produtos. São 12 cores de batons, base e corretivo. CORRETIVO! Essa eu tinha que ver né?

Vamos às cores dos batons, chiquérrimamente chamados de Pro Longwear Lipcreme. (fotos do site Temptalia)

Achei as cores bem fiéis, e tenho certeza que ela passou várias camadas para mostrar bem a cor.

Eu também fiz meu humilde testezinho com as 3 cores que comprei.

Da esquerda para a direita: Good to Go, Till Tomorrow e Unlimited

Na coluna da esquerda, passei um lip balm antes para não ficar muito seco depois e dar uma aliviada na cor. Digamos que ficou bem mais claro do que se eu passasse direto na boca, como na coluna da direita. Além de disso, as fotos da coluna da esquerda tirei ontem de noite, com luz artificial, as da direita, luz natural.

Considerações: a textura inicial do Pro Longwear Lipcreme é bem cremosa, me lembra um pouco a textura dos amplified. Após alguns minutos ele fica seco, mas não aquele seco chato (vide Pro Longwear Unchanging, aquele que odeio pois resseca demais a boca, descama e fica horrível), esse não incomoda. Com o balm então, é super tranquilo. O batom GRUDA na boca, claro que ele perde um pouco da cor no decorrer do dia, mas tem ótima fixação. Quando testei eles no braço pela primeira vez, só saiu tudo com dois banhos e muitas esfregadas…

Fazer swatch de batom de longa duração é triste heim? Para tirar, passei lencinho demaquilante, sabonete líquido, papel, esfreguei, e aí a boca fica vermelha (tipo Bozo) e eu tinha que esperar um tempo pra não alterar tanto a cor do próximo batom.

Comprei as duas cores mais básicas primeiro, o Till Tomorrow e o Unlimited, e logo depois comprei um laranjão-cor do verão, o Good to Go, porém esse jamais vou usar na sua total intensidade, sempre será de levinho e com balm por baixo.

Recomendo.

Agora o corretivo. Todo mundo sabe que sou louca com corretivos né? Para mim é o essencial do essencial. E foi justamente o primeiro produto que me interessou dessa linha.

Pro Longwear Concealer NC 30

Bom, comprei o Pro Longwear Concealer na cor NC 35, minha cor do coração da MAC (Studio Fix, Select Cover Up, Studio Finish…). Achei um pouco escuro mas era minha cor, afinal toda vez que tentei um diferente, me arrependi. Não abri o corretivo logo que cheguei em casa e fiquei fuçando na net sobre as cores (sou muito indecisa), até que uma amiga me disse que no MUA estava cheio de ótima reviews do produto. Para minha surpresa (ou não) a maioria das meninas que deram sua opiniao por lá (falavam maravilhas do corretivo), tinham comprado uma cor mais clara que o normal. A luzinha de alerta acendeu: opa, ainda bem que não abri, vou testar o NC 30.

Corri pra MAC e passei NC 35 num olho e NC 30 no outro. Naquela luz fu&*^% de shopping, achei a mesma coisa, porém fiz algo que considerei inteligente (hahaha). Pinguei uma gotinha de Pro Longwear NC 35, uma de NC 30 e uma de Select Cove Up NC 35 (que uso e fica perfeito) nas costas da mão para fazer um comparativo das cores. Ficou assim.

Reparem como cada um, é cada um. O Select CoverUp NC 35 ficou no meio do caminho, entre um Pro Longwear e outro.

Bom, de cismada que sou, fui em duas lojas da MAC fazer novo teste, em uma fui muito mal tratada, a mulher nem deu bola para a minha dúvida e disse que, pra começo de história, eu era NW. Aí já a odiei. Toda vez que caí no papinho de vendedor da MAC que mal olha pra gente e fala “sua cor é tal”, me ferrei por acreditar que NW ficaria bem em mim. Testei NC 35 e NC 30, um em cada olho e não achei diferença, de novo. Na segunda loja, a moça foi super simpática comigo, mas antes me xingou pois eu estava com a pele muito seca e não estava hidratando direito (mas isso é aqui no Chile, o clima daqui acaba com minha pele… rosto e mãos ficam super ressecados, por mais que eu hidrate), ok. Sentei na cadeirinha e ela veio com os dois Pro Longwear, antes hidratou bem a região dos olhos e passou o corretivo. Ela olhou, olhou e disse que a diferença era pouca, mas que o NC 30 estava melhor. Também me disse que essa linha está um pouco mais escura que as outras, e que mesmo que a gente use um determinado tom, sempre tem que testar, pois os NC’s, NW’s variam muito. Ou seja, não é porque você usa NC 25 na Fix Fluid, que também será NC 25 em qualquer outra base da MAC. Chato né?

Pois bem, as meninas do MUA estavam certas, uma cor mais clara ficou melhor e, finalmente, troquei meu corretivo.

Aqui o antes e depois do Pro Longwear Concealer NC 30.

Achei que iluminou bem, ficou bem bacana. Minha mãe achou ótimo (rsrsrs).

Considerações: Passei com meu amado salve salve pincel 224. O corretivo não é grosso, mas também não é muito liquído. Tem uma consistência bacana, espalha bem e não fica reboco. A cobertura dele é boa, não tanto quanto o Studio Finish, mas é boa. Para meu melasminha ficou ótimo. Marcou um pouco as linhas, mas atenção, eu TENHO linhas. Vejo meninas novinhas sem nenhuma ruga me perguntando se marca ou não. Isso vai depender se você tem ou não e qual a intensidade das suas ruguinhas né? Marcar, acho que todos marcam. Mas acumular, acho que o Pro Longwear não acumulou muito não. Ele fica seco, não ressecado, fica bom, aparência saudável e no meu caso achei que deu uma boa iluminada.

A embalagem do corretivo (igual a da base) vem com um pump, e tem que “pumpar” de levinho para não sair muito produto. O da base (que mal testei na loja, mas provavelmente devo adquirí-la em breve) é um “pumpão” mais potente, e como a base é mais rala (que a Fix Fluid, por exemplo) tem que dosar bem na pressão para não fazer lambança.

O corretivo, recomendo DEMAIS.

Gostaram meninas?? Dúvidas, críticas, sugestões??

UPDATE: esqueci de falar… sobre os batons, girem só o necessário. Dois meus não voltaram todos, ficou um pouco da bala pra fora.